Fim de tarde

Cerca de 167 frases e pensamentos: Fim de tarde

Final de tarde maravilhosa ao lado de uma criatura sem igual... momentos cheios de diversão, risadas, gargalhadas, momentos únicos e verdadeiros... momentos q quando acaba fica uma sensação de quero mais... quero muito mais. Não canso de dizer... eu amo d + amar vc

sadek frota

Desculpa o beijinho com bafo de final de tarde, e pensando bem, gostaria de participar daquela pesquisa. Pode ser em um final de tarde na sala anexa. Providenciarei um drink.

Contes

Eu quero andar de mãos dadas com você a beira mar no final da tarde, quero andar de skate mesmo sem saber andar com você, quero jogar futebol em um dia de sol, quero ter aquelas lutinhas que todo casal tem, quero te fazer uma visita inesperada em casa e te ouvir dizer "Entre minha branquela", quero dividir colheres de brigadeiro num dia frio, quero dividir sorrisos bobos e palhaçadas com você, quero fazer declarações de amor infinitas, quero abraços apertados, quero beijos inesperados, quero te ouvir me chamar de branquela, enfim, quero viver a mais linda eternidade ao teu lado!

maria eduarda

Só o dia ruim tem chances de tornar o final da tarde inesquecível.

Daniel Polcaro

Às vezes desejo que o vento...
Às vezes desejo que o vento, quando chega num final de tarde, me traga palavras inesperadas, mesmo que em linhas mal traçadas de uma saudade irremediável.

catia garcia

No final da tarde quero fugir para longe e ficar escondida,
pois quero ouvir por alguns segundos o silêncio.
Hoje, vou deitar no chão de mão espalmadas para sentir a terra.
Quero sentir as batidas do meu coração e lembrar que vivo.
Quero deixar o tempo passar...
Quero olhar as árvores dançando no vento e escutar passarinhos.
Quero sentir meus pés descalsos amassando folhas secas.
Quero ver o sol se despedir e vou sorrir para a lua.

Mirian Machado Mendes

Pão da Avó...

Final de tarde.
Aquele cheiro...
Humm! Bomm!
Pão no forno...

Mesa obesa...
Tem de tudo!
Boca molhada.
Vó Margarida!

E que carinho!
Gestos amáveis.
Abraço imane...

E me vê comer,
Ri a cada morder.
Saudades, vovó...

Francismar Prestes Leal

Aqui estou, final de tarde... O céu? Ahh o céu, limpo e lindo como ele só.
Estou sentindo o ventinho gostoso em minha pele, daqui do alto do 16º andar me pego a questionar: O que é ser feliz então? Provavelmente ser feliz não é somente viver as coisas boas desta vida. Talvez ser feliz seja apenas ter tido a oportunidade de vivê-la, ainda que com perdas e frustrações, estas dificuldades diárias, estes noticiários que assustam, enfim... O que é ser feliz? Talvez seja bem mais que realizações materiais, talvez seja muuuito mais que carimbar o passaporte e ser um transporte para outro ser, talvez seja bem mais que obter tudo o que este mundo proporciona, olhando daqui e vendo o agito todo lá fora, imagino o doce fardo de cada um, porém não descobrindo o sabor real, dizemos que são amargos. As vezes penso ser egoísta, como posso dizer que sou infeliz por ter vivido uma experiência tão devastadora? Bem, eu acredito em reencontro feliz após a "morte", então porque ser ou pensar ser infeliz? Vendo do alto o agito, percebo que felicidade é tudo o que vivi e vivo. Esses intensos quarenta e cinco minutos antes do segundo tempo de cada decisão, de cada caminho a seguir, são os segundos de liberdade de escolhas e isso gera felicidade.
Mas afinal, o que é ser feliz? Sei lá, os sábios que há tempos vivem podem assim dizer, já eu... Apenas aprendiz, me contento em dizer que ser feliz é ter tido a singela oportunidade de chegar aqui.

Wana Karen Cristine B de Moraes

Quando chega o final da tarde, eu já não te entendo mais. E quando a noite está próxima, meu coração tenta te encontrar. O dia amanhece, e eu já estou em outro lugar.

AmandPetrovic

O dia desperta mais uma vez para morrer ao final da tarde... Cabe a mim contemplar esta sucessão de nascimento e morte!

Flávio vidal

Dois corações e a máquina do tempo

Caminhava no final da tarde como de costume quando avistei um casal de velhinhos, eles varriam juntos a calçada que estava tomada por grama recém cortada. Cena maravilhosa, o sol, o céu e aquele casal - que deve estar junto a um tempão - varrendo a grama, fazendo um mesmo montinho.

Lembrei dos meus avós que estão completando cinquenta anos de casados. Pensei em como os relacionamentos tem mudado, sobre a independência das mulheres e as consequências que mergulham nós, homens, ainda mais na “síndrome de Peter Pan”.

Quando afinal definiram-se os prazos de validade? Porque ficou tão difícil o “felizes para sempre”? Teria a evolução não acompanhado os corações? Bem, poderíamos argumentar centenas de motivos, partir de vários pontos de saída, para ao final, cruzar a mesma chegada: o ser humano segue intolerante.

Sabem o mais interessante na história do casal que varria a calçada? Quando me aproximei deles ouvi o velinho disparar a seguinte frase: "mah dio cristo cabeçuda non me vare o meu que o vento leva."

Para se compor a essência da união é necessária a aceitação, mais do que a de outro, a própria. Quando nos vemos seres falíveis, compartilhamos os medos e aceitamos que a perfeição de uma relação está justamente na imperfeição humana, é quando descobrimos o milagre que fez de nós, seres tão egoístas, capazes de amar.

A busca pela satisfação por vezes traz a solidão. A ânsia de encontrar-se alguém acaba por ser o prelúdio do fim. No oceano das possibilidades, das tecnologias que tornam o de ontem velho demais para o hoje, nascem as novas gerações, cada vez mais consumistas até mesmo em quanto as relações.

Caminhava eu num final de tarde quando avistei dois velinhos que juntos varriam a calçada: seria isso o amor? Um montinho de grama feito por duas pessoas? Não; acredito que o amor daqueles dois estava justamente no xingamento que sucedeu a cena, estava na certeza de que mesmo se os ventos não fossem favoráveis e desfizessem aquele montinho, ainda assim eles poderiam refazê-lo.

A paixão é o que você somente admira, já o amor, é o tanto que você aprende a reconsiderar.

Felipe Sandrin

Final de tarde
Pôr do sol é vermelho
Tu és poesia que encanta

Iris Borges

...Nem madrugada,nem manhã
Me chamas a provar teu chá,
Mas no final da tarde me convidas
A tomar teus olhos crepuscular.

Wilson Bucólico

A cama branca, a tarde quente, a pele bronzeada, o vento no final da tarde, o silêncio bom...
Tudo isso me leva a você, tudo me faz querer te amar.

A cama negra, a noite fria, a pele alva, vento nenhum, o barulhinho lá fora...
Ainda assim sou levada a você, ainda assim quero te amar.

Despia-me bem devagar, te olhando fixamente, sem deixar você me tocar. Pedia que tirasse tua roupa prá mim, e mais nada. Só um presente pro olhar.
Haveria aquela tensão que cresce antes dos desejos, porque sempre quero tua alma, é claro, mas na hora em que minha língua toca o teu lábio, desfaz-se o encanto da alma e começamos uma outra jornada...

Amar tem sido essa falta de importância pelo que me cerca, essa total indiferença ao julgamento dos outros, esse desinteresse por todo o resto.
Amar tem me feito relapsa.
E o pior (ou o melhor?): eu não estou nem aí.

Solange Maia

Final de tarde, eu na solidão do meu quarto, tomando café. A televisão está desligada, mas estou com o rádio ligado. Uma música me lembrou você e eu parei para pensar em como seria se você estivesse aqui. Eu não estaria no meu quarto, mas sim na rede, ao seu lado, lá na varanda. Ao invés de café, estaríamos dividindo um morango. Eu seguraria uma xícara com leite condensado e a caixa de morango estaria em sua mão. Você molharia o morango no leite condensado, colocaria em minha boca e depois daria um selinho, como sempre fez. Eu iria sorrir e dizer que te amo. O dia estaria lindo, com um sol radiante que fariam seus cabelos brilharem ainda mais, juntamente com o seu olhar; ao invés dessa chuva que escorre pela minha janela. Eu cantaria para você uma música sobre amor eterno, com a minha voz rouca, totalmente sem ritmo, e você ficaria toda boba pela letra da música que escolhi, mas entre risos, pediria para eu parar, por causa da minha voz. Sabe… Eu gostaria de dizer que te quero de volta, mas você se foi sem deixar rastros e ainda que eu grite, você não escutaria. Agora me resta imaginar a vida que teríamos juntos, até que o ânimo de recomeçar bata à minha porta.

Mariana Souza

Descobri num final de tarde o que meu coração já vinha sentindo repetidamente, doloridamente e constantemente que o teu coração ja nao me pertencia como antes.. Te perdi talvez pq nunca tive-a por completo.
Ninguém vai saber que eu estou machucado por dentro, principalmente o meu coração cansado de bater sem ser ouvido.. Na verdade só queria te ter por perto te fazer feliz lhe entregar o lugar que reservei para você no meu coração.

Vinicius Alves

Porque cada pedra, além do final da tarde no horizonte é aprendizado, casco do pé decalço. Exausto? Amanhã renovo, volto e sigo em frente.

BIS

Robinson Klaesius

Hitler e o nazismo as fotos em família

Uma rotina alegre e despreocupada
No final da tarde voltavam para seus lares
abraçavam a família como se tivessem passado o dia na empresa

As fotos surpreendem por não
demonstrar o monstro sádico que era em
suas ações

Muitos hoje são como ele e esses muitos
não são perversos e nem sádicos,
são assustadoramente normais.
essa normalidade é muito mais aterradora do que todas
as assomadas juntas

Marcia lailin

Gosto de coisas simples: pao quente e bolo com cafe, no final da tarde, na companhia de amigos e da familia, assistindo televisao, numa conversa descontraida. Nao preciso de muito para ser feliz!

Larissa Linhares