Falta de um Ente Querido Falecido

Cerca de 1008 frases e pensamentos: Falta de um Ente Querido Falecido

Semelhante ao esquecimento de um ente querido que se vai, pelo qual só fica a saudade um pouco anestesiada, um "kitsch"(*) compulsório, nosso esquecimento pelos outros passa pelo cansaço que nossa presença causa, pelos traumas e sofrimentos que podemos vir a inspirar. Quando a mente cansa, ela força o kitsch, a banalização dos pesares pelo famoso “eu não tô nem aí” ou por um “não me importo mais”. Se não for um blefe, devemos nos cuidar: pode ser o último perdão e supremo ato de indulgência anteriores ao afastamento da Vida e do Amor.

(*) Kitsch: é uma palavra de origem germânica, utilizada pelo autor checo Milan Kundera para referir-se ao esquecimento compulsório que nossa mente nos impõe, visando evitar o sofrimento por algum fato ou trauma e que geralmente vem em forma de um perdão ou perda de importância dada.

Ebrael

Sabedoria de Preto Velho

Meus filhos julgam, às vezes, que perderam um ente querido pela morte. Mas essa visão é errada. Solte o seu parente que você julga morto. Aprenda a libertar a sua alma e deixar que ele voe nas alturas de sua própria vida. Muitos dos filhos acham que reter significa possuir. Engano. Na vida, o que possuímos de verdade é aquilo que doamos. Se você desejar reter as almas queridas, através de suas emoções e sentimentos desequilibrados, você se transforma aos poucos em pedra de tropeço para aqueles que diz amar. Amor não é posse. Amar é doar, é libertar, é permitir que o outro tenha a oportunidade de escolher e trilhar o caminho que lhe é próprio. Amar é permanecer amando, mesmo sabendo que os caminhos escolhidos são diferentes do nosso. Então, meu filho, você não perdeu ninguém, não perdeu nada. Perdeu, talvez, a oportunidade de aproveitar a experiência e aprender a amar de verdade. Esse sentimento de perda é o maior atestado de uma alma egoísta. Ame mais, meu filho. Liberte, liberte-se e procure ser feliz. Mas, pelo amor de Deus, deixe os outros prosseguirem e, assim, encontrarem também o seu caminho. Ainda que seja do outro lado da vida.

Pai João de Aruanda ( do livro: Sabedoria de Preto Velho)

O tamanho da tristeza pela morte de um ente querido, esta extremamente ligada a forma com que vivia o mesmo.

Julio Ramos da Cruz Neto

Ninguém se opoê da vontade do nosso criador. O desaparecimento físico de um ente-querido causa muita dor...

Raúl Domingos Pedro.

A ausência de um ente querido machuca de tanta dor, mas o tempo acaba nos ensinando a aceitar essa separação, embora o amor e a saudade nunca se esgotem, um dia nos conformamos.

Graça Maria de Souza

' A dor da perda de um ente querido...é como ter que amputar um membro seu...Com o tempo cincatriza.
Mais você jamais será o mesmo sem ele.'

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

"Acredito que o maior consolo para alguém que perde um ente querido é poder olhar pro céu e ter a certeza que aquela pessoa vela por você e que sempre estará ali, mesmo em silêncio, estará além das nuvens."

César Ribeiro

César Riebiro

Algumas pessoas não sentem falta de um ente querido quando morre, mas sim a própria surpresa da morte chegar a tal pessoa é o que as abala. Com o tempo a saudade morre, e perde lugar para o esquecimento.

Thomas William

A dor que ninguém nunca irá, conseguir explicar e a dor da Perca de um Ente querido.

Relielton Maciel

Só lembrando que a dor da perda de um ente querido rico e famoso é a mesma dos familiares daqueles que sequer foram citados os nomes!

Rozi Ribeiro

A morte de um ente querido, uma doença como o câncer ou a aids, a morte precoce de um jovem, o suicídio de um amigo ou conhecido, a perda de um filho antes do nascimento, são todos exemplos de eventos que passamos a vida inteira rezando para que não aconteça conosco ou perto de nós. Mas quando acontecem, toda nossa ânsia e ilusão de riqueza material, sucesso, fama, poder e status, ainda que temporariamente, caem por terra e nos tornamos só o que somos na essência, meros humanos.

Samir de Sena Osório

Incrível é alguém perder um ente querido e demonstrar certa frieza.A prova de que amor mesmo esfriou!

Samuel Ranner

PROTEGIDOS PELA JUSTIÇA
Quando jorra o sangue quente
Do corpo de um querido ente
Por golpes violentos a que foi ferido
Vindos de um bandido desconhecido
Há uma comoção geral de toda a vizinhança
Que não se conforma com a brutal matança...

A violência a que estamos sujeitos
É um total e desumano desrespeito
Para com qualquer cidadão de bem
Que na vida jamais agrediu alguém
Em sua vida regrada e pacata
Trabalhando de chinelo ou de gravata...

É preciso com determinada urgência
Que nossas autoridades com jurisprudência
Tomem as decisões de seu pleito
Dando a todo cidadão o devido direito
De ter na justiça sua segurança
Para que se possa viver em completa bonança...

Que a justiça do homem seja feita
E a de Deus sempre seja aceita...

mel - ((*_*))

10/12/2015

melanialudwig

 ... Não disfarce, revele...

... Subitamente encontrei com um ente querido, fazia meses da última conversa, momento magnífico! Deliberadamente não devemos esconder ou negar nada a amigos, ao perguntar-me se estava tudo bem, logo respondi que sim, mas o rosto me entregou, imperceptívelmente uma gota de lágrimas escorreu dos meus olhos, logo foi percebido e não se conformou, por isso não disfarce, revele, porque no olhar transcendem todos sentimentos que nosso interior manifestam e se não fizer o bem a quem ouve ou vê, fará realmente a você... sivi-2016...

sivi

Receita para um amor falecido: Prepare um bom e adequado funeral para o defunto e não esqueça de mandar rezar a missa de sétimo dia, senão ele volta para te assombrar.

Marcello Thadeu

Aspirei teu doce perfume e revivi meus sentimentos que havia falecido e desacreditado pela frustração.
Olhei o brilho que reluz de seus olhos e me encantaram trazendo-me a esperança de volta ao meu coração.
Nossos pensamentos atravessaram a fronteira do amor com melodias e poesias de um poeta apaixonado que se fez em versos.
A suavidade de sua voz se faz á um horizonte eterno ao meu coração.

Julio Aukay

Eu continuei escrevendo textos e mais textos sobre a partida do falecido. De tanto que eu amava blablábla. E não adiantou nada, ele não voltou, eu apelei feio e fim de uma relação bonitinha que havia ainda.

LaylaPeres

Quem sente saudades de um falecido ainda não esqueceu que o presente é ele vivo, e, o futuro, ele morto também.

Anderson Carmona Domingues de Oliveira

Meu Tio Joaquim Oliveira (Falecido) Fotógrafo Profissional de alto prestígio em Juti – MS, me ensinou boa parte do que sei de fotografia. Cresci nas férias em meio ao seu espaço onde sempre tive uma coleção de relógios, pois era o que fazia nas horas vagas, sim era Relojoeiro. E em meio a isso, meus pensamentos sempre alcançaram os céus, pensava no TIC- TAC das horas incertas ao relógio!

Joice Oliveira IT