Fim de Semana

Cerca de 921 frases e pensamentos: Fim de Semana

Quando eu quero algo, eu desejo te-lo agora, mesmo que só possa ser realizado daqui uma semana!

Israel Ziller

A cada final de semana a saudade aumenta aperta e angustia
a cada olhada de foto uma batida mais forte e um suspiro mais longo
a cada não recebido uma dorzinha como se ferisse o coração
a cada momento da vida aprendendo a te amar cada vez mais

Cleir Andriola

Dependendo da semana, tenho de uma a cinco consultas. Psicólogo? Consultório? Que nada, apenas coloco duas de minhas muitas personalidades - e olha que não sou geminiana - pra conversar. A Camille madura, séria, racional - típica psicóloga - e a Camille sentimental, turbilhão de emoções, muitas vezes infantil e sonhadora, precisando de alguém que traga seus pés ao chão. E ainda é de graça.

Mas aconselho todos a fazerem isso: procurar um canto que gostem, confortável, colocar uma boa música, talvez até um bom cheiro, e começar a conversar com si próprio. Melhor que muita análise por aí.

Quando falamos em voz alta tudo que nos incomoda - ainda que para nós mesmos, somente - o problema vai diminuindo, se dissolvendo, as vezes até some de vez. E com isso, ainda não corremos o risco de magoar outra pessoa em um ato impensado. Palavras podem doer mais que gestos, mas se agredirmos a nós mesmos, o perdão vem fácil. O esquecimento também.

Ah, como eu adoro ser a psicóloga de mim mesma, me conhecer mais e melhor a cada “sessão”. Isso tem feito eu me amar, me respeitar e me admirar mais do que nunca.

Tenho me aceitado melhor; e com isso, venho conseguindo demonstrar aos outros quem eu realmente sou, do que eu realmente gosto, sem me preocupar com julgamentos, dedos apontados e etc.

Aprendi a ver que se libertar de pudores, regras rígidas de comportamento e forma de pensar, é bom em inúmeros sentidos: primeiro, quando você faz o que gosta, da forma que gosta, quando quer, sendo dono de si mesmo e se sentindo livre, é mais feliz. A vida fica mais leve, mas bonita de ser vista e vivida. Além disso, quando se caem as velhas máscaras - o que é um processo lento e as vezes um pouco doloroso, visto que de tanto usadas, elas se entranham em nossa pele - é como um divisor de águas. Só continua ao seu lado quem realmente te ama e te aceita.

E então, a vida muda. Mas isso tudo é muito lento. Minha vida, por exemplo, mesmo depois de algumas tardes e noites no divã, ainda está mudando aos poucos. Ainda tô insatisfeita com muita coisa - dentro e fora de mim.

Mas o que mudou radicalmente foi a minha forma de me enxergar. Jogando fora o padrão alheio, e me aplicando dentro do meu padrão, me sinto mais feliz.

Desisti de tentar me mudar pra agradar aos outros, entende, caro leitor? Agora só vou mudar o que EU não estiver gostando.

Vou continuar olhando apaixonadamente pra lua sempre que ela aparecer, acordando mal humorada de manhã, detestando os dias de domingo, comendo chocolate mesmo sabendo que depois vou me xingar um pouco, lendo o horóscopo e crendo piamente no que ele diz, bagunçando o quarto logo depois de ter trabalho pra arrumar, jogando roupas dentro do armário. Vou continuar ouvindo Taylor Swift, escrevendo histórias de amor, chorando ao ver filmes considerados bobos, acreditando em Romeu e Julieta, parando e voltando a roer unha e tentando aprender a tocar violão sozinha. Vou continuar rindo de tombos e tropeços, chorando quando vir uma criança morrer de fome na rua, tendo nojo do mundo quando leio ou vejo um jornal, mas amando o mundo quando olho da minha janela, da janela do carro ou enquanto dou minhas voltas por aí. Vou continuar me surpreendendo com as pessoas - como cada um é diferente do outro, deitando no travesseiro e imaginando aquela pessoa que está longe mas eu queria perto, lembrando das coisas boas que me aconteceram, organizando minha semana - mesmo sabendo que não vou fazer metade do que está nos planos, na data certa - e planejando começar aquela dieta pra perder aqueles quilinhos - mesmo sabendo que eu vou continuar comendo tudo e ficando irritada quando a blusa evidencia a presença de uma barriga, variando de humor e de opiniões. Vou continuar rindo da vida, amando escrever e tirar fotografias, detestando ler, planejando ir pra São Paulo, Minas Gerais, Inglaterra, França - mas esses planos eu quero cumprir mesmo, hein -. Vou continuar sonhando com uma foto na sacada de Julieta em Verona, um encontro romântico sob as luzes de Paris. É isso, vou continuar sonhando. Sempre que a realidade apertar, sempre que as coisas estiverem ruins, vou fechar os olhos.

Eu sou assim. E não vou mudar - não por ser teimosa, mas por me amar exatamente como eu sou.

Camille Cardoso

Um amor de verdade não some em uma semana,não brota em um dia e some no outro,um amor de verdade dura até seu coração cansar e dizer que não aguenta mais.

Ana Flávia Cardoso Costa

Em todo casamento que durou mais de uma semana existem motivos para o divórcio. A chave consiste em encontrar sempre motivos para o casamento.

Robert Andersen

Um dia feliz não intervem no futuro, uma semana feliz faz um futuro.

Jean Carlo Alves Mendes

"A confissão que é a purificação da alma, deve ser feita ao menos uma vez por semana. Não é possível manter a alma longe da confissão por mais de sete dias."

São Padre Pio de Pietrelcina

Olhe para as estrelas. Elas são as mesmas da semana passada, do ano passado… As mesmas de quando éramos crianças, as mesmas de quando não éramos nem nascidos. Daqui a cem anos, ninguém saberá quem nós somos. Mas eles conhecerão as mesmas estrelas.

Adele Teixeira

O causo que aconteceu com a minha amiga na última semana me deixou bem pensativa. Ela tem um relacionamento de 2 anos, e de repente se deu conta que ‘quem sabe’ não é bem isso que ela quer. Quem sabe as baladas são mais divertidas que um café com a sogra. Quem sabe chegar tarde em casa sem dar satisfação é melhor do que ficar neurótica porque esqueceu o celular e pode ser que ele ligue. Quem sabe beber sem compromisso, sem medo, sem porquês, seja mais conveniente do que longas conversas sobre comportamento, sobre liberdade.
Todo mundo adora um final feliz. Eu quero terminar em uma casa branca com pé direito alto, cachorro e crianças correndo na grama. Outra minha amiga também queria terminar com um final feliz. Até que seu parceiro deu um chute bem lindo porque queria curtir a vida e um mês depois começou a namorar com sua amiga. Cadê o final feliz? Bom na verdade ela descobriu que o final feliz não ia ser com ele, e ela está muito feliz curtindo todas, ou indo dormir cedo, ou saindo pra ir pra praia sem responsabilidades com ninguém. Ela está fazendo seu novo final feliz.
Quem sabe aquela minha primeira amiga não está feliz com seu futuro final feliz. Quem sabe ela se deu conta que a grama do vizinho é bem mais verde. Quem sabe ela não me fez pensar em todos esses quem sabe’s também. Vai saber se eu tô fazendo a coisa certa. Como eu vou adivinhar que no final das contas vamos realmente acabar velhinhos juntos assistindo as vídeo cassetadas do Faustão ? Mas, quem sabe eu tenha certeza que não é tempo perdido porque o peito aconchegante dele vale por mil morenos sarados que me pagam cerveja numa noite qualquer. Quem sabe seja porque suas abobrites, seu caráter e suas historinhas compensem qualquer noitada vazia de gente e cheia de bebida. Quem sabe seja porque ele tenha um sorriso que ilumina toda a cidade, o que é mais que tentador pra mim, e todo o resto vira resto perto disso.
Existe uma coisinha, bem ali morando na esquina, que me empurra todas as vezes que penso em pegar a contramão. Faz com que eu me lembre que jogar baralho e comer Doritos no sábado a noite não é tão ruim assim e que pegar a última sessão de cinema do pior filme do mundo pode render algumas boas piadas de monstros. Essa mesma coisinha faz com que eu não idealize um gato sarado de Hollywood e sim enxergue como pode ser sexy um jeito meio rebolado de andar. Na esquina da minha primeira amiga mora a razão e o amor, e no fim das contas ela não pegou a contramão. Na da minha segunda amiga morava a ilusão. Ela decidiu que não adiantava ir em outra direção: mudou-se e hoje descobriu que na esquina mora a liberdade. Na minha esquina? Bom, dei uma espiadela na grama do vizinho e descobri que ela não é mais verde.

Kathlen H. Pfiffer

Por perdoar.

Semana retrasada, minha mãe novamente me pos a força para ler uma leitura em frente a todos na igreja durante a missa. Gosto de ler as palavras da Biblia, a maioria das histórias me fazem refletir. Mas confesso que tenho uma enorme vergonha de ler segurando um microfone na frente de mais cinquenta pessoas.

Começo lendo bem, pausadamente, mas de repente eu erro uma palavra. E então, não tem jeito, vou lendo rapidamente, atropelando palavras e gaguejando. Não consigo respirar, aquilo me sufoca e quase caio dura no chão de tanta vergonha.

Há anos atrás, quando tinha entre oito e onze anos, lia direto na igreja por vontade própria. Incrível como as crianças não tem vergonha de nada – pelo menos, eu não tinha. Queria ser ainda aquela criança prestativa, corajosa e um tanto quanto desmiolada.

Porém, naquela missa, eu pela primeira vez há longos anos, consegui ler a leitura inteira sem errar. Desci do altar como uma campeã, era impossível esconder o sorriso de ter feito um bom trabalho. Voltava a ser a criança destemida que não tinha medo do público... O ato de ler a leitura inteira sem errar, me fez ficar tão alegre, que pela primeira vez, novamente há longos anos, prestei atenção na homilia inteira do Evangelho. A explicação do Evangelho daquela noite, me fez pensar em várias coisas...

Contava o Evangelho que Jesus iria almoçar na casa de um homem. Ao chegar lá, uma mulher pecadora, derramou lágrimas, beijou e perfumou os pés de Jesus. O homem, dono da casa, pensou: “Será que ele não sabe que ela é pecadora?”, e Jesus falou: “Havia dois empregados que tinham uma dívida com um patrão, um devia quinhentas moedas e o outro, cinqüenta. Como não tinham com o que pagar, o patrão resolveu perdoá-los. Qual dos dois empregados se sentiu mais agradecido?”, o homem respondeu: “O que devia mais”. Então Jesus disse: “Isso mesmo. Você está vendo esta mulher? Quando entrei, você não me ofereceu água para lavar os pés, porém ela os lavou com as suas lágrimas e os enxugou com os seus cabelos. Você não me beijou quando cheguei; ela, porém, não pára de beijar os meus pés desde que entrei. Você não pôs azeite perfumado na minha cabeça, porém ela derramou perfume nos meus pés. Eu afirmo a você, então, que o grande amor que ela mostrou prova que os seus muitos pecados já foram perdoados. Mas onde pouco é perdoado, pouco amor é mostrado.” – Virou a mulher e disse: “A sua fé lhe salvou”. – É claro, que não foi exatamente estas as palavras do Evangelho, não tenho a capacidade de lembrar tudo. Mas foi este o sentido.

E é exatamente isso. Aquele que errou a vida inteira, e foi perdoado, será mais grato do que aquele que errou apenas uma vez e foi perdoado. Porém, para ser perdoado, temos que estar realmente arrependidos. – Mas, hoje, o grande desafio não é se arrepender. É perdoar.

O ser humano parece programada para dizer “não”. O orgulho parece ser o dono do mundo, e as pessoas dependem dele. Vejo que muitas vezes, a vontade é de perdoar, mas a humilhação que isso poderia causar torna-se a concretizar a resposta: “não”.

E há tantos dias pensando sobre isso, tenho poucas palavras a escrever. As palavras que li uma vez em uma mensagem de Pe. Fábio de Melo: “Diga-me quem mais perdoas-te, que eu lhe direi quem mais amas-te nesta vida!”. Quando amares de verdade, seja teus pais, filhos ou esposa, aí sim entenderás o que é o perdão. Só não cometa o pecado de possuí-lo e não repassá-lo.

Gabriella Beth Invitti

Como eu queria dormir agora e só acordar daqui uma semana. Daqui um mês. Um ano seria ótimo. Como eu queria que todos os problemas se solucionassem por si só, enquanto eu estivesse deitada, sonhando. Queria ir dormir agora e só acordar quando tudo estivesse bem. Como seria bom acordar e encontrar tudo passado à limpo, acordar e não sentir os sintomas dessa doença chamada amor. Ahh, trocaria o resto de todas as minhas noites para que essa, apenas essa, resolvesse tudo por mim. Sabe, ando tão cansada de pensar em certo e errado. Cansada de sofrer sem saber se vale a pena. Estou exausta. Olhar pra você com esse seu jeito me encanta, e me cansa ao mesmo tempo. Tudo anda tão complicado. Cada gesto desencadeia milhões de pensamentos e isso realmente faz minha cabeça doer. Não quero mais interpretar o mundo, não quero mais interpretar você. A partir de agora meu bem, você que corra atrás. Esse coração cansado não aguenta mais sofrer.

Vou dormir agora, não quero mais pensar.

Alícia Mitchell

É fim de tarde, fim de semana, é fim de ano. Faz o seguinte: finde a falta que nos faz e corre pra cá. Vamos botar um fim nessa saudade.

Tiago Belotte

Se você deseja começar algo, não espere por semana que vem. Por que não começar em uma quinta-feira, ou até mesmo no sábado? Não deixe que o "tarde demais" te alcance.

Arize Casagrande

A sensação dessa semana eu descreveria como: falta um pedaço

Marcella Prado

Ele não me cobre de pétalas de rosa e me leva para Paris nos finais de semana, mas quando corto meu cabelo, ele percebe. Quando me visto para sair à noite, ele me elogia. Quando choro, ele enxuga minhas lágrimas. Quando me sinto sozinha, ele me faz sentir amada. E qem precisa de Paris, quando pode conseguir um abraço?

Cecelia Ahern

Começar a semana com sol, é importantíssimo para pessoas como eu, que são movidas a luz solar. Agradeço ao universo, pelo presente. :)

Fernanda Magalhães

...Mais eu gostaria mesmo é que sua semana fosse tão maravilhosa quanto ao desabrochar de uma rosa, que exala seu perfume, como de costume quando o sol começa a esquentar, ou como seu singelo beijo que me deixa lá nas nuvens, lugar onde o cheiro do seu perfume custuma a me levar!

Marcus Braga

Feliz mais esse dia que esta se iniciando, junto com uma semana prometendo glorias e muitas conquistas!!!
Levante a cabeça respire fundo e sinta como é maravilhoso viver. Paz e Bem a todos.

Celso Ricardo Marabisa

Triz

Eu quase consegui abraçar alguém semana passada. Por um milésimo de segundo eu fechei os olhos e senti meu peito esvaziado de você. Foi realmente quase. Acho que estou andando pra frente. Ontem ri tanto no jantar, tanto que quase fui feliz de novo. Ouvi uma história muito engraçada sobre uma diretora de criação maluca que fez os funcionários irem trabalhar de pijama. Mas aí lembrei, no meio da minha gargalhada, como eu queria contar essa história para você. E fiquei triste de novo.
Hoje uma pessoa disse que está apaixonada por mim. Quem diria? Alguém gosta de mim. E o mais louco de tudo nem é isso. O mais louco de tudo é que eu também acho que gosto dele. Quase consigo me animar com essa história, mas me animar ou gostar de alguém me lembra você. E fico triste novamente.
Eu achei que quando passasse o tempo, eu achei que quando eu finalmente te visse tão livre, tão forte e tão indiferente, eu achei que quando eu sentisse o fim, eu achei que passaria. Não passa nunca, mas quase passa todos os dias.
Chorar deixou de ser uma necessidade e virou apenas uma iminência. Sofrer deixou de ser algo maior do que eu e passou a ser um pontinho ali, no mesmo lugar, incomodando a cada segundo, me lembrando o tempo todo que aquele pontinho é um resto, um quase não pontinho. Você, que já foi tudo e mais um pouco, é agora um quase. Um quase que não me deixa ser inteira em nada, plena em nada, tranqüila em nada, feliz em nada.
Todos os dias eu quase te ligo, eu quase consigo ser leve e te dizer: “Ei, não quer conhecer minha casa nova?” Eu quase consigo te tratar como nada. Mas aí quase desisto de tudo, quase ignoro tudo, quase consigo, sem nenhuma ansiedade, terminar o dia tendo a certeza de que é só mais um dia com um restinho de quase e que um restinho de quase, uma hora, se Deus quiser, vira nada. Mas não vira nada nunca.
Eu quase consegui te amar exatamente como você era, quase. E é justamente por eu nunca ter sido inteira pra você que meu fim de amor também não consegue ser inteiro.
Eu quase não te amo mais, eu quase não te odeio, eu quase não odeio aquela foto com aquelas garotas, eu quase não morro com a sua presença, eu quase não escrevo esse texto.
O problema é que todo o resto de mim que sobra, tirando o que quase sou, não sei quem é.

Tati Bernardi

Essa semana meu coracao parou
Pensei que nao mais viveria
A dor brotou no meu peito
E chorei bem perto do meu leito

Perdi meus amigos e meu amor
Pensei que nao iria me livrar dessa dor
Mas encontrei velhos e novos amigos
Que me deram carinho e calor

Pessoas vejo como anjos
Muheres sensiveis ainda existem
Pessoas honestas tambem
Amores reais irão aparecer
O dia que dela eu esquecer

Do mesmo jeito de um furacao
Encontrei pessoas, com coracao
Beth me ouviu muito, kelly me apoiou
E disseram que essa pessoa, nunca me amou

Eu não sou rancoroso
Acredito que depois da dor
Nasce novamente o amor
E assim Juliana me ensinou

Eu vou ser feliz ainda
Nao por estar com ela
Mas porque encontrei pessoas
Que sem ao menos me conhecer
Fez eu rir e ser feliz por um instante
Algo que pra mim, estava muito distante

Oswaldo Grimaldi