Folhas

Cerca de 890 frases e pensamentos: Folhas

Assim como as folhas das arvores caem no outono para poder suportar o inverno nós também nos modificamos para seguir vivendo.

Gilberto Martini Refatti.

Quando,
retiro as minhas folhas.
É para me vestir de amor.
Hoje quis ser,
uma arvore adolescente.
Formosa!
Com saia rodada,
rosa menina,
delicada.
Para encantar o meu amor.
Hoje eu o trago para mim.
Não será pardal,
nem bem-ti-vi.
Será meu beija-flor.
Hoje, quero beijos delicados.
Quero um doce amor.
E só ele sabe beijar, tão bem assim.
Por isso me visto de flor

Dayse Sene

Reencontro

Vivia nas folhas secas caídas.
Nas cores vivas do açafrão.
Vivia no sorriso liberto.
Da música harmônica,
Do alegre sorriso espontâneo.
Da leve e doce canção.
Mudou, em uma esquina da vida.
Pousou em uma sala fria.
Deixou de lembrar-se de si.
Daquilo que ficou tão longe.
E o que mais procurava, já não era seu.
Porém uma sombra,a sobressair.
Fitava a figura.
Qual antes? Se ninava segura?
nas noites quentes antes do sono chegar.
Caminhava feliz ao vento.
Que refrescava o humor.
Aquela vida que estava ali?
Já se reconhecia?
Se lembrar. Um pouco perdia?
E novamente o hábito.
De correria sem freio.
De fins justificando os meios.
Para conseguir. O poder de decidir.
Esqueceu do que quisera.
Sonhos agora , só quimeras.
Do melhor que a vida deu.
De simples gosto.
E de objetos se adulava.
Mas com eles não preenchia nada.
Do vazio de seguir.
E de anulação e anulação.
Descobrir , que um dia viria.
Em descobrir. O que não estava lá.
Aquela força estava aqui.
Batendo no coração.
Com delicadeza a passar.
Falava. Abre a janela. Abre a janela.
Sou tua essência, o melhor de ti.
Nunca saí do seu lado.
Você esqueceu de mim?
Seja livre. Te permiti.
Sempre gostei de ti. Assim como tu és.
De alegrias, te preenchi.
E mesmo que agora , não vir.
Não se preocupe.
Vou reencontrar para ti.


Marcos FereS

marcos fereS

...a lâmina cortava-lhes os pulsos como se fossem simples folhas de papel, o sangue fino escorria entre os dedos brancos e parava no chão.
Do lado de fora a chuva inundava toda a cidade, deixando as crianças, antes sorrindo no parque, adormecidas em casa. A garota, apenas chorava e chorava, e chorava - deixando seus olhos ainda mais - impossivelmente- inchados. Para ela seria muito simples se jogar do andar onde estava...mas, pensar na sujeira que faria a fez sentar e tentar se concentrar no lixo musical que iria ouvir. Acabou adormecendo e queimando todos os seus sonhos. Mais tarde ela acorda ao lado de quem mais deseja, O AMOR.


DISTURBIOS PRELIMINARES (parte I)

Laura Pedrosa

Sensibilidade é estar num jardim e conseguir ver as formigas andando entre as folhas.

Beatrize Franco

“Nas árvores ao meu redor, as folhas estão apenas iniciando sua lenta mutação para o vermelho fogo, brilhando como o sol que espreita ao longe no horizonte."

Querido John

Penso que as Palavras essenciais que me expressam se encontram nessas folhas que nem sabem quem sou.

Jorge Luis Borges

"A vida é uma prova sempre múltiplas escolhas infinitas folhas impossível de gabaritar"

Projota

QUEM ME DERA SER POETA E PRA FOLHAS DE PAPEL, PASSAR O MAR E O CÉU, FALAR EM RIMAS DO MEU AMOR.
MAS NÃO POSSO MUITO DIZER, NEM BONITO SEI ESCREVER...
PORQUE POETA EU NÃO SOU

Reginaldo Santiago

O vento sopra impetuoso,
vergando a copa das árvores.

As folhas caem no chão:
folhas secas, folhas verdes.

Por que não somente as secas?

Valter da Rosa Borges

caem folhas no pátio
um choro invade o quarto
na alegria dos avós

Rogério Viana

As palavras são como folhas secas no vento, elas caem são levadas e não há como voltar atrás às palavras.
Mas o amor, não leva em contas as palavras ditas, mal ditas.

Juliana Lourenço

Teus olhos brilham
sorrindo
duas gotas de orvalho
em verdes folhas
ao sol da manhã
e seu sorriso se espalha
em teus lábios
vermelhos
cor de cereja madura.
Como gostaria de lavar
meus lábios
no orvalho dos teus olhos
verdes
morder a cereja madura
dos teus lábios
vermelhos
e meigamente chamar-te
Amor.

José Marques

POEMINHA
As folhas despencam das árvores e se vão...
as arvores se sentem mutiladas e choram,
minha alma me arrebenta por dentro,
e, você me ingnora

Madalena Ferreira

Embaixo dos contorcidos galhos secos
da árvore toda desnuda das folhas secas,
levadas pelo outono...
arrastadas pelos ventos...

E em um galho mais alto, uma única folha seca
reticente e presa...
Na tentativa de se manter ainda pelo pouco de verde
que ainda lhe resta na haste, prender-se...
até a chegada da primavera...

Mas, ainda temos um inverno...

Numa manhã a folha sumiu... seguindo o vento...
Cumprindo o eterno ciclo da vida...
Que a todos, tanto nos apreende...
com o inopinado...

Apenas nos entregar e nos deixar ir...
fazendo parte de todo um ciclo,
que por mais que queiramos...
chega uma hora que nos leva o tempo...

Uma senhora de 97 anos, cabelos branquinhos...
e com um sorriso de tempos...

mfpoton