Amanda Sanches: Querido Papai Noel, venho por meio desta...

Querido Papai Noel, venho por meio desta carta lhe informar a devolução de mais um cupido (não acho legal pedir um homem assim diretamente). Não é possível, todo ano peço o mesmo presente e o senhor sempre manda com defeito, por isso resolvi lhe notificar sobre os problemas que tive nos últimos anos com os seus presentes errados, para quem sabe assim, o senhor descobrir onde esta o problema e esse ano acertar na escolha do cupido.
Lembra do ano de 2007? Pois bem, o senhor me mandou um cupido pobre que tinha apenas uma única flecha, e o baixinho filho da puta resolveu acertar ela logo em mim, em vez de acertar no meu ex-querido amado.
Pior foi o ano de 2008 que o senhor enviou para mim um cupido tarado. É maior de 18 anos e fez xixi em pé o cupido tava atirando.
E em 2009 que o cupido era principiante, não tinha experiência alguma. Tenho que admitir que ele acertou o meu amado também, mas a dosagem do feitiço era desproporcional, o coitadinho não sabia medir e dividir a quantidade certa para cada flecha. Adivinha quem ficou com a flecha com mais feitiço?
O ano de 2010 foi o menos pior, mas isso não quer dizer que tenha sido bom. O poder da flecha do querido cupido tinha prazo de validade, de 5 à 6 meses todo o encantamento de ambas as partes iria acabar, sumir, escafeder-se. Parecido com o feitiço da Cinderela que durava só até a meia noite, o feitiço do cupido era até os 6 meses no máximo.
Esse ano eu estava crente que após tantos erros o senhor iria acertar, doce ilusão. O cupido era devoto de Nossa Senhora das Causas Impossíveis. O baixinho barrigudo acertou em mim a flecha do amor (ou algo parecido) e acertou no felizardo a flecha da atração, pronto, agora sim tava tudo fudido, eu estava apaixonada, e o outro lá estava apenas atraído por mim (e todo mundo sabe que da mesma forma que a atração aparece do nada, ela também desaparece), e o meu cupido na dele, quetinho, com todos os dedinhos cruzados com uma fé inabalável que esse absurdo daria certo. Enquanto isso é claro que eu estava surtando, eu pedia, implorava, suplicava, gritava, ameaçava de morte o cupido, pra ele atirar logo a flecha do amor (ou algo parecido) no rapaz, mas ele se recusava, dizia que a atração iria se tranformar em amor com tempo.
É claro que tudo isso deu errado, a atração se transformou em NADA com o tempo. Acho que eu nem preciso dizer que o cupido está com as malas prontas esperando o senhor vir buscá-lo, para voltar pro Polo Norte e morrer congelado.
Bom, acho que depois dos meus últimos anos de vida amorosa frustrantes, o senhor bem que poderia escolher com um pouco mais de carinho o cupido de 2012.
Sabe Noel, esse ano eu fui uma menina boazinha, não fiz nada de errado, ou quase nada, mas eu me arrependi, juro.
Por isso lhe peço, do fundo mais profundo do meu coração solitário e sofredor, ACERTA no cupido. Sei que não posso exigir nada, mas eu não quero cupido com escassez de flecha, nem cupido tarado, nem cupido recém-formado, nem cupido amigo da fada madrinha da Cinderela, e muito menos cupido devoto de alguma Santa, (só se for de Santo Antônio, é claro). Também não quero os cupidos populares, cegos, burros, com Mal de Parkinson. Não, eu não quero nenhum deles, prefiro ficar só à ter que limpar cagada de cupido incompetente.
Esse ano Papy, trate de ler o curriculum do cupido antes de escolhê-lo, verifica se ele tem anos de formação, se ele fez cursos de especialização, se tem vários casais unidos, caso ele tenha tudo isso (e um poco mais) aí sim o senhor pode encaminhá-lo até minha casa, caso contrário o mantenha bem longe de mim.
Grande Beijo Papy
ps: espero ansiosa a chegada do meu cupido EXPERIENTE

Amanda Sanches
Postar no Facebook