Despedida Falecimento 1 ano Saudades

Cerca de 3587 frases e pensamentos: Despedida Falecimento 1 ano Saudades

Quando os lábios não se tocam momento da despedida, são sempre os olhos que trocam o beijo da despedida!

Cristiane S. Effting

O coração do poeta precisa de alguém
Que não queira despedida
Que seja pro fim da vida
Que tranque todas as saídas
E lá dentro só nós dois e Deus

O coração do poeta precisa de um amor
Que seja singular na trilha
Que seja sem armadilha
E no momento em turbulência
Seremos nós dois e Deus

Barquinho de papel no riacho a bailar
Seremos o nosso alguém
Depois que o meu Deus confirmar o amor
Então seremos felizes poetas

Irmão Lazaro e Danilo Souza

Tudo em nós foi porto, aeroporto, despedida
E o resto de carinho guardado no colo
Esvaiu-se tão etéreo como álcool.

Pierrot Sampaio

Ai vai um beijo de despedida, seu cão nojento.

[Jornalista, após atirar sapato no ex-Presidente Bush]

Muntazer Al Zaidi

Um dia sem sol, sem chuva. Um dia normal.
Dia de nossa despedida com beijos, abraços, sem brigas e lágrimas.
Com sorriso dizendo que tudo deu certo.
Nenhuma palavra pronunciada.
Mistério?
Não, amor.

Danilla Luane

QUE BOM SERIA

Que bom seria
Se não houvesse despedida
Porque é tão triste
O momento da partida.
Que bom seria
Se eu pudesse ver o dia
Ao lado dela
Amanhecendo
Que alegria!
Me desse ela
Toda a chance
Que eu preciso ter
Pra que a envolvesse
Em meus braços
E então lhe dizer...
Eu lhe diria:
Que ela é, minha alegria
Minha paz
E que irradia
Toda a força
Ao meu viver.
Diria mais
E muito mais
Eu lhe daria
E a veria como eu
Tão contente, de prazer...

Elciomoraes

Despedida

Despeço-me então de ti
Cidade querida onde um dia nasci
E rumo para um rio que não corre
Voa
Entregar-me aqueles que não amam
Zoam
Entregar-me a mim

Tudo a frente é incerto
Vejo um vasto deserto
Se apresentar e confesso
Que não estou triste
Mas posso ficar

Seu perfume me motiva
E me intriga
Não sei se vou suportar
Deixar-te aqui
Entregue a quem quiser
Ou aqui ficar sem poder me entregar

Se eu vou
Eu me mudo
Mudo de mundo
Mas volto pra cá
Para rever-te então
Com toda a amizade
Por minha querida cidade
Que sempre me acolherá

E encontrarei nas ruas e vielas
Moças bonitas
Mulheres belas

E já estarei sorrindo
Por motivos mesquinhos.
Mas voltarei talvez, triste.
Com alguém que insiste
Em num erro acertar

Lucio Medina

Carta de Despedida...

Oi minha paixão Proibida… meu sonho bom… meu amado…

Não sei se vou conseguir te ver antes de você partir, nem tão pouco se um dia nossas mãos se entrelaçarão novamente, ou se nossos corpos deitarão juntos na mesma cama, se em teus ouvidos farei juras de amor e desejo, e em teus olhos verei o céu e as estrelas em teu sorriso, não tenho como saber se serei capaz de voar tão alto outra vez, como voava quando ouvia suas juras de amor intermináveis, se meu corpo vai arder de tal maneira a incendiar o seu em nossas caricias, te entregando meu corpo sem malícia, nem ao menos sei se algum dia um outro vai me fazer sentir todas essas coisas incríveis, se conseguirei novamente enxergar a beleza das flores numa manhã de inverno, se o por do sol terá o mesmo brilho e a lua o mesmo fascínio, a chuva o mesmo sabor, acreditei e me atirei sem medo, vergonha ou pudor nesta que pode ser só mais uma história de amor?

Onde ele foi tão intenso, sereno, puro e verdadeiro que não sobrou espaço pra nenhuma dor ou rancor, esse proibido, devasso, insano e imoral que prefiro chamar apenas “amor”, um sentimento desprovido de qualquer culpa, alimentado por um desejo incontrolável de estar perto, de ficar ao lado, um proteger sem ver, um querer sem poder, um sentir sem tocar, um romance sem par, um amor sem amar, um sofrer sem viver, tenha a certeza de que por mais que nunca mais seu rosto eu veja, que suas mãos firmes minha pele macia toquem; que nada mais exista, ao fechar os olhos posso sentir meu peito se abrir, o coração disparar, até então sua boca beijar, e novamente sentirei o toque suave dos seus lábios, o calor delirante de suas mãos, o brilho estonteante dos seus olhos, a luz radiante do seu sorriso, e por este breve instante de silêncio e loucura, de desejo e ternura, de doença e de cura, quase posso sentir seu respirar ofegante, ouvir as batidas do seu coração descompassado e nervoso diante de mim, resta à certeza de que estou condenada a ter você pra sempre do meu lado e sempre distante de mim, tal como a saudade de um sonho bom, uma realidade reprimida, uma paixão não vivida, uma história não resolvida, de um amor sem fim, ao menos pra mim…

Para sempre em meus sonhos…

Sua Paixão proibida…

Morgana Fernandes

Estou escrevendo para dizer que apesar de negar, eu senti nossa despedida acontecendo enquanto ainda nos beijávamos e já suspirávamos por coisas diferentes no desagarrar dos lábios

L. Simões

Se despeça em cada despedida, ela pode ser a última pra você ou pra quem está partindo.

Jasiel Santos

Setembro mês das flores, da despedida do inverno e a chegada da minha maioridade. O ar está mais puro, sem sobrecargas de desespero do agosto, e nem da aflição que existe somente em julho. Setembro que vem e vai sem despedidas, sem adeus, sem choro ou desespero. Setembro que aconteceu os maiores desastres, Setembro que me fez nascer – já que era para ser de Novembro – Setembro que logo chega ao fim. O mês em que as flores nascem, o dia se acalma, e o espírito se renova. O mês em que trás renovação e a esperança, já que o fim do ano está próximo. Setembro em que virginianos se tornam librianos.

Layla Péres

Desencontro

Sempre que um chega o outro dá a partida
Não quero ser o encontro dessa despedida
Quando acontece assim agente perde a vida
O coração vive pensando que o outro quer
Mais é uma ligeira vontade só fingida
O coração do homem precisa da mulher
Pense no que você ainda pode ter
Lembre-se se não quer perder
Amor não se joga fora
Ande venha logo não demora
Pois o meu coração chora
De saudade de você.
Quase perco o dia e sempre perco as noites
Não faça assim comigo
Dentro desse coração
Existe um sentimento que você criou.
Não me faça desistir de amar você
Mesmo que um chega o outro dá partida
Meu coração não já não pode te perder.

Reff Carvalho

Na despedida percebi que estar ao lado de quem amamos significa uma tentativa frustrada de evitar a saudade.

Fernando Mauricio

Dessa vez eu quero escrever uma carta para você.
Mas não é uma carta de despedida
É uma carta te desejando boas vindas ao que eu sempre te dizia que iria acontecer.
Você realmente pode me ver? Eu estou ferida, insegura, desprotegida,
Pensando em todas as coisas que nunca serei capaz de esquecer
Você era tudo o que eu conhecia e quando você me dizia: Amor é capaz de tudo
Eu pensava que poderiamos ser.

Karol Amorim

O que seria morrer?

O fim da alma ou do corpo?
Uma nova vida ou um vivo morto?
Uma despedida ou uma chegada?
Um caminho aberto ou encruzilhada?

Talvez um começo, talvez um fim
Que sabe folha seca ou ate mesmo jardim
A libertação do espírito, a prisão de um ser?
O adeus definitivo ou o ate mais ver?

O que seria morrer então?
Nascer em outro mundo ou voltar para o mesmo em uma outra geração?
Seria uma pergunta ou uma solução?
Querendo ou não é assim que tem que ser, diante de tantas dúvidas todos nós vamos morrer.

Azurra

Na pouca tarde
Silêncio de despedida
Retorno e partida

Tiago landeira

Posso me permitir a chance de viver uma despedida dentro de mim sem que por fora eu pareça apenas fragmentos de sua lembrança.

Mírian Leite

Um olhar margeado de água em uma despedida solstícia, nem sempre é mediante à partida, mas sim à possibilidade de uma nova chegada

Letícia do Valle

Fico com aquele ar de despedida,
bebida dolorida, e coisas que não sei explicar.
Será a saudade que de maneira antecipada bate no meu peito, ou a lágrima que meus olhos teimam em deixar...
Sei lá, mais digo em meu peito que foi bom está na sua vida para me ajudar.

Jorge Mello