Festa

Cerca de 862 frases e pensamentos: Festa

Bem, parece que é tempo de a festa começar.

Hank Moody

Sentado e sorrindo,
que faz o menino cego
na Festa das Flores?

Izo Goldman

Festa chega ao fim.
Beijos sobram na bandeja.
Todos de amendoim!...

Flora Figueiredo

após a festa da aldeia
ficou ainda um crepe
a lua-cheia

Rogério Martins

Comemore a maravilha de ser você!
Dê uma festa... é o seu aniversário...
Tire os seus sonhos de dentro do
armário...
Repare como o tempo faz mágica...
Pense nos velhos tempos...
e vire uma página da vida...

Hoje é o seu dia, tome alegria...
Brinque à vontade, o que vale é
felicidade...
E comemore a maravilha de ser alguém
especial...

Desconhecido

O homem certo é aquele que quer te encontrar sábado à noite. O homem errado quer ir pra melhor festa da cidade no sábado à noite. Com ou sem você. De preferência, sem. Agora, se ele te encontrar (por acaso) nessa festa, ele vai jurar, de pés juntos, que estava afim de te encontrar naquela noite. O homem certo telefona pra você e faz o convite: vamos fazer alguma coisa hoje à noite? Ele quer sua companhia. O homem errado te liga meia-noite e pergunta onde você ta. Claro, ele saiu e viu que a noite dele não ia dar em nada, então, resolveu te ligar. Muito provavelmente, você era o ultimo número discado no celular dele. O homem certo elogia seu bronzeado e pergunta se você tem tomado sol. Repara em você. Repara se você está com uma carinha triste. Se esta feliz. Se esta passando mal-quase-morrendo no meio da festa. Pergunta se você melhorou, no dia seguinte. O homem errado nunca elogia porque não repara em você. Só fala que você é gostosa (isso seu espelho já diz)..... :S

Desconhecido

“Eu não fumo, eu odeio cigarro, eu odeio atravessar a festa inteira pra chegar até lá fora, eu odeio a amizade instantânea das rodinhas de fumantes que não se conhecem, eu odeio festas em geral, eu odeio papos de festa, eu odeio conhecer gente que não tem nada a ver comigo, e sorrir para os papos mais furados do mundo. Eu sei, eu deveria beber. Mas pra quê? Pra achar essas pessoas legais? Pra suportar o insuportável? Sou cínica demais pra dar esse gostinho ao mundo.”

Tati Bernardi

O sonho é uma festa do espírito.

Machado de Assis

Frases felizes...Frases encantadas... Ó festa dos ouvidos! Sempre há tolices muito bem ornadas... Como há pacóvios bem vestidos.

Mario Quintana

Festa familiar

Em outubro de 1930
Nós fizemos - que animação!
Um pic-nic com carabinas.

Murilo Mendes

Mais uma festa

Um a um foram chegando, e eu somando a quantidade de amor que tenho no mundo. Mais ou menos 50 pessoas foram, somando com mais um monte de e-mails e mais um monte de ligações, é… até que sou bem amada. Calma, você é amada, tá vendo? Não precisa mais ficar em casa de pijama assistindo Woody Allen, você é amada. É que dá uma preguiça de existir.
Comemoro que estou viva, no meio da confusão que é comemorar ter amigos, comemorar a blusa nova, comemorar que tenho emprego e, por isso, amigos e roupa nova, comemorar que fiz progressiva na franja, comemorar que não sou um alien e consigo socializar, comemorar que existo dentro de uma comunidade que me aceita e até sai de casa pra tentar achar uma ruazinha difícil pra caramba.
Sorri em todas as fotos, esgotei minhas piadas, desfilei abraços, toquei em muita gente, ganhei alguns presentes, fiz bem meu papel de “olha que legal, estou aqui, mais um ano se passou e eu continuo achando que vale a pena estar aqui”.
Um a um vão embora, e eu somando a quantidade de amor que vai embora.
Sobram os loucos e suas insônias, sobra o garçom cansado que não agüenta mais os loucos e suas insônias. Sobra uma latinha num canto, seis cadeiras solitárias formando uma rodinha animada, muitas bitucas que insinuam um animado papo que não existe mais. Sobro eu, novamente.
A vida, a noite, as festas, tudo continua igual. O mesmo fedor de cigarro no cabelo, o mesmo homem bonito me olhando de longe, o mesmo homem bonito que, quando chega perto e abre a boca, eu gostaria que tivesse permanecido longe. O mesmo ânimo em pertencer, a mesma alegria em comemorar, a mesma festa em se encontrar. Mas ninguém sabe exatamente ao que pertence, o que comemora e muito menos o que encontra.
Atravesso a rua sozinha, carregando uma sacola cheia de presentes e cartinhas. Entro sozinha no meu carro, ouço de novo a música da semana, sigo em frente. Carrego o afeto que ganhei numa sacolinha rosa, mas dentro do meu coração é sempre esse saco furado e negro.
Por mais que todas as terapias do mundo, todas as auto-ajudas do universo e todos os amigos experientes do planeta me digam que preciso definitivamente não precisar de você, minha alma grita aqui dentro que, por mais feliz que eu seja, a festa é sempre pela metade.
É você quem eu sempre busco com minha gargalhada alta, com a minha perdição humana em festejar porque é preciso festejar, com a minha solidão cansada de se enganar.
Não agüento mais os mesmos papos, os mesmos cheiros, as mesmas gírias, os mesmos erros, a volta por cima, o salto alto, o queixo empinado, o peito projetado pra frente. Não agüento mais fingir com toda a força do mundo que tudo bem festejar sem saber quem é você.
Eu não acredito mais em sumir do país, em trocar de emprego, em mudar de religião, em ficar em silêncio até que tudo se acalme, em dormir até tarde, no fim de tarde na Praia Preta, na nova proposta, no novo projeto, no super livro, no filme genial, na nova galera, na academia moderna, no carinha até que bacana que gosta de jazz e restaurantes charmosos, no curso de história, em comprar o novo CD mais master animado do mundo, em ler John Fante longe de tudo, em ser dondoca, em fazer progressiva, em fazer boxe, em fazer torta de verdura, em ser batalhadora, em ser fashion, em não ser nada. Mas eu continuo acreditando na gente, eu continuo acreditando que tudo sem você é distração e tudo com você é vida.
Como eu queria agora ir para a sua casa, deitar na sua cama, ouvir a sua voz, esquentar meu pé na sua batata da perna. Como eu queria saber seu nome, seu cheiro, sua rua.
Assim como um dia um samba saiu procurando alguém, este texto tem a missão de sair em sua busca. Eu não escrevo por dinheiro, vaidade, pretensão ou inteligência. Eu escrevo porque eu sei que é assim que vou te encontrar. Eu escrevo porque não posso mais agüentar que a festa acabe.

Tati Bernardi

No ano do Sol
Na Nação do Meio-dia
Durante a grande festa
Sangue se misturará a suor e lágrimas
As águas pararão o relógio da torre
E no céu o grande sinal será visto por todos
Sion será o último refúgio

Augusto Branco

Parece absurdo que alguém possa sofrer num dia de céu azul, na beira do mar, numa festa, num bar. Parece exagero dizer que alguém que leve uma pancada na cabeça sofrerá menos do que alguém que for demitido. Onde está o hematoma causado pelo desemprego, onde está a cicatriz da fome, onde está o gesso imobilizando a dor de um preconceito? Custamos a respeitar as dores invisíveis, para as quais não existem prontos-socorros. Não adianta assoprar que não passa.

Martha Medeiros

A mulher passa horas fazendo a maquiagem
e depois vai para a festa, toda radiante ao lado de seu marido,
que caminha com um ar sereno ao lado dela.
Ao voltarem pra casa, ela vai ao banheiro retirar a maquiagem
e depois surge de rosto limpo na frente de seu marido,
que olha pra ela com um sorriso de orelha a orelha e diz:
- Nossa, amor, como você está linda!!...

Augusto Branco

Eu costumava ser uma alegria ambulante. Agora a festa terminou, os copos estão espalhados pelo chão, os pratos sujos, silêncio absoluto, ficou um vazio devorador de uma solidão impossível de ser contada.

Martha Medeiros

As festas são momentos em que se confundem luzes, cheiros, sabores, cores e sons num só.

Élin Casqueira

Contagem regressiva para a sintonia da noite.

(Sidão) Sidnei Carvalho

“Minha Festa” (Rick Jones Anderson)

“Se uma “Grande Festa”, eu for fazer...
Um pouco Desigual, terá de ser...

Não é preciso Alarde... Nem Esborniar...
Nem perder a Serenidade...
Tampouco se Embebedar...

Seria perfeito uma lha... Uma Beira-Mar...
Também um Violão... Pra te solfejar...

Narraria-te Poesia... À Luz do Luar...
E a tua Bela Face... Acalentar...

De repente um Pretexto... Pra te Abraçar...
Me deitar no teu Seio... E te “Tocar”...

Finalmente, um Beijo... Depois te Amar...
E adormecer na Bonança...
Do teu Olhar...
(Rick Jones Anderson)

Rick Jones Anderson

Quero te dar um presente que você poderá abrir agora e sentir o aroma tão especial, porque este presente eu tirei do meu coração, que é o meu amor por você.
Já não sei o que fazer sem o teu carinho, sem tuas palavras e gestos que me fazem sorrir. A cada momento que estou ao seu lado, aprendo que o verdadeiro amor e amizade existem, mesmo quando ficamos distantes um do outro, o seu cheiro está em mim. Ao seu lado aprendi o que é o amor e tantos outros sentimentos que vêm do amor.
Agradeço ao Universo, destino ou coincidência por terem colocado você em meu caminho, que me acolhe, me passa confiança rumo à vida.
Você significa muito para mim, está sempre por perto, fazendo parte da minha história, suaviza o meu caminho, mesmo em sua ausência não sinto a solidão, porque até no soprar dos ventos, te sinto ao meu lado. E nessa grande aventura da vida, caminharemos juntos até o fim, porque eu te amo, mesmo nos dias escuros, tristes e feridos estarei nos teus braços de corações entrelaçados, com toda a força do nosso amor.

Samanta Bernardi

É como se eu não te convidasse pra festa, e mesmo assim ficasse bravo por você não ir. Assim... que você goste sem eu pedir.

Soulstripper