Folhas

Cerca de 808 frases e pensamentos: Folhas

Teus olhos brilham
sorrindo
duas gotas de orvalho
em verdes folhas
ao sol da manhã
e seu sorriso se espalha
em teus lábios
vermelhos
cor de cereja madura.
Como gostaria de lavar
meus lábios
no orvalho dos teus olhos
verdes
morder a cereja madura
dos teus lábios
vermelhos
e meigamente chamar-te
Amor.

José Marques

Livros não são meros amontoados de folhas e de letras, são a chave para o sucesso.

Mariana Gueiros

Cheiro do Vento, cheiro do mar...

O cheiro do vento brota das folhas,
que cobrem a trilha que leva ao mar,
cheiro doce do mar quando a água
dança numa gostosa tarde de sol,
subindo nas pedras e explodindo no ar.

Sonhando tolices, a gente segue o caminho,
borboletas também seguem flores pela trilha,
beirando suas vidas no caminho do mar,
onde o cheiro do vento tem cheiro de amar,
e sopra as memórias no imenso azul da ilha.

São os ventos do fim de mais um verão,
balançando a palha seca dos coqueiros,
tem o cheiro gostoso do mato, da maresia,
cheiro de poesia pairando no pensamento,
este passageiro clandestino em um veleiro.

Cheiro do vento espalhando o amor no ar,
vida passando no meridiano do coração,
seguindo os rastros da memória na trilha
que leva ao mar, que leva embora a estação,
e a vida vai ganhando o perfume do mato
nas tardes serenas e calmas desta ilha...

sonia schmorantz

Folhas ao Vento

Minhas angústias são como folhas voando,
Chorando ao desprender do ramo que amavam.
As folhas caíram depois da ventania,
Vento que foi cantando, distante,
Levantando a areia da praia
De águas frias, cantantes, coloridas...
Vento agreste levou as folhas para o mar.
Sem mais o ramo para ficar,
vaguearam, rolaram,
Perderam toda a seiva que as adoçava...
O vento sempre as levar,
sem rumo, sem magia
Levou também a brisa doce dos meus versos,
Fez-se outono em mim, tamanho o abandono
De uma alma desfolhada que após o vento
Também caiu...

sonia schmorantz

Divagações após a chuva

Ao anoitecer, gotas da chuva intensa
ainda brilham nas folhas e calçadas,
como notas poéticas a refletir as luzes,
que pouco a pouco vão surgindo nas casas.
Gotas vão sendo levadas pelo vento incerto,
como palavras descompromissadas que
tanto já foram ditas e desditas nesta vida.
As palavras voam pelas janelas e calçadas,
instáveis, insanas, descomprometidas
com a realidade, perdidas no tempo.
Só a poesia as recupera,
unindo-as através dos sonhos repetidos
no silêncio das madrugadas insones.
Das palavras ditas resta a poesia,
a vaporosidade de quem já viveu
e ouviu muito, mas
ainda tem capacidade de sonhar.
Palavras inventam-se nos poemas,
num fluir secreto, desdobrando-se como renda,
tecidas memórias de sonhos que
com a própria vida que se emendam.

sonia schmorantz

Fui apenas uma passagem nO seu passadO tãO distante que se fOi cOmO as fOlhas aO ventO.....

Patricia Silva

Como uma flor você surge em meio as folhas, que ontem era só uma mancha verde, mas hoje já tem uma rainha, você, a flor que reina sozinha no jardim a primeira, outras iram nascer mas não uma com tanta beleza, você é aquela que desperta os primeiros olhares as outras também despertaram mas não com tanta apreciação quanto os que você recebeu

Glemison Souza Lima

SALVEM as FOLHAS !

*folhas secas e caídas não são lixo...
no mínimo servem como ótimo adubo !

M. Kiffer

POEMINHA
As folhas despencam das árvores e se vão...
as arvores se sentem mutiladas e choram,
minha alma me arrebenta por dentro,
e, você me ingnora

Madalena Ferreira

Se por acaso passares por mim, me revista como o vento e arrebata-me como o furacão; Leve as folhas como tempos de outono, e minha alma como noites de abandono

Marcelo Zacarelli

Se o sopro da saudade varrer para longe as folhas de outono, lembra que a primavera há de chegar e assim colocar todas as folhas em seu lugar

Marcelo Zacarelli

Folhas do passado morrem, mais as rosas deixam o seu cheiro por mais tempo.

André Lucas de Almeida

HAIKAI

Folhas caindo
lágrimas de inverno
temporárias

SIGRID SPOLZINO

HAIKAI

Folhas acenam
entonadas por brisas
trilhas pelo chão

P.s.: Ao entardecer, numa caminhada...

SIGRID SPOLZINO

Trepadeira


Cresce essa planta trepadeira. Sobe onde tem de se apoiar e se veste de folhas pelo caminho que já passou.
Debaixo delas, bem guardado como vergonhas escondidas, estão suas uvas e seus maracujás, protegidos e mudando de cor. Na ponta vão embora mais ramos tratando de outros assuntos, peregrinos de um único passo que param logo e tratam de se vestir de verde escuro. São mais folhas quem trazem mais frutos.
Virá até quando? Enquanto vai.

Tiago landeira

Casca de besouro, areia e folhas.
Casa de besouro, alimento e areia.
Seca folha na areia. Casa em terra. Casa de areia.

Tiago landeira

Um raio de sol em meio à tempestade
Uma canção além do barulho
Uma ventania levando as folhas para longe
E eu não gostaria de estar em nenhum outro lugar

O sol atrás da montanha
Uma tarde ao seu lado
Ahhh! Um beijo seu estremece o meu mundo!

Brincadeiras sob o luar
Beijos à beira mar
Olhares sincronizados
E então eu sei
Pra sempre vou te amar

Matheus Bogo

As folhas das árvores balançaram
Com o desespero das flores murchas
Caídas abaladas solitárias
As folhas choraram a tristeza de um dia frio
Pela ausência do calor difundido
Com bela aquarela do campo
caindo e se enterrando
No solo coberto pelo aveludado
Amor que as flores deixaram
Antes de dizer adeus

Rafael do Val

Parei, suspirei e fiquei olhando as folhas ao vento... penso nessa agitação toda que o vento causa, a mesma que suas palavras causam em mim... coração se agita quando tocado por essa sua emoção soprada. Paranóica você sempre foi, ora. Só o amor de verdade que consegue colocar gosto em tudo quanto é coisa sem sabor, colorir tudo quanto é preto e branco dessa vida. Com você eu vejo que em mim essa aquarela existe, com você eu sinto o gosto antes mesmo de provar. Psiu... eu entro e me empanturro mesmo. Emoção soprada que de tão forte até saímos do lugar.

Jota Cê

-

Jota Cê - Néctar da Flor

Esses dias eu me lembrei daquela tarde
Pela janela o sol batia nas folhas daquela árvore
Minha cabeça tranquila
Sem nada demais na mente
E você aparecendo me cumprimentou

Lá estávamos nós brigando sem ao menos nos conhecer
E eu pensando quem é essa desconhecida metida
Eu achando que estava desagradando totalmente
E nos outros dias você aparecendo me cumprimentou



Jota Cê


-

Jota Cê - Néctar da Flor