Exploração

Cerca de 55 frases e pensamentos: Exploração

Não devemos nos calar diante das injustiças
e tentativas de exploração de nosso País.
Temos o dever moral de orientarmos aqueles menos
esclarecidos e que não têm acesso às informações.

Valdir de Jesus BABOLIM

Vale mais ser desempregado do que aceitar a exploracao

Amade Wazir

Resta-nos viver com o que somos e com o que temos para sempre criar e combater a exploração, a dominação e a mistificação. Vivemos pra inventar algo que nem podemos dizer que falta, pois nem sabemos de que consiste. Quando aparece, também teremos de inventar-lhe um nome. Para desenvolvermos nossa potência de pensar, de sentir, de agir.

Tania Montandon

É cada vez mais comum ouvir que os muçulmanos reagem a exploração do ocidente em seus territórios. Nada mais equivocado. O conceito de Jihad (que é mais amplo, mas vamos resumir em guerra santa) não se baseia no clássico "oprimidos x opressores" como quer fazer crer ideólogos hediondos, e sim, em interpretações do corão que ignoram o que é alheio às questões de fé, como é o caso da "luta de classes" marxista.
A "islamofobia", ou o fato deles viverem em guetos e serem "discriminados" em centros europeus não influi em nada. É bom lembrar que Bin Laden era de uma familia saudita bilionária.
As intervenções americanas e européias, tampouco. Eles próprios, baseados no corão, depõem governos que não seguem o extremismo da sharia, vide o estado islâmico (califado) paralelo.
O que eles defendem é simples: Ou o mundo se converte ao islã, ou morre. Não há tolerância religiosa. Os próprios muçulmanos contrários ao extremismo são chamados de traidores, covardes e infiéis por não consentirem com a vontade de Allah.
E por que a França se tornou o centro islâmico na Europa? Justamente por ser o país do velho continente que mais permitiu a degradação da milenar cultura ocidental em seu próprio território, processo que começou na revolução francesa, passou pelo Iluminismo, e chega ao relativismo geral dos dias atuais.
A cultura ocidental não se sobressaiu ao longo dos séculos através da opressão, como mentem os mesmos ideólogos hediondos de antes, e sim por sua superioridade cristalina e absoluta. Adotamos os números arábicos por serem superiores aos romanos. Não há problema. Todo o mais se manteve, desde nossa concepção de arte e música até o valor democrático, simplesmente por ser melhor, mais justo e mais ajustado ao âmago e anseios do homem.
Ainda que a sociedade ocidental não seja mais majoritariamente cristã, é fundamental manter e valorizar a cultura que nasceu na Igreja e no cristianismo - até mesmo os ateus precisam fazê-lo. Se retirássemos a cultura judaico-cristã ocidental, o que restaria das geniais obras de Bach, Mozart, Michelangelo, Da Vinci, Rodin, Shakespeare, Camões etc etc?
Se o ocidente permanecer negando sua própria história, valores e raízes - conforme deseja os desconstrucionistas e revisionistas da esquerda - terá por consequência o avanço islâmico com sua tirania, cerceadora do valor mais fundamental que o ocidente já criou através da sociedade mercantilista e industrial: a liberdade.

Thomaz Henrique Barbosa

Você vive uma vida selvagem
dentro de mim ... uma vida plena
de exploração,
cruzadas, a ascensão dos impérios
e o cheiro da minha pele.

Roberta Thornton

"…geralmente sou a favor do abuso e exploração dos tolos …"

Mandy

O único controle que o Estado precisa ter é sobre a economia, pois ela é o centro da exploração, desigualdade e injustiça social

Hideraldo Montenegro

O papel do Estado é promover a justiça e a eliminação de toda forma de exploração e desigualdade social.

Hideraldo Montenegro

Toda vez que o Estado se ausenta do controle da economia, permite a exploração e a injustiça social

Hideraldo Montenegro

O neoliberalismo representa a anarquia econômica e o passaporte à exploração e fixação da injustiça social

Hideraldo Montenegro

Perdidos no lodo, fundidos com a amargura, somos reféns de nós mesmos, somos a exploração de um mundo, vivemos de esmola, numa conjunção de escórias...

Ricardo Vitti

A produção exagerada de objetos, apoiando-se na exploração de pessoas que habitam nas margens do capitalismo, aliado a destruição dos recursos naturais tem provocado um desequilíbrio exacerbado que leva-nos ao limite do suspiro humano.

Djavan da Silva

Foram 500 anos de escravidão
com uma cultura de exploração
500 anos de não evolução
imposta por pessoas que se diziam
vir em nome de Deus
Foram 500 anos de trabalho
sem renumeração
em campos de algodão
em minas de carvão
Foram 500 anos de inquisição
com inúmeras execuções
de pessoas ditas sem almas
que foram jogadas vivas em chamas
Foram 500 anos de estrupo emocional
mental, físico e intelectual
foram 500 anos da manutenção do ser inferior
Foram 500 anos de selvageria
500 anos de gente que se ria...
Enquanto meu povo morria...
Foram 500 anos de xenofobia
500 anos que meu povo nascia
e morria sem opção
500 de desnutrição mental imposto
por senhores e sinhás
que nada se importavam com a nossa
jovem futura geração
Foram 500 anos de tratamento animalesco
vindo de pessoas que tinham o coração no avesso
foram 500 anos de destruição de nosso ser
nossa história, deturpação e depreciação
de nossa imagem
Foram 500 anos de invasão
de nossa cultura
nossas terras
nossas guerras
nossas esferas
nossa politica
nossa mistica
nossas mestiças
foram apenas isso
50 décadas
5 seculo
Agora estamos
na era do bônus

Hisley Prisley

O conhecimento, além de nos livrar da alienação, da exploração de outros, não é passível de roubo...

Maria Zenith Andrade Brandão

RECORDAÇÕES

O som do vento e das folhas secas caindo ao chão
A exploração sonora da alma
Burburinho de quem ama em silencio
Meus passos na tua saudade, pensamentos aleatórios.
Brincar de se esconder dentro das emoções de alguém
E por descuido revelar um mundo cheio de paixões
Palavras que nos levam a reflexão
Da consciência de espaço e tempo, e seus elementos a sua volta.
Poesia que se declama em todo lugar
Fracos ou fortes, longos ou curtos, graves e agudos
Os gritos de alerta do tempo
A sonoridade diversificada dos pássaros
Que não permitem te esquecer.
Por quer enquanto existir saudade
Haverá recordações, e recordações muitas vezes,
Fazem o coração sangrar e reviver.

Poema ao Dia da Poesia - Sydenilson Santos / MAR 2014.

Sydenilson Santos

Temo que a exploração feita por alguns 'senhores' na tv, da generosidade dos servos de Deus, iniba doações para recursos dos que realmente servem. E isto onde o serviço realmente é necessário.

Jader Medeiros

PREFIX-AÇÃO

DETON-AÇÃO!

DA ESCRAVIZ-AÇÃO,
DA EXPLOR-AÇÃO,
DA DESUMANIZ-AÇÃO
DA POPUL-AÇÃO.

INDAG-AÇÃO!

A SUPER-AÇÃO
DA ALIEN-AÇÃO.
A APLIC-AÇÃO
DA ARGUMENT-AÇÃO.

POETIZ-AÇÃO!

CONOT-AÇÃO
E DENOT-AÇÃO.
A ATIV-AÇÃO
DA IMAGIN-AÇÃO.

DEMOCRATIZ-AÇÃO!

A TRANSFORM-AÇÃO
DA ORGANIZ-AÇÃO.
A INDIGN-AÇÃO
PERANTE A REPRESENT-AÇÃO.

COMUNIC-AÇÃO!

A PROPAG-AÇÃO
DE INFORM-AÇÃO,
CONTRA A MANIPUL-AÇÃO
E MONOPOLIZ-AÇÃO.

OCUP-AÇÃO!

DOS EDIFÍCIOS SEM UTILIZ-AÇÃO,
TRANSFORMÁ-LOS EM HABIT-AÇÃO
E LUTAR CONTRA A ESPECUL-AÇÃO.

POLITIZ-AÇÃO!

INTER-AÇÃO
E ORGANIZ-AÇÃO.
A VALORIZ-AÇÃO
DA SOCIALIZ-AÇÃO.

INSUBORDIN-AÇÃO!

NA APLIC-AÇÃO
DA PREFIX-AÇÃO.
A MINHA GER-AÇÃO
GERA A AÇÃO.

Daniel Brito

MÁS PORQUÊ MOISÉS PROIBIU?

Moisés só proibiu pois em seu tempo havia exploração indevida da faculdade mediúnica, como hoje muitas vezes isto ainda acontece.
Veja se Moisés era contra a comunicação com os ditos mortos:
Números, 11: 26 a 30:

"Porém, no arraial, ficaram dois homens; um se chamava Eldade, e o outro, Medade. Repousou sobre eles o Espírito, porquanto estavam entre os inscritos, ainda que não saíram à tenda; e profetizavam no arraial.
Então, correu um moço, e o anunciou a Moisés, e disse: Eldade e Medade profetizam no arraial.
Josué, filho de Num, servidor de Moisés, um dos seus escolhidos, respondeu e disse: Moisés, meu senhor, proíbe-lho.
Porém Moisés lhe disse: Tens tu ciúmes por mim? Tomara todo o povo do SENHOR fosse profeta, que o SENHOR lhes desse o seu Espírito!
Depois, Moisés se recolheu ao arraial, ele e os anciãos de Israel."
Por este texto vocês acham que Moisés era contra o bom uso da mediunidade?

Bíblia

Liberdade pela metade é exploração disfarçada com hipocrisia...

Maria Zenith Andrade Brandão

Cuidado com as ajudas, nem sempre é a salvação
Apresentam-se como editoras e assinam exploração

Pipokahz Tribosul