Dezembro

Cerca de 139 frases e pensamentos: Dezembro

*SAGITÁRIO*
(de 22 de novembro a 21 de dezembro)

As mulheres sagitarianas
São abnegadas e bacanas
Mas não lhe venham com grossuras
Nem injustiças ou censuras
Porque ela custa mas se esquenta
E pode ser muito violenta.
Aí, o homem que se cuide...
- Também, quem gosta de censura!

Desconhecido

DEZEMBRO

Quem me acode
à cabeça e ao coração
neste fim de ano,
entre alegria e dor?

Que sonho,
que mistério,
que oração?

Amor.

Carlos Drummond de Andrade

Esqueço sempre, mas o corpo lembra:
em breve
será dezembro.

Thiago de Mello

E o que era "eu"
É uma simples palavra
Na boca das trevas de Dezembro

Tomas Tranströmer

E Se Fosse Natal?

Não apenas 25 de dezembro, mas todos os 365 dias do ano.
Nos menores gestos de amor, de confraternizar, de apoiar na vontade de sorrir, de amparar, de entender, de perdoar, de receber e repartir.
Na capacidade de sofrer, de calar, de vencer, de estimular, de perder e de novo buscar.
Sem fugir, nem evitar, sem influir, nem invejar, sem omitir, nem negar, sem punir nem matar.

E se fosse sempre natal?
Sem dor, só amor.
São nossos sinceros votos.

Wanda Santos - RJ.

De Volta a Dezembro
Estou tão feliz que você arranjou tempo para me ver
Como está a vida, me diga, como está sua família?
Não os vejo faz tempo
Você está tão bem, mais ocupado do que nunca
Conversa fiada, trabalho, o clima.
Você levantou sua guarda e eu sei porquê
Porque a última vez que você me viu
Ainda está marcada na sua mente.
Você me deu rosas, e eu deixei que elas morressem


Aqui estou eu engolindo o meu orgulho
Na sua frente pedindo
Desculpas por aquela noite
E eu volto para dezembro toda hora.
Acontece que a liberdade não passa de saudades de você
Queria que eu tivesse percebido o que tinha quando você era meu
Eu voltaria para dezembro, mudaria de ideia
E faria tudo certo
Eu volto para dezembro toda hora


Não tenho dormido ultimamente
Ficando acordada até tarde e indo embora
Quando seu aniversário passou,
E eu não liguei, Eu penso no verão
Todas as horas bonitas
Eu assistia você rindo do lado do passageiro
E eu percebi que amava você no outono
Depois veio o frio
Com os dias escuros, quando o medo se arrastou na minha mente
Você me deu todo o seu amor,
E tudo o que eu lhe dei foi um Adeus


Aqui estou eu engolindo o meu orgulho
Na sua frente pedindo
Desculpas por aquela noite
E eu volto para dezembro toda hora.
Acontece que a liberdade não passa de saudades de você
Queria que eu tivesse percebido o que tinha quando você era meu
Eu voltaria para dezembro, mudaria de ideia
E mudaria minha própria mente
Eu volto para dezembro toda hora


Sinto falta da sua pele bronzeada, seu doce sorriso,
Tão bons para mim, tão certos
E como você me segurou nos seus braços
Naquela noite de setembro
A primeira vez que você me viu chorar
Talvez isso seja pensamento positivo
Provavelmente meus sonhos sem fundamento
Se nós nos amássemos de novo eu juro que te amaria certo
Eu voltaria no tempo e mudaria, mas não posso
Então se a sua porta estiver trancada, eu entendo


Aqui estou eu engolindo o meu orgulho
Na sua frente pedindo
Desculpas por aquela noite
E eu volto para dezembro
Acontece que a liberdade não passa de saudades de você
Queria que eu tivesse percebido o que tinha quando você era meu
Eu voltaria para dezembro, mudaria de ideia
E mudaria minha própria mente
Eu voltaria para dezembro, mudaria de ideia
E mudaria minha própria mente
Eu volto para dezembro toda hora


Toda hora

Taylor Swift

"Começo Dezembro com um sorriso no rosto. Com a alegria de que um novo ano vem por aí e que sensações novas surgirão. Novos amores, novas amizades, novos sentimentos. Esqueça os problemas passados, esqueça aquele seu ex namorado que tanto te fez sofrer esse ano, esqueça aquela amiga falsa que te decepcionou, esqueça as notas ruins e o esforço em vão, esqueça as brigas com seus pais, os ciúmes desgastantes e o ódio que corrói. Preencha seu coração com sentimentos bons, abra seus braços e abrace esse novo ano. Essa nova oportunidade de fazer tudo dar certo. Porque fazer o certo.. Só depende de você."

Isabela Freitas

Natal, e não Dezembro

Entremos, apressados, friorentos,
numa gruta, no bojo de um navio,
num presépio, num prédio, num presídio
no prédio que amanhã for demolido...
Entremos, inseguros, mas entremos.
Entremos e depressa, em qualquer sítio,
porque esta noite chama-se Dezembro,
porque sofremos, porque temos frio.

Entremos, dois a dois: somos duzentos,
duzentos mil, doze milhões de nada.
Procuremos o rastro de uma casa,
a cave, a gruta, o sulco de uma nave...
Entremos, despojados, mas entremos.
De mãos dadas talvez o fogo nasça,
talvez seja Natal e não Dezembro,
talvez universal a consoada.

David Mourão-Ferreira

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009
Talvez fosse impressão ou qualquer outra coisa parcialmente embaçada pela chuva que não cessava.
Silenciosamente agradeci pois ninguém saberia que algum dia estive lá...

Meus cílios e pupilas arderam em protesto, implorando rendição.
Minha ultima imagem - quadrada pela janela, como se fosse limitada - foi do sol se refletindo no vidro sujo.
A realidade havia terminado seu show,
O que era colorido e confuso, passou a ser preto, branco... e distante.
Eu estava realmente vendo um filme antigo antes das cores, ou as pessoas realmente tinham perdido a vida na estrada de tijolos amarelos.
Talvez a gente tenha perdido a cor.

Percebi tarde de mais, mas, talvez,... eu sempre soube e nunca quis admitir.
Ele estava certo.
Olhar pra ele, era ver meus defeitos transformados em qualidades, refletidos em um enorme espelho, do qual eu não poderia fugir.
Meus medos se emancipavam de outros ao meu redor, sozinha eu não tinha medo de nada

Quero ser capaz de te olhar nos olhos e entender
Pra que longas explicações, se você não é capaz de me ouvir...
No meio de tantos em absoluta solidão... quão cliché é esse sentimento.

Onde estava o silencio de que eu tanto preciso?!

Meu muro não me proibia de sair... ele proibia as pessoas de entrarem. E é assim que deveria ser... vai ser.
Sinto Muito.

Eu me entregaria de alma a suas mãos, se você ao menos quisesse isso.

Nada mais será como antes...
Voltemos ao passado, seja como você sempre foi, não mude.
Não faça nada por mim...

Foi no dia em que me perdi, naquela sua rua vazia e unicamente molhada de mentiras.
Funda e imunda.
Refletindo a luz falsa de uma estrela próxima de mais, testemunhando meu rosto cansado, borrado. Eu jamais tive face.

Foi um sonho...
Se te ouvir é fingir se importar, então não te ouço.
Se ver, é somente olhar sua forma física... descobri, sou cega também!

Tatiana Morais

*PARA 2011 - bem simples. *

Só para desejar.

Seja bendito ou maldito, este tal “31 de dezembro”, nunca me atraiu. Fingindo uma esperança e uma alegria contagiante – que não contagia – para o próspero ano novo... Eu – na verdade – sempre tenho certa nostalgia de final de ano – ou – melancolia de ano novo.
Um medo atropela meu coração todo dia 31 de dezembro – de que as coisas boas mudem, e de que as coisas ruins permaneçam ou piorem. É medo de perder as lembranças. E é medo de não conseguir atingir os planos para o novo ano. – Espero que eu não seja a única pessoa que passa o dia 31 de dezembro de pijama e é obrigada à tomar banho e trocar de roupa, para “virar” o ano junto da família. Quando, o que quero, é estar deitada em minha cama, lendo um livro ou vivendo em sonhos.

No mais, eu desejo:
- Realização, em 2011, a todos os planos fracassados de 2010.
- Perdão, em 2011, à todas as pessoas que se perderam, erraram e magoaram em 2010.
- Conforto, em 2011, à todas as pessoas que passaram fome, frio e sede em 2010.
- Solução, em 2011, à todos os problemas que pareceram sem solução em 2010.
- União, em 2011, à todas as famílias que, por seus motivos, estiveram separadas em 2010.
- Paz, em 2011, à todos os corações que se partiram durante o ano de 2010.
- Felicidade, em 2011, à todas as pessoas que lembram mais das lágrimas de 2010 do que dos sorrisos.

Mas também, desejo:
- Problemas, em 2011, para que com garra possamos resolver até 2012.
- Tristezas, em 2011, para mostrar que 2010 valeu à pena, para lavar a alma e ensinar aquilo que cada pessoa precisa aprender.
- Perdas, em 2011, à todos aqueles que ainda não conseguiram dar valor ao que realmente importa.

E, – Força – para os momentos ruins.
Esperança – para nunca desistir de seus sonhos.

Sonhos – para que nem todos sejam lúcidos.
E – realidade – para que nem todos sejam loucos.

Eu desejo a nós um 2011 como qualquer outro ano. Mas espero que possamos colher tudo aquilo que nós plantamos. Que nenhuma injustiça aconteça. E que as injustiças que acontecerem, sejam completadas com algo que nos faltava.

Muitas lições, muitos sorrisos, muita coragem e o tradicional: Feliz Ano Novo

Gabriella Beth Invitti

Amanhã é primeiro de dezembro, já venci tantas lutas este ano que seria impossível mencioná-las, isso só me coloca na alma a certeza de continuar!

Leandro Nascimento

...Se me incomodasse tanto o ser humano me solicitando, eu deixaria de me exibir, ficaria dentro de minha casa e procuraria um trabalho num laboratório de pesquisas químicas, por exemplo...

Fernanda Montenegro - Seleções - dezembro de 2001

Realmente!!!

O mundo é dos espertos...

Mas!!!

O universo é dos Sábios...

Poeta Urbano - Dezembro de 2009.

O segredo da rosa

Você já prestou atenção numa rosa???
Ela além de sua delicadeza...
Possui um segredo!!!

Entre suas 41 pétalas...
Entre seus perigosos espinhos...
Entre seu delicioso perfume e também em seu divino polem...
Existe o segredo!!!

Cada pétala nos encanta pela maciez e delicadeza...
Cada espinho se não tomarmos cuidado, nos machucamos...
O perfume é suave e encantador...
E o polem semeador da vida das rosas...
O segredo da rosa não se consegue em um dia apenas...
Você tem que ter paciência...
Muita paciência...Para desvendar seus segredos...
Para iniciar nessa busca pelo segredo da rosa
Precisamos nos encantar com elas...
Precisamos compartilhar uma rosa com quem amamos...
Precisamos respeitá-las...Pois toda rosa é sagrada...
Poucos conhecem a fundo o poder e o segredo da rosa...
Um dos segredos da rosa...É que ela; As vezes usa derivados de seu nome...Rosa, flor, Rose...
Outro segredo é que a rosa não usa apenas seu corpo vegetal...
Ela também usa a forma humana...
Nesse caso, ela usa uma derivação de seu nome...
A forma humana da rosa, se chama rose...
Possui a delicadeza e maciez das pétalas em sua pele...
Possui os perigosos espinhos, que para pessoas que não sabem caminhar entre seus labirintos podem e vão se ferir...
Possui o perfume suave igual a sua versão vegetal...
E possui o polem; Que na versão humana é o semeador da amizade verdadeira...
Esta é a rose...
Rosa, flor, rose...
Todas as derivações nos levam a mais pura, delicada e perigosa criação de Deus...
Todos os labirintos nos levam a amizade sincera e duradoura...
E assim continuamos a eterna busca pelo segredo da rosa...

Poeta Urbano - Dezembro de 2010

Essa história de que dezembro me traga... que 2014 seja... Pra mim não cola! Todo dia é dia 1°, todo mês é janeiro e todo ano é ano novo. Tem que acordar, pegar o coração na mão, colocar o cérebro pra funcionar, levantar agradecendo, trabalhar com seriedade, estudar com vontade e deitar agradecendo de novo, descansar o cérebro, colocar o coração no lugar, sentir e refletir o dia todo e durmir. Tem que sorrir o dia todo, tem que ter bom humor e principalmente, tem que ser seria e chata quando tem que ser. Se tem uma coisa que eu aprendi é que nada nem ninguém me traz algo e que não adianta pedir que algo seja de tal forma. TEM QUE BATALHAR pra ter e ser.
Termino o ano no dia em que se inicia o mes de dezembro. 9kg a menos, uma promoção no trabalho e mais um semestre fechado na faculdade sem DP. Dezembro nao veio p me dar nada... dezembro veio pra me deixar com orgulho, pra me deixar relaxada. EU CONSEGUI, consegui concluir mais uma fase, o jogo não terminou.
Leetícia Silva.

Leetícia Silva

Encontro enfim, amor, ternura, cumplicidade.
Boa música tocando a alma.
Uma bebida quente a aquecer
esta fria manhã de dezembro.
E a companhia não poderia ser melhor... a sua!!!

Marcia Bandeira

Melhor lembrança de Natal que tenho... Foi na Alemanha em 2003... Tudo branquinho, frio e iluminado... Por todos os lugares que entrava e saia escutava lindas canções! Não estava ao lado das pessoas que eu queria estar, mas foi bom, cheio de sensações novas... Saia da minha zona de conforto, me libertava dos medos e enfrentava meu eu preso até então em um mundo solitário... Queria estar com quem amava, beijando, vivendo a chegada do Natal... E sabe por que nada disso aconteceu? Porque a pessoa certa achei um ano depois... VOCÊ! Te amo demaissssssss!♥Viva o amor!♥ Viva o Natal!#bemvindoDEZEMBRO!

Paula Tavares

Doce dezembro,mais um ano indo sim.
Areia branca da praia, lua ardente e marfim.
Ouço ondas e risos, lua prateada de cor
Há clausuras interiores, mas ainda há versos para flor...
Há "contentamento contente" para quem anda no amor.

Quero o divino pra mim. Poesia, afago, beleza, sonhos de um futuro bom e feliz, Deus minha" eternal Fortaleza".
É melodia que toca, vendo a lua tão brilhante, átomos indecifráveis "reluzem" mais que mil diamantes.
É uma renovação sem fim, essa luz que ilumina, há uma atmosfera de encanto, "sentido"
redescobertas de sonhos, renascimento de vida ...

Katiana Santiago

Dezembro com jeito de dezembro: Lugares enfeitados, panetones nas prateleiras e as mesmas velhas conjecturas de fim de ano.

Luanna Ribeiro