Estranha

Cerca de 674 frases e pensamentos: Estranha

A vida é estranha: ela te faz pensar que está por cima, mas de repente, ela te mostra que na verdade, você nunca saiu de baixo.

Antônio Reis

Me sentir estranha já nem é estranho... O estranho é me sentir estranhamente estranha pela falta que um estranho esta fazendo na minha vida

Claudia Nunes da Silva

Que sensação estranha essa, meio que de liberdade e solidão
Meio medo e alegria
Metade frio metade cinza
Meio dor meio dolorido e, meio anestesiado
Meio loucura meio insano
Meio meio, meio inteiro
Inteiro me falta algo
Faltando algo não sou inteiro
Inteiro! Já fui algum dia?
Sinceramente não me lembro.

Fabricio Canalis

Hoje eu acordei querendo te encontrar, senti uma sensação estranha de sentir o teu cheiro em todo lugar.

Karol Amorim

PORTAS ABERTAS

Essa casa estranha
De espaço amplo
De uma cor vibrante, pulsante.

Que ri e que chora também.
Mas que recebe a todos da mesma forma.
Sem distinção.

Uma casa de um comodo só.
Que abriga a todos.
Os que ficam e os que se vão.

Uma casa simples.
De portas abertas
Chamada coração.

Podem entrar... há espaço para todos.

17/02/2014 - 18:38h

Edmilton Pedroso

Tanta coisa importante acontecendo no planeta, e vc chega invadindo minha atenção numa estranha sensação d entorpecer em sentimento...

Paluzza

Tô numa faze tão estranha da minha vida, tão parada, tão gigante de alegria, dizem que é o afastamento do amor, também dizem que é seu imediato afastamento, eu não mais sentindo tanta coisa ruim, tanta dor, só tô me sentindo dentro de uma enorme bola de gás flutuante, estou indo ate bem, te deixei mais dessa vez, respirei bem fundo e vou indo rumo a um enorme raio solar que me chama, sei lá se é a verdadeira felicidade ou um mero brilhar ilusório, mais deixa, ate agora tô bem, ate agora eu sorrio com vontade, só lembro de você as vezes, com algumas musicas, algumas coisas, mais depois passa, depois o alivio revigora, me preenche, me ajuda.

Dani Almeida

Situação estranha quando estou longe de você
Situação confortável é ouvir meu bem querer
Te amo é verdade nossa história é de cinema
Muito mais que isso nossa história é um poema
Tu sabe que eu faço tudo que você quiser
Assumo sou seu homem e você é minha mulher
Mas não perco sentido nem a sua compulsão
Formamos um belo par sem fachada e ilusão
Sabemos encarar o dia-a-dia honestamente
Nem sempre com disciplina, pois tudo foi de repente
Mas tenho um alívio que encontro no seu beijo
Me faz ficar em paz, é só você que eu desejo
Desejo e te vejo numa praia anoitecendo
Deitada no meu colo, meu casaco te aquecendo
É difícil encontrar palavra que te descreva
Só sei que vou te amar onde quer que você esteja...

Marcio Conceicao Santos

Amor que fede
Amor que rasga
Amor que quebra
Amor que desamarra
Amor que estranha
Amor que esbarra
Amor que suja
Amor que desgraça
Amor de um
Amor de dois
Amor de mais
Ardor depois
Amor tristeza
Amor beleza
Amor delicadeza
Amor dilacerador
Amor...
Veneno contundente que sempre beberei e nunca me fará morrer.

Thalita Marangon

Tão bom lembra-lo, me faz falta de uma maneira estranha...

Thalita Marangon

É estranha a sensação que você deixou quando se foi. Vazio e escuridão são nada perto da certeza do nunca mais.

Daniela Soares

Talvez realmente eu seja estranha. Mas se é assim que eu me divirto poxa ?

Amanda Drielly

Olhar seus olhos desperta uma vontade estranha de querer sentir o seu corpo, estar contigo o tempo todo. Já não importa o que digam e sim o que você tem a dizer, me desespero e tenho medo que nada saia como planejamos. Afinal, quando foi que saiu? Já me mostraram que o que senti de mais lindo e verdadeiro não foi amor e que o amor é bem além, espero descobrir o quanto antes e ao seu lado, porque o que mais me encantou no processo de esquecimento foi que sentir saudade e vontade de estar contigo o tempo todo é bem melhor que ter você ao meu lado sem sentir nada. Aprendi a gostar do seu jeito, a te querer, a sentir sua falta e aprendi que não devo manter meus pensamentos no “para sempre”, terei de aproveitar a felicidade do presente, a felicidade que você me proporciona HOJE que é estar ao seu lado, nos seus braços e ser completamente sua... Até quando? Até quando seus olhos pararem de me hipnotizar.

María (Modificado)

Diante da estranha, a pessoa fica bruta, contudo, diante da pessoa amiga, tudo se modifica, eis aí o poder da amizade.

Gil Nunes

"Sentimento louco, atração estranha, vontade sem cabimento. Um tal de pega, esconde, fala e desdiz. Um tal de beija, não-beija, fica, não-fica, liga , não-liga, pra mim. Mostra, não-mostra, tira-não tira.

Sentimento verdadeiro, atração envolvente, vontade de amor.

E foi assim que aconteceu pra mim.

Medo que vai e vem, saudade que aperta, desejo que não cessa. Pra ti: tinha que ser assim. O relógio marcou o tempo certo e ao lado das horas dizia...Com você, só se for agora. Ops, o relógio parou de funcionar. E agora? Agora acontece que não tem mais hora pra acabar....Ah, esse amor." - feito e criado por mim=)

Bruna Bernardi

" Talvez eu não me encaixe nesse mundo ,sou tão estranha quando quero ficar só pensam que eu estou com raiva, quando escrevo, é bilhetes para os outros, quando estou triste falam que sou falsa o que mas ? não tirem conclusoes preciptadas a meu respeito se não me conhece por inteiro "..

Kelly Zen

Acordei tarde, ressaca.
A manhã era fria, estranha e dóia.

Alessandra Horta

Estranha sensação me invade agora, terminando mais um dia!!- Senhor...Clareia minha mente, acalma meu coração.
Sinto-me tão sozinha... rodeada de gente e tão só...
Que sensação estranha é esta? Porque as lágrimas teimam em cair??? Não tenho tudo o que gostaria, mas o que tenho deveria me fazer feliz,porque na verdade, tenho mais do que mereço.Tenho a benção da visão para enxergar nos olhos de meus amigos, sua preocupação com a angústia que em mim percebem!!! Ao mesmo tempo, posso ver os olhos de meu amor, ainda que voltados para outra direção...
Sou abençoada pela audição perfeita e ainda assim choro, por não poder ouvir as palavras de amor que gostaria...
Meus braços são perfeitos, posso abraçar fortemente, meus amigos... mas não posso abraçar a quem tanto quero bem!!!
Filha ingrata Tua eu sou...
Me ajuda Senhor a compreender melhor tudo o que tenho e a entender porque não tenho o que desejo, antes que seja tarde e eu tenha que chorar pelo que perdi.

Gessika Felix

Não sei se o que estou sentindo
é solidão ou tristeza.
É uma estranha sensação de abandono.
É como se eu sentisse um silêncio
tão profundo, mas tão profundo,
que não apenas me sufoca, mas me entorpece.
Chego a não sentir meu corpo.
É um imenso nada...
Uma imensa solidão morna e quieta, não palpáve, entende?
É um sentir estranho.
Quero e preciso sair desse torpor,
dessa inércia, desse nada...

Betinha

Medo de Mim mesmo???

(Um micro-conto surrealista.)

Estranha sensação de estar andando por horas a fio, sem perceber paisagem alguma. Não havia nada. Não há nada para ser visto?
Que estranho!!!
E repentinamente o tudo se faz.
O ar é pesado, o céu num misto surreal de cinza e laranja, e a frente um sem fim por caminho. Andando, andando, andan...
Uma pedra? É sim, é a minha pedra. Corro em sua direção, quero descansar na pedra. Aquela que fica no meio do caminho....
Sentei, agora estou seguro, protegido. Mas do que mesmo? Também não sei. Ah deixa pra lá, OK?
De repente a pedra se agiganta, monte, montanha. Agora estreita-se, e ergue-se tal qual um obelisco e sobe aos céus tal qual a Torre de Babel (Babel= Rebelião). Eu aqui de cima vejo tudo, vejo abismos colossais. Não, não são abismos, não passam de rachaduras no solo, meras ranhuras no solo árido. Rios, é isso são rios, olhe os corpos em curso. Corpos de que mesmo? Tanto faz, são só invólucros, apenas casulos de algo maior. Ou será que não? Hum?
O que? Eu falando? Ah sim, as estrelas, são realmente belas. Quais? As do mar? Ou as do firmamento? Que diferença faz? Se Eu quiser alcançar as do mar, lanço-me ao profundo mergulho. Se for as do firmamento lanço-me ao destemido vôo. De qualquer forma será uma bela experiência.
Este céu, este céu me amedronta, me oprime, mas também me conforta, me acolhe, gosto de estar sozinho, perdi o medo e o vento quente é gostoso.
Eu não estou bem, acho que estou alucinando!
Surgem três luzes piscantes, inicialmente muito tênues, mas logo se firmam, e começam a se movimentarem freneticamente no céu alaranjado.
O medo voltou, quero correr, mas para onde, minha pedra me traiu se Eu me mexer caio em queda sem fim...
As luzes! Elas pararam, agora rolam sobre si transformando-se, de círculos pequenos em linhas horizontais e paralelas, duas em cima lado a lado e uma logo abaixo.
Três riscos no céu, que se abrem e rasgam o firmamento. Os dois de cima assumem formas de olhos, gigantescos olhos. O de baixo assume a forma de uma boca que acompanha a proporção dos olhos, não ouso me mover, não consigo nem respirar, não tenho noção de mais nada, nem sei se estou vivo. Que horror!!!
Encarando esses olhos que me encaravam, Dês’javu. Sim Eu os conheço, são os meus olhos, meu olhar. Minha cabeça gira, estou tão confuso, onde estou mesmo?
- O que teme tanto homenzinho tolo?
A bocarra falou, e falou num coro de três vozes em uníssono. Uma grave e profunda, gutural, uma suave e aveludada, a última seca, metálica e gelada. Três vozes em uma só voz que saia de uma boca que percebi ser a minha boca. E repetiu a pergunta, tirando-me dos devaneios e me assustando novamente.
- O que teme tanto homenzinho tolo?
- Você, eu temo você, não sei o que é e me assusta.
- A sua ignorância o faz temer a si mesmo.
- Como posso temer a mim mesmo?
- Pois ainda não percebeu que sou você?
Quero acordar, me tirem daqui, estou ficando louco. E ainda não dá para fugir. Sumiu? A pedra sumiu, caindo,caindo, cain...
Minha feição voltara a ser riscos, que voltaram a ser círculos luminosos, que acompanhavam minha vertiginosa queda, em um espiral de luzes e Eu em seu centro.
Senti um impacto, mas não doeu, acho que nem senti, apenas percebi.
Levanto-me e procuro-me, as luzes sumiram. Sem roupas? Que vergonha! Estou nu! As luzes voltaram, surgem a minha frente, do nada, uma bem a minha frente, uma a minha direita e uma a minha esquerda. Tomam formas humanas, e atrás deles tronos formam-se a partir do solo.
Sentam-se, e de cabeças baixas permanecem. Eles vestem apenas uma túnica negra que lhes cobrem por inteiro.
Não conseguia ver seus rostos, nem seus gestos, pois não se moviam.
Toda essa situação continuava a ser assustadora, não havia nada entre nós a não ser o vazio, não saberia dizer se Eu estava de cabeça para cima ou para baixo, e essa situação causava-me caos. Por quê? Por que causa confusão e angústia viver uma situação onde não conseguimos nos situarmos nem ter certeza de nossa posição!
- Ouça-nos.
E mais uma vez sou tirado de meus devaneios com susto. A voz que havia falado era diferente, era uma única, era a mais grave e profunda, nesse momento quase soou paternalmente.
- Ouça-nos e guarde-nos.
A voz pertencia ao ser que estava a minha frente, sim, era a minha voz que eu ouvia, sim era a minha voz mesmo, mas bem diferente.
- Ouça-nos e guarde-nos, você precisa entender que....
- Acorda!!! Guto!!! Acorda!!!
- Hã, o que foi, o que aconteceu???
- Você desmaiou e ficou um tempão desacordado.
- Mas, mas e agora!!! Como vou saber o que Ele ia-me dizer?
- Ele? Ele quem? Será que você bateu a cabeça ao cair?
- Quer saber??? Deixa para lá você não entenderia nem acreditaria!!!

Gutemberg de Moura