Estudos

Cerca de 147 frases e pensamentos: Estudos

Assim como todo o reino dividido é desfeito, toda a inteligência dividida em diversos estudos se confunde e enfraquece.

Leonardo da Vinci

O ócio sem estudos é como a morte e a sepultura do homem vivo.

Sêneca

Jamais considere seus estudos como uma obrigação, mas como uma oportunidade invejável para aprender a conhecer a influência libertadora da beleza do reino do espírito, para seu próprio prazer pessoal e para proveito da comunidade à qual seu futuro trabalho pertencer.

Albert Einstein

Estudos têm demonstrado que as pessoas mais bem-sucedidas tomam decisões depressa porque não têm dúvidas a respeito dos seus valores e do que realmente desejam para suas vidas

Anthony Robbins

A loucura, objeto dos meus estudos, era até agora uma ilha perdida no oceano da razão; começo a suspeitar que é um continente.

Machado de Assis

"Eu mantenho o tema dos meus estudos sempre diante de mim, e espero até o amanhecer iniciar gradualmente, pouco a pouco, numa luz clara e completa." [Isaac Newton]

"Um homem pode imaginar coisas que são falsas, mas ele pode somente compreender coisas que são verdadeiras, pois se as coisas forem falsas, a noção delas não é compreensível." [Isaac Newton]

"Eu consigo calcular o movimento de corpos celestiais, mas não a loucura das pessoas." [Isaac Newton]

"Nenhuma grande descoberta foi feita jamais sem um palpite ousado." [Isaac Newton]

"Construímos muros demais e pontes de menos." [Isaac Newton]

"Tato é a arte de provar seu ponto de vista sem fazer um inimigo." [Isaac Newton]

"É o peso, não a quantidade de experiências, que tem de ser observado." [Isaac Newton]

"A unidade é a variedade, e a variedade na unidade é a lei suprema do universo." [Isaac Newton]

"Fui um menino pequeno que, jogando na praia, encontrava de vez em quando um calhau mais fino ou uma concha mais bonita que o normal. O oceano da verdade se estendia, inexplorado, diante do meu." [Isaac Newton]

"Se fiz descobertas valiosas, foi mais por ter paciência do que qualquer outro talento." [Isaac Newton]

"O que sabemos é uma gota, o que não sabemos é um oceano." [Isaac Newton]

"A luz das estrelas fixas é da mesma natureza que a luz do Sol." [Isaac Newton]

"A verdadeira filosofia nada mais é que o estudo da morte." [Isaac Newton]

"Deve-se aprender sempre, até mesmo com um inimigo." [Isaac Newton]

"Dez mil dificuldades não constituem uma dúvida." [Isaac Newton]

"Virtude sem caridade não passa de nome." [Isaac Newton]

"Não sei como pareço aos olhos do mundo, mas eu mesmo vejo-me como um pobre garoto que brincava na praia e se divertia em encontrar uma pedrinha mais lisa uma vez por outra, ou uma concha mais bonita do que de costume, enquanto o grande oceano da verdade se estendia totalmente inexplorado diante de mim. " [Isaac Newton]

"Se eu vi mais longe, foi por estar de pé sobre ombros de gigantes." [Isaac Newton]

Isaac Newton

Circundado pelos livros, numa sala de estudos estreita e empoeirada, é muito fácil esquecer o corpo; e o senhor sabe que o corpo deve ser tão bem tratado quanto a alma, se ambos devem atingir a mesma perfeição da qual são capazes.

Gotthold Lessing

Só os estudos abrem a sua cabeça, os seus caminhos e as suas oportunidades.

Alvaro Granha Loregian

O que eu mais quero é dizer "eu te amo". Quero largar os estudos da madrugada para ir correr te confortar depois de um pesadelo. Quero levantar cedinho e te levar café, torradas e muitos beijos de bom dia. Quero sussurrar no seu ouvido "conta comigo". Quero te inspirar nos dias tristes e festejar nos felizes. Quero levar seu cheiro por onde quer que eu vá, seu sorriso até nos sonhos para me inspirar, mas seus beijos quero para sempre lembrar. Não me importa o quão longe estiver, até lá irei. Não importa o tamanho do teu sonho, não importa o tamanho do teu desejo, não importa, vou com você na busca de tudo o que quiser. Se temeres segurarei sua mão, se caíres a levantarei, se fraquejares a carregarei, pois comigo você jamais parará. Há anos me preparo, por tanto tempo a aguardo, para enfim, quando chegar estar tudo no devido lugar. Talvez eu jamais chegarei perto de ser perfeito, mas saiba que de mim terás todo dia o meu melhor: que seja ser o melhor amigo, melhor namorado, melhor companheiro, melhor confidente, melhor conselheiro, melhor homem que possa precisar. Estenda seu coração, pois quero o cuidar.

Wilton Lazarotto

Todos os termos possuem origem etimológica distinta. A palavra "ética"vem do Grego "ethos" cujo significado é modo de ser, caráter; a palavra "moral", tão desprezada no Século XXI, tem origem latina "morales", significando costumes."

Ética e Moral, estudos filosóficos

Amor

O amor de Jesus por nós é infinito, e para ser beneficiado por esse amor, devemos estar em condições de recebê-lo.

A fé, o amor e a caridade nos põem em comunhão com Deus.

A paz está ao alcance de todos.

Mesmo em momentos tumultuados, busque a paz na oração e na resignação.

De um Amigo Espiritual a todos os amigos.

Mensagem psicografada pelo Grupo de Estudos de Psicografia da Fraternidade Francisco de Assis

Primeiro a saúde, depois os estudos e depois o amor.

Joice Soares

Você quer saúde? Come certo, pratique esportes! - Você quer dinheiro? Se dedique aos estudos e trabalhe! - Você quer ser amado? Ame!

MeusPensadores

Nasceu a lua – Matou-me
O ano começa e eu estava decidida a entregar-me aos estudos. A ansiedade por conhecer pessoas novas e encarar assuntos mais complicados me fez está pronta em minutos. Peguei a mochila que por sinal estava completamente fora da padronização da escola e me dirigi ao meu pavilhão. Revi pessoas que marcaram minha vida, abracei-as e apresentei-me a pessoas novas. Eu era típica menina melosa que ama abraços e ursos cor de rosa. Não importava muito naquele momento. Estava perfeito. Até que olhei para a sacada do meu colégio e avistei alguém. Senti calafrios e sorri ao ser chamada por minhas amigas para voltar à conversa. Não me entendi.
A escolha da sala foi logicamente feita pela secretaria do colégio, mas por mais que eu tentasse não sentia nenhuma mudança. O comportamento dos meus colegas era o mesmo, os professores passavam e me cumprimentavam, permaneciam com os mesmos cortes de cabelos e estilos de roupa dos anos anteriores. As pessoas legais continuavam legais, as inteligentes continuavam inteligentes, as mais quietas continuavam sentando nos cantos da sala e os novatos tentavam se encaixar em um deles. Eu especialmente era viciada por disciplina e tentava buscar a ordem. As crises, as brigas e a falta de educação não tinham espaço perto de mim e logo percebi que eu fazia parte da “guarda de honra”. Vinquei-me, aperfeiçoei-me e acomodei-me no militarismo que tanto levanta o meu alto estima. Deves está a pensar – Ela estuda em um Colégio Militar. –Você está certo, meu caro!
Os dias foram passando e todos já estavam com saudade das férias. Entraram de volta no ritmo e a vida voltou a ordem. Eu não era mais a menina dos ursinhos cor de rosa. Passei a ser temida e troquei os vestidos pelo meu fardamento que aos meus olhos era tão bonito quanto o resto do meu guarda-roupa. Eu me dedicava aos estudos a cima de tudo e não desprezava nada que pudesse me acrescentar.
Como todo bom colégio tinha que haver boatos, e a escolhida tinha sido eu. Azar? A palavra “Azar” tinha virado o meu sobrenome no final do mês de Julho, quando as aulas voltaram do recesso de São João. Começaram diversos boatos e então decidi me queixar no “corpo de alunos” (Local responsável pelo comportamento disciplinar dos alunos). Foi daí que conheci a lua.

Alice Andrade

JOGO È JOGO!

Quando estudante de Medicina, costumávamos jogar pôquer nos intervalos de estudos aos sábados. As apostas eram feitas em centavos e um grande perdedor chegava a perder numa tarde, cerca de cinco cruzeiros.
Certa feita, depois de uma jornada de ‘sorte’ eu já ganhara algumas partidas e acumulava a ‘riqueza’ de vinte cruzeiros, quando saio com jogada pronta de um street-flush até rei ( 9, 10, valete, dama e rei - de paus). Disfarcei, fingi ter dúvidas se trocava uma carta e uma alegria imensa, muito bem contida, se apossou de mim.
Ao iniciar as apostas, lancei vinte centavos na mesa, dois jogadores pagaram e o terceiro dobrou minha aposta, fazendo fugir os dois ‘blefadores’. Fomos dobrando as apostas, até que eu paguei uma aposta de dez cruzeiros, que me sobravam.
Ao abrir o jogo, meu oponente viu meu street e completou: “Ganhei!”, exibindo um Royal-street-flush de ouros (até ás).
Desde este dia passei a ter mais firmeza numa crença que já professava: “Não existe sorte em jogo, existe habilidade ou coincidências”.
Hoje, 02/07/2010, fomos desclassificados da Copa. Ainda bem que a nossa copa não foi inundada por uma enchente! Mas, senão vejamos: Tomamos um gol por mera casualidade: homens escolhidos, defendendo a área, no lugar errado e um mergulho bem intencionado produz um erro, que não queríamos que acontecesse, pois a partida fica empatada.
Desesperados, com raiva, ‘ultrajados’ pela Holanda, o nosso time se descontrola e numa série de atitudes impróprias, perde a habilidade e voltamos para casa.
Já ouvi uma série de justificativas e acusações, que de nada valem, pois perdemos a chance de vitória nesta Copa.
Creio que o erro nos destrona por algum tempo, mas começamos a amadurecer a seguir:
- Dunga protegeu a seleção de exposições que a prejudicassem, fazendo com que o ‘já ganhou’ atrapalhasse a concentração;
- As escalações das equipes, sempre favorecem a alguns patrocinadores e patrocinoraptores,
- A imprensa tem idéias díspares, favorecendo aos que as acertam e calando aos que as erram;
- As ‘bumbunzelas’ não foram bem o que eu esperava: sem um pingo de ‘sex-apeal’, só emitiam sons horríveis, que devem ter perturbado vários jogadores de muitas seleções;
- As Jabulanis pulavam mais que periquitos no cio, muitas vezes atingindo o terceiro andar do gol, ou as laterais de escanteio, ao contrário de serem encaminhadas para o gol, levando os torcedores ao ‘clímax’, como estavam acostumados a proporcionar os periquitos, digo, os jogadores. Fica aqui uma pergunta? Quem se beneficiou com a contratação desta ‘pelota’? Garanto que não fui eu nem a população da África, nossos ancestrais;
- Nossa seleção e a da Holanda deram um show em civilidade, demonstrando pejo ao racismo;
- Talvez o Dunga consiga ter como prêmio a melhora de seu pai doente;
- Talvez na próxima Copa, no Brasil, tenhamos um técnico com o apelido de Dengoso, que não irrite a imprensa, mesmo se não levarmos o título. Aliás, o apelido do nosso técnico é impróprio pois o Dunga era mudo. Acho que poderíamos dispensar algum Zangado, para evitar prejuízos à Seleção Canarinho, que intentava tomar ‘laranjada’ e acabou chorando, como todo ser humano de caráter é capaz de fazer, ao perceber suas falhas;
- Por último, mas muito importante, é preciso ressaltar que a única seleção candidata ao hexa-campeonato e capaz de sambar com desenvoltura é a nossa.
Viva o Brasil!
Viva a Seleção!
Vamos escolher com consciência nossos próximos dirigentes, pois a ‘LISTA SUJA’, parece que está sendo burlada!
E viva Zambi!
_________________________
pinfo@drmarcioconsigo.com

Marcio Funghi de Salles Barbosa

Dedique-se aos estudos para que eles o façam melhor para a sociedade e para si mesmo.

Alvaro Granha Loregian

A obrigação de vocês é dar o máximo nos estudos profanos: fisica, química, filosofia, matemática, etc., mas ao mesmo tempo adquirir e manter uma ciência religiosa proporcional à ciência humana. Sem o que, uma coisa matará a outra: a filosofia, a filologia e a física de vocês arruinarão a fé.

Alexis Carrel

Leia para uma criança, a leitura estimula a criatividade e a paixão pelos estudos.

Carla Gonzaga Rabetti

Estudos?? Necessário...

Necessário, pois sem eles não serei nada...

Às vezes parece que não os vencerei...

São inúmeras as coisas...parece não ter fim...

Isso me enlouquece, me norteia...

Olho para estante e fico abismada...

- Que tamanho de livro!!! Devo ler tudo isso?

E assim fica minha consciência...

Me perturbando, até o momento que...CHEGA!!!

Você venceu,

Me convenceu,

Sou todo seu!!!

Bruna Alencar

Os estudos só vão ser levado a sério na vida das pessoas, quando elas começarem a se divertir com eles. Conhecimento adquire se divertindo e não se dedicando exaustivamente à beira de um colapso.

A. Santos