Doi

Cerca de 2420 frases e pensamentos: Doi

As vezes eu penso é melhor ficar sozinho e ter saudade de você mesmo,Dói mais dói menos.

Adriano Soares

Sim,sinceramente,amor
Eu não sei o que se passa em mim
É assim como uma dor
Mas que dói sem ser ruim
Sim,éter no coração
Sempre uma canção
É tão embriagador
Deve ser,sim
Deve ser amor

Samba,samba diferente
Isto é estar contente
Gosto de chorar,de chorar,de chorar
Samba,ritmo envolvente
Como o amor da gente
Samba em chá-chá-chá
Chá-chá-chá
Chá-chá-chá

Vinicius de Moraes

A desilusão é o olhar da verdade.Dói mas passa.Senti que eu recusava a abandonar meus sonhos,como todos imaginei apnas uma vida ideal.Pôs nos meus sonhos qualidades especiais…Esqueci por muitas vezes enxerga-lo como é.Por esse motivo sofri.Não houve uma ligação de alma,verdadeira,capaz de me fazer feliz.
Terei de aceitar a desilusão,toma-la em meu coração,uma decisão de mudar de forma nas minhas experiências e não me machucar mais.Então de uma coisa sempre terei a certeza…”Chore mesmo,do fundo da alma”Expresse-se mesmo que não entenda,que pareça inútil.Quando passar enxugue o rosto e prometa não mais chorar por esse motivo.

Francyane de Oliveira Soares

Como pode uma pessoa ter um olhar tão encantador, que dói de tão irresistível? E por falar em dor, como me dói! A ausência dele é tão presente que me coloca pra chorar todas as noites. Por causa dlele, tive que aprender a me entreter com as minhas lágrimas. Não mais vivo, sobrevivo.

Ju Leiria

É aquela saudade boba, boa, que dói. Dessas que você sente quando vê a outra pessoa fechando a porta depois de um dia lindo juntos. É como se tivéssemos passado o dia inteiro, como se você tivesse acabado de sair por aquela porta e eu fui atrás de você, te enchendo de beijos, pedindo pra ficar mais um pouco. É dessa saudade que ando falando. Essa de te ter comigo, e ao mesmo tempo querer mais, como se não tivesse.

Jéssica Barreto

Nao sei o que doi mais:
Se é não poder ter quem você ama ou..
Acha que voce nunca devia ter amado quem você quer.

Leon Amir

SAUDADE DOI

Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé, doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua,
dói cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.

Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma cachoeira da infância.
Saudade de um filho que estuda fora.
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu.
Saudade de uma cidade.
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem essas saudades todas.

Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.
Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ela para a faculdade, mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor,
Ou quando alguém ou algo não deixa que esse amor siga,
Ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber.

Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos;
não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento;
não saber como frear as lágrimas diante de uma música;
não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.
Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer.
É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...
É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer;

Saudade é isso que senti enquanto estive escrevendo e o que você,
provavelmente, está sentindo agora depois que acabou de ler...

Miguel Falabela

"Quando a cabeça dói,
É porque o coração
Cansou de fazer isso."

deb

Gostar tanto assim de você nem me dói mais, nem me causa esforço. Já faz parte de mim.

Ceres Soares

Meu erro.
"Se amar foi meu erro...
não quero nunca acertar, amar errado dói
mas é muito mais doloroso não amar por medo de erro...
prefiro errar a me acovardar...
amei, sangrei, gritei, chorei e chorei muito
tava regando meus sentimentos não me sentirei culpada se não foi sensível o bastante pra admirar esse amor que eu senti... não tava pedindo que me amasse, queria que respeita se só isso ...amar é bom independente do que nos causa
no final sempre ganhamos a alegria de ter amado...de ter sorrido por uns instantes...de ter enchido mesmo que por uns instantes meu coração de alegria.

suspirado a cada vez que vi teu rosto...feliz com sua felicidade, triste com seu sofrimento... eu não acredito que errei, penso apenas que você não soube amar da mesma forma que eu ..não to te culpando por não amar apenas por se acovardar...fugir nunca foi a melhor forma."

Anna Arruda

Toda dificuldade dói, toda dificuldade "esfola", toda dificuldade faz chorar, toda dificuldade faz cair, mas somente com estas dificuldade nós crescemos e aprendemos o verdadeiro valor da vida!

Verônica Medeiros

Por que dói tanto lembrar de momentos bons? Lembranças nos deveriam fazer rir, não chorar. Não?

Camylla Gonçalves

"A verdade dói
porque ela é
de verdade."

Adiós Esteban

O amor dos homens sensatos – acaba.

Era compreensível o afastamento que ele mantinha dela. Os dois bem sabiam as diferenças que haviam entre eles. E, vez em quando, um buscava como defesa, explicar cada ponto que os separava. Ainda que compreensível, não havia motivos para tudo aquilo. Talvez fosse para aumentar a dor, talvez fosse mesmo um escudo, ou talvez, não era amor que eles sentiam.
A realidade tem o dom de provar quão ela é diferente dos contos de fadas e das minhas próprias palavras. Ela chega e bate em minha cara: “O que você escreveu? O que você escreveu, não é assim!”. – Ainda que sou só uma dominadora de palavras. Pena, não tenho de mim. Pena, tenho dela: que era uma sonhadora. Que amava sem medidas, se entregava de todos os jeitos, acho que se tornava até insuportável por ser tão aberta. Enquanto ele: realista, saudável, intocável... Parecia não sonhar. Mas sonhava, todos sonham.
Não era uma história de amor sem emoção. Despertava sorrisos sinceros e involuntários como qualquer outra história. Só não era, exatamente, de amor. Era um caso impossível – “impossível”, tenho certeza de que ele gostaria desta palavra.
“Ama-me”, ela pedia com seus olhos negros. “Vou lhe amar”, ele devolvia com seus olhos cor de amor. O bastante. Era o bastante, se eles não se preocupassem tanto.
Talvez, o que mais os atraiu quando se conheceram, era que os dois tinham tamanha preocupação, precaução e loucura. Razão e emoção, como uma guerra, os habitava.
Mas ela se apaixonou. Este foi o erro. Ela se apaixonou e agiu como apaixonada. Ele, talvez, tenha se apaixonado, mas conteve-se.
Devia ser certo: eu vou te amar, quando você começar a me amar, e vou te amar da mesma maneira. Reciprocidade devia ser certo. Assim, tudo seria certo. Mas não é.
Tem o errado, como há todo o resto.
E nada nos dois parecia ser recíproco. Às vezes, acho que essa coisa de “faltar”, deve atrair, deve ser o que realmente nos faz sentir aquele calor que sobe dos pés a cabeça: a paixão. Mas eles chamavam tudo de amor, eles agiam com amor, e depois – fugiam.

Voltando: Era compreensível o afastamento que ele mantinha dela. Mas foi este mesmo que os separou. O que era para ser uma história linda, daquelas tristes que tinham final feliz – não foi. Acabou, sem muitas explicações, sem ponto final. Virou reticências, que – iniciou outro parágrafo.
Embora eu ainda creia que, o amor, ainda os acompanhe. Porque fui eu, eu que descrevi cada gesto de amor deles, em palavras. Fui eu, que tornei real. E memorável, assim, como é memorável um diário.
Só que, de fato, eles não se verão mais. Aqueles lençóis não terão mais o perfume dela, porque ela nunca mais voltará passar à noite naquela cama. Aqueles hematomas nunca mais aparecerão na pele dela, porque ele nunca mais apertará com força sua pele branquinha. Aquelas músicas nunca mais tocarão, porque ela irá quebrar todos os CDs que ele gravou para ela. Aqueles porta-retratos não terão mais a mesma cor, porque ele trocará as fotografias... Mudarão tudo, até que não haja vestígios, até que não exista mais contato.
E eu não enxergo felicidade alguma nisso: acabou, simples, acabou. E os dois fingem que nada existiu. Então, os amigos em ato de consolo dizem: “Lembre-se apenas dos momentos felizes...”. E, a história deles, foi uma história triste. Porque o amor, só é bem grande, se for triste.
Ela chorará, sem lágrimas para esconder, durante meses – até toda aquela saudade passar. E ele fará o mesmo. – Tenho a certeza de que, um – assim como o outro, terá vontade de se aproximar, falar, pedir se está tudo bem, pedir para voltar... Mas só ficará na vontade – não irá. É incrível o orgulho dos apaixonados. Orgulho bobo, para não sofrer – que, só faz sofrer.
Aquela foi mais uma história de amor que se acabou pelo raciocínio humano que, de tão inteligente, torna-se ignorante. Desde quando a inteligência nos faz sofrer? Desde que o primeiro insensível coube-se a escrever sobre razão, orgulho, sensatez – quando, o homem, o ser-humano – é feito de sentimentos.
A dor veio no primeiro julgamento – que, tenho a certeza: calou-se, depois de um tempo, por ser julgado também.
E aquela foi mais uma história de amor, que não foi de amor, terminada pela fúria dos homens.

Compreensível era a distância que ele mantinha dela – por todas os ensinamentos racionais inumanos. Incompreensível, foi a saudade atordoante que ele sentira, depois que conquistou o afastamento dela.

Palavras perdidas, desnecessárias. Joguei-as fora. Perdi meu tempo. Sinto-me traída.
É assim que estou depois de meses escrevendo sobre um amor que não foi.

Mas deixo uma dica para minha próxima história de amor: trate seu amor como gostaria que ele o tratasse, ame sem medo, sinta – porque você é feito de sentimentos. E faça-me escrever sobre a beleza disso tudo. Faça-me escrever feito louca. Só me faça escrever. Só isso.

Gabriella Beth Invitti

Calma,vai passar,Parece que não mas um dia tem que passar,eu sei que dói,e doi muito,mas pense bem,a dor já esta acabando,logo não estarás mais doendo.
Agora,já faz mais de dois segundos que tudo começou,pense bem,a dor deve estar menor,a cada palavra a dor diminui,e quando você for ver,tudo já passou.


Você não esta machucada por fora, mas sim por dentro,nos seres humanos sofremos desilusões do amor,a vida é assim, amores vem e vão.
As vezes eles(as) nos machucam sem perceber,mas nos machucam,dói,dói muito,é a dor mais forte que tem,parece q é infinita,que nunca acabaras,mas um dia outro chegaras para ocupar o seu lugar,e ai a dor ira passar.talvez comesse tudo de novo,talvez acabe de uma vez. Quem sabe,é a vida,nada é por acaso,tudo é pelo destino

Aline Delamare

O corte da navalha fere a carne e dói os ossos. O corte das palavras fere e arde até na alma.

Ricardo Ferreira

O que doi não é saber que você mudou, é lembrar de como você era antigamente.

luanna

Dói mais a "patada" de uma mulher feia! Porque fere a alma, pois quando alguém se dirige a uma mulher feia põe a alma na frente, com os mais nobres sentimentos.

Claudeci Ferreira de Andrade

Estou cada vez mais só. Saudades? Muitas. De mim. E como dói sentir saudades de si.

Marcella Prado

Refletir sobre a vida dói, e antes que alguém me veja num semblante que não condiz com minha personalidade, preciso sumir um pouquinho. Talvez eu queira sumir só pra ver quem vai atrás de mim.

Priscila Ogg