Efeito

Cerca de 600 frases e pensamentos: Efeito

Hoje eu não quero frases de efeito. Acho que o brilho no meu olhar, a sinceridade dos meus sorrisos, e o meu respirar leve dizem tudo. A felicidade vem de dentro, e todo o resto é só seu reflexo.

Mônica Aubasi

Nem o melhor remédio do mundo fará efeito se você não o tomar

Ben Stiller

O efeito colateral da culpa é o inferno.

Abimael

Tem pessoas que ficam usando a mesma tática a anos,mas não percebem que elas deixam de fazer efeito um dia !!!

HEIDY

Se apaixonar é como beber uma garrafa de vodca, quanto mais se bebe melhor fica. Mas quando o efeito acaba, nada lhe resta a não ser uma grande dor de cabeça.

Giulia Staar

Saque, com efeito, é aquele que você dá com todas as forças da sua alma e do seu coração.

Gil Nunes

Tenho em mim todos os sentimentos do mundo guardados somente pra você, efeito algum eles terão sobre outra pessoa.

Letícia R.

Alguém pode me explicar o que eu faço
Pra não me sentir assim
Eu já comecei a perceber
O efeito que você tem sobre mim

Meu coração começa a disparar
Será que eu tô pirando ou você quer me provocar?
Você me olha e eu começo a rir
Quando o melhor que eu faço é fugir

Então me diz o que eu faço
Pra tentar te esquecer
Eu nem sei o que eu gosto
Tanto, tanto em você

Seu sorriso ou seu jeitinho
De tentar me irritar
Se tiver uma maneira vou tentar evitar
Eu juro, eu faço tudo para eu não me apaixonar

Será que são mesmo reais
Os sinais que eu percebi?
Talvez eu esteja me iludindo
E você não esteja nem aí

Mesmo assim eu continuo a imaginar
Eu e você pra mim parece combinar
Eu sou a letra e você a melodia
Com você cantaria todo dia

Então me diz o que eu faço
Pra tentar te esquecer
Eu nem sei o que eu gosto
Tanto, tanto em você

Seu sorriso ou seu jeitinho
De tentar me irritar
Se tiver uma maneira vou tentar evitar
Eu juro, eu faço tudo para eu não me apaixonar

Eu já notei que eu tenho que tomar cuidado
Porque você é o tipo certo de garoto errado
É só você aparecer
Pra eu perder a fala e a confusão acontecer

Então me diz o que eu faço
Pra tentar te esquecer
E me diz porque eu gosto
Tanto, tanto de você

Foi seu sorriso ou seu jeitinho
De tentar me irritar
Se tiver uma maneira vou tentar evitar

Eu juro, eu faço tudo
Eu juro, eu faço tudo
Eu juro, eu faço tudo
Para eu não me apaixonar

Manu Gavassi

O único efeito que certas pessoas provocam é a do constrangimento.

Elisabeth Trinidad Mena

“Eu não sei o quanto os primeiros dias tem efeito sobre o resto do ano... também não sei o quanto estou disposta a descobrir.

Aline Pereira

Eu não gosto de cachaça, o que eu gosto é do efeito que ela me faz....Tendeu???

Eduardo Costa

Tentamos associar o erro ao passado como forma de desculpa, mas esquecemo-nos do seu efeito no presente

Marcio Souto

Nada que tu faça, fará efeito em mim.
Nada que diga, fará que tenha meu carinho de novo.

Ketelen Rosa

Não há gentileza nem amor que surtam efeito diante de uma eficaz indiferença.

Paulo Monteiro Jr.

De quantas causas são necessárias para que se materialize um efeito?

Vcruz

Comentário de 1 Tessalonicenses 1.6

Por João Calvino

“Com efeito, vos tornastes imitadores nossos e do Senhor, tendo recebido a palavra, posto que em meio de muita tribulação, com alegria do Espírito Santo,” (I Tessalonicenses 1.6)

“E vós fostes feitos imitadores”. Na esperança de aumentar a diligência deles, ele declara que havia um acordo mútuo, e uma harmonia, por assim dizer, entre a sua pregação e a fé deles. Pois, a menos que os homens, de sua parte, correspondam a Deus, nenhum proveito decorrerá da graça que lhes é oferecida – não como se pudessem fazer isto de si mesmos, mas porque, assim como Deus dá início à nossa salvação chamando-nos, ele também a aperfeiçoa moldando nossos corações à obediência. Portanto, a suma é que uma evidência da eleição divina se revelara, não apenas no ministério de Paulo, na medida em que estava provido do poder do Espírito Santo, mas também na fé dos tessalonicenses, de modo que esta conformidade é uma atestação poderosa dela. Porém, ele afirma: “Fostes feitos imitadores de Deus e de nós”, no mesmo sentido em que é dito que o povo creu em Deus e no seu servo Moisés (Ex 14:13),21 não que Paulo e Moisés tivessem algo de diferente da parte de Deus, e sim porque ele operou poderosamente por meio deles, como seus ministros e instrumentos.
“Recebendo”. A prontidão deles em receber o evangelho é chamada de imitar a Deus por esta razão – assim como Deus havia se apresentado aos tessalonicenses em um espírito liberal, assim também eles, de sua parte, haviam vindo ao seu encontro voluntariamente.
Ele diz: com alegria do Espírito Santo, para que saibamos que não é pela instigação da carne, ou pelas sugestões da sua própria natureza, que os homens estarão prontos e zelosos para obedecerem a Deus, mas que isto é obra do Espírito de Deus. A circunstância, que, em muita tribulação, eles haviam abraçado o evangelho, serve como ênfase. Pois vemos muitíssimos que, não indispostos ao evangelho por outros motivos, contudo o evitam por se intimidarem pelo medo da cruz. Portanto, aqueles que não hesitam em abraçar, com intrepidez, juntamente com o evangelho, as aflições que os ameaçam, fornecem assim um exemplo admirável de magnanimidade. E, com isto, torna-se tanto mais claramente notório quão necessário é que o Espírito nos auxilie nisto. Pois o evangelho não pode ser apropriado ou sinceramente recebido, a não ser com um coração jubiloso. Nada, porém, está em maior desacordo com a nossa disposição natural, do que nos regozijarmos nas aflições.

(Nota do Pr Silvio Dutra: Tomemos por assentado, que nesta dispensação da graça, que tem durado desde a morte e ressurreição de Jesus, que a nenhuma pessoa, e a nenhuma instituição tem sido dado por Deus, que em nome da religião, se faça acepção, ou injúria, maldição ou condenação de quem quer que seja, e muito menos que se use de violência seja ela moral ou física em nome de se defender a santidade e justiça de Deus. Ao contrário é ordenado aos que amam e conhecem a Deus em espírito, que amem a todos, inclusive a seus inimigos, e que perdoem e bendigam os que lhes amaldiçoam, injuriam ou perseguem.
Quando encontramos em comentários bíblicos o terrível destino que está reservado àqueles que se opuserem a Deus até o final de suas vidas, como vemos por exemplo não apenas nos comentários de Calvino, mas nos de todos aqueles que são fiéis à pregação e ensino da verdade revelada nas Escrituras, o que se tem em foco não é uma ameaça ou um aborrecimento declarado da parte de homens, senão um alerta misericordioso da parte do próprio Deus, que é quem o afirma, pela boca dos seus ministros o que há de suceder no dia do juízo final, de modo que pelo arrependimento, possam se converter e serem livrados da condenação.)

----------------------------------------------------------------------
http://www.verdadeevida.org/
Textos, áudios e vídeos sobre a interpretação da Bíblia e a vida cristã.

http://livrosbiblia.blogspot.com.br/
Textos sobre a interpretação dos livros do Velho Testamento.

http://livrono.blogspot.com.br/
Textos sobre a interpretação dos livros do Novo Testamento.

http://retornoevangelho.blogspot.com.br/
Textos sobre a vida cristã.

http://poesiasdoevangelho.blogspot.com.br/
Textos em forma de poesia sobre a vida cristã.

http://rtnovideoevangelho.blogspot.com.br/
Vídeos sobre a interpretação da Bíblia, a vida cristã e louvores.

http://aguardandovj.blogspot.com.br/
Textos e vídeos sobre o tempo do fim e a volta de Jesus.

Calvino

Comentário de Colossenses 2.23



Por João Calvino

“Tais coisas, com efeito, têm aparência de sabedoria, como culto de si mesmo, e de falsa humildade, e de rigor ascético; todavia, não têm valor algum contra a sensualidade.” (Colossenses 2.23)

“O que tem de fato uma aparência”. Aqui temos a expectativa de uma objeção, em que, enquanto ele reconhece nos seus adversários o que eles alegam, ele ao mesmo tempo reconhece isto como sendo totalmente inútil. Pois é como se ele tivesse dito, que ele não considera terem uma demonstração de sabedoria. Mas a aparência é colocada em contraste com a realidade, pois é uma aparência, como eles geralmente falam, que engana por semelhança.
Observe-se, porém, de que cores esta aparência é composta, de acordo com Paulo. Ele faz menção a três - o culto de adoração auto-inventado, humildade e disciplina do corpo. A superstição entre os gregos recebe o nome de ἐθελοβρησκεία - o termo que Paulo faz uso aqui. Ele tem, no entanto, em vista, a etimologia do termo, porque ἐθελοβρησκεία literalmente denota um serviço voluntário, que os homens escolhem para si mesmos, à sua escolha, sem a autoridade de Deus. As tradições humanas, portanto, são agradáveis ​​para nós por causa disso, porque elas estão de acordo com o nosso entendimento, porque qualquer um encontrará em seu próprio cérebro os primeiros esboços das mesmas. Este é o primeiro pretexto.
O segundo é a humildade, na medida em que a obediência a Deus e aos homens é almejada, assim, os homens não recusam até mesmo encargos excessivos. E, na maior parte as tradições deste tipo são de tal natureza que parecem ser exercícios admiráveis ​​de humildade.
Elas seduzem, também, por meio de um terceiro pretexto, na medida em que parecem ser de grande proveito para a mortificação da carne, enquanto não há nenhuma moderação no uso do corpo. Paulo, no entanto, reprova esses disfarces, porque aquilo que está em alta estima entre os homens muitas vezes é uma abominação aos olhos de Deus (Lucas 16.15).
Ainda, isto é uma obediência traiçoeira, e uma humildade perversa e sacrílega, que transfere para os homens a autoridade de Deus; e a negligência do corpo não é de tão grande importância, a ponto de ser digno de ser exposto à admiração assim como ao culto de Deus.
Alguém, no entanto, se sentirá surpreso, que Paulo não tenha mais dores em retirar essas máscaras. Respondo que ele em bons fundamentos, repousa satisfeito com a simples exibição do termo. Porque os princípios que tomara em oposição a isso são incontestáveis ​​- de que o corpo está em Cristo, e que, consequentemente, aqueles nada fazem, senão se impor sobre os homens infelizes, colocando diante deles sombras. Em segundo lugar, o reino espiritual de Cristo não é de nenhuma forma tomado de elementos frágeis e corruptíveis. Em terceiro lugar, pela morte de Cristo tais observâncias foram extintas, para que não tenhamos qualquer conexão com elas; e, em quarto lugar, Deus é o nosso único Legislador (Isaías 33.22).
Ainda, ele reconheceu ser suficiente admoestar os Colossenses, para não serem enganados por serem colocados diante de coisas vazias. Não houve necessidade de maior repreensão. Porque isso deve ser um ponto resolvido entre todos os piedosos, que o culto a Deus não deve ser medido de acordo com os nossos pontos de vista; e que, portanto, qualquer tipo de serviço não é lícito, simplesmente pelo fato de que seja agradável para nós. Isso, também, deveria ser um ponto comumente recebido - que devemos a Deus, tal humildade assim como nos submetermos simplesmente aos seus mandamentos, que não devemos nos dirigir, agindo e pensando conforme a nossa própria compreensão (Provérbios 3.5) - e que o limite de humildade para com os homens é este - que cada um se submeta aos outros em amor. Agora, quando eles afirmam que a lascívia da carne é reprimida por abstinência de alimentos, a resposta é fácil - que não devemos, portanto, abster-nos de qualquer alimento específico como sendo imundo, mas devemos comer com moderação, para que possamos sóbria e moderadamente fazer uso dos dons de Deus, e para que não venhamos, impedidos por muita comida e bebida, a esquecer as coisas que são de Deus.

Traduzido, reduzido e adaptado por Silvio Dutra.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Comentário dos livros do Velho Testamento:
http://livrosbiblia.blogspot.com.br/

Comentário do Novo Testamento:
http://livrono.blogspot.com.br/

Mensagens:
http://retornoevangelho.blogspot.com.br/

Escatologia (tempo do fim):
http://aguardandovj.blogspot.com.br/

Calvino

No mundo moderno, todos querem pílulas que façam efeito na alma.

Pimentta

Você precisa de respostas certas sem contra indicação e sem efeito colateral? Então, o lugar certo para busca-las, é em Deus.

Gil Nunes