Escritores Brasileiros

Cerca de 221 frases e pensamentos: Escritores Brasileiros

''O sorriso mais bonito é aquele que vem do nada. Solto, livre e sincero.''

Clarice Lispector

Mas estou tentando escrever-te com o corpo todo, enviando uma seta que se finca no ponto tenro e nevrálgico da palavra. (Água Viva)

Clarice Lispector

Dedicatória

Cruz
Que este livro galante,
ante
Teus olhos, lembre um dia,
Quem to oferece nesta
Festa
De anos e de alegria.

Pequeno ele é e modesto.
Mesto
Quase sempre e tristonho;
Não roubará, no entanto,
Quanto
Tens de ilusão e sonho.

Aquela, que hás de agora,
Hora
Tirar (sem percebê-lo),
Das que em teus anos verdes
Perdes;
Não perderás ao lê-lo.

Lê com vagar. Repara
Para
A beleza do verso;
Vê como o vate ardente
Sente
O mundo tão diverso!...

Mas, que não te entristeças;
Nessas
Linhas, não há verdade.
Vive sempre a florida
Vida
Entre a felicidade.

Mário de Andrade

Tenho a felicidade de escrever os meus melhores versos. Melhor do que isso não posso fazer.

Mário de Andrade

“Às vezes escrever uma só linha basta para salvar o próprio coração.”

Clarice Lispector

Um leitor perspicaz, como eu suponho que há de ser o leitor deste livro, dispensa que eu lhe conte os muitos planos que ele teceu, diversos e contraditórios, como é de razão em análogas situações.

Machado de Assis

Os livros que têm resistido ao tempo são os que possuem uma essência de verdade, capaz de satisfazer a inquietação humana por mais que os séculos passem.

Cecília Meireles

Escrevo o que penso, o que sinto e sobre coisas aleatórias. Não fico pelo google a procura de frases e pensamentos prontos. Escrevo o que “estala” na mente, escrevo o que me interessa, e se vai agradar ou não à mim pouco importa, isso é só um detalhe desnecessário!

"Escrevo de tudo"

Franklin Lima (Castro Alves - BA)

O OUTRO

Como decifrar pictogramas de há dez mil anos
se nem sei decifrar
minha escrita interior?

Interrogo signos dúbios
e suas variações calidoscópicas
a cada segundo de observação.

A verdade essencial
é o desconhecido que me habita
e a cada amanhecer me dá um soco.

Por ele sou também observado
com ironia, desprezo, incompreensão.
E assim vivemos, se ao confronto se chama viver,
unidos, impossibilitados de desligamento,
acomodados, adversos,
roídos de infernal curiosidade.

Carlos Drummond de Andrade

É aqui que eu quisera possuir tudo o que a filosofia tem dito e redito do livre arbítrio, a fim de o negar ainda uma vez, antes de cair onde ele perde a mesma aparência de realidade; acabaria esta página por outra maneira. Mas não posso; digo só que não pude reter a cabeça nem os olhos, e vi as duas damas, com os braços cingidos a cintura uma da outra, vagarosas e visivelmente queridas.

Machado de Assis

A vida de uma pessoa livre é considerada ofensiva para todos que vivem presos à aparências e regras...

Paulo Coelho

Que estou fazendo ao te escrever? Estou tentando fotografar o perfume” (Clarice Lispector).O perfume de suas mãos, de seu corpo, do seu ser. O perfume de sua vida misturada com minha vida.

Clarice Lispector e Enock Araújo

Mas lá vou eu me adiantando de novo. O leitor vai me desculpar. É que, assim que me ponho a escrever todas as coisas que eu tenho para contar se amontam correndo na ponta dos dedos, cada uma querendo chegar à frente das outras, e às vezes é difícil manter o pelotão de palavras em ordem.

Machado de Assis

"Tão inteligente pra escrever sobre o amor, e tão burra pra amar".

Clarice Lispector

Não era mais uma menina com um livro: era uma mulher com seu amante.

Clarice Lispector

Carta

Há muito tempo, sim, que não te escrevo.
Ficaram velhas todas as noticias.
Eu mesmo envelheci: Olha, em relevo, estes sinais em mim, não das carícias (tão leves) que fazias no meu rosto: são galopes, são espinhos, são lembranças da vida a teu menino, que ao sol-posto perde a sabedoria das crianças.
A falta que me fazes não é tanto à hora de dormir, quando dizias "Deus te abençoe", e a noite abria em sonho.
É quando, ao desperta, revejo a um conto a noite acumulada de meus dias, e sinto que estou vivo, e que não sonho.
(Lições de coisas)

Carlos Drummond de Andrade

Enquanto eu tiver perguntas e não
respostas continuarei a escrever

Clarice Lispector

"Arrume suas malas, porque dessa vez é você quem vai embora, e não por livre e espontânea vontade. Te obrigo a sair da minha vida. Vai logo, porque eu já tô mais do que decidida, vai lá procurar em outras, o que você só encontrou em mim, vai lá quebrar a cara, enquanto eu concerto a minha. Chega desse mal de amor, chega de ser mal amada. Vivendo em uma situação que é cômoda pra você, e insuportável pra mim. Não dá. E por favor não volte nunca mais. Porque de todas as vezes que eu disse adeus, essa foi a mais sincera. E não estou enfurecida não, o nome disso é mágoa, cansaço. Você me cansou. Parabéns! Conseguiu a coisa mais difícil do mundo, me deixar indisposta, ao ponto de desistir. Vai lá, conhecer tudo que ilude teus olhos, mas não o teu coração. Vai mesmo, pra você descobrir o quanto as coisas perderam seus valores, e quem sabe você não descobre o meu. Vai embora, e me deixar ter o que você não foi capaz de me dar, a felicidade. Coisa simples que você nunca soube fazer. Sem muitas longas despedidas, sem pedidos de desculpas, e promessas que são quebradas horas depois. Entenda por favor, e descubra por aí o que é amor. Porque você é o tipo de cara de coração vazio, que precisa de muitas mulheres pra se preencher."

Clarice Lispector

"Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas... continuarei a escrever"

Clarice Lispector

"Escrevo porque encontro nisso um prazer que não consigo traduzir. Não sou pretensiosa. Escrevo para mim, para que eu sinta a minha alma falando e cantando, às vezes chorando..."

Clarice Lispector