Depoimentos para Bebês

Cerca de 37 depoimentos para Bebês

Quanto menos comes, bebes, compras livros e vais ao teatro, pensas, amas, teorizas, cantas, sofres, praticas esporte, etc., mais economizas e mais cresce o teu capital. És menos, mas tens mais. Assim todas as paixões e actividades são tragadas pela cobiça.

Karl Marx

Para uma comunidade, não há melhor investimento do que dar leite aos bebés.

Winston Churchill

É este o problema com a bebida, pensei, enquanto me servia dum copo. Se acontece algo de mau, bebe-se para esquecer; se acontece algo de bom,bebe-se para celebrar, e se nada acontece, bebe-se para que aconteça qualquer coisa.

Charles Bukowski

Se beberes água, não digas por tudo e por nada que bebes água.

Epicteto

Os amores são como os bébés recém-nascidos: enquanto não choram, não se sabe se vivem.

Jacinto Benavente y Martinez

"Não, ela não era tola. Mas como quem não desiste de anjos, fadas,
cegonhas com bebês, ilhas gregas e happy ends cinderelescos, ela queria
acreditar. "

Nunca, jamais diga o que sente. Por mais que doa, por mais que te faça feliz. Quando sentir algo muito forte, peça um drink.

Caio F Abreu

Naturalmente, os bébés não são humanos. São animais e têm uma cultura muito antiga e ramificada, como a dos gatos, dos peixes e até das cobras.

R. Hughes

Círculo vicioso

Um dia, milhões de bebês choraram na liberdade uterina do milagre da vida: nasceram. Não vestiram seus corpos, não lhes calçaram sapatos nem lhes deram o conforto do seio materno, antes da posse do sonho infantil, foram rejeitados, ao rigor do abandono.

Um dia, mãozinhas trêmulas, inseguras, sem afeto, bateram na porta do vizinho, procurando abrigo. Não havia ninguém ali para oferecer afeto nem portas havia na pobreza do lado. O menino escorregou na direção da rua.
Um dia, a criança anêmica foi eleita à marginalidade da escura noite e disputava papelões e pães no lixo do depósito público. Aos tapas, cresceu como grão perdido no vão das pedras, sem a mínima possibilidade de sobreviver: sem teto, sem luz, sem chão.

Um dia, o adolescente esperto teve alucinações de vida e o desejo de conferir a sociedade: candidatou-se à luta amarga do subemprego. Alvejado pela falta de habilitação, foi condenado como vagabundo, recebendo etiqueta oficial de mendigo.

Um dia, o adulto desiludido, amargurado, sem emprego, sem referencial, saiu à procura do amor. No escuro, mas cheio de esperanças, foi colecionando portas fechadas pelo caminho. Sem Deus, sem nome, sem avalista, sem discurso, acreditou no “slogan” das campanhas sociais.

Um dia, o menino mal nascido, mal amado, mal educado, não soube cuidar do filho que nem chegou a ver. Não ouviu seu choro. Imaginou apenas que, após nove meses de duríssima gestação, alguém brotara de um rápido encontro, irresponsável, assustado e vazio que sempre ouviu dizer que se chamava amor.

Ivone Boechat

A rua é a mãe de muitas crianças; o lixo é o berço de muitos bebês; nossa indiferença, o infanticídio.

David Saleeby

Quando éramos bebês...

Costumo dizer que quando nascemos, estamos no "ponto"...

Mas, os adultos que cuidam de nós, se incubem de ir nos (des) "educando".

Para melhor entender isto, basta recordarmos algumas passagens da nossa infância que demonstram bem certas características que tínhamos e que hoje nos fazem faltam.

Éramos determinados... quando tínhamos uma meta, insistíamos até alcançá-la: aprendemos a andar, após várias tentativas e inúmeros fracassos.

Para atingir nossos objetivos, não nos importávamos com o ridículo: Ficávamos um tempão experimentando sons, fazendo os barulhos mais "esquisitos", até conseguirmos pronunciar palavras e depois frases.

Quando nos sentíamos incomodados, não engolíamos nosso incômodo. Literalmente "botávamos a boca no mundo".

Éramos assumidamente sinceros, curiosos e extremamente desejosos de aprender: Quando tínhamos alguma dúvida, insistíamos em perguntar até que conseguíssemos esclarecê-la.

Pois é... depois, à medida que fomos crescendo fomos (des) aprendendo muitas coisas e assim, perdendo muitas dessas características.

Passamos a ser inseguros e muitas vezes desanimar das nossas metas... abrir mão dos nossos sonhos... a temer fazer papel de ridículo, deixando assim, de alcançarmos muitos dos nossos objetivos... por nos inibirmos... a mentirmos em algumas situações... a ficarmos com dúvidas, temendo fazer o papel de pouco inteligente e ainda aprendemos a nos forçar engolir e remoer várias chateações, para passarmos a imagem de bonzinhos e "legais".

Imagine se o bebê nascesse com todas estas características que foram nos ensinadas?...

Pense nisso.

Maria Aparecida Francisquini

"E quando pensamos que a vida já deu o que tinha que dar, DEUS vai lá e nos surpreende mais um pouco!!"

Rodrigo souza

Quando eu era mais novo, me perguntava por que nós não nos lembrávamos de quando éramos bebês. Hoje eu sei a resposta, nós simplesmente decidimos não lembrar de nossas expectativas frustradas pelo mundo que nos decepcionou.

Dalvan Miotto

"Não, ela não era tola. Mas como quem não desiste de anjos, fadas,
cegonhas com bebês, ilhas gregas e happy ends cinderelescos, ela queria
acreditar."

Caio F Abreu

Como Deus sabia que os bebês iriam precisar de um anjo no início de sua vida aqui na terra...
Deus criou as Mães!
O que Ele não sabia, é que esses bebês, mesmo depois de bastante crescidinhos, não dispensariam por nada neste mundo, a companhia dessas doces criaturas!!!

Marlene Coêlho Moreira

Dois Bebês estavam sentados em seus berços, quando um deles disse ao outro:

“Você é menino ou menina?”

“Eu não sei” disse o outro Bebê, gesticulando com seus bracinhos.

“Eu não sei qual é a diferença.”

“Ah, mas eu sei”, disse o primeiro Bebê, animado.

Ele cuidadosamente se aproximou do bercinho do outro Bebê, levantou o cobertor e entrou debaixo dele… Depois de um minuto, ele reapareceu com um sorrisão no rosto.

“Você é uma menina, e eu sou um menino,” ele disse orgulhosamente.

”Oh, você é tão inteligente!” suspirou a Bebê,”mas como você sabe disso?”

“Ah, isso é moleza!!!” disse o Bebê.” Você tem sapatinhs rosa, e eu tenho sapatinhos azuis!”

Autor desconhecido

Ficarei boquiaberta se me disseres que me amas com tanta facilidade, assim como bebes água;
Veja o meu olhar pasmo para com as suas palavras que faz pouco caso aos sentimentos...
Se encontre ou se busque para entender o significado do amar sincero!

Julio Aukay

Não gosto, por exemplo, de pessoas que teimam em levar seus bebês a determinados eventos. Neste caso, a Lei de Murphy por si só já garante que estes mesmos bebês chorarão justamente nos momentos mais importantes, como numa sessão solene.

Régis Cardoso

As meninas de hoje em dia largam cedo suas bonecas para dar lugar a seus bebes.

Marcello Thadeu

É como fazer bebes numa noite de lua cheia
Eu viro vitima e tu a sereia!
Mas o meu pecado é o meu coração
Olhei para ti e foquei
E agora de ti não abro mão
Eu tentei mas pequei
O teu corpo eu não segurei
Dava uma vida contigo
Mas tu foste uma cadela
O meu corpo rejeitas-te
E deixaste-me sozinho naquela ruela
Eu voltei as costas abri mão de tudo
Muito custou mas meu coração esfriou
E agora eu quero te ver
esticar o dedo e mandar-te foder!
Mas a sério quero que sejas feliz
Não te esqueças do que que me fixes-te
eu nunca fui o que toda a gente diz
Mas para acabar
Antes que fique sem ar
Quero te falar
Eu ainda tinha muito para te dar!

Primeiro Poema Feito por mim com pés e cabeça
Samuel Costa

Samuel Costa

Quando bebes não sabemos falar, então choramos pelo que queremos ter.
Quando adultos, sabemos falar, mas não falamos, e muitas vezes choramos por isso, por saber o que queremos e ao mesmo tempo saber que o melhor é se calar.

Paula Manfredo