Araketu: Tá Na Cara Basta uma brisa da...

Tá Na Cara

Basta uma brisa da praia
Prá gente ficar
Com vontade de amar
Um vento ousado na saia
Revela o desejo
Guardado no olhar...

Basta uma noite de lua
Prá gente ficar
Na maré da paixão
E quando a pele está nua
A gente descobre
Que a vida é um tesão...

Quando você quer eu quero
É febre no corpo
Um eterno verão
Um sentimento sincero
Quem vive no amor
Só tem uma estação...

Vou me entregar aos desejos
Pedindo pro tempo
Parar de passar
Vou me perder nos teus beijos
Deixando a vontade
Do corpo mandar...

Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se ama
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se adora
Tá, Tá
Tá na Cara
Prá gente é desejo
É paixão, é loucura
É mais, é tara
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se quer
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se gosta
Tá, Tá
Tá na cara
Que essa loucura não passa
Não pára jamais, não sara...

Basta que a gente se veja
Pro corpo querer
Se entregar outra vez
E não importa onde esteja
Tem sempre uma coisa
Que ainda não fez...

Basta uma noite de lua
Prá gente ficar
Na maré da paixão
E quando a pele está nua
Nós dois descobrimos
Que a vida é um tesão...

Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se ama
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se adora
Tá, Tá
Tá na Cara
Prá gente é desejo
É paixão, é loucura
É mais, é tara
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se quer
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se gosta
Tá na cara
Tá, Tá
Que essa loucura não passa
Não pára jamais, não sara...(2x)

Araketu