Despedida para Aposentado

Cerca de 680 frases e pensamentos: Despedida para Aposentado

Um dia ainda pegarei em sua mão e direi: Viu como eu estava certa? E com um beijo de despedida me deitarei e sonharei com você de novo e de novo.

Tharcilla (x1sasorix1)

CORDEL DE NOVELAS

Belíssima Despedida de solteiro
A próxima vítima O rei do gado
O profeta Roque santeiro
Sassaricando O bem amado

Cabocla Da cor do pecado
A favorita Estrela guia
O astro Cordel encantado
A padroeira Eterna magia

Alma gêmea As três Marias
A sucessora Vereda tropical
Mulheres de areia Maria Maria
Selva de pedra Lua de cristal

Olho no olho Pecado capital
O amor está no ar
Salomé Fera radical
Escrava Isaura Livre para voar

Aquele beijo Toma lá da cá
Carinhoso Sabor da paixão
Corpo a corpo Direito de amar
Final feliz Explode coração

Pedra sobre pedra O casarão
Terra nostra O mapa da mina
Dancin days A próxima atração
Cambalacho Negócio da China

Feijão maravilha Gina
A gata comeu Marron glacê
Anjo mau gente fina
Tiêta Voltei pra você

Roda de fogo Bambolê
Laços de família Esplendor
Começar de novo Renascer
Amor eterno amor

Mandala Vila Madalena
Torre de babel Escalada
Deus nos acuda Helena
Minha doce namorada

Eu prometo A viagem
Viver a vida Um sonho a mais
Vida nova Irmãos coragem
A sombra dos laranjais

América Pátria minha
Paraíso Tropicaliente
Gabriela a Moreninha
Por amor A vida da gente

Chega mais cama de gato
Beleza pura felicidade
Mico preto Bicho do mato
O dono do mundo celebridade

Um anjo que caiu do céu
Fina estampa sete pecados
Dona Xepa Barriga de aluguel
De corpo e alma Coração alado

Baila comigo Estúpido cupido
O amor é nosso Passione
O noviço O homem proibido
Tempos modernos O clone

Quatro por quatro Locomotivas
Louco amor Pecado rasgado
Como uma onda Água viva
Sol de verão corpo dourado

Sinhá moça Meu bem querer
Perigosas peruas Vira lata
Senhora do destino Quem é você
Zazá Rainha da sucata

Fogo sobre terra Bang bang
Porto dos milagres Araguaia
Jogo da vida Pacto de sangue
Era uma vez Saramandaia

De quina pra lua Brilhante
Marina Meu bem meu mal
Pai herói Coração de estudante
Cubanacan Paraíso tropical

Sinhazinha flô Desejo proibido
O primeiro amor Hipertensão
Partido alto Sétimo sentido
Vale tudo insensato coração

O outro Anjo de mim
Morde e assopra Padre Tião
Pé na jaca terras do sem fim
Meu pedacinho de chão

O cravo e a Rosa Duas vidas
Te contei Que Rei sou eu
O semiDeus fera ferida
As três irmãs Sonho meu.

Guibson Medeiros

A Despedida

É necessário que eu me prepare para a despedida...
Você me conquistou e me ensinou a te amar.
Porém eu não posso ser egoísta, prefiro te ter longe, mas feliz conquistando teus sonhos.
Quando o seu coração quiser saber do meu não existe em me procurar.
A separação já vem acontecendo há algum tempo, nossas atitudes foram todas para nos prevenir da dor da separação, mas mesmo assim ela foi em vão, pois ainda consigo sentir a dor da ausência embalada na saudade.

Rosicler Ceschin

"Na hora de nossa despedida...
Eu chorava e sorria ao mesmo tempo...
Quero que lembre de mim dessa forma: "Uma Lagrima e um Sorriso"

Wenner Áli

Mandarei uma mensagem de despedida com algumas letras engolidas pelo orgulho de prender o choro, mas torço que entendas o motivo de eu ir embora. A tua falta de carinho deixou o meu corpo ao relento, não me davas o calor devido e, nem venhas exclamar que isso não passa de mais uma frescura minha, pois não há ser vivo que sobreviva sem um dengo; logo eu que sempre dependi de ti e do dengo preso que tu soltavas uma vez ou outra, meio sem amor nenhum, mas é seu jeito e eu não estou me importando com ele. Mas é que não dá mais para dormi no frio todas as noites, vou embora procurar um cobertor, mesmo que ele nunca tenha um calor comparável ao seu. Talvez um dia entendas a carência de um corpo quando dentro dele bate um coração que ama.

Lisa Nunes

"Na hora de nossa despedida...
Eu chorava e sorria ao mesmo tempo...
Quero que lembre de mim dessa forma: "Uma Lagrima e um Sorriso

Wenner Áli

Tragédia de um ato só

Um dia
Duas vidas
Os olhares
A despedida.

Idenir Ramos

Fiquei por demasiado fraca. Não pude ao menos dizer-te adeus, não fingimos nem uma despedida. Não lhe disse tudo que ensaiei na frente do espelho, não lhe disse nada. Eu te precisava tanto. Meu amor, - ainda nem sei porque o chamo assim - porque encontraste o caminho para tua verdadeira casa? Também queria voltar para casa com a maior displicência, mas cada vez que tento fazer o caminho perco-me. Perco-me nos teus encantos que não os vejo, nos sorrisos não dados por consequência minha. Mas ora deveria precisar tanto assim? Inegavelmente estou retraída, tento tapear a duradoura solidão que toma conta de mim, mas é em vão. Mas ora meu amor, sinto tanto tua falta, sei que não deverias pois á essa altura deve ter mudado de casa, e deve haver outra lhe mandando flores, não deve haver, há. Há outros ouvidos ouvindo o teu sussurrar, outros pés se esquentando no teus. Há de ter meu amor, sei bem que sim. Encontro-me pálida e sem vida. A dor, onipresente. Não há céu claro, não há vento; as janelas trancadas, e a porta por igual. E tu meu amor? Nem sei por onde andas...

Perdoe-me por chamá-lo de meu, e de amor.

Sufocado por essa falta de entendimento, tendo o maior desconforto no fim do caminho;
A despedida pode não ser tão dolorosa, sem ensaios na frente do espelho que possam criar um teatro tão dramático;
Impenetrável são os sentimentos que ao início se fez com tão frágil promessas, pensamentos confusos que resultou em frustração;

Julio Aukay

Nada, nada mais me restou. É a despedida, a nota final, o ultimo ato dessa peça chamada vida!

Luciana Alves

“Na hora da despedida, ja começo a sentir saudade…”

Danielle Diques

DESPEDIDA DE UM HERÓI ABALROADO

Na rua desvairada o carro vem em alta velocidade
Ameaça me abalroar, pois me encontro no meio dela.
Dela não saio, quero impor respeito ao valor que meu bairro merece.
Dente de tigre olho de sabre.
Revoltam entre si.
Se revoltam entre os dissociados.
Cambaleia de agonia.
A pancada foi forte, mas nada como deixar
De ir pro inferno sabendo que lá estarei calmo
ao lado do senhor satanás.
Quem de mim sorriu, não sorrirá mais.
O inferno festeja minha chegada!
A vossa desgrassensa que à mim pertencia,
hoje chora.
Foi quase em uma velocidade de 250 quilômetros
que me atingiu.
Meu corpo alem do inferno foi parar 100 metros depois.
Morria ali, na presença de casas, valas, pedestres, veículos, crianças.
sobre o sol que de tão quente fritou minha mente naquele pincho ardente.
Morria no não morrer!
A minha morte não foi o suficiente para mudar nada no bairro
foi apenas o começo de uma grande guerra sem fim próximo.
No cair da chuva e no deslizar das águas nas corredeiras de valas a céu aberto
meu bairro se despedia.
Vivia a reivindicar.
Morri ao protestar.

[Sim, sei!!i O inferno agora tem paz]

Arielson Pinto

Ensaio minha despedida em palavras um tanto indecisas que me fazem duvidar que pudesse me ir embora;
Jurava que o problema que nós passávamos era meu para que você tivesse tempo de me amar com todo o seu querer;
Sempre te exaltei com minhas doces palavras para que você pudesse entender o quanto você tinha valor para mim;
Chorava as taças de vinho deixada sozinha com amores que nunca ouvia o tom da felicidade, mas que nunca havia esperado que se magoasse;

Julio Aukay

"Nenhuma despedida é definitiva, caso não a tenhamos praticado, antes de tudo, dentro de nós mesmos".

Lavínia Lins

Despedida é uma dor momentânea que tem nome. Igual dor de barriga. Quase que literal. A cabeça da gente para de processar as informações convenientes. Nossos estômagos se comprimem conforme a respiração falha diante das lágrimas que caem e a gente tenta engolir junto da saliva. Os olhos se fecham com força como se, ao abrir, a dor fosse desaparecer. Igual criança com medo do escuro. É dor momentânea que dá e não passa. Dá lugar a saudade. Dá lugar ao vazio. Não passa porque despedida é sinônimo de estagnação. Você estaciona naquele abraço e a vontade é de pausar aquele instante pra se privar de todo o resto. Você se faz todas as perguntas mais idiotas e no final de todas elas sempre existe um "por que?" sem resposta plausível. Despedida é uma dor que dói quando você dá as costas pra pessoa que dividiu contigo aqueles dias inesquecíveis, os jantares fantásticos, as noites mais incríveis, e sai andando, enquanto a vida te enche de pessoas as quais você daria tudo pra que te dessem as costas e caminhassem sem rumo ao infinito. Despedida é injustiça. É uma vida com uma vírgula sem continuidade. É uma certeza que temos e que, mesmo assim, nos tira do eixo uma vez ou outra. É sintoma de asma, onde a bombinha pega um avião e você só recupera o ar quando ela voltar.

Karla Moreno

Despedida

No descompasso do meu passo apressado,
do jeito,
sem jeito que sou.

Procurando teu abraço,
mais uma vez me perdi,
ao te pedir o teu amor.

Nem choro ,
nem vela,
nem fita amarela....
De nós nada restou.

Na poesia emocionada,
na saudade declarada...
Tudo o que eu tinha pra te dizer,
mas você não escutou.

Shalimar

Shalimar Catramby

Estamos conjugando verbos em tempos e modos diferentes, rastejando uma despedida que até pode nem ser o que queremos. Olha bem pra mim e decide que música pretendes dançar. Pode ser que eu tope. Pode ser que não, mas pelo menos saberei o o ritmo antes de decidir apertar o 'play' ou o 'eject'.

AílaSampaio

AilaSampaio

Minha cozinheira foi despedida não somente porque cozinhava mal, mas também por "atrevimento". Ela queria que eu justificasse porque a comida dela era ruim.

Horlando Halergia

Meus versos nunca foram tão decorados em uma pré-despedida na qual não te faça arrepender-se ou desistir de ir para nunca mais voltar;
Não parta sem antes perceber os pedaços que me deixa ou não espere os meus lamentos para com os seus deboches poucos significantes;
Porém saiba bem que não te procurarei em qual quer esquina que me dê motivos incabíveis para tentar te trazer de volta;
Espero que algum dia você me veja com a imensa felicidade que outro coração tenha me dado, um belo sorriso no rosto e sensações inexplicáveis;

Julio Aukay

Se o tempo foi tão curto, e não houve despedida, só me restou a saudade para curar as feridas .

Jeykson Araújo