Depoimento Feitos de Letras para Amigos

Cerca de 6611 depoimento Feitos de Letras para Amigos

Os mutantes seres humanos

O que somos?

Mutantes bípedes, uma multidão
feitos de carne e osso
da incerteza do que ansiamos
posto a descoberta da emoção
somos medo, desejo, redenção,
um coração;
outrora uma impetuosa luxúria
incapaz de sofrer abnegação;

Então quem somos?

Insaciável volúpia,
o almejar de sermos soberanos
relutantes mas finalmente vorazes insanos

Somos os mutantes seres humanos!

Helena Araújo

Heróis,
São lembrados por seus grandes feitos
Através da eternidade...

Não quero ser nenhum herói,
Mas quero que lembre de mim...
Não pela eternidade...
Mas no momento em que precisar de ajuda

Lembre-se de mim,
Não por um gesto heróico,
Mas por um gesto de amor.

Natanael Maia

Que seus dias sejam feitos de minutos longos e felizes...
Que a tristeza passem em alta velocidade por aí....
Que os abraços sejam aconchegantes e demorados...
Que os beijos sejam quentes e carinhosos...
Que a vida seja gentil e hospitaleira...
Enfim que tenham uma Vida Feliz!

Sergio Fornasari

Pai, somos feitos do mesmo material!

Pois é,
não é difícil perceber
que tenho o seu jeito de ser
parte da sua personalidade
muitos dos mesmos defeitos
e também muitas qualidades.
Porque nós dois somos feitos
do mesmo material.

Vivemos e aprendemos
e esse aprendizado não tem fim
hoje olhamos na mesma direção
você é um companheiro prá mim.

Obrigada pela força
e pelos conselhos
nem sempre a gente acerta
mas olhamos na mesma direção.

E, por sermos feitos do mesmo material
somos tão parecidos, mesmo tão diferentes,
sou parte de você, mas sou eu
e podemos caminhar juntos
porque sua história se mistura na minha
e e minha história é parte da sua
porque caminhamos na mesma direção.

Feliz dia dos pais.

Para meu pai, João Carlos Natel

Angela Natel

"Que seus dias sejam feitos de minutos longos e felizes...
Que a tristeza passem em alta velocidade por aí...
Que os abraços sejam aconchegantes e demorados...
Que os beijos sejam quentes e carinhosos...
Que a vida seja gentil e hospitaleira...
Enfim que tenha uma vida feliz!"

(Sergio Fornasari)

Sergio Fornasari

Já calculou os gastos feitos este ano? Planejou o orçamento para o ano que vem? É necessário.
Veja por que e como fazê-lo:

http://conban.blogspot.com.br/2013/12/saiba-como-fazer-todos-na-familia.html

Copie o URL e cole-o na barra de endereços.

Elias Alves (Cariacica - ES)

odeio ser controlado,
nos desmandos sou meu dono,
porque ter donos,
patronos ,
todos são feitos de pó,
a terra não pertence a ninguém.
é apenas terra, do que tiramos,
não damos nada, apenas usamos,
no qual será o futuro,
será que tudo é apenas um joguete,
do qual somos apenas um fruto de imaginação.
por celso roberto nadilo

Celso Roberto Nadilo

Lírios feitos em delírios, mistérios..
num dia de finados, canteiros no céu..
lírios de nada, pensamento de Deus..
sem medo da morte, desperta na manhã..
não teme a dor feita em pedaços..
palavras roubadas adormecem sem perdão..!!!

IsabelMoraisRibeiro

Inquietude

Inquieta-me,
passar por você,
sem que eu não o olhe!
Meus olhos...
Foram feitos,
para ver o amor
em seu coração!
E o desejo em seu corpo.
Não posso fugir
dessa realidade
que minh'alma
consegue sentir,
pela sensibilidade
que nela mora!

Dayse Sene

Os dias....
eram mais radiantes
feitos de jardins floridos
flores belas e perfumadas
As noites....
tinham mais esperança
a lua brilhava no seu silêncio
os desejos...
murmuram sem um significado,
longe no tempo ,longe do lar,
longe do amor, longe da morte
Os dias...
foram feitos numa jornada...
desejos falsos,
de um mundo vazio e frágil
os jardins....
ficaram desertos, secos, sem vida
lamentando-se numa noite vazia,
sem luz, sem paixão onde....
o sonhador ficou em cinzas para a vida.!!!!

IsabelMoraisRibeiro

Somos feitos com defeitos..e virtudes
imperfeitos seres do bem e do mal....
animais racionais, desiludidos...

De tanto ver triunfar a maldade,
de ver crescer as injustiças,
do poder nas mãos dos homens,
egoístas, sem escrúpulos, sem pudor

O homem chega a desanimar-se da virtude
que têm e ri-se da sua própria honra ...
a ter vergonha de ser honesto...
Afinal......
Onde está a nossa felicidade..?
No amor, ou na indiferença...?
Na obediência, ou no poder...?
No orgulho, ou na humildade..?
Na investigação, ou na fé...?
Na celebridade, ou no esquecimento...?
Na nudez, ou na prosperidade....?
Na ambição, ou no sacrifício.....?

o homem perde as pequenas alegrias....
amor, alegria, respeito, viver, respirar
enquanto.....
aguarda a chegada da grande felicidade.!!!

IsabelMoraisRibeiro

Suspiros doidos loucos de saudade...
Sonhos feitos e não acabados...

Caminhos nunca andados a hora do fim...
Cama feita de lençóis limpos de linho...

Palavras em silencio feitas de cansaço...
Lágrimas derramadas, perfumadas, aromatizadas..

Véus finos de seda, xaile de cetim nos ombros..
Ecos de pensamentos escritos na alma perfeita...

Peças frágeis, fáceis cheias de sombras..
Magoas passadas, peito dorido, calado sentido...

Ruas desertas, casas desabitadas, portas que rangem...
Palavras mudas que gritam de dor no silencio ....!!!

IsabelMoraisRibeiro

Somos feitos de barro, argila
carne sofrida, podre no tempo
podre de espírito, no corpo e alma
lapidamos as memórias guardadas

Gritamos ao ser da nossa própria dor
seres mutilados deixados ao abandono....
inconscientes animais ou não
na luta de tudo, que não queremos ou queremos...
só porque alguém tem e nós não temos.

Gemidos soltos, deixados no deserto
onde o lobo bebe a água....
da nascente pura límpida e fresca,
o homem não reconhece.....a mãe natureza
carne podre lapidada, sete palmos de barro ou terra..!!

IsabelMoraisRibeiro

Perdi os poemas ébrios
de ritmo
feitos ao sol da manhã

Esse tantã longínquo que me acordava
manhã cedinho
antes de subir na minha bicicleta
reduzida ao mínimo para pedalar até ao liceu,

acordava-me como uma loa,
cântico virginal
puro…
ou como um ritmo escondido
no regaço da mais linda mulata
da sanzala

Um poema ébrio de ritmo
órfico
em dionisíaca celebração
um cântico mestiço
místico
pagão
negro soneto espúrio
de um povo híbrido de muitos deuses
e de mais irmãos ainda…

Hoje o meu poema já não é ébrio
de ritmo
nem o som do tantã tem o sol puro
erguido pela manhã
cedinho

O meu poema é de sangue
e dor
lavrado pelo frenesim dos tiros

O tantã que me acordava
manhã cedinho
e trazia no som o ritmo
dos beijos,
hoje
já não me acorda deste sono
que não durmo
sobressaltado

O tantã traz agora na sua voz longínqua
o som próximo
da metralha


In “Há o Silêncio em Volta” (poética de guerra), edições Vieira da Silva do poeta Alvaro Giesta

Alvaro Giesta

O eu - objeto

Qual a objetividade dos objetos?
Para que são feitos?


Se fosse eu um, notável seria?
Não sei... mas seria eu um reflexo do meu modo de pensar ou as pessoas me veriam como elas quisessem?

E se eu fosse um objeto? Talvez eu fosse um lápis, acordando com a minha vontade de mudar a minha própria história.

Ou talvez uma borracha? Se você me ver como uma pessoa que finda, sem a sua aceitação?

Acredito que talvez eu nada seria, como um vácuo... mas o que é o vácuo?


É diretamente importante o que eu faço aqui? E se for para mim, é para a pessoa ao meu lado?

Seria o objeto eu ou o próprio sendo observado?

Talvez eu fosse um dinheiro, mas bem pouco, como pagamento pela minha alta ambição, mas dinheiro em objeto, tocável, palpável...

E se fosse para ser o objeto que eu quisesse ser?
Escolheria ser um livro-objeto, não para que mostrasse outras histórias, mas para que lessem a minha, a história de um grande bobo que já pensou em ser um homem-objeto.

Valdiclayton Pontes

Renove-se a cada manhã...
Sinta que os dias são feitos para você, que a vida está a seu favor e que grandes alegrias lhe são reservadas. Quando você sente renovar-se e olha com esperança o dia e as horas, um novo mundo se lhe abre e mais fácil se torna resolver os problemas, agitar a bandeira da paz e plantar sementes de otimismo por onde andar e no que tocar. Respire fundo e considere-se renovado, fortificado, saudável e pronto para as ações positivas que o dia requerer;
– Reconhecer quais são as coisas que estão te incomodando. Veja se não está vendo problema onde não tem.
– Se o que o que está te incomodando está dentro da sua casa e, se puder chamar alguém para ajudar, faça isso imediatamente, não deixe para amanhã!
–Se o problema for com seus filhos, e você sabe que no momento não há nada que se possa fazer, está na hora de deixá-los resolverem seus problemas sozinhos. Você também pode pedir para alguém da sua família, que tenha bom acesso a eles, conversar com eles. Tenha paciência para deixar que resolvam seus probleminhas no tempo deles, não no seu.
–Agora, se o seu problema é com a sua vida que talvez está um pouco monótona, sem um objetivo, pare, pense e aja! A vida é muito curta para ficarmos sofrendo. Vamos procurar o que gostamos de fazer e não vamos perder tempo. Quem sabe tentar ajudar alguém necessitado? Ver outras pessoas que têm tão menos que a gente às vezes é um ótimo empurrão para começarmos a achar nossa vida “perfeita “!
–Abra seu armário, escolha uma roupa que você gosta e que acha que fica bem em você e RUA! Vá dar uma volta ,vá ao shopping, ao cinema, tomar um café, vá a casa de uma amiga …Com certeza seus pequenos incômodos vão te deixar e você nem vai mais lembrar deles!

Crys Rangel

De que, são feitos os sonhos?
De projetos não realizados?
Talvez
De esperanças vãs?
De desejos inconfessos?
Tenho uma teoria
de que os sonhos
são aquelas crianças,
que em nós;
deixaram de crescer.

Luciete Valente

SOLIDÃO - V.
- O passado.

Na solidão q’eu vivi,
Cauto... Silêncio!
Feitos aprendi.

O que é compaixão
... O que é paixão
O que é um amor
O que é uma dor
E...
Na dor de uma paixão
Como é triste a Solidão
... Amor sem compaixão.


... Silêncio!
Na triste solidão!


[RN-01/03/99]

Mateus Neto

A vida é um eterno ciclo de começos, meios e fins.

Somos feitos do que fizemos com o que nos fizeram.

Somos filhos do acaso.

Somos tatuados de acontecimentos.

Somos segredos.

Somos marcas.

Somos todos que passaram por nossas vidas.

Amigo

Somos feitos de amor, por amor e para amar,
o amor é a plenitude em nós, é a luz, é a essência,
é necessário que eu diminua,
é necessário que meu ego morra
para que Ele cresça, para que Ele inumde tudo,
e não haja mais nada em mim,
apenas Ele, o amor.
A medida que Ele aumenta,
a medida que a luz se expande,
o breu, a treva, e a maldade se vão,
onde brilha a luz não há
espaço pra escuridão.

Milena Biaes