Fortalecimento

Cerca de 18 frases e pensamentos: Fortalecimento

O que não provoca minha morte faz com que eu fique mais forte.

Friedrich Nietzsche

Todas as revoluções modernas contribuíram para o fortalecimento do Estado.

Albert Camus

Muitas vezes um rótulo de prepotência é a máscara de defesas necessárias para o fortalecimento psíquico.

Deise Barreto

acredito que nada é por acaso e que todo tombo é sinônimo de fortalecimento. não sou o melhor exemplo da tolerância e da paciência, as vezes saio do limite. desejo coisas simples, que me façam feliz. sou impaciente, não gosto de enrolação, ou é sim ou é não. aí eu descanso. prefiro qualidade do que quantidade, conto meus amigos nos dedos. sonho alto muitas vezes, e luto por esses sonhos quando vejo que vale a pena, caso contrário nem perco meu tempo. dou muito valor pras pessoas que estão do meu lado não sei fingir felicidade, não sei ser indiferente, não sei não sentir de verdade.

Desconhecido

Sofrimento não sinal de fraqueza
muito pelo ao contario
e um proceso de fortalecimento!!!

Bruno Alexander Barbosa

Obstáculos sempre existirão e são ótimos para o nosso fortalecimento. Foco total em sua meta!

Evelyn Cordeiro

Viva e reviva, apague os momentos ruins, só tire deles o fortalecimento que nos faz feliz...

Victor Augusto

O beneficio no amor é mutuo, embora o fortalecimento seja individual.

Fernando Venelito

A caridade é o alimento da alma de quem a pratica, o fortalecimento da fé de quem a recebe e a semente para um mundo melhor .

Aline Fontoura

Poupar o coração é um desperdício. Tudo que se passa por ele coopera para o seu fortalecimento. As emoções vivenciadas, são exercícios diários. Ele sabe se cuidar.

Alessandra Gonçalves

Alessandra Gonçalves

O cultivo da amizade conduz o fortalecimento do laço humano em busca da paz;

Julio Aukay

A oração é o energético necessário para o nosso fortalecimento espiritual e não há contra indicações, porque em casos de doses excessivas, maior será o seu crescimento

Jader Amadi

É nos olhos d'alma,
é no abraço dos sonhos,
e na alegria de um sorriso,
é no fortalecimento de um abraço,
que tenho o terror de não querer que isso acabe
que me não falte maneiras de te amar


É no rugir das trombetas,
é no vago que beija as montanhas
é no amanhã que se vem se o ser vive
que se veem as destrezas unidas em simples gesto
como em lábios de sol e lua a se tocar

Sem o que e sem porque o amor à lua
Labaredas se soltam se eu vejo e toco o meu sonhar.
Só peço a ti prata profunda
que os dilúvios não destruam o que se viver.

Valdiclayton Pontes

Ao ignorar o outro, oportuniza-o,
o exercício da paciência,
bem como, o seu fortalecimento,
deixando-o independente de ti.

Fábio Santana SantosSE

Em meio as adversidade propiciadas pelas intempéries da vida, surgem pontos de crescimento, de fortalecimento, que nutrem as bases de uma sólida edificação interior.

Loverthink

os obstáculos que encontramos no caminho, nos fortalece,e nos prepara para o sucesso.

marilymerirabrandao

Há quem pense o contrário... Eu prefiro pensar que os inimigos são muito estimulantes. Nós aprendemos com eles muito mais do que com qualquer outra pessoa. Afinal, são eles que, indiretamente, nos mostram exatamente onde precisamos fortalecer... Onde precisamos melhorar...
Sem querer, eles nos fornecem as "armas" destinadas à nossa mudança e evolução.

Alessandra Amaral

Onde estavam os black blocs brasileiros?

Onde estavam os black blocs brasileiros até as manifestações que brotaram nas ruas em junho passado?
Inspirados em grupos internacionais eles começaram suas ações no Brasil timidamente em 2001 quando das manifestações da Ação Global dos Povos, movimento contrário à globalização neoliberal.
De lá para cá, entraram em um estado de quase inação ao ponto de suscitarem, hoje, indagações indignadas:
Por que não apareceram antes? Foi só o gigante acordar para que o grupo ganhasse volume e saísse em defesa dos manifestantes. Ou não? Seriam estes ativistas contrários às manifestações e com suas ações agressivas tentam enviar uma mensagem - “Parem, senão quebraremos tudo”.
São favoráveis ou contrários aos atos de reivindicações nascidos com os clamores das ruas?
As dúvidas são cabíveis uma vez que eles transformam em um pandemônio todo e qualquer ato reivindicatório como se ao contrário da promoção da união quisessem minar as forças e descaracterizar as ações genuinamente cidadãs.
Por que em uma democracia, quando uma pauta tem ampla representatividade, é coerente que sucedam traduções positivas de resultados. Somatórios são valorados pelos altos graus de repetência.
Isto é, quanto maior o número de indivíduos interessados que se reúne em torno de uma questão para obter vantagens, mais pressão exerce sobre os representantes políticos. E, quanto mais vezes elas acontecem, mais ganham adeptos para engrossarem a corrente.
Desde que sejam atos de cidadania, desde que respeitem os padrões de boa conduta e não firam os princípios da democracia. Desde que corroboram o posicionamento reivindicatório – todos têm direito a manifestar-se. E, nessa linha de pensamento, ainda pode-se afirmar que todas as formas de expressões que convirjam para o fortalecimento do Estado democrático são bem-vindas.
Na contramão dos direitos e deveres, os black blocs forjam uma intenção: proteger os demais manifestantes da polícia. Como se os seus atos de extremo vandalismo pudessem defender a população espoliada e pedinte.
Muito pelo contrário, eles expõem a risco desnecessário: militantes de uma causa, jornalistas, passantes ocasionais e a própria polícia.
Não é possível ignorar esse abscesso que drena as energias da massa ávida por participação. Muitos gostariam de dar continuidade ao que começaram em junho quando das manifestações surpreendentes que se alastraram por todo o país, mas desistem por força da situação perigosa.
Temem a ocorrência do enfrentamento físico e brutal com a tropa de choque que ocorre toda vez que os ativistas vestidos de preto provocam quando aparecem com seus martelos, estilingues e pedras. Então, sentindo-se abalados no quesito segurança, os cidadãos de fato, desistem de exercer a sua cidadania e as ruas ficam cada vez mais vazias destes.
Por trás de uma grande causa, nobre ou cancerígena, sempre há uma mente fértil que a lidera.
Pergunta-se: quem está por trás desta? A quem mais interessa a massa apequenar-se e se voltar para seu cotidiano singelo, sem grandes conquistas?
Quem é o grande mentor dessa paralisante anomalia que obrigou o Gigante a voltar para o seu sono profundo?
A pergunta foi lançada, senhores. Façam suas apostas.

Eleni Mariana de Menezes