Estrela que Brilha

Cerca de 2104 frases e pensamentos: Estrela que Brilha

"A alma dos diferentes é feita de uma luz além.
Sua estrela tem moradas deslumbrantes que eles guardam para os poucos capazes de os sentir e entender.
Nessas moradas estão tesouros da ternura humana dos quais só os diferentes são capazes. Não mexa com o amor de um diferente.
A menos que você seja suficientemente forte para suportá-lo depois".

Arthur da Távola

Sua Estrela Sou Eu

Sou um pequeno grão de areia
Sou o canto da sereia
E canto pra enfeitiçar
Sou uma luz no infinito
Sou o sonho mais bonito
E sonho com você acordar

Vem
Sentir minha paixão
Ouvir meu coração
Que ele bate por você
E chama só por você
Na minha solidão
As nuvens de ilusão
Derramam tua chuva em mim
Te quero assim

Vem
Que a lua já acendeu
Que a tua estrela sou eu
O céu coberto de amor
Nos ilumine... então
Vem
Que o tempo passa por nós
Minha saudade é a voz
Que faz eu me convencer
A esperar por você

Eu quero, eu quero...
Eu quero, eu quero você
Eu quero, eu quero...
Eu quero então (você)
Vem...

Michael Sullivan e Dudu Falcão

Quero você assim perto. Quero assim saudade, assim tempo, assim estrela, assim horizonte, pensamento... Quero assim, sem explicações. Sem um motivo sólido e individual. Quero você inteiro com todas as falhas e brindes talvez. Quero você completo.

Thalita B.

Poderia ter a lua
Em minha mão
A estrela mais iluminada
Os pássaros cantando pra mim
Mas eu tenho um pressentimento
Que essa noite vou sonhar
Com você
E isso me acalma
Poderia ter a flor mais bela
Que nasce a cada manhã
E o sol me sorrindo
Mas eu tenho uma saudade
Que me traz a certeza
Do caminho até a luz
Da sua presença
E me mostra o futuro mais lindo

Saulo Fernandes

Amarra o teu arado a uma estrela
E os tempos darão
Safras e safras de sonhos
Quilos e quilos de amor


[in "Amarra o teu arado a uma estrela"]

Gilberto Gil

Estrelas do Mar


Era uma vez um escritor que morava em uma tranqüila praia, junto de uma colônia de pescadores. Todas as manhãs ele caminhava à beira do mar para se inspirar, e à tarde ficava em casa escrevendo. Certo dia, caminhando na praia, ele viu um vulto que parecia dançar. Ao chegar perto, ele reparou que se tratava de um jovem que recolhia estrelas-do-mar da areia para, uma por uma, jogá-las novamente de volta ao oceano.

"Por que está fazendo isso?"- perguntou o escritor.


"Você não vê! --explicou o jovem-- A maré está baixa e o sol está

brilhando.


Elas irão secar e morrer se ficarem aqui na areia".


O escritor espantou-se.


"Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora, e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela praia. Que diferença faz? Você joga umas poucas de volta ao oceano. A maioria vai perecer de qualquer forma".



O jovem pegou mais uma estrela na praia, jogou de volta ao oceano e olhou para o escritor.

"Para essa aqui eu fiz a diferença..".


Naquela noite o escritor não conseguiu escrever, sequer dormir. Pela manhã, voltou à praia, procurou o jovem, uniu-se a ele e, juntos, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta ao oceano.

Sejamos, portanto, mais um dos que querem fazer do mundo um lugar melhor.


Sejamos a diferença!

Estrela do Mar

A estrela cadente
teima, se enrosca, se queima.
Quer o sol nascente.

Flora Figueiredo

Como é bom contemplar o céu, interrogar uma estrela e pensar que ao longe, bem longe, um outro alguém contempla este mesmo céu, essa mesma estrela e murmura baixinho: "Saudade!"

Desconhecido

ACORDAR


Você saber o que significa a palavra “acordar”?


A-COR-DAR


Vamos fazer uma brincadeira e separar em sílabas a palavra acordar?


A-COR-DAR

Viu?

Significa dar a cor, colocar o coração

em tudo que faz.



Existem pessoas que acordam às 6:h00 da tarde.
É isso mesmo!
Pela manhã caem da cama, são jogadas da cama, mas passam o dia todo dormindo.



E existem alguns, acredite, que passam a vida
toda e não conseguem acordar.




Eu tive um amigo que acordou aos 54 anos de idade. Ele me disse: Descobri que estou na profissão errada! E ele já estava se aposentando...



Imagine o trauma que esse amigo criou para si, para os colegas de trabalho, para a sua família!
Foi infeliz durante toda a sua vida profissional porque simplesmente não “acordou.


Eu, na época, era muito jovem, mas compreendi bem o que ele estava me ensinando naquele momento.


Por mais cinzento que possa estar sendo o dia de hoje, ele tem exatamente a cor que dou a ele. Sabe por quê?
Porque a vida tem a cor que


"A GENTE PINTA"



O engraçado é que os dias são todos exclusivos. Cada dia é um novo dia, ninguém o viveu. Ele está ali, esperando que eu e você façamos com que ele seja o melhor da nossa vida.



Os meus dias são os mais lindos da face da terra porque eu os faço os mais lindos da face da terra.



O PRIVILÉGIO DE FAZER


OS OUTROS FELIZES

Dê a você a oportunidade de “a-cor-dar” todos os dias e compartilhar com os outros o que Deus nos dá de melhor:


Colaboração enviada por: Estrela Maris Gará

enviada por Estrela Maris Gará

A vida é como uma onda. Tudo vem no momento certo. Chronos e Cosmos unidos... O tempo dirá! O universo devolve tudo na mesma medida, e o sol? O sol brilha todas as manhãs, sorri todos os dias não importa o que aconteça. O sorriso é colorido sabe? É colorido.

Angella Reis

"A FELICIDADE É COMO A GOTA DE ORVALHO NUMA PÉTALA DE FLOR,BRILHA TRANQUILA.
DEPOIS DE LEVE OSCILA,E CAI COMO UMA LÁGRIMA DE AMOR..."

Tom Jobim

Quem escreve no mundo .
Écomo quem semeia no solo profundo...
A inteligência brilha sempre cheia de passíbilidades infinitas.

Chico Xavier

Você brilha?• Eu arraso
Você quer? • Eu tenho
Você briga? • Eu detono
Você é pop? • Eu sou star
Você adora? • Eu considero
Você anda? • Eu desfilo
Você dança? • Eu arraso
Você se acha? • Eu sou procurada
Você xinga? • Eu esculacho
Você é boa? • Eu sô “ótima”
Você é linda? • Eu sou perfeita
Você é melhor?•Eu sou “EXCLUSIVA

Jeh Brito

Simplesmente eu

Sou estrela solitária...
Entre tantas estrelas...
Sou o brilho de uma delas...
Que não ofusca, nem se apaga...

Sou raio de sol esquecido...
Outrora fogo...
Hoje um brilho esmaecido...

Sou efêmera...
Sou sensível...
Sou fraca...
Sou falível...
Sou eterna...

Nas minhas dores...
Sou um tanto de romantismo...
A poesia que restou...
Sou um tanto de melodia...
Que doeu no peito...
E a rima que não se achou...

Mas!...Assim sou eu!

Sou a onda que se quebra...
Mas volta com insistência...
Num recomeçar incessante...

Sou a espuma branca na areia...
Que se desmancha num instante...
Num eterno beijo ofegante...
Sou um coração por inteiro...

Que não se cansa...
Que crê no amor verdadeiro...
Sou aquela que luta...
Que ama e que quer...
Sou quem nunca desiste...

Sou simplesmente...
Uma mulher!!!

Tamiris

A alma dos diferentes é feita de uma luz além.
A estrela dos diferentes tem moradas deslumbrantes que
eles guardam para os poucos capazes de os sentir e entender.
Nessas moradas estão os maiores tesouros da ternura humana.
De que só os ...diferentes são capazes.
Jamais mexam com o sentimento de um diferente.
Ele é sensível demais para ser conquistado sem
que haja conseqüência com o ato de o conquistar.

Artur da Távola

Ela está em tal conjunção com minha alma e minha vida. Que, como uma estrela presa à sua órbita, Eu só sei me mover em torno dela…”

William Shakespeare

VOZES D'ÁFRICA

Deus! ó Deus! onde estás que não respondes?
Em que mundo, em qu'estrela tu t'escondes
Embuçado nos céus?
Há dois mil anos te mandei meu grito,
Que embalde desde então corre o infinito...
Onde estás, Senhor Deus?...

Qual Prometeu tu me amarraste um dia
Do deserto na rubra penedia
— Infinito: galé!...
Por abutre — me deste o sol candente,
E a terra de Suez — foi a corrente
Que me ligaste ao pé...

O cavalo estafado do Beduíno
Sob a vergasta tomba ressupino
E morre no areal.
Minha garupa sangra, a dor poreja,
Quando o chicote do simoun dardeja
O teu braço eternal.

Minhas irmãs são belas, são ditosas...
Dorme a Ásia nas sombras voluptuosas
Dos haréns do Sultão.
Ou no dorso dos brancos elefantes
Embala-se coberta de brilhantes
Nas plagas do Hindustão.

Por tenda tem os cimos do Himalaia...
Ganges amoroso beija a praia
Coberta de corais ...
A brisa de Misora o céu inflama;
E ela dorme nos templos do Deus Brama,
— Pagodes colossais...

A Europa é sempre Europa, a gloriosa!...
A mulher deslumbrante e caprichosa,
Rainha e cortesã.
Artista — corta o mármor de Carrara;
Poetisa — tange os hinos de Ferrara,
No glorioso afã!...

Sempre a láurea lhe cabe no litígio...
Ora uma c'roa, ora o barrete frígio
Enflora-lhe a cerviz.
Universo após ela — doudo amante
Segue cativo o passo delirante
Da grande meretriz.
....................................

Mas eu, Senhor!... Eu triste abandonada
Em meio das areias esgarrada,
Perdida marcho em vão!
Se choro... bebe o pranto a areia ardente;
talvez... p'ra que meu pranto, ó Deus clemente!
Não descubras no chão...

E nem tenho uma sombra de floresta...
Para cobrir-me nem um templo resta
No solo abrasador...
Quando subo às Pirâmides do Egito
Embalde aos quatro céus chorando grito:
"Abriga-me, Senhor!..."

Como o profeta em cinza a fronte envolve,
Velo a cabeça no areal que volve
O siroco feroz...
Quando eu passo no Saara amortalhada...
Ai! dizem: "Lá vai África embuçada
No seu branco albornoz... "

Nem vêem que o deserto é meu sudário,
Que o silêncio campeia solitário
Por sobre o peito meu.
Lá no solo onde o cardo apenas medra
Boceja a Esfinge colossal de pedra
Fitando o morno céu.

De Tebas nas colunas derrocadas
As cegonhas espiam debruçadas
O horizonte sem fim ...
Onde branqueia a caravana errante,
E o camelo monótono, arquejante
Que desce de Efraim
.......................................

Não basta inda de dor, ó Deus terrível?!
É, pois, teu peito eterno, inexaurível
De vingança e rancor?...
E que é que fiz, Senhor? que torvo crime
Eu cometi jamais que assim me oprime
Teu gládio vingador?!
........................................

Foi depois do dilúvio... um viadante,
Negro, sombrio, pálido, arquejante,
Descia do Arará...
E eu disse ao peregrino fulminado:
"Cam! ... serás meu esposo bem-amado...
— Serei tua Eloá. . . "

Desde este dia o vento da desgraça
Por meus cabelos ululando passa
O anátema cruel.
As tribos erram do areal nas vagas,
E o nômade faminto corta as plagas
No rápido corcel.

Vi a ciência desertar do Egito...
Vi meu povo seguir — Judeu maldito —
Trilho de perdição.
Depois vi minha prole desgraçada
Pelas garras d'Europa — arrebatada —
Amestrado falcão! ...

Cristo! embalde morreste sobre um monte
Teu sangue não lavou de minha fronte
A mancha original.
Ainda hoje são, por fado adverso,
Meus filhos — alimária do universo,
Eu — pasto universal...

Hoje em meu sangue a América se nutre
Condor que transformara-se em abutre,
Ave da escravidão,
Ela juntou-se às mais... irmã traidora
Qual de José os vis irmãos outrora
Venderam seu irmão.

Basta, Senhor! De teu potente braço
Role através dos astros e do espaço
Perdão p'ra os crimes meus!
Há dois mil anos eu soluço um grito...
escuta o brado meu lá no infinito,
Meu Deus! Senhor, meu Deus!!...

São Paulo, 11 de junho de 1868

Castro Alves

Vamos fazer um poema
ou qualquer outra besteira.
Fitar por exemplo uma estrela
por muito tempo, muito tempo
e dar um suspiro fundo
ou qualquer outra besteira.

Carlos Drummond de Andrade