Doutrina EspÍrita

Cerca de 148 frases e pensamentos: Doutrina EspÍrita

Os homens semeiam na terra o que colherão na vida espiritual: os frutos da sua coragem ou da sua fraqueza.

Allan Kardec

A moral, propriamente dita, não é a doutrina que nos ensina como sermos felizes, mas como devemos tornar-nos dignos da felicidade.

Immanuel Kant

Toda a doutrina social que visa destruir a família é má, e para mais inaplicável. Quando se decompõe uma sociedade, o que se acha como resíduo final não é o indivíduo mas sim a família.

Victor Hugo

O essencial, com efeito, na educação, não é a doutrina ensinada, é o despertar.

Ernest Renan

Na admissão de uma opinião ou doutrina, os homens consultam primeiramente o seu interesse, e depois a razão ou a justiça, se lhes sobeja tempo.

Marquês de Maricá

Assim como a Arte Cristã sucedeu a Arte Pagã, transformando-a, a Arte Espírita será o complemento e a transformação da Arte Cristã. O Espiritismo, efetivamente, nos mostra o porvir sob uma luz nova e mais ao nosso alcance. Por ele, a felicidade está mais perto de nós, está ao nosso lado, nos Espíritos que nos cercam e que jamais deixaram de estar em relação conosco.
(Obras Póstumas)

Allan Kardec

O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.

Pode-se defini-lo assim:

O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal.

Allan Kardec

A felicidade é como um perfume....
quando você o passa nos outros,
fica um pouco do cheiro em suas mãos.

Momento Espírita

Prece no Templo Espírita

Senhor Jesus, abençoa, por misericórdia,
o lar que nos deste ao serviço da oração.
Reúne-nos aqui em teu amor e ensina-nos a
procurar-te para que não nos percamos à
margem do caminho. Nos instantes felizes, sê
nossa força, para que a alegria não nos torne ingratos e insensíveis.
Nos momentos amargos, sê nosso arrimo, para
que a tristeza não nos faça abatidos e inúteis.
Nos dias claros, concede-nos a benção do suor
no trabalho digno.
Nas noites tempestuosas, esclarece-nos o
espírito para que te entendamos a advertência.
Inclina-nos a pensar sentindo, para que não guardemos gelo no cérebro, e induze-nos a
sentir pensando para que não tenhamos fogo no coração. Ajuda-nos para que a caridade em
nossa existência não seja vaidade que dilacere
os outros e para que a humildade em nossos
dias não seja orgulho rastejante! ...
Auxilia-nos para que a nossa fé não se converta
em fanatismo e para que o nosso destemor não se transforme em petulância.
Amorável Benfeitor, perdoa as nossas faltas.
Mestre Sublime, reergue-nos para a lição.
E, sobretudo, Senhor, faze que entendamos a
Divina Vontade, a fim de que, aprendendo a
servir contigo, saibamos dissolver a sombra de
nossa presença na glória de tua luz!

Emmanuel

" A DOUTRINA ESPÍRITA " É o Consolador anunciado por Cristo esclarecendo a todos com a fé raciocinada, que DEUS é a Inteligência suprema e a causa primeira de todas as coisas, e que a vida não acaba com a morte física, pois somos Espíritos encarnados. A vida material sim, que é passageira. Disse-nos JESUS: " O meu reino não é deste mundo. " e " Na casa de Meu Pai existem várias moradas. " Isso tudo vem a nos mostrar que somos espíritos imortais.

Kamerad

Aqueles que buscam a Iluminação devem sempre se lembrar da necessidade de manter constantemente puros o corpo,a fala e a mente.A mente impura seguem atos impuros e estes trarão sofrimentos.Assim,é de suma importância que se conservem puros a mente e o corpo.

A Doutrina de Buda

A política é a doutrina do possível.

Otto Bismarck

A cosmética é a doutrina do universo feminino.

Karl Kraus

Os quatro procedimentos corretos são:Primeiro evitar o início do mau.Segundo,eliminar todo o mal,tão logo apareça.Terceiro,induzir que se façam boas ações.Quatro.estimular o desenvolvimento e prosseguimento das boas ações que já começaram.É de suma importância que se pratiquem estes quatro procedimentos.

Doutrina de Buda-Página 332-Tópico 5

“… A doutrina de Cristo não é uma jurisprudência que, sendo imposta pela violência, pode modificar de imediato a vida dos homens. É um novo conceito de vida mais alto do que o antigo e um novo conceito de vida não pode ser prescrito, precisa ser livremente assimilado. E só pode ser livremente assimilado de duas maneiras: uma interna, espiritual, e outra externa, experimental. Alguns – a minoria – com uma espécie de instinto profético, advinham imediatamente a verdade da doutrina e seguem-na. Outro – a maioria – não chegam à verdade da doutrina e à necessidade de segui-la senão por uma longa senda de erros, experiências e sofrimentos. A maioria da humanidade cristã chegou hoje a esta necessidade de assimilação pela via experimental externa …”

Leon Tolstoi

A aceitação de processos psíquicos inconscientes, o reconhecimento da doutrina da resistência e do recalcamento e a consideração da sexualidade e do complexo de Édipo são os conteúdos principais da psicanálise e os fundamentos de sua teoria, e quem não estiver em condições de subscrever todos eles não deve figurar entre os psicanalistas.

Sigmund Freud

Doutrina dos Apóstolos: Fundamento da Igreja

Por D.M.Lloyd-Jones

Em Atos 2, para que os cristãos se reuniam? Ali estavam essas pessoas que tinham saído do mundo para se juntar ao grupo de pessoas chamado de discípulos, e eles formaram a primeira igreja, mas para que serve a igreja cristã? O que ela faz? O que ela provê? Pessoas Cristãs reúnem-se para reuniões sociais, danças, rifas, shows dramáticos, conferências políticas, literatura, e sociologia? Não havia nada desse tipo na Igreja Primitiva. Não é meu objetivo denunciar essas coisas. Mas eu quero deixar claro quão distante elas estão da igreja cristã. Você pode conseguir tudo isso no mundo, e você pode consegui-lo com muito mais qualidade. A igreja Cristã faz papel de boba quando tenta fazer essas coisas - ela as faz muito mal. Se você quer atividades assim, então vá e procure consegui-las profissionalmente organizadas. Mas isso não é a igreja de Cristo. Trata-se de uma caricatura.
"Eu quero apresentar diante de vocês o retrato da igreja do Novo Testamento. Essa é a única igreja que eu reconheço."
Eu não quero defender a cristandade ou defender qualquer seção particular da igreja ou qualquer igreja local em particular. Eu quero apresentar diante de vocês o retrato da igreja do Novo Testamento. Essa é a única igreja que eu reconheço. Aquelas pessoas não vieram para a igreja para fazer coisas como essas. E quando o verdadeiro reavivamento acontece, essas são as primeiras coisas que desaparecem; as pessoas perdem o interesse nelas. Uma igreja que só consegue existir recorrendo a coisas como essas é totalmente diferente da igreja do Novo Testamento.
"E perseveravam na doutrina dos apóstolos [ensino] e na comunhão, no partir do pão e nas orações." - atividades puramente espirituais. E esse é o padrão para a igreja em qualquer tempo.
Portanto, vamos atentar para isto. Primeiro, a doutrina. O ensino dos apóstolos é posto em primeiro lugar nessa lista - é por isso que nós temos que começar por ali, e é muito importante que assim seja, porque hoje há real oposição ao que nós lemos aqui. A primeira coisa que estes cristãos desejaram era mais ensino por parte dos apóstolos. Eles desejaram isso com o todo o seu ser. Antes de avançarmos sequer mais um passo, façamos as nós mesmos uma pergunta simples: Nós desejamos a "doutrina dos apóstolos”? Deus nos conceda que sim.
"Como, então, pode-se notar a diferença entre uma experiência que é cristã e uma que não é? Há uma só resposta, e esta é a causa da experiência."
Este desejo pela "doutrina dos apóstolos” nos diz algo tremendamente importante. Que o Cristianismo não é só uma experiência. Vejam bem, eu tenho enfatizado que é também uma experiência e não somente um ponto de vista intelectual. Quando homens e mulheres tornam-se cristãos, eles sofrem a mudança mais profunda que eles jamais poderiam imaginar; é realmente uma experiência profunda. Mas não é só isso, e eu tenho que enfatizar este ponto porque há outras instituições no mundo que podem dar experiências às pessoas.
Como se pode saber qual é a diferença entre tornar-se um cristão e alguma outra experiência, uma experiência emocional ou uma mudança como o resultado de psicoterapia ou algo do tipo? O ensino produzido pelas seitas pode produzir uma mudança. Adeptos de uma seita falam sobre as suas vidas sendo transformadas. Como, então, pode-se notar a diferença entre uma experiência que é cristã e uma que não é? Há uma só resposta, e esta é a causa da experiência. Cristãos experimentam mudança como resultado de acreditar na verdade sobre Jesus Cristo. Duas pessoas podem dizer, "eu estou muito feliz". Ambos podem dizer, "eu fazia isso e aquilo, mas não faço mais. Fui liberto de tudo". Mas isso não quer dizer que ambos são cristãos. Como, então, saberemos qual deles é? O único teste, eu repito, é a fonte da experiência.
"Por isso somos obrigados a enfatizar que o ensino deve vir primeiro porque foi ele que conduziu às conversões, à transformação. Foi a pregação de Pedro, o seu ensino, a sua doutrina, que uniu essas pessoas."
Como vimos, as pessoas em Atos estavam juntas porque elas tinham tido a mesma experiência. Mas o que nos impressiona imediatamente a respeito delas é que elas tinham tido a mesma experiência porque elas tinham acreditado no mesmo ensino, na mesma mensagem.
"Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas". Nunca teria havido uma igreja primitiva a não ser por este ensino específico. Por isso somos obrigados a enfatizar que o ensino deve vir primeiro porque foi ele que conduziu às conversões, à transformação. Foi a pregação de Pedro, o seu ensino, a sua doutrina, que uniu essas pessoas. Elas “aceitaram a palavra” e “foram batizados”. E somos informados no verso 44 que "todos os que creram estavam juntos". No que eles creram? No mesmo ensino.

Lloyd Jones

Há cinco coisas neste mundo que ninguém pode realizar:primeira,evitar a velhice,quando se esta envelhecendo;segundo,evitar a doença,quando o corpo é predisposto à enfermidade;terceira,não morrer quando o corpo deve morrer;quarta,negar a dissolução,quando,de fato,há a dissolução do corpo;quinta,negar a extinção,quando tudo deve extinguir-se.

A Doutrina de Buda-Pagina 94 tópico 3.

VOCÊ E DEUS

Muitas pessoas, assoberbadas com as amarguras do caminho, não desejam mais pensar em Deus.
Asseguram que se Deus existisse não permitiria tanto sofrimento na face da terra.
Outras admitem a existência de Deus, mas estão certas de que ele não interfere na vida dos homens, deixando-os por conta do acaso.
Há, ainda, pessoas que se decepcionaram com os religiosos e por essa razão não querem mais saber de Deus.
São tantos os argumentos e tão distantes da realidade, que o Criador nem leva em conta nossas infantilidades e continua regendo o universo com justiça, amor e misericórdia.
No entanto, se você não acredita em Deus, isso não importa. O importante mesmo é que Deus possa acreditar em você.
Em verdade, você sempre está bem próximo de Deus, fazendo a sua parte para a manutenção da harmonia do universo, mesmo sem se dar conta disso.
E ainda que não queira admitir, existe um vínculo muito estreito entre você e Deus.
Deus é o Criador.
Você, porém, pode colaborar na obra divina, na condição de co-criador.
Deus é o Pai.
Você, todavia, pode tornar-se genitor triunfante, contribuindo para o progresso do espírito em prol de todos.
Deus é o infinito.
Você, sem embargo, pode, na sua finita posição, colaborar em prol da glória da vida nos corações que transitam na dor.
Deus é amor.
Você, entretanto, pode desdobrar os sentimentos e repartir as fortunas da bondade que carrega, entre os necessitados que o cercam.
Deus é a perfeição.
Você, querendo, pode crescer, mediante o serviço nobre, lapidando suas arestas, a fim de refletir-Lhe a grandeza no espelho da sua purificação.
Deus é a verdade.
Você, também, pode disseminar as lições da divina sabedoria, que refulgem no Evangelho de Jesus.
Deus é o poder.
Você, desejando, conseguirá edificar a felicidade em toda parte, quando queira.
Deus é a harmonia.
Você possui, igualmente, as melodias da excelsa beleza na pauta do coração, podendo, também, cantar baladas de esperança e paz em seu nome.
Deus é vida.
Você não pode conceder a vida a ninguém, é certo, no entanto, poderá salvar muitas vidas que perecem por falta de amparo e socorro.
Deus é a causa primeira.
Você o traz dentro do coração. Desate-o e permita que em você a sua presença gere felicidade em derredor.
Pense nisso!

Jesus disse: "vós sois deuses".

Conduzindo o Pai Criador ao cerne da sua vida, você pode fazer tudo em prol de você mesmo, modificando as paisagens ermas do mundo, a fim de que mais rapidamente se estabeleça
o reino dos céus entre os homens.
Pense nisso e faça a sua parte. Porque o Criador, sem dúvida, está fazendo a dele.

Equipe de Redação do Momento Espírita com base no cap. 1 do livro Momentos de Decisão de Divaldo Fra

PROMESSAS DE AMOR
Pessoas gostam de fazer promessas...
Mas os apaixonados são mestres em prometer, embora nem sempre consigam cumprir as coisas prometidas.
E eu até gostaria de lhe prometer a felic idade eterna, mas porque sei que não poderei cumprir, desejo
conquistar, dia- a-dia, ao seu lado, uma felic idade possível...
Eu poderia lhe prometer o mundo, mas isso não é algo que se pode alc anç ar, por isso desejo oferec er-me para
construir com voc ê um mundo diferente, um mundo melhor, um mundo onde a paz não seja uma ilusão.
Eu poderia lhe prometer a lua, mas esse magnífico satélite não está à venda.
Assim, desejo exerc er suave magnetismo, atraindo voc ê aos meus braços sempre que deles nec essitar...
Eu poderia lhe prometer as estrelas, mas isso seria utopia. Entretanto, quero e posso ser um tênue raio de luz,
sempre que a escuridão aparec er em seu c aminho.
Eu poderia prometer atapetar estradas com pétalas de flores para suavizar sua c aminhada. Mas na
impossibilidade de cumprir, desejo lhe ofertar flores de ternura, sempre que seus pés estiverem c ansados...
Eu poderia fazer a promessa de lhe dar o mais luxuoso c astelo do mundo, mas c ertamente não cumpriria...
Assim, almejo tec er com os fios invisíveis do amor, um ninho de fraternidade e paz, consolidado no lar.
Eu poderia lhe prometer amor exc lusivo, mas isso eu não posso, pois outras pessoas já conquistaram meu
coraç ão.
Quando nasc i, os braços de meus pais foram meu primeiro berço; quando prec isei de amigos, os encontrei;
quando descobri os laços de ternura de meus avós e outros familiares, a eles dediquei amor.
Eu poderia prometer dec lamar as poesias mais belas do mundo para voc ê, mas não tenho esse dom.
Assim, desejo apenas procurar as palavras c ertas para lhe dizer, nos momentos prec isos, e edific ar com elas a
ponte do diálogo, que nos fará próximos em todas as situações.
Eu poderia lhe prometer belos presentes a c ada aniversário seu, a c ada data importante para nós dois, mas temo
um dia não lograr êxito.
Por essa razão, desejo lhe ofertar as flores de amizade e afeiç ão todos os dias, porque todos os dias serão
importantes para nós.
E, se por ac aso um dia eu não fizer isso, socorra-me depressa, pois estarei prec isando muito de ajuda.
Eu poderia lhe prometer uma família feliz, com filhos saudáveis e inteligentes, mas isso não depende de mim.
No entanto, se Deus nos confiar seus filhos, para alegrar nossa união, desejo dar o melhor de mim em favor
desses viajantes do infinito, sejam eles inteligentes ou não, saudáveis ou não, c arinhosos ou não...
Eu poderia prometer a voc ê jamais cometer equívocos, mas não posso assegurar isto, sob pena de me trair nos
minutos seguintes.
Todavia, desejo envidar esforços constantes pela auto- superaç ão. E se vier a falir rogarei que perdoe minha
fraqueza.
Enfim, eu poderia lhe fazer mil promessas, como tantos apaixonados...
Poderia lhe dizer muitas palavras sem sentido ou vazias...
Mas, se não prometo lhe dar tudo o que desejaria, eu posso lhe ofertar o meu amor sinc ero.
Espero que voc ê também não me prometa nada, apenas desejo que ac eite meu coraç ão, como prova das minhas
mais elevadas intenções.
E, quando um dia o c repúsculo da existênc ia se aproximar e nos encontrar lado a lado, aí, então, poderei
assegurar que superamos juntos uma árdua batalha, e que as promessas que não fiz se realizaram...
(Equipe de Redaç ão do Momento Espírita.)

Desconhecido - Fonte Momento espirita