Depoimentos para Colegas de Sala de Aula

Cerca de 964 depoimentos para Colegas de Sala de Aula

O Tênis Vermelho

Um garoto caminhava pela rua a caminho do colégio. Procurava obsessivamente muros onde pudesse se esconder e observar as pessoas que passavam. O motivo era a vergonha que então sentia pelo tênis que estava usando e que comprara com sua mãe havia dois dias.

A cor do calçado era vermelha e o menino se encantou logo que o viu pela primeira vez. A mãe elogiou e disse que o tênis ficava ainda mais bonito em seus pés...

O primeiro dia de uso foi na escola. Para a tristeza do garoto, o tênis não agradou aos colegas, que logo começaram a zorra. O menino escutou todos rirem dele calado, pois não encontrava força para reagir. Apenas uma frase ficou em sua mente, como um eco infinito:

- Você é mesmo muito esquisito!

Na volta para casa, as lágrimas eram maiores que seus passos. Quando a mãe soube do ocorrido, lamentou a tristeza do filho e teve que lidar com a situação de não poder fazer algo, afinal carecia de dinheiro e o tênis foi comprado depois de muita economia.

No dia seguinte, o menino não teve outra escolha a não ser ir ao colégio com o tênis vermelho, e foi daí que a história começou a ser contada. Entre um muro e outro, foi interrompido por um senhor sentado na calçada que tinha barba e cabelo bem grandes e brancos. O senhor perguntou o que se passava e o garoto desabafou. Comovido, o senhor se lembrou do seu passado, quando todos os colegas fizeram piada do boneco de pelúcia que ele carregava escondido dentro da mochila. Mas o que ninguém sabia era que o boneco era a única lembrança deixada por sua falecida mãe, que tanto fazia falta...

Na época, sua tristeza foi consolada por um morador de rua que ficava em frente ao colégio, dizendo que "o mal do homem é criticar aquilo que ele não sabe o motivo da existência". Por isso, o senhor se achou na obrigação de dizer algumas palavras ao menino, na condição de morador de rua que se encontrava. Então ele pensou por um instante e citou o pensamento oriundo de sua reflexão:

- Todos nós somos um pouco estranhos. A normalidade não existe, a não ser na mente iludida dos ignorantes. A vida é mais que os risos da crueldade, que os risos da escuridão. Esses foram os risos que você ouviu, risos sem luz; sem verdade. Pergunte a si mesmo: eu sou estranho ou os outros é que são normais demais?

O garoto pensou e em seguida respondeu com segurança:

- Os dois.

A resposta foi validada pelo senhor:

- Exatamente. Os outros são normais demais porque não se conhecem, porque preferem ser um padrão social. Já você é estranho porque eu também sou e porque todos somos, porém só alguns sabem e entendem esse segredo. Parabéns pela sua estranheza que te faz sábio!

O senhor então foi embora e levou junto a angústia do menino, que estranhou o sorriso que ficara em seu rosto...

tiago oliveira

Sou daquelas que chegava no colégio, largava a mochila e ia jogar 3-1 com os meninos no ginásio! (LINHA!) Odiava pular elástico! --

Letícia Beppler

Não sou de acumular amizades, mudo de colégio em cada ano e assim, me desapego sem ao menos dar conta. Por mais que eu fico odiando a solidão em toda minha existência, eu não escapo dela.

Layla Péres

27-10-08

Hoje eu fui pro colégio como sempre... Não teve nada muito importante, a unica coisa boa era que eu vi a vanessa que tinha casado e ão aparecia no colégio a 1 semana ai conversamos um pouco, foi bom. ")
Mas tarde eu fui pra minha aula de violão com a carol ela ta me passando uma musica do Jota Quest (só hoje)
legalzinha até to pegando bem, ela até fico brava pq eu tava conseguindo faze a pestana melhr que ela tipo não com muita velocidade lógico mais o som melhor, hahahaha, mais lógico el num fco brava msmo só brincadeira, hehe, ai eu cheguei em casa jantei, tomei banho e to aqui esperando meus pais irem dormir pra mim gravar uma musica no computador, haha. Amanha eu tenho treino i tem que acorda cedo, faze o que neh ai depois colégio e aula de violão de novo, haha, ai amanha eu vo te pegado melhor a musica. ")

Janaina de Moraes

Meu maior sonho? É colocar meus filhos num colégio público bem legal!

Diogo Uzêda

Bom Mesmo são aqueles amigos que te aturam no colégio a semana toda , e ainda fazem questão de ficar junto contigo no fim de semana -

NilzaB

É bom saber que você nunca está sozinho ,que pessoas maravilhosas do Colégio Pedro II podem te ajudar com um simples abraço e um simples sorriso.

Naatyzica

Nossa juventude foi linda
os melhores momentos de nossas vidas foi o colégio
os micos, os trabalhos, as pesquisas, as brigas, as intrigas, as paixões vividas e não sentidas,
as recuperações e aprovações
a cada instante podemos estar longe, mais ligados na saudade
desses velhos presentes tempos
não vivemos mais desse lindo passado, se foi , já passou
mais lembraremos de cada um com carinho e afeto
dos íntimos e tímidos
dos simpáticos aos antipáticos
até das outras turmas que nos acompanhavam em nossas divertidas bagunças..
como já falei, ninguém vai entender
não é frescura , é amor
não é passageiro, é eterno
É REAL !

Rauny Joe

Perigo algum é maior, para a sociedade, do que está alguém no colégio com a aparência de aluno e não ser um aluno de objetivo.Tem preguiça de trazer para escola o livro que ganhou. O convite para lanchar de graça é o maior motivo para largar o professor falando sozinho e sair correndo derrubando as cadeiras e messas. Estes vão deixar a bicicleta, que ganharam do governo em casa, e virão para escola a pé com preguiça de pedalar. Outros vão descaracterizá-la para disfarça que não está no grupo dos tais... Eu nunca vi um ciclista comum de capacete. Vai desperdiçar dinheiro assim para lá!

Claudeci Ferreira de Andrade

Se colei ou se estudei o importante é que o colégio eu terminei e na faculdade eu não entrei, e o cursinho pagarei :(

Everton Oliveira

No meu colégio São Bento
Tudo quero aprender.
Quero ter amizade
Amor e verdade para crescer
Quero ter amizade
Amor e verdade para crescer

Começo pequeninho
E vou de mansinho
Sem perceber.
E com carinho da titia
Vou estudando com alegria.

Pulo e grito olá. olá!
Como o São Bento
Melhor não há. Não há!
Pulo e grito olá. olá!
Como o São Bento
Melhor não há. Não há!"

Betânia Palmeira

A espera e você me notar.
Tem dias que eu chego em casa do colégio com uma vontade de passar o dia na cama só chorando. Queria ser aquela menina que você sonha em um dia namorar, aquela que você sente desejos em beijar em estar junto para sempre. Como posso ser essa garota sem nem ao menos sou bonita e você nem sabe que eu existo? Queria que você me notasse e percebesse que sou eu quem você sempre quis que sou eu a sua garota perfeita dos sonhos...

Jessy Mikaelly

Continuem no colégio aprendendo a teoria que eu vou dando umas aulinhas práticas por onde vou passando...

Nilson Queiroz

Tem uns caras no colégio que andam implicando com o jeito que me visto e as músicas que ouço. Se você se encontra na mesma situação faça como eu: mande esses invejosos filhos de uma boa mãe se fuderem e continue sendo do jeito que você é porque isto que é originalidade!

Crazyforever

Ainda me lembro do dia que o vi.....

Eram 10 horas, na quadra do colégio onde eu estudo, estava chovendo, não muito forte mas a calçada estava escorregadia, era um domingo e eu estava vindo da casa de uma amiga. A rua estava deserta, até que quando eu atravessei a rua e comecei a andar pela calçada do colégio vi ele virando a esquina e começando a andar na minha mesma calçada, só que no sentido oposto.

Nossos olhos se encontraram no mesmo momento, e enquanto nós caminhávamos eles não se desgrudavam, íamos chegando mais perto um do outro, e mais perto, até que bem em frente ao portão do colégio, quando ele ia passar do meu lado, eu escorreguei na calçada. Mas no mesmo instante ele soltou seu guarda chuva e pegou no meu braço antes que eu cai-se no chão, e me levantou.

-Obrigada. Foi o que eu consegui dizer olhando aqueles lindos olhos castanhos escuros. Ele sorriu, soltou meu braço, pegou seu guarda chuva no chão e seguiu andando...

No decorrer da semana quando eu ia a escola, torcia para velo de novo, toda vez que eu chegava ou saia da aula... até que no sábado eu fui ao super mercado, e quando estava na sessão de frutas eu o vi. Tinha uma mulher do lado dele, aparentava ter a idade da minha mãe, ela se virou para nós e veio em nossa direção junto com ele, nosso olhos se encontraram novamente, meu rosto ficou vermelho. A mulher era a mãe dele, e por incrível que pareça uma antiga amiga da minha mãe. Elas começaram a conversar, e nós dois não para não ficarmos de fora resolvemos entrar na conversa, mas sem contar que já nos conhecíamos.

A conversa foi rápida, mas minha mãe os convidou para almoçar no outro dia la em casa, e além se serem velhas amigas, meu pai e o pai dele já se conheciam...

blog Quarto Roxo

Texto redigido há quase 10 anos deslindado num desses cadernos antigos numa época em que o Colégio Santa Mônica formulava uma série de advertências para a mamãe Zenaide assinar.Hoje,dia 14/11/2012,este vem à tona.

Título:Daniel,

Estou hoje no quarto escuro,
meus pais não se falam,
as luzes queimaram,
acendi a vela.

Não sei o porquê rezo se nada funciona.
Tiro notas vermelhas como vulcão;
notas incapazes de transmitir quem eu sou,
ou quem sou capaz de ser.

Existe um vasto caminho entre o "Era uma vez" e o "Nunca mais";
este extenso a que de vida quem o chamarás?
E que nenhuma professora na escola ensinar foi capaz.

Vou morrer só,
talvez me forme num curso inútil num futuro ainda mais,
talvez;
não sei quem serei ou mesmo se quero ser,
não sei.

O que descubro desse mundo é que ser inteligente é ser cruel,
e como em todos os rascunhos dessa folha;
Daniel.

(07/10/2003) Aquele menino revoltado de 13 anos estava certo e o mundo errado.

Daniel Muzitano

Quando a estrutura fracassa

Aprendemos deste o tempo de colégio, que todos participamos de uma democracia, temos hierarquias e nossos representantes são eleitos pelo voto popular. Aprendemos a respeitar leis e que de certa forma temos direitos e deveres, o que a principio no papel parece ser lindo e eficaz.
Passa o tempo e acabamos por descobrir, que é função do governo garantir bom atendimento na área de saúde, segurança para todos e educação de qualidade, inevitavelmente começamos a nos deparar com questionamentos, se é função do governo aplicar a pesada carga tributaria para o bem do povo, por que o povo não o recebe da forma correta?
Vemos com o passar das eleições que entra partido e sai partido, as ideologias nas propagandas são diferentes, mas as atitudes na realidade são as mesmas. Acusações de privatizações e corrupção.
O governo é uma estrutura que teoricamente não visa lucro, ele recolhe impostos e com estes impostos ele melhora a qualidade de vida de seu povo. Quando ele privatiza ou terceiriza um serviço, ou entrega um bem publico para ser dirigido por pessoas do núcleo privado o foco muda, passa-se a visar o lucro, pois diferente do governo empresas que assumem esse papel visam cifras e muitas vezes não o beneficio do povo.
Mas os impostos não diminuem mesmo essas estruturas estando administrados por terceiros, uma despesa a menos para o governo e uma carga tributaria a menos para o povo, um bom sonho. Mas não basta apenas demonstrar incapacidade de gerir a maquina publica, é necessário corrompe-la, desviar a verba publica.
Hoje em dia a politica é vista como uma forma de enriquecer, muitas pessoas entram nesse meio não para melhorar suas cidades e estados, mas porque sabem que os salários fora da realidade o faram mudar de patamar, ter melhor vida, já que o trabalhador comum pena com uma renda que beira o vexatório.
As manchetes de revistas e jornais são sempre as mesmas, denuncias e mais denuncias, apenas um reflexo das escolhas mal feitas e da cultura imposta no país. Mas em determinados momentos, raros momentos a estrutura racha, fica praticamente insuportável suporta-la, é quando os protestos começam a ganhar força.
Está escrito na história do mundo, grandes mudanças somente acontecem quando o povo se une por um ideal, não importa a nação, quando as pessoas chegam ao seu limite, quando elas saem do estado de letargia se dá inicio a mudanças significativas na estrutura e na cultura de um país.
Isto não é mais raro de acontecer, com o avanço da comunicação, do esclarecimento, da informação na velocidade da luz, está cada vez rápido tomar conhecimento da dilaceração que existe na politica. O que nos remete a varias perguntas como se estamos no modelo de economia certo, se estamos no modelo politico correto e se estamos no modelo de sociedade ideal.
Ter cidadania, ser justo e correto nem sempre é aceitar o que se apresenta como verdade, é questionar e buscar mais respostas, e se não encontra-las, exercer o direito legitimo de liberdade de expressão. Talvez as pessoas tenham confundido, pagar impostos, calar-se diante das indiferenças, estar confortável em seu sofá muitas vezes é estar tendo uma existência mecânica, viver muitas vezes exige riscos e sentir-se vivo é lutar pelos seus ideais, mesmo que muitas vezes sozinho.

Pablo Gabriel Ribeiro Danielli

Eu heeim, sabe aquela saudade? Pois é, não aquela que eu tenho dois amigos de infância, do colégio, das risadas com pessoas que já me esqueceu...
Mas sim aquela saudade? Sebe aquela saudade? Não ha que eu tenho de comer pizza, tomar sorvete, correr em direção ao mar, rolar na grama e sair me cosano toda, de ver o por do sol, apostar corrida, jogar traque de massa nos amigos, pedir penico, brincar de pique esconde, chutar a latinha, fazer melança na cozinha...
Sabe? Assistir aquele filme de terro no cinema e só você gritar e todo mundo te olhar, é se lambuzar com comendo cachorro - quente, e rir lembrando da vida da gente...
Sabe agora? A MINHA SAUDADE É JUSTAMENTE DE TODOS ESSES
MOMENTOS AO TEU LADO... NAMORADO!

Barbara Cleide

Nada é para sempre,o colégio não é pra sempre,meus cabelos pretos não serão pra sempre,assim como meu amor por você não será pra sempre.Acho que meu coração exagerou quando te escolheu,pois agora meu amor por você é tão grande que até a pessoa mais amorosa não entenderia!te amo!

Barbara maximiano nogueira