Eleonora Duse: Onde não puderes amar, não te demores.

Onde não puderes amar, não te demores.

Eleonora Duse

Nota: Frase por vezes ligada a Frida Kahlo e Augusto Branco, mas atribuída a Eleonora Duse na Gazeta Literária (1952-1971)