Familia e Escola

Cerca de 2669 frases e pensamentos: Familia e Escola

Precocemente um homem se formou e as maldades do mundo
Hoje lhe tocou fazendo a família sofrer agindo sem
Pensar, é lamentável e a tendência é piorar. Largando
Os estudos e o futebol, não quer saber de nada acorda
No final do sol enquanto um garoto pacato vende num
Farol, só pensa nele não faz nada em prol. Esse
Moleque que fugiu da escola, se tornou um dependente
Ele é mais um nas drogas, de baixo de um viaduto
Termina essa história sem amor, sem carinho. E agora?

Mc Felipe Boladão

Ame sua familia seus amigos e tudo que Deus te proporciona
Ame pois Deus nos fez para amarmos uns aos outros
Respeite pois sem o respeito destruímos o outro
Lute pois sem luta não à vitória
Pra Deus nada é impossível
Acredite em si mesmo e verás que é capaz
Não importa aonde vc parou em que momento da vida vc cansou
O que importa é que sempre é possivél recomeçar
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo
Toda vida tem um segnificado
Não podemos escolher como nos sentimos ,
mas podemos escolher o que fazer a respeito
Acredite em vc denovo,pense tente algo deferente
Agradeça sempre a DEus pela sua vida.

Regiane Oliveira

Sagitário.

Como compreender a criança de Sagitário

A criança de Sagitário nasce sob a influência de Júpiter, o planeta da expansão; seu elemento: Fogo. Cheio de vida, feito para a felicidade, o bebê de Sagitário encanta a família com sua alegria e sorriso aberto. Adora o contato e a comunicação, é carinhosa e cheio de energia. É capaz de se adaptar a qualquer situação, mas como “filho do fogo”, precisa de espaço, mudanças e novidades. Nunca terá problemas para mudar de escola (se for necessário), pois adora conhecer novos amigos.

É uma criança muito sociável, que cria vínculos rapidamente. Gosta mais de companhia e das reuniões familiares que de atividades solitárias, como a leitura. Sua flexibilidade lhe permite driblar qualquer situação. Quando pequeno, precisa se sentir amado e mimado. Já maiorzinho, prefere as saídas em grupo, os acampamentos de férias e os intercâmbios interculturais. Não tenha dúvida: esse é o seu treinamento para correr o mundo e ver novos horizontes!

A criança de Sagitário gosta de desafios, de superar limites e detesta a rotina. Como se interessa por tudo, é preciso ajudá-la a encontrar seu caminho. Sua impulsividade pode levá-la a escolher uma direção que, no fundo, não deseja. Não tente influenciar sua decisão. Em vez disso, ofereça argumentos para que ela mesma possa analisar e decidir o que deseja fazer.

Jogos e Atividades. Decore seu quarto com tons de azul. Inclua livros, cavalinhos de madeira, música e uma cadeira de balanço. Quando começar a engatinhar, percorrerá todos os cantos da casa. Não tente mantê-la grudada na barra de sua saia! A criança sagitariana precisa de espaço e é muito independente. Inquieta e travessa, gosta de histórias de aventura, piratas e guerreiros. Os nascidos com esse signo solar também adoram brincar de interpretar seus personagens favoritos, fazendo-os ganhar vida de acordo com as próprias expectativas. Para as meninas de Sagitário, nada por ser mais mágico que montar um castelo, uma pirâmide ou um cenário para uma tarde de princesa com as amigas. Também adora estar em contato com a natureza e praticar qualquer atividade ao ar livre.

Veja como conviver com uma criança de Sagitário e manter a serenidade:

A criança de Sagitário gosta de se concentrar emuma única tarefa, e é muito firme em suas resoluções. Ajude-a com atividades que convidem à reflexão.

O entusiasmo que esbanja com generosidade é um dom maravilhoso, mas precisa ser canalizado para que não seja desperdiçado. Da mesma forma, lidar com sua natureza irrequieta exige uma grande dose de paciência. É imperativo ajudá-la a explorar suas potencialidades e interesses para que consiga canalizar tanta energia da melhor forma possível. As conquistas aumentarão seu entusiasmo tanto na escola como nos esportes e atividades extracurriculares.

A criança de Sagitário transborda vitalidade, e à media que cresce, surpreenderá você pela profundidade de seu intelecto e suas aptidões. Desde pequena, possui grande intuição, que a leva a perceber com clareza as injustiças. Sua capacidade de escutar, sua atenção e respeito pelos outros fazem do pequeno sagitariano um amigo sincero e amado.

Astrologia e familia

Deus não faz acepção de pessoas, mas faz acepção de ATITUDES.

Portal Amo Família

O PIQUENIQUE DAS TARTARUGAS

Uma família de tartarugas decidiu fazer um piquenique. Levaram um dia para preparar o lanche, um dia para chegar ao local escolhido e um dia para ajeitar o local.

Quando iam começar a comer, descobriram que não haviam trazido o sal.

Após longa discussão, a tartaruga mais nova foi escolhida para voltar em casa e pegar o sal, pois era a mais rápida de todas.

Ela lamentou, chorou, e esperneou, mas não teve jeito; finalmente concordou em ir, mas com uma condição: que ninguém comeria até que ela retornasse.

Todos concordaram com sua condição e a pequena tartaruga saiu.

Cinco dias se passaram e a pequena tartaruga não tinha retornado. Ninguém mais aguentava de fome e resolveram comer. Nesta hora a pequena tartaruga saiu de trás de uma árvore e gritou:

- Viu! Eu sabia que vocês não iam me esperar. Agora que eu não vou mesmo buscar o sal.

Regozijo-me porque em tudo
tenho confiança em vós.
II Corintios 7.16

Desconhecido

(47)3644-7116 / (47)91446916 / (47)99932934

A arte da música, de como tocar ou de como apreciar, difere pessoas de pessoas.

Dominante Escola de Música

Agora, Na Passarela...

Nariz de palhaço.
Bolsa família, escola.
Acessórios de brasileiro.

Francismar Prestes Leal

A família é a célula máter da sociedade. Sem o devido respeito e honra a ela, a sociedade se degenera e um âmbito de desiquilíbrio e desrespeito social se estabelece, os valores e princípios desvanecem , e Deus acaba sendo ignorado - cuidemos da nossa família.

Joel Beuter

MÁXIMO GORKI

Alexei Peshkov (nome verdadeiro de Máximo Gorki) nasceu numa família pobre numa pequena vila da Rússia. Aos cinco anos ficou órfão e desde cedo trabalhou em diversos ofícios para sobreviver. Freqüentou apenas alguns anos da escola primária, tendo se tornado um escritor autodidata. Seus primeiros anos foram registrados no livro "Minha Triste Infância". Máximo Gorki viajou por várias cidades da Rússia, desempenhando as mais variadas funções e entrando em contato com pessoas do povo, mais tarde retratadas em sua obra.

Na década de 1890 publicou seus primeiros contos, que tiveram grande repercussão. Começou também a escrever para teatro. Suas primeiras peças foram "Pequenos Burgueses" e "Albergue Noturno", ambas encenadas em Moscou em 1902, pela companhia de Konstantin Stanislavski, um célebre ator e diretor teatral.

Nessa época, começou também sua convivência nos círculos revolucionários e sua militância política. Perseguido pelo regime czarista, Máximo Gorki deixou sua terra natal, exilando-se em diversos países da Europa e nos Estados Unidos. Estabeleceu-se finalmente na ilha de Capri, na Itália, onde escreveu os "Contos da Itália". Pouco antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial, Gorki fundou na Itália um centro de imigração revolucionária.

De volta à Rússia, depois da revolução de 1917, desentendeu-se com os líderes bolchevistas, sendo obrigado a exilar-se novamente. Nessa época viveu intenso período criativo, escrevendo suas obras mais conhecidas, como "A Mãe", "A Confissão", "Os Vagabundos" e "Tomas Gordeiev".

Gorki retornou à Rússia em 1928, festejado como o maior escritor do regime comunista. Ocupou vários cargos em instituições culturais e adquiriu grande popularidade. Suas últimas obras foram o ciclo de novelas "A Vida de Klim Sanguine" e a peça de teatro "Vassa Jeleznova".

Considerado um dos grandes nomes da literatura do século 20, é um dos autores teatrais mais encenados no mundo todo ainda hoje.

Máximo Gorki

Páscoa do Senhor, Páscoa da vida,
sonho realizado na fidelidade
e no amor.

Este é o dia de Cristo, o Senhor!

O anúncio pascal, hoje, ressoa vibrante:
O Senhor ressuscitou, venceu a morte
e vive para sempre!

Nasce imortal, a humanidade nova!

Com as santas mulheres,
vamos ao túmulo vazio
e nos tornemos
testemunhas
da ressurreição.

Família Passionista no Brasil.

Eu poderia encontrar um milhão de razões para não ficarmos juntos, mas quer saber? Eu não me importo!

A Família da Noiva.

Queria dizer a todos que os amos muito...você minha mãe por me ensinar quase tudo que sei e ser uma ótima pessoa a quem eu poderia me espelhar,obrigado por ser minha mãe..meus irmãos amo a todos exatamente como são..meu amor (meu eterno namorado) sinto por vc algo inexplicável e que amo sentir, você é maravilhoso e tem um ótimo coração me sinto tão gratificada por ter vc ao meu lado,te amo e sempre vou amar muito...

joice especial para familia

A grosso modo a chamada "Lei da Palmada"-Lei BATE PALMAS, é uma palhaçada no sentido depreciador da Família Brasileira, querer REGULAR é QUERER a quatro paredes de Motel, Xô.

Bindes Fá - Família

Não se faz polêmica se o parto é Natural ou Cesárea, as decisões de ter crianças e torná-las filhos no BRASIL, REQUER CONHECIMENTOS MÉDICOS E HOMEM MULHER QUE ATENTE pra GENÉTICA.

Bindes Fá - Família

Fui uma filha querida e muito feliz por 18 anos e 9meses-Ventre, porque MEUS PAIS nos ENSINARAM que DISCIPLINA tem em CASA-LAR,para saber respeitar e reinvidicar "Coisas"-papai.

Bindes Fá - Família

Não cabe ao Estado, via escola pública, substituir a responsabilidade que a família tem, a menos que ela esteja em situação de descuido total. Cabe à instituição promover a autonomia, a solidariedade e a formação crítica, mas a responsabilidade principal continua sendo da família e ela não pode se eximir disso.

Mario Sergio Cortella

Paz na Família
Paz na Escola
Paz na Igreja
Paz na Sociedade
Paz em todos os lugares
Queremos paz homens e mulheres insensatos

Joemar Rios

O ALUNO, A ESCOLA, A FAMÍLIA E OS TEMPOS MUDARAM...e esta transformação continua, aceleradamente. Precisamos correr para entender os problemas que afetam as nossas crianças e os nossos jovens... Há o risco de sucatearem, automaticamente, princípios educacionais importantíssimos porque a velocidade das transformações sociais tem causado uma babel conceitual e falta tempo para reorganizar idéias e experimentá-las.

Márcia Basañez Dias

Escola da família: espaço da paz
Educação. Conhecimento. Saber. Palavras capazes de operar milagres, revolucionar histórias e construir futuros condizentes com as expectativas sociais. Um país comprometido com a educação de seu povo concede aos seus cidadãos a argila propícia à grande escultura coletiva responsável por moldar as nações verdadeiramente soberanas. Nações executoras de uma obra-prima imprescindível que é a herança maior das gerações que se sucedem. O Governo do Estado de São Paulo está empenhado em proporcionar essa educação efetiva e eficaz cujo legado dará origem a um Brasil mais justo, fraterno e igualitário. Brasil que se faz dia-a-dia por meio de desafios, idéias, projetos e ações como o Programa Escola da Família, lançado recentemente e que acontece todos os finais de semana nas mais de seis mil escolas da rede estadual de ensino. Trata-se de uma iniciativa tão inédita quanto ousada, fundamentada no compromisso de fazer da escola um ambiente acolhedor, familiar... Um ambiente que possibilite uma educação multiplicadora, extensiva aos familiares dos alunos e a toda a comunidade do entorno escolar. Um lugar que visa a retomar o espírito sagrado das academias gregas, onde alguns dos maiores filósofos de todos os tempos prepararam os aprendizes com vínculo, afeto. Na Academia, no Liceu ou no Jardim de Epicuro o saber se misturava ao prazer. Isso é educação. Cultura, esporte, saúde, lazer, cursos e palestras que promovem geração de renda estão disponíveis nessa nova proposta de instituição de ensino. Aos sábados e aos domingos, as unidades educacionais abrem suas portas e presenteiam a população do Estado com espaços e atividades que fornecem aprendizagem e entretenimento para seis milhões de alunos, somados aos seus familiares e aos 25 mil universitários que estão compartilhando seus conhecimentos com a comunidade. Jovens que monitoram essas ações pedagógicas e recreativas. Nesse contexto, o sonho de edificar uma escola de qualidade está agora mais próximo da realidade. Uma realidade também integrada ao sonho da universidade gratuita. Isso porque todos os milhares de universitários que atuam no programa - somente alunos egressos da escola pública - estudarão sem custos nas faculdades particulares parceiras desse empreendimento. O Estado paga a metade, até o limite de 267 reais. A faculdade assume a outra metade e o aluno, como contrapartida, trabalha em uma escola pública. São duas grandes ações de enorme envergadura social: escolas abertas à comunidade e o acesso à universidade para os nossos aprendizes. A democracia é a espinha dorsal do projeto, uma vez que a comunidade escolar escolhe as atividades que serão implementadas de acordo com as suas maiores necessidades, respeitando a cultura e os costumes locais. É a escola como o espaço mais importante do bairro, da cidade, da região. Parceiros de grande estatura acreditaram nesse sonho e partilham conosco do maior programa de cidadania escolar já desenvolvido neste país. O instituto Ayrton Senna, a Unesco, o Faça Parte - Instituto Brasil Voluntário e centenas de colaboradores espalhados por todas as escolas públicas estão caminhando ao nosso lado nesta jornada pela educação de excelência. É a crença no envolvimento, na responsabilidade partilhada. É a escola pronta para os desafios do século XXI. O início teve o êxito que imaginávamos. Escolas repletas. Os universitários, os educadores contratados, pais, alunos e muitos, muitos voluntários que quiseram dar a sua parcela de contribuição para essa escola dos nossos sonhos. A comunidade tem um novo e bom programa todo final de semana: ir à escola! Pais e filhos estudando juntos, convivendo, ensinando, aprendendo. O Estado fazendo sua parte. São 60 milhões de reais apenas neste semestre. É um investimento de retorno garantido. Investimento no ser humano. Estamos qualificando para a vida e para o mercado de trabalho. Esse é o diferencial da educação competente. Como diz o governador Geraldo Alckmin: "O prédio é importante. A construção é importante. Cada biblioteca e cada laboratório são um auxílio precioso no desenvolvimento da aprendizagem. Mas o essencial não é a obra de cimento e cal. O essencial é a obra humana". Professores, pais, alunos.... Esperança de um mundo em que a convivência seja menos traumática e mais afetuosa. Uma convivência que pode ser enriquecida e solidificada nesta nova Escola da Família, neste novo espaço de paz.


Publicado no Jornal A Tribuna - Santos

Gabriel Chalita