Desamor

Cerca de 177 frases e pensamentos: Desamor

Eu sem você
sou só desamor
um barco sem mar
um campo sem flor.

Vinicius de Moraes

"Eu sem você sou só desamor. Um barco sem mar, um campo sem flor. Tristeza que vai, tristeza que vem. Sem você, meu amor, eu não sou ninguém…" -

Vinicius de Moraes

E eu, finalmente, deixei de ter pena de mim por estar sem você e passei a ter pena de você por estar sem mim. Coitado.

Tati Bernardi

Amor a primeira à vista. Que o desamor vem a prazo.

Tati Bernardi

Naufrágio

Os dias passam...se arrastam...
Sinto-me tão fraca e pequena diante desta imensidão
De palavras e atos...que férem...
Que machucam meu coração...

Não aguento mais me sinto incapaz
Estou presa a um passado bonito
A um amor que eu julgava infinito e que um dia
Na maresia da vida em atos e insultos naufragou...

Eu luto como sobrevivente mas minha mente
Minha mente relembra os momentos vividos
Existiram momentos bonitos
Mas acabou...nada sobrou...

O pesadelo do presente me assusta
Eu não luto, eu escuto...escuto meu coração
Sinto a certeza de vida que ele me dá
E eu tento na vida me agarrar...

Afinal preciso lutar, mas com a certeza
De nunca mais me enganar
Nunca mais voltar a amar...
Para nunca mais naufragar...

Celia Piovesan

A máquina lenta do desamor, as engrenagens do refluxo, os corpos que abandonam as almofadas, os lençóis, os beijos, e de pé diante do espelho interrogando-se cada um a si, já não se olhando entre eles, já não nus para o outro, já não te amo, meu amor.

Julio Cortázar

Desapego não é sinônimo de desamor.

Rosicleide David

No mundo de hoje, onde existe tanto desamor e desconfiança entre os seres humanos, acredito realmente no lado bom das pessoas. Acredito no amor, no brilho de um olhar, na sinceridade de um sorriso. Prefiro acreditar no amor e as vezes tropeçar, do que nunca viver este amor.

Monica Motti

Sobre o amor, e o desamor, sobre a paixão,
Sobre ficar, sobre desejar, como saber te amar,
Sobre querer, sobre entender, sem esquecer,
Sobre a verdade e a ilusão,
Quem afinal é você,

Quem de nós vai mostrar realmente o que quer,
O coracão nesse furacão, ilhado onde estiver,
O meu querer é complicado demais,
Quero o que não se pode explicar aos normais,

Sobre o porque de tantos porques,
E responder,
Entre a razão e a emoção
Eu escolhi você!

Quem de nós vai mostrar realmente o que quer,
O coracão nesse furacão, ilhado onde estiver,
O meu querer é complicado demais,
Quero o que não se pode explicar aos normais,

Sobre o porque de tantos porques,
E responder,
Entre a razão e a emoção
Eu escolhi você!

O Que Nao Se Pode Explicar Aos Normais- Catedral

Ás vezes me pego pensando o porquê de tanto desamor?
Mas então algo em mim vem e responde:Não é bem assim,o problema é que tem gente que nem conhece o amor então como será retribuir o que nem se tem para dar?
Sendo assim fica mais fácil de compreender o porquê de tanta gente por aí sem coração,sem amor,sem saber se doar,sem saber o que é realmente amar.

Viviane SaintClayr

A irritação e o desamor são motivados pela divergência entre a realidade e as nossas insaciáveis pretensões.

Fabio Savatin

Carta de Desamor

Obrigado por estragar minha vida,
Obrigado por me dar uma felicidade absudar e me jogar no fundo do poço,
Obrigado, por ser ironica e fingir que que nada aconteceu,
Obrigado, por me fazer acredita e me fazer de idiota no final de tudo,
Obrgiado por quebrar todas as promessas que o idiota aqui caiu,
Obrigado, por me fazer sofrer,
Obrigado por me fazer sentir sozinho,
Obrigado, por me fazer acreditar em sonhos que pareciam impossiveis e... Que realmente eram por você duvidar sempre do futuro,
Obrigado por me fazer perder anos de vida, dedicados totalmente a você,
Obrigado por me fazer esquecer de mim, enquanto eu só pensavaem você,
Obrigado por me trocar por outro em menos de duas semanas do fim do namoro,
Obrigado por me ter feito chorar como criança,
Obrigado por me ter feito acreditar em ‘amor perfeito’ e por me fazer acordar e ver que não existe ‘ amores perfeitos’,
Obrigado por ser totalmente egoista,
Obrigado, por ter me pedido para não desistir de você, sendo que no final você quem desistiu de mim,
Obrigado por ter desistido de tudo... Pois você provou que você não merecia nada do que eu tinha feito por você,
Obrigado por ter ido viver outra vida, e ter me deixado na vida que ficou,
Obrigado por ter me feito construir um castelo, e por ver no final que era apenas um castelo de areia, que a água do mar veio e destruiu,
Obrigado por ter jogado fora o bem mais precioso que eu pude te dar, que foi o meu amor...

Kauê Ribeiro

Silêncio,prova eloquente
de desdém,de desamor.
Quem ama faz-se presente
numa carta,numa flor.

Otoniel Beleza

Desamor com amor,
Infelicidade feliz,
solidão na multidão,
Escuridão com clareza,
Ando pelo mundo sem sair do lugar
Viajo nas palavras , sem ler um livro,
Escrevo contradições e verdades,
falo com meu silêncio..
procuro o infinito..
Nessa minha perfeição,imperfeita...

Eliane Rosa

Muitos aprendem a dar valor ao amor após provar um grande desamor

Fernando Oroski

Ser poeta é...fazer de sua dor de amor um desamor indolor.

Soriévilo

[Des]amor moderno

Vejo que as pessoas já estão percebendo que o velho amor está com a data de validade quase vencida. Os casais cada vez mais pensam no “eu” e se esquecem do “nós”. Cobram por amor “full time”, mas não estão dispostos a doar-se inteiramente por esse mesmo amor que esperam. Querem o “feedback” da atenção que não dão.

Companheirismo, paciência e tolerância com os defeitos do parceiro não têm mais espaço. Cederam seus lugares ao desejo de um “amor mercadológico” e instantâneo: tenho tudo o que quero, experimento, uso, jogo fora ou troco por um modelo melhor na hora que eu quiser. “Delivery” de amor, 24 horas.

Os relacionamentos seguem o rumo do “fast-food”. Traduzo ao pé da letra: comida rápida. Muitas vezes cobram a lealdade do parceiro, mas não querem prender-se a uma única pessoa, já que há tanta oferta barata por aí. E tão barata e fácil, que aquele belo “amor à primeira vista” já deu lugar ao “amor à prazo”.

Sim, e o prazo é curtíssimo: é quase um amor descartável, encontrado aos montes por “research” nas redes sociais. Ganha quem conseguir o maior “time per person”, não necessariamente nessa ordem. Por fim, a maioria quer tornar-se um “freelancer” no quesito amor.

A casa vira uma empresa, o casamento um “bem de consumo”. E dependendo da sua sorte você fica com os bens. Vocês já devem saber: até uma lei que facilita o divórcio foi criada há pouco tempo. Eles também devem estar prevendo que amor se tornará uma “instituição falida”, então preferem facilitar.

Alias, alguém falou de amor? Até quando essa palavra fará sentido? Em breve, uma nova reforma ortográfica vai eliminar de vez esse vocábulo de livros e dicionários. E as declarações de amor? Se já não foram extintas, serão tão raras e rápidas que vão ser dignas de “retweet”.

E é bem provável que, se algum dia, você recebeu alguns buquês de flores ou presentes, quem entregou peça um “recall”, mas sem devolução. O único problema seria se resolvessem pedir um recall dos bombons também...

A “deadline” do amor parece mesmo estar próxima. Sei lá, quando tudo era mais simples o amor parecia mais perene. A modernidade tem aberto um notável espaço para o desamor. Na verdade não é culpa dela. Acho que antes os recursos, ou melhor, as pessoas, sim, eram mais “humanas”.

Quanto a mim? Sei lá, talvez meu amor até exista, não desacredito nessa hipótese. Mas por enquanto, permaneço em modo “standy by”.

Karina Perussi

RECOMEÇAR

Um desamor todo mundo tem
É como dias ruins
A espera de um dia melhor
Esperança de um novo amor.

A vida não acaba
Com um desamor
Ela recomeça
Com outro amor
Por que?
Amar é preciso
Amar é morre em si
Para renascer em outro
Se tornando um só.

Por que?
Sempre depois da tempestade
As borboletas voltam
Ao jardim de alá
E como um recomeço
Um começo de uma nova vida
A renovação da esperança
É, a certeza que recomeçar
É preciso, para dias melhores.

Escrito para: Ayla carolina

Mateus Vinicius de Oliveira Amaral

Indagações do desamor

Será que fez tão bem?
Será que sabes o que me causou?
E quanto tempo esse amor me detém
Ou será que ele nunca me fez refém?

Amanda Bonatti

Cego não é quem perde a visão. Cego é quem perde a sensibilidade e deixa o desamor apagar as luzes da alma.

Day Anne