Estou Cansada

Cerca de 1107 frases e pensamentos: Estou Cansada

Esperei tanto tempo ver você chegar
que mesmo cansada e quietinha,
vendo meu reflexo no vidro da janela,
Percebi o quanto sou importante para mim.

Marcia Bandeira

Estou cansada de está cansada, mas busco meu repouso no Senhor Jesus.
Ele é minha fortaleza e meu refúgio, se, Ele não suportaria o peso da cruz.

Prof Lourdes Duarte

E quando eu já estava cansada de chorar por você, veio alguém e carinhosamente secou minhas lágrimas...

Liandra Morais

"Não me importo em acordar cansada... Até gosto!
Desde que não me deixe dormir com Vontade!."

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

O dia em que a lua se cansou

Na noite em que a lua se cansou
ela deitou-se no céu
escondeu-se nas nuvens
e desapareceu na escuridão!
Nesse dia...
Numa quinta-feira à noite
às vésperas do fim do mundo:
A lua...
Minguante
alaranjada
já quase sem brilho
e cansada do dia-
-Apagou as luzes
e foi dormir.

J.W.Papa

Me entrego, estou cansada. Cansei de tudo, de me defender, de me entregar ao sofrimento. Me entrego à você, mesmo sem garantia nenhuma.

Flávia Abib

Flávia Abib

Estou tão cansada de não poder ser eu, reprimir tudo o que sinto está ficando cada dia mais insuportável. Estou apenas protelando, adiando o que foi dito pela voz do destino.

Flávia Abib

Flávia Abib

Num emaranhado dentro de mim, embrulhos dentro de embrulhos e nunca sei quando vai chegar a surpresa, cansada de tentar chegar nesse presente, minha mãos já fracas não aguentam mais desembrulhar.

Stela Vasques

as vezes um "NADA" vale muito...
_NADA do que eu queria...
_NADA que você tenha que saber...
_NADA dar certo pra mim!!!
....nada, nada, nada... de tudo!!!

YnaraVasconcelos

De tanto "nada", deixou de querer o "tudo".

Kelly Rodrigues

Não sei se é tristeza ou apenas cansaço.

Nathelly Gama.

— Que foi?
— Sei lá. (Cansaço, escola, amor, confusão, solidão, medo, bipolaridade, trabalho, saudade, quero um abraço, preciso de você, quero ficar sozinho, não quero ver ninguém, pare a música, troca de estação, minha mente está uma bagunça, nostalgia, me deixa só, não quero ouvir sua voz, preciso de um tempo, me esquece, quero sumir, preciso gritar, preciso te ver, eu te amo, eu não vivo sem você.)

Maxsander Barros

No auge do meu cansaço e desanimo, vejo o quanto Deus me ama . Nâo desiste de mim.

Roni Alves

Do cansaço recorrente e das poucas coisas de que tenho certeza, admito, assino e repito como um mantra: velha demais pra ilusões, nova demais pra desistir.
O pensamento é turbulento, o coração é calejado, mas o fim da linha é um sonho alcançado e a ousadia é a força motriz, e eu sei que não teria paz um minuto sequer na vida se desistisse de acreditar e seguir assim.

Yohana SanFer

Dia Inteiro

Pense num dia em que seu rosto já acalenta o cansaço semanal, que os bocejos são contínuos, que a palavra faxina é capaz de abalar a sua psique. Pensou na segunda-feira? Errou.

Meu dia de ócio é o domingo. Vontade de fazer nada, dia de contemplar o teto. Não tem praia, festa em família e nem balada que me tire do ninho. Me convide às sextas. Barzinho, cinema, música. Emendaremos os sábados. Mas olha, domingo, não.

Sabe aquele dia em que a sua maior vontade é de usar pijama o dia inteiro e esquecer de que tem cabelos para pentear? Pois então, bem vindos ao meu dia de domingo. Perco toda a vaidade.
Inútil também arrumar a cama. Lá acordarei e regressarei por diversas vezes ao dia. Quase me transfiguro em sessão das grandes lojas: cama, mesa e banho.

Aos domingos sou metade. Uma metade inteira de preguiça. Gosto de cozinhar mas preferirei comida pronta. Atualizarei minhas leituras, me entupirei de telecine. Nada de ponte Rio- Niterói, nada de trânsito, relatório, telefonemas, clientes. Muito mais que descansar da correria da semana. Preparar-se pra mais uma.

Após tanta moleza, guardo energia pro desfecho. O único esforço é o do final do dia, vencer a batalha de posse do controle remoto: “Fantástico versus Pânico na tv”.
Agrego minha cunhada como aliada pelas notícias. Meu irmão e namorado ficam no time oposto, prefiro acreditar que só pra nos contrariar. A disputa é acirrada, cheia de argumentações. E mesmo de meias, mesmo descabeladas, vencemos.
Benditas sejam a inteligência e a articulação feminina. Forças renovadas para a nova semana.

Yohana SanFer

Cansaço tenho
De foto sem moldura
Casa sem adorno
Telejornais que gritam
Absurdas notícias más.
Ver a natureza desnuda
Gritando e chorando
Lágrimas.
De tantas maracutaias
O povo heróico há
De bradar por honestidade.
Por onde andará
o verde-louro da bandeira?
A falcatrua é assustadora
O deboche constante.
O verbo amar anda
Desmotivado
Mal conjugado
E sem tempos.
Será que ainda
Haverá terra
Bem nutrida
P’ra gerar semente?

Ana Lucia Thimoteo da Costa

O pior cansaço não é do corpo e sim da alma.

Rafael Raniere

Vou caminhando sem caminho
Em cada passo vou levando meu cansaço.
O que me espera uma terra, um desencontro
A cidade, a claridade.
E essa estrada não tem volta
Lá se solta o fim do mundo
Um fim incerto que me assusta
Longe ou perto se prepara
Ninguém pára para pensar
Para olhar a dor que chora a morte
De um valente lutador.
Quem foi já não sou.

Elis Regina

Avaliando o cansaço

Chega uma hora, uma bendita hora, em que acontece algo que, embora não aparente de imediato, pode ser a melhor notícia da temporada, a mais promissora, desde que não nos estreite os olhos, nem congele o coração: a gente se cansa.
De algumas coisas. De um monte delas. Das ilusões.
De se apertar pra caber em autoimagens que, na maioria das vezes, não têm nada a ver com a gente. Cansa de ficar à mercê da felicidade que parece acontecer só de fora pra dentro.
Nem todo cansaço é ruim.
Há cansaço que destranca. Há cansaço que liberta. Há cansaço que é quase descanso, um pouquinho só dali. Há cansaço que é lume, depois de tanto suposto incansável breu. Há cansaço que cria espaço para harmonizarmos nossos passos com o caminho da nossa alma outra vez, o ego momentaneamente vencido. Há cansaço que sorri para as nossas dores, conhecedor da mágica capaz de fazê-las afrouxar: soltar.
Nem todo cansaço é ruim.
Há cansaço que cria intervalos preciosos, férteis de transformação. Há cansaço que nos torna mais parecidos com nós mesmos, de novo ou pela primeira vez, e mais próximos do lugar em nós onde pulsa o que nunca se cansa. Há cansaço que nos leva ao instante, em que, exaustos, reverenciamos a vida e dizemos para ela mais ou menos assim:
- Entrego o meu cansaço, farta de perceber que, por mais que eu tente, não tenho controle com relação a tudo àquilo que, de verdade, importa. Eu me rendo à sua sabedoria, que me habita, embora tantas vezes eu esqueça. Por favor, me ensina a simplesmente fluir com você. Por favor, me ensina a simplesmente fazer florir as sementes que você me confia. Por favor, me ensina a simplesmente ser.
De preferência, sem muito cansaço.

Ana Jácomo

Vida...
Entrego-te o meu cansaço, farta de perceber que, por mais que eu tente, não tenho controle com relação a tudo aquilo que, de verdade, importa. Eu me rendo à sua sabedoria, que me habita, embora tantas vezes eu esqueça. Por favor, me ensina a simplesmente fluir com você. Por favor, me ensina a simplesmente fazer florir as sementes que você me confia. Por favor, me ensina a simplesmente ser. De preferência, sem muito cansaço.''

Ana Jácomo