Dias de Chuva

Cerca de 143 frases e pensamentos: Dias de Chuva

Algumas pessoas estão fazendo uma preparação tão minuciosa para os dias de chuva que eles não estão aproveitando o brilho do sol de hoje.

William Feather

Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol.
Ambos existem; cada um como é.

Fernando Pessoa

A vida é feita de dias de chuva e dias de sol, cada um tem seu motivo para existir. Dias de sol tornam a vida mais bela, mas os dias de chuva trazem o necessário para a vida crescer.

Geisson Fernando

"Quero alguém que em um dia de chuva queira ficar em casa do meu lado, assitindo filmes e comendo pipocas, bem juntinhos no sofá.
Quero alguém que me ache linda quando eu não estiver a fim de me maquiar, arrumar os cabelos (provavelmente estarei de TPM), que esse alguém também tenha bastante saco para me aturar.
Quero alguém que ande comigo pela praça de mãos dadas, que divida o sorvete, a pipoca o algodão doce...
Quero alguém que conte comigo sempre, para desabafar, enxugar as lágrimas, nos momentos alegres e nos difíceis também, e espero realmente do fundo do meu coração que se eu estiver na pior que ele faça o mesmo por mim.
Quero alguém que seja honesto sempre, que fale que não concorda, que não gostou, que tenha opinião própria, pois nem todos são iguais.
Quero alguém que me leve pra acampar e de noite deite do meu lado para juntos contarmos estrelas.
Quero alguém que torça por mim, não ria dos meus sonhos, por mais absurdos que sejam.
Não quero alguém sem defeitos, sem manias, sei que não existem príncipes nem princesas, somente quero alguém que esteja do meu lado me fazendo feliz, que juntos possamos descobrir o que é o amor..."

Marila de Souza Prudencio

Dias de chuva nos trazem nostalgia... saudades de ser bom, de amar e compartilhar. Chuva é Deus lavando a casa do coração

Patrícia Assmann

Dias de chuva

O sol, assim como eu, parece ter tirado umas férias.
A rua parece pedir socorro, se afogando em tanta água.
As crianças não correm na rua, os cachorros não cheiram os postes
e os passarinhos não entram pela janela para roubar comida.
Pela janela só tem entrado o vento que em mim provoca calafrios.
Do sofá para a cama, da cama para o computador.
Isso sem contar as compulsivas visitas a geladeira.

Já fiz e desfiz minhas unhas milhões de vezes,
Já arrumei meu quarto, fotografei as nuvens e dormi sem sono.
Já escutei meu Cd's antigos, e foliei as revistas.
Já acabei com os doces da geladeira,
Já tentei estudar, já consegui enrolar.
Já beijei meu espelho, já cortei o meu cabelo.

Aqui dentro as coisas parecem não acontecer.
A parede ainda não mudou de cor e a porta não consegue se abrir sozinha.
Esperei uma visita inesperada, mas não aconteceu.
Os dias foram passando, e eu fui agonizando.

E assim foram meus dias de chuva.

Bruna Vieira

Siberianos

Comumente à todos os dias de chuva, as gotas fizeram lembrar-me de você.
As mesmas gotas de chuva lavaram os basculhantes de minh'alma, e também aquela janela do segundo andar, por onde queria admirar a paisagem certa vez. E as nuvens afastavam-se cada vez mais do meu teto negro, lentamente...levando a frente fria que tanto me deprimia.
O sol novamente tornou a brilhar em minha vida, de uma forma diferente desta vez, como jamais pensei em experimentar. Um crepúsculo radiante, parecia Sol da meia noite de um verão no Alasca, onde só ameaçava a ir embora - logo pensei, que tal fato poderia concretizar-se em nossas vidas. Lembrei da vez que te disse para não sumir.
Me aproximei desnudo da janela, e naquele instante consegui limpar minha mente, focando-a em sua pessoa, como havia aprendido a fazer, sempre que as antigas canções tocavam ao meu ouvido.
Não consegui enxergar nada, nem uma vizinha simpática sequer. Olhei pra trás, procurando outras saídas - corredores longos - parecia um labirinto: Estávamos eu e a janela estreita.
Se estava quase nu? Ah, sim! Procurei purificar-me - feito água destilada - de qualquer sentimento duvidoso ou incerto e, por isso, não sobrou quase nada. Despir-me de tudo que estava acumulado fazia anos, me deixou vulnerável. Tremendo de frio, mesmo sob o Sol, avistei uma lembrança na fresta da janela e abri as cortinas imediatamente. Eu precisava de um casaco, um novo escudo. Estava a fim de de terminar a faxina em algumas emoções repentinas inúteis e sair a andar de trenó, puxado por Siberianos. Continuar sentindo um pouco de frio, mas sabendo que estava protegido, por ter resgatado sua presença dentro de meu coração. Com um pouco de tempo eu sei que estarei bem mais quente e até os siberianos vão sentir o calor e saberão a hora em que devem estacionar o trenó, no mesmo endereço - uma casa simples - mas com novos sentimentos: certos e sinceros; capazes de aquecer um coração congelado.
Sem chuva, sem nuvens... o frio do Alasca.

Jonathan Messias de Freitas

" Quero abraço verdadeiro, colo em dia de chuva, carinho inesperado, sorrisos que iluminam.

Quero tranquilidade no caminhar, posturar firme ao guiar, choro de felicidade e de tristeza, que a tristeza sempre ensina;

E eu quero é ver o desconhecido, conhecer o que é visto, conviver com o diferente,

Reiventar o certo, criar conceitos, torna-los vivos,

Quero valores familiares, quero familias sádias. A fala do meu pai, o silêncio de minha mãe, ahh, quero aprender a falar pelo silêncio;

A presença dos amigos, a ausência consentida.

Quero mais verdade, a verdade que fala pelo olhar, pelo respeito.

Eu quero tanto, e eu tenho tanto... E eu quero sempre poder querer mais. "

Patricia Silva

Dia de Chuva

O meu dia amanheceu nublado
Sonhei que você ainda estava
Ao meu lado

Quando acordei percebi com tristeza
Que meu desejo virou sonho
E nesse pensamento eu te vejo
E na realidade não lhe tenho

Olho pela janela vejo a chuva
Que começa a cair
Acompanhando as lágrimas
Que podiam não existir

Lá fora a chuva cai
As gotas me lembram seu suor
Mas aqui no meu peito só resta a dor

O vidro que agora embaçou
Fez-me relembrar o teu calor
Teu corpo junto ao meu
Tua calma e teu adeus

Você me deixou no escuro
Do silêncio da despedida
Eu aqui sozinho só queria ter seu carinho
Só quero ouvir da sua voz
Se aqueles beijos aqueles abraços
Nossos momentos não foram amor
Não eram sinceros, por que me fez te querer
Ter-te e amar para em um dia de chuva me deixar

É triste saber que amei demais
Não apenas por mim
No brilho do seu olhar
Eu via quem eu sempre quis

Agora a chuva cai e molha minha ferida
Mas quero que em sua nova vida
Ainda exista não mais mentira
E sim um lugar para o amor
O fruto da vida
Por ele você vai se ferir
E sua lagrima secar minha ferida

Rogério Stankewski, Rogério Stankevicz

A chuva
O frio
Um lençol
Um abraço
Apertado
Um carinho
Uma vontade
de dormir.

Elizamar Lanoa

Hoje à noite esta chuvosa!
Eu adoro esses dias de chuva,
ficar quieto em casa, lendo
um bom livro ouvindo música.

Henrique Cachulo

Este gotejar continuo de chuva, com este vento úmido de solidão
Me trouxe uma dorzinha estranha, igual quando se tem saudade...
Me deu uma vontade louca de correr e encontrar a mim mesma!
vontade andar na chuva sem chinelos... sei lá mais o que...
coisas que sinto quando chove...

Luciana hannisch

Sinto cheiro da chuva, sinto a brisa de dias bons e me distraio com a ficção, na qual foi criada para tornar menos vazia minha existência.

Adejar Vieira

Dias de Chuva

Nem todos os dias de sol, são belos.
Os dias de chuva também podem ser belos.
E para que isto aconteça tua alma tem que estar
livre para poder sorrir.

Rosicler Ceschin

"Amigo é aquele que estende as mãos, sem que você precise.
Aquele que em dias de chuva, já sai com um hiper guarda-chuva,
Para proteger os dois.
Aquele que conta moeda por moeda para pagar um delicioso sorvete.
Aquele que se transforma em palhaço para nos fazer sorrir.
Aquele que divide a sobremesa.
Aquele que em quase em todos os planos, quer te colocar
Passeios ao parque, cinema, lanchonetes...
Sempre tem um bom programinha no fim de semana para bons amigos
Aquele que fala com você praticamente todos os dias, e em apenas algumas horas, quer saber se tem novidades...
Aquele que sempre pergunta se você é feliz.
Amigo Verdadeiro é muito raro,
É como ter dois anjos da guarda...
Um enviado dos céus, e um enviado da vida,
Ambos criados por Deus!"

Autor desconhecido

Dias de chuva são os melhores. Vazios, escuros e sem ninguém.

Nathalia Lima

DIAS DE CHUVA
Tem dia que é assim:
Uma chuva fina cai lá fora,
Acordamos meio preguiçosa,
Fazemos cara de dengosa,
E nos esforçamos pra levantar,
Daí vem os pensamentos matutinos,
Aqueles meio “dormindo”,
E que em meio aos murmurinhos,
Nos transportam para outro lugar,
Nessa viagem vale tudo,
A lembrança da pessoa que faz falta,
Aquele perfume que ainda exala,
A palavra dita em voz alta,
Ou de repente,
A palavra que não foi dita,
A tarefa não cumprida,
Talvez até aquele beijo roubado,
Um íntimo segredo sussurrado...
Não importa se a lembrança for de ontem à noite,
Ou de muito tempo,
Mas sim, a intensidade desse pensamento,
Que por algum motivo,
Sem razão nem explicação,
Trouxe à tona uma já conhecida emoção,
Incitando uma breve, porém intensa viagem,
Que nos fez refletir de olhos fechados,
Enquanto enrolamos na cama,
Numa manhã de chuva fina.

Alda Marques

Eu desejo
que nos dias de chuva
você se permita escutar
a melodia dos telhados
que à mercê das mágoas
busque lembranças que prezem
pela alegria
Desejo que a vida lhe abrace
no dia em que você precisar
de companhia
e que o vento lhe sopre pistas
sobre onde encontrar
paixões e sonhos

Carla Dias

Quando em dias escuros o sol brilhar é porque alguém ainda não te esqueceu. Quando em dias de chuva por um instante se quer você sonhar acordado alguém te ama.
Quando em dias de luto raios de luz brilharem sobre você alguém te guarda. Quando em dias de angústia alguém dizer-te eu Te Amo é porque ele na verdade Te Ama. Quando em dias de lágrimas alguém arrancar um sorriso da tua face Deus está com você.
Quando em dias de guerra você senti que alguém te proteje, não esqueça te o agradecer. Por que em nenhum momento da tua vida Deus te esqueceu e sempre esteve lá do teu lado e Te Ama muito que entregou seu único filho por amor de ti.

ÈlliBrito

Quando você voltar quem sabe a tempestade passa
Não agüento mais esses dias de chuva.
Por muito tempo com a roupa molhada,
Eu pensei em quando olhava para o céu limpo
E pelos seus olhos os raios brilhavam...

Thais Branco Moura