Diálogo

Cerca de 303 frases e pensamentos: Diálogo

(Outro dia, apartamento do Logan)

Logan: Oi...
Veronica: Primeiro, deixe-me dizer que eu sinto muito por fugir ontem à noite daquele jeito. Eu estava um pouco confusa e precisava organizar meus pensamentos, pensar no que você disse.
Logan: Veronica...
Veronica: Me deixa colocar isso pra fora! Eu não quero perder você da minha vida também. E eu não estou dizendo que estou pronta para mergulhar de novo em qualquer coisa, mas... Depois da formatura vamos combinar de nos ver, ver onde isso nos leva. Lembra o que você disse sobre nossa relação ser épica?
Logan: ...
Veronica: Oh deus...
Logan: Ontem à noite foi um borrão.
Srta Casablancas: É o nosso serviço de quarto? Não, apenas Veronica Mars. Que decepção... Vamos, vamos deixá-lo limpo. Tchau Veronica.
Logan: Veja, seja lá o que eu disse, eu... você deve saber...
Veronica: Pare!!

Veronica Mars - Diálogo entre Logan e Veronica (Parte 2)

O diálogo cria base para colaboração. -

Paulo Freire

São poucas as pessoas a quem eu realmente quero, e menos ainda aquelas das quais tenho uma boa opinião. Quanto melhor conheço o mundo, menos ele me satisfaz; e cada dia vejo confirmada a minha crença na incoerência de todos os caráteres humanos e na pouca confiança que se pode depositar nas aparências do mérito ou do bom senso."

Jane Austen

A força do diálogo
Poema: Norma Aparecida Silveira de Moraes (14/07/1988), reescrito para 2013...
“O diálogo começa desde o início, nas conversas das mães com os seus bebês”
Diálogo é a solução de muitos problemas e injustiças. É amor na essência pura.
Diálogo: é a base da compreensão. Entre duas ou mais pessoas. Povos e sociedade
Diálogo: é um entendimento perfeito. Até em pensamento.
Diálogo: uma conclusão aceitável. Aonde até as mãos se comunicam...
Diálogo: uma compreensão amigável. Amor no olhar, no se perceber. No perceber o outro.
Diálogo: a fraternidade e amor. O estar junto, acolhimento...
Diálogo: a sabedoria e a justiça. Conversa com Deus do nosso coração.
Diálogo: a luz nas trevas. A luz que brilha no final do túnel.
Dialogo: o final de uma dúvida. O amor e a verdade vencendo a mentira.
Diálogo: pode ser o fim de uma angústia. O resgate da criança interior.
Diálogo: o recomeço de um relacionamento. Até a finitude física ou imortalidade da alma.
Diálogo: a esperança da felicidade. O sentimento que move a vida.
Diálogo: o princípio de uma vida nova. A inclusão, competição...
Diálogo: o final de uma desgraça. O encontro com a reflexão em busca da paz.
Diálogo: o tempero da maturidade. O dar e receber numa troca para o aprendizado.
Diálogo: no abraço da paz. O amor em bênçãos...
Diálogo: uma estrela a brilhar no olhar. Fruto da emoção e felicidade plena.
Diálogo: uma estrada conhecida. Ou a entrada para uma nova vida.
Diálogo: o final da depressão. O reencontro consigo mesmo.
Diálogo: o sorriso do amor que vence. A gratidão de SER e ter.
Diálogo: no final do fracasso, início da vitória. O percorrer um novo caminho.
Diálogo: o conselheiro do sucesso. O aprender e construir saberes.
Diálogo: o final da guerra, a reconciliação e a paz retomada.
Diálogo: para evitar até a traição. Sentimentos de lealdade e amor de verdade.
Diálogo: uma amizade sincera. Ternura sempre presente, alegria de estar junto.
Diálogo: o amor falando mais forte. A felicidade sem limite e sem idade.
Diálogo: tudo que necessitamos para compreender a vida. Falar de sentimentos e emoções.
Diálogo: instrumento da paz. A reconciliação, compartilhamento, entrega...,
Diálogo: uma conversa consigo mesmo em busca do autoconhecimento e auto-estima.
Diálogo: o conversar com a natureza, sem ela nada somos, porque somos natureza.
Diálogo: uma avaliação comportamental necessário para tomadas de decisões e atitudes.
Dialogo: uma conversa com o inconsciente, perceber os mecanismos de defesas e mudar o que for preciso.
Diálogo: uma conversa com Deus, sondar os mistérios do coração. Falar com Deus é essencial na vida humana.
Diálogo: entendimento grupal, viver em sociedade.
Diálogo: com a consciência, e modo de viver e ser feliz, como está o ego em relação ao relacionamento
Diálogo: com a alam, segredos...felicidade, reflexão de vida, mistérios e sabedoria da vida...
Diálogo: dialogar é desejar estar bem com o outro, buscar a própria essência, evoluir rumo a estrela Maior.
Diálogo: dialogar é praticar a caridade, o amor, o entendimento. Refletir sobre as mensagens dos Mestres Cósmicos.
Diálogo: ponte para enfrentamentos, pedir perdão, perdoar e que o diálogo cure o mal, a intolerância, preconceito, falso julgamento. Que o diálogo nos salve...
“Na vida o que comanda é o diálogo, a conversa que flui e resulta em soluções para o dia a dia.

NORMA APARECIDA SILVEIRA DE MORAES

Nem tudo que parece simples é óbvio.
Pessoas não se falam por desentendimento.
Para haver entendimento é necessário o diálogo.
Para haver diálogo é preciso disposição para conversar.

in pensamento

Reconhecimento
Durante vários anos eu me apeguei a diversos cases para usar como base do meu trabalho como líder. Porém, o que mais eu encontrava, nos diversos meios de pesquisas, eram assuntos relacionados à assertividade, voltados aos resultados em extrair o máximo da minha equipe, ou resultados oriundos da administração de conflitos. Em uma breve análise, observa-se um modelo de gestão cujo diagnóstico dá-se partindo apenas da visão do gestor em via única ao seu liderado.

Então, fica a inquietação. Para obter esta assertividade é ou não fundamental a empatia? Sabemos sim que uma boa gestão traz ótimos resultados, mas o que seria uma boa gestão?

Ao conversar informalmente em várias empresas e com diversos funcionários, o que mais se ouvi foram comentários sobre a carência do reconhecimento por parte dos gestores. Em seguida questionei: "Mas que tipo de reconhecimento vocês estão falando? Seria financeiro?". E o surpreendente veio à tona: "Não, claro que o financeiro é importante, mas me refiro a um simples reconhecimento mediante a um elogio". Para mensurar o impacto desta ferramenta nos resultados de um gestor, mediante a uma queixa de um empresário sobre as quedas nos resultados, montamos um treinamento para os gestores da empresa, ao qual eram liderados por eles aproximadamente mil funcionários.

Focamos neste treinamento o modelo mental de liderança, colocando para eles a importância de nos lembrar dos funcionários também no momento do acerto. É claro, como qualquer mudança, o esforço precisou ser dobrado por parte dos líderes, pois absorver a teoria contrária ao modelo mental atual já é um desafio, quanto mais colocar em prática a mudança e para concretizar esta ação é preciso disciplina e flexibilidade. Para facilitar esta mudança, adaptamos um procedimento em que, a cada 15 dias, os gestores iriam fixar seu olhar no reconhecimento. Definimos, então, alguns critérios simples descritos a seguir, ficando também como sugestão a você gestor:

1 - Programar previamente em sua agenda o dia que terá este olhar, a cada mês.
2 - Prestar reconhecimento pessoalmente, não por e-mail, por exemplo.
3 - Elogiar apenas aos funcionários merecedores e em particular, caso contrário, a ação fica sem credibilidade e soa de forma não verdadeira.
4 - Para os funcionários que não atingiram a excelência para o elogio neste período, chamá-los individualmente para uma conversa instrutiva, sem julgamento. Este diálogo precisa ter o intuído apenas de entender o que está acontecendo e o que poderia ser feito para melhorar o desempenho.
5 - Quebrar a barreira entre líderes e liderados, incentivando a funcionário a estreitar a distância, potencializando o diálogo frequente e quebrando este paradigma.

Após implantarmos este modelo de gestão, em 30 dias já foi possível medir o impacto positivo desta ação, tanto no clima organizacional como nos resultados. Vale a pena investir nesta ferramenta. Forte abraço e sucesso sempre!

Fábio Kubica

QUAL É O PROBLEMA EM FALAR SOBRE SEXO COM OS SEUS FILHOS ?

Bem... Para começar, quero dizer que não estou aqui com o intuito de "mandar" na educação de ninguém. Apenas, fazer refletir. Cada um escolhe suas maneiras de educar conforme seu grau de consciência.

Apesar de não ter a maturidade de uma Mãe, nem de uma Mulher, para discutir sobre este assunto, eu me atrevo a falar como posição de filha e de observadora da vida, que sou.

Os tempos passam, e a cada nova conquista evolutiva alcançada pelo ser humano em nossa sociedade, parece sempre surgir algo a regredir ou a continuar regredindo...

Eu sempre me pergunto: "Como a maioria dos pais veem o sexo?" E tenho a impressão de que não é de uma forma NATURAL, pois, se assim fosse, eles não teriam tanta dificuldade de conversar tranquilamente sobre isto com os seus filhos.

O diálogo é essencial para todo e qualquer relacionamento. Tratando-se, portanto, deste assunto, quanto mais tarde for esclarecido a uma criança, mais "pecaminoso", "errado", ou "sujo", parecerá aos olhos dela. E pior ainda, se antes essa criança já não tiver ouvido pela "boca do mundo", que é de onde realmente pode se ouvir algo "sujo". Muitas vezes, nem é preciso ir tão longe, com o avanço das tecnologias, o acesso a internet está tão próximo dela, que a curiosidade que não foi saciada em sua educação familiar, pode levá-la a sites pornográficos e ofensivos, que poderão desenvolver em sua mente, uma visão vulgar do sexo, em geral. Permitindo então, que o ciclo da ignorante educação sexual continue em andamento.

São muitos os casos de jovens que se tornam pais cedo, sem ao menos ter a capacidade mental para cuidar de um novo ser, e nem mesmo uma estrutura financeira equilibrada para arcar com suas responsabilidades... O irônico é que geralmente os pais querem que seus filhos estudem para se tornar “alguém”; E na infância: o que fazem para incentivá-los? O contrário. Ao invés de uma dinâmica, uma brincadeira educativa, um livro...presenteiam as meninas, por exemplo, com bonecas. Ora! Sabemos muito bem que as bonecas fazem o papel de “filhas” de sua filha. Depois, quando numa fase imprópria da vida dessa garota, ela engravida... Ainda há pais que se perguntem: “O que eu fiz de errado?”. Paciência, ne?! No caso, dos meninos, estes são incentivados claramente ao interesse por meninas e a relacionamentos precoces, com medo (por preconceito) que eles virem homossexuais; e acabam virando um bando de descarados, os famosos “galinhas”, que não se valorizam, e facilmente engravidam meninas tolas como aquelas que na infância foram incentivadas a brincar de bonecas.

Eu sempre ouço pais dizerem algo como: “Antes eu bater em meu filho, do que amanhã vê-lo apanhar do mundo ou da polícia.”; Porém, nunca ouço dizerem: “Antes meu filho aprender direito em casa, do que aprender errado lá fora”. Isto porque para eles é mais fácil pensar numa dor física do que num despertar da consciência para fazê-los refletirem.

Acredito que quando houver uma aproximação maior entre pais e filhos, num aspecto de conversação, muitas situações importunas serão evitadas. E o tema “Sexo” que em algum momento foi vulgarizado, será visto como uma condição natural do ser humano, que não se trata apenas da sensação do prazer físico, e sim duma comunhão de almas. Basta que saibam escolher o momento certo. Afinal, todas as ações em nossas vidas requerem uma atenção antecipada para que as consequências sejam as melhores possíveis.


26/11/2013

Sâmara Santana Câmara

•••NÓS SOMOS O ELO, QUE UNE O DIÁLOGO, POR ISSO É O TERCEIRO ELO. É NO ELO QUE DUAS PESSOAS SE ENTENDEM E ENTRAM EM COMUNHÃO. POR QUE NO MEIO ESTÁ O AMOR••• (NeideEvaCosta)®

NeideEvaCosta

Diálogo mal dialogado

-Por que você está assim?
-Estou triste.
-O que aconteceu?
-Nada! Este é o problema...

Will Gonzaga

Acredite no diálogo, sempre.
O silêncio só machuca quem
gosta de você.

in pensamento

- Sabe, talvez isso tudo seja proposital de sua parte. - Sophie tomou seu lugar no lado preferido da cama e arrumou o cobertor na altura do tórax, sendo minunciosamente seguida por Ben, que ainda permanecia de pé, na porta do banheiro - Talvez você não queira que eu te entenda. Cria essa barreira entre nós por pura comodidade e sequer se importa em ser compreendido. Sai andando por aí com seus mistérios e confusões, mas não se interessa em desvendá-los. Quer torná-los amigos? Por experiência própria, posso te dizer. Essa é a maior idiotice que você pode fazer."

Joyce Santana

Assim como o diálogo é fundamental para um relacionamento sadio,a oração nos torna íntimos de Deus!

Daniela Roncetti

O diálogo entre o Chato e o Racismo

Chato, um homem considerado culto, sábio e sem preconceitos por seus apoiadores e, que são opositores do Racismo, que por sua vez, é um homem que tende a imperar os seus modos vulgares de julgá-los, sem ao menos conhecê-los, afinal, o Racismo é o inverso do Chato, pois este é estúpido no seu modo de agir e pensar. Certa vez, Chato resolve com toda a sua petulância indagar o Racismo, mas sempre mantendo a postura de um verdadeiro sábio, demonstrando humildade, afinal, a verdadeira característica de um sábio é saber agir ou falar em conformidade com a razão e a moral, com prudência e experiência da vida, sendo sensato, e usando equilíbrio em suas sábias palavras.

- Racismo posso te fazer uma pergunta? - disse Chato.
- Como assim?! - disse o Racismo de forma irônica e inquieta.
- Posso te fazer uma pergunta, Racismo? - Chato o indaga novamente com esperanças de ele poder fazer a sua pergunta.
- Pode! - disse o Racismo de maneira incisiva.
- Racismo, por que você é tão cruel consigo mesmo? Por que você simplesmente busca o afastamento das pessoas que te trazem benefícios, das pessoas que te fizeram favores e, que irão se perpetuar, auxiliando as suas próximas gerações? - questiona Chato.
- Por que, Racismo? Por que você se sente superior às demais pessoas?! - disse Chato, insistindo com a sua pergunta e, ao mesmo tempo demonstrando certa indignação com a postura sórdida de Racismo.

Racismo por sua vez, não se deixa influenciar pelas palavras de Chato, com a sua maneira indagada de se obter resposta, afinal, nem mesmo Racismo estava preparado para responder uma pergunta tão simples e ao mesma tão meticulosa. Portanto, mesmo espantado e receoso; Racismo procura contestar Chato com um tom ríspido e sem argumento persuasivo.

- Por que você está me perguntando isso, Chato?! Quem é você pra querer me dar lição de moral, nem te conheço! Não tenho tempo pra perder com você! Nem cor você tem! - disse Racismo com revolta.
- Claro que tenho cor, meu caro! Sou branco, sou preto, sou pardo, sou indígena, sou amarelo e ainda me sobra à opção: não desejo declarar. Desde quando a minha raça, a minha cor influenciará o meu caráter, a minha personalidade, o meu modo de agir e de pensar sobre algo? De que maneira isso vai influenciar na vida das pessoas? Diga-me?! - responde Chato.
- Você não tem o direito de me dizer o que devo fazer ou falar sobre estas pessoas, elas me envergonham e não sei nem o por que! Mas me envergonham. Elas são sujas, são impuras, merecem desprezo, discriminação, injustiça, marginalização, segregação, hostilidade e violência! Eu digo o que quero dizer, vivo em um mundo sem limites, em um mundo desigual e não será você e nem ninguém que fará mudar o meu pensamento sobre isso! - diz Racismo irritado. - Tudo bem! - disse Chato, tentando acalmar os ânimos entre ambos.
- Não estou aqui pra dizer o que você deve fazer pensar e agir sobre as suas atitudes. Só quero deixar claro que é tolice sua partir do pressuposto de que as pessoas têm diferenças entre elas, simplesmente por elas serem brancas, pretas, indígenas, amarelas ou até mesmo as
pessoas ausentes de cor alguma. Afinal, somos da mesma espécie, temos uma constituição semelhante e instintos semelhantes, portanto, somos todos iguais, independente da sua raça ou cor; do seu gênero ou orientação sexual; da sua religião ou etnia; se a pessoa possui algum tipo deficiência física; auditiva; visual; mental ou não; independente da sua classe social. Não percebe que enquanto você continuar com a sua soberba, sustentando o seu ego medíocre de forma retrógrada, não conseguirá evoluir ou progredir na sua vida? Não compreende que desta forma hostil, você não conseguirá mudar algo? - Chato responde e o enfatiza ao mesmo tempo, pra que Racismo pudesse reflexionar sobre o seu modo de pensar.
- Não quero e não preciso evoluir em nada, meu rapaz! A minha vida já está "ganha". Não tenho do que me preocupar, tenho meu trabalho, a minha rotina e, as pessoas que me servem, pouco me importam se estas pessoas precisam da Lei para defendê-las, pouco me importa se estas mesmas pessoas precisam de políticas assistencialistas do governo, para mantê-las em condições favoráveis de se viver. Ou melhor, me importa sim, pois o meu suor que transpira em meu corpo não é o mesmo que transpira neste tipo de gente, portanto, o meu imposto não merece ser utilizado em benefício das mesmas! Basta! Você está me deixando confuso! - refutou Racismo de forma confusa e incoerente.
- Racismo, é lastimoso este seu tipo de visão sobre o mundo, sobre as pessoas. Sinto que você é uma pessoa vazia e, tenho certeza de que enquanto você não mudar o seu modo de agir e pensar, no mundo atual em que vivemos você não terá mais espaço na sociedade. Você e a sua futura geração de descendentes racistas estarão dizimadas por seus próprios suicídios - Chato reiterou de maneira expressiva o que pensava sobre o modo de agir daquele homem, chamado Racismo, mas conhecido também pelas pessoas em sua volta de fascismo, nazismo, segregacionismo.

Por fim, Chato, muito emocionado concluiu o diálogo com Racismo nas palavras de dois grandes homens que lutarão contra o preconceito racial, chamados Nelson Mandela e Martin Luther King.

- Racismo, eu "sonho com o dia em que todos levantar-se-ão e compreenderão que foram feitos para viverem como irmãos." E que além deste sonho, eu tenho um outro, o "de ver meus filhos julgados por sua personalidade, não pela cor de sua pele."

Wellington Johnnes

Todo vocativo pode ser um diálogo todo monólogo é um pretexto, por mais interessante que alguns aspectos lembre a contradição e a realidade.

Bindes Fá

'Menina, estava te observando do outro lado da rua... você está ótima, radiante!'

'Verdade. Confesso que estou vivendo minha melhor fase'.

'Ah! Me conta como tá a sua vida!'

'Bem... financeiramente tô apertada. Não fiz as viagens que gostaria e tenho que me privar de muita coisa que desejo comprar. Preciso perder 6 kgs pra chegar no peso ideal e minha calça preferida não passa nem do joelho. Algumas pessoas que eu achava que eram meus amigos me decepcionaram, outros só me procuram quando precisam. Não sou convidada para todas as festas que surgem e tem horas que fico de saco cheio do meu trabalho'.

'Mas... não tô entendendo. Com tudo isso você acha que está na melhor fase?'

'O mundo é assim. E eu decidi que não vou esperar viver na perfeição pra começar a ser feliz. Até porque perfeição não existe'.

'Poxa... que curioso. Quando te vi andando pela rua, de longe, te achei com uma carinha diferente... tão feliz... de apaixonada até...'

'Eu tô apaixonada mesmo! Vivendo um grande amor'.

'Não me diga! O relacionamento então está de vento em popa pelo menos!'

'Tá nada. Muito longe de ser um romance de cinema...'

'Uai... então por quem é esse amor todo?'

'Por mim'.

Tainah Ferreira

Saber monologar com uma ausência irreversível é não destruir a lembrança dos diálogos da presença que se foi.

Luiselza Pinto

- Eu me pergunto quem descobriu o poder da poesia para espantar o amor.
- Achei que fosse o alimento do amor.
- Do amor belo e vigoroso. Mas se é apenas uma vaga inclinação, um pobre soneto o liquidará.

Jane Austen

"A vaidade e o orgulho são coisas diferentes, embora as palavras sejam frequentemente usadas como sinónimos. Uma pessoa pode ser orgulhosa sem ser vaidosa. O orgulho relaciona-se mais com a opinião que temos de nós mesmos, e a vaidade, com o que desejaríamos que os outros pensassem de nós."

Jane Austen

Tinha remorsos sem saber bem de quê. Desejava a estima dele quando não tinha mais esperança de que essa estima a beneficiasse. Queria saber notícias suas e não tinha a menor esperança de que ele lhe escrevesse. E agora, que não havia mais probabilidade de encontrá-lo, estava convencida de que poderia ter sido feliz com ele.”

Jane Austen