Depoimento Feitos de Letras para Amigos

Cerca de 7714 depoimento Feitos de Letras para Amigos

Na noite,serena triste e calma
Entre o descontamento da alma
O cheiro de gente morta
Bate na porta de casa

Eu ouço,nuvens carregadas
Nos seus devidos pesos e lágrimas
Quando passo por estas duas calçadas

Me pergunto:- Qual caminho eu devo ir?
- Para que meu espirito que guardas
Por um um fim
- Neste vale,encontre a ti?
Será que no final deste túnel
- Existe um véu branco que cobre o céu?
Eu devo ir,ou ficar amor ?

Porque há tanta aflição
Neste seu coração?
Há de ser desejo ou maldição

Que porventura me abraça
Entrelaça entre circulos
Bem no fundo da minha alma
Alarmada em desgraça
Que não acredita mais em nada
Até os santos infernos

rogerssphire

SILÊNCIO

A vida esta cada vez mais barulhenta,
quero ouvir o galo me acordar,
mas ao invés disso escuto
carros buzinando, obras começando, pessoas tagarelando,
e aos poucos vou pirando.

O despertador toca,
continuo a dormir,
nem ouvi,
me acostumei com o barulho.

Vou ao restaurante almoçar,
o garçom não ouviu o meu pedido,
mas consegue ouvir a promoção de emprego na mesa ao lado,
O término de namoro,
em uma fofoca com a amiga na outra mesa.

Quero silêncio, de dentro pra fora,
de fora, para escutar o que digo
por dentro,
por favor faça silêncio.

Por dentro eu me calo,
por fora escuto a poluição sonora.

Quero um lugar no mundo onde eu não possa ouvir nenhum ser humano,
quero um encontro silencioso com a natureza que me rodeia,
quero sair dessa teia
ensurdecedora de palavras faladas.

Amar em silêncio,
falar com os olhos,
e escutar apenas o barulho do seu coração,
para mim já estará bom.

Encontro então, a melhor forma de gritar em silêncio,
escrevo alto, falo com letras maiúsculas,
desabafo nas letras miúdas.

Escrevo,
enquanto o mundo dorme,
escuto a melodia da chuva e penso,
enfim o silêncio.

Andressa Fernandes

PINTURA EXPRESSIONISTA - ANTONIO CABRAL FILHO RJ
O locutor sensacionalista
daquele jornal marron odiado por todos
sempre cheio de fotos sangrentas
escrachou a reportagem:
- Engoli a dentadura!
#

ANTONIO CABRAL FILHO-RJ

POETETRAS É UM ESTILO VERSÁTIL DE FAZER VERSOS OU POEISAS, CRIADO POR MIM
NORMA APARECIDA SILVEIRA DE MORAES
RECANTO DAS LETRAS
FAÇA-ME UMA VISITA...
LEIA, COMENTE...
WWW.NORMASILVEIRAMORAES.RECANTODASLETRAS.COM
WWW.SERGRASAN.COM/NORMASILVEIRMORAESSLIDES
ABRAÇOS MIL DE LUZ VIOLETA, ENERGIA POSITIVA MILLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

NORMA APARECIDA SILVEIRA DE MORAES

Agora eu brinco com você


Já faz muito tempo
Que você me abandonou
E fazia juras e promessas de amor
não vou sentir saudades
você me trocou
e essa nossa história
o tempo já apagou
entenda por favor
eu não vou te procurar
o amor que eu te dei
você não quis aproveitar
não adianta chorar,não adianta sofrer
você brincou comigo e agora eu brinco com você
não vá me implorar,tente entender
que eu dei meu coração,mas você me fez sofrer.

Dé Carvalho

Este Ser Maravilhoso Chamado Mulher!!!

Mulher é a palavra, mais linda e mais sensível no universo das letras, e a mais bela obra divina, que se pode visualizar!

Ismael Santana Bastos 04/10/2013

Ismael Santana Bastos

O escritor é o mais sedutor entre todos os artistas.
Ele faz o ator chorar, o cantor se emocionar, o pintor imaginar e o público acreditar.
Os mais sensíveis passam dias sob o efeito do encantamento de suas palavras.
Enquanto ele mesmo; simplesmente termina o seu enredo e vira a página.
E com o coração leve e sereno, se prepara para seduzir mais uma vez a platéia, com uma nova aventura emocional.

Mara Chan.

Verso do Recife - Rap Part2 (Melodia: Bobby Auss)

Nas escolas o passatempo / jogar bola ou ao relento/
O crescimento ainda mais lento / criança não quer estudar /
O povo anda com medo / estranha até o vizinho / olha para os dois lados / cuidado vai-se encontrar
Julga alguém pra se ter medo / apontando o preconceito / hipocrisia se faz viva / mas então deixa pra lá.

Do outro lado da cidade / tem o mito do ideal / até que conhece o povo e vê que em suma é tudo igual.
Nos dois eu tô deslocado / não me sinto semelhante / copio os padrões errados / desse povo equidistante.

E a paz que pretendia / pra gritar todos os dias / nunca vi por essas vias / será que ela se perdeu?
Ou o pior dos pensamentos / lhe viram sem documento / parece conto de fadas e só existe pra quem leu.

"Quero uma passagem de ida sem volta para viajar nos meus sonhos"

Thiago Augustto

A NEUTRALIDADE UNE AS PESSOAS
QUANDO SE PARTE DO PRINCIPIO,
ONDE HÁ UM PONTO DE PARTIDA
NEUTRO E INCONTROVERSO DAS PROVAS,
POIS ESTE PONTO DE PARTIDA
MOSTRARA QUEM TEM RAZÃO NA DISPUTA !!!

Israel Soler

ESPERMATOZOIDES

Esperto luta contra milhões e os vence chegando ao ovulo
Sabendo que dali verá e viverá um mundo cheio de expectativas
Passa a crescer e evoluir no aconchego materno
Esperando o grande dia !!!
Ri, brinca e chuta dentro da bolsa
Mantem-se alerta a tudo
Ama ,sente e flutua no seu pequeno rio
Tem sempre a grande sensação de estar sendo amado e aguardado !
Ouve tudo e absorve tudo
Zanga-se as vezes quando esta perto de sair, então chuta...
Os outros já ficaram para trás,ele está soberano ali
Interagindo com o ser que lhe gera
Doa-se ao dia que tanto
Esperou, agora evoluído e formado é hora de :
SAIR !!!

Israel Soler

O OPRESSOR QUE TE OPRIME E QUE TE ESCRAVIZA
NÃO PERCEBERÁ TUA EVOLUÇÃO
POIS ELE ESTÁ FOCADO NA PRÓPRIA PREPOTÊNCIA
QUANDO ELE SE DER CONTA, VOCÊ EVOLUI !!!
E O OPRESSOR PASSARÁ A SER O OPRIMIDO.

Israel Soler

O CAMINHAR !!!

VOU ME DESCONSTRUINDO
AO LONGO DO TEMPO,
SEM ALARDES E SEM PRESSA
VOU ME DESMATERIALIZANDO
DE CORPO DE ALMA E DE ESPIRITO
VOU ME DESMISTIFICANDO
DA CARGA QUE TRAZIA
JÁ NÃO FAZ SENTIDO ALGUM
ESTAR PRESO A ELA
EU PRECISO CAMINHAR
SEM DAR OUVIDO AO ACASO
A SORTE NÃO É AMIGA
APENAS A COMPETÊNCIA
DOS ARDIS DA VIDA
QUE NOS COLOCA FRENTE
AS ADVERSIDADES
DESAFIANDO NOSSO PESAR
VOU ME CONTESTANDO
SENTINDO O FRIO GELADO NA ESPINHA
POR MAIS UMA BATALHA VENCIDA
OU PERDIDA
VOU ME DESTITUINDO
DOS MEUS EUS
PARA ESTAR PRONTO
NO FIM DO CAMINHO !!!

Israel Soler

DESTINOS

NOSSO DESTINO NÓS MESMOS TRAÇAMOS
ENTÃO, NÃO FAÇAMOS DELE ALGO INATINGÍVEL
DANDO SORTE AO AZAR

Israel Soler

O GATILHO

O que fizeram da democracia ? Parece que ela se transformou em uma grande baderna.
Liberdade de expressão todos quer ter e todos a tem,
Nosso país está nas mãos de selvagens, vestidos de humanos com sorrisos nos lábios que querem o poder a qualquer preço, argumentos não lhes faltam.
Armam seus joguinhos sujos e o povo é quem sai perdendo com isso.
E a hora do Brasil ? Quando ela é anunciada ninguém mais acredita, ninguém mais a ouve.
É tanto que a galera do bairro ouve Rock, Reggae, Rap e etc...
Quem está no congestionamento... sic, congestionamento ? Hááá nem me falem.
E acreditem; alguns não ficam desinformados ou ficam, depende... sic
Existem os políticos disfarçados de bons figurões todo engravatados e distribuindo pequenos favores.
Com um arsenal de palavras se armam e nem disfarçam a hipocrisia que brota dos seus argumentos.
Acredito que quando a hora deles chegar não terá como escapar,
Se as suas melhores armas forem essas (hipocrisia, mentiras e tantas outras).
O gatilho estará armado, sim o gatilho a que me refiro é o povo.
O grande povo, cansado das mazelas desses homens, sem coração e inescrupulosos.
É o gatilho funcionará, pois o próprio estará mirando eles.
E muitos estão trabalhando e lutando para que esse tiro não saia pela culatra.
A Democracia? Sim a queremos, mas de forma ordenada de forma que favorece a nação
E não minorias que faz a farra com dinheiro público.
Eles ainda conseguem jogar o povo contra o próprio povo
Causando anarquia, fingindo existir uma ideologia que á muito está falida !!!
O povo é o Gatilho o povo quem dará o tiro, esperamos que acerte.
E que não sai pela culatra como tantas outras vezes saíram.

Israel Soler

ROSAS E ESPINHOS


Nós nesse mundo colhemos rosas entre espinhos e mesmo assim
Os dias passam-se e a noite vem, o sol vai se pondo.
Eu olhei as estrelas e tentei conta-las, não consegui.
Lembrei-me de você e seu nome gritei, e se o mundo me ouvir...
Saberá da importância do amor em dias de solidão
E se lembrará de que neste mundo há...

Ervas daninha, joios e trigos e rosas entre espinhos.
Amores comprados, beijos tão falsos.
Em um mundo tão falto de amor de compreensão
Queremos carinho, precisamos de afeto.
Então por momentos esqueceremos as dores do mundo
Que também quer carinho que precisa de afeto de amor,
De compreensão de ternura e compaixão

Sabemos que a humana precisa se reencontrar
Cada dia que passa tudo muda de lugar, temos ideais.
Meu bem as rosas que colhemos não artificiais
Portanto seus espinhos podem nos machucar
Mesmo sendo tão belas...
Veja os moinhos de ventos que abandonados estão
Já não servem mais e esquecidos são nunca se venda

Israel Soler

Toma a ti meu colo, me rendo..
Deleite o teu ser!
Faça-me descanso, tão manso...
Um regalo ao teu prazer!.

Venha eu te espero, é sincero..
Repousa-te em mim!
Traga-me teu canto e os prantos..;,
Te aceito mesmo assim!

No "teu eu" tão frágil e ágil ,que invade o meu ser*..
Neste amor que acalanta e encanta...

.... me faça o teu querer!

Rafael Vocalista

De volta...

De volta as letras...
Novamente tento descrever meu mundo.
Busco desesperadamente palavras para descrever o que sinto.

Não sei bem, as coisas estão diferentes.
Onde está a agitação de antes?
Onde está aquele olhar que tirava meu chão,
Me perturbava, e me deixava sem saber como agir?

Os ponteiros do relógio continuam a rodar...
O tempo é implacável e apaga toda lembrança.
Um sorriso amigo, molda o mundo e afaga o coração.

Não são mais palavras ao vento,
Jogadas em busca de uma resposta,
De um bom dia que nunca vem...

São palavras ouvidas, ideias sentidas,
Uma discussão além...
Alguém observa o que eu falo,
E parece escutar o que vem do meu coração.

Entende, observo além do visível.
Busco sempre o impossível,
Sempre busco uma razão.

Não quero pessoas que me sufoquem,
Que sempre me deixam sem resposta.
Que não confio na boa intenção.

Viver assim é castigo,
Sempre correndo perigo,
De ver seus sonhos escorrendo pelas mãos.

O que aconteceu comigo?
Não consigo mais escrever o que sinto!
Já não sei mais nem mesmo lidar com a minha emoção?

Onde estão os meus sonhos?
Fico aqui me perguntando,
Dialogando com a minha razão.

Não sei se é a maturidade
Que está acabando com a minha ansiedade.
Ou se fui eu quem perdi a razão!

As palavras hoje me sufocam,
Hoje estou sem resposta,
Para o que se passa em meu coração.

Cansada de papos vazios,
de conversas sem sentido...
de companhias que não fazem bem para a alma...
Enfim, de pessoas que fazem mal ao coração.


Autora: Khenya Tathiany

Curta nossa página no facebook e nos ajude a divulgar nosso trabalho. Disponível em: https://www.facebook.com/sentimentosinteligentes?ref=hl

Khenya Tathiany

desejos
não
escritos
pintados na
noite
entre lençóis e
solidão...
segredos
vagando sedentos
tingidos em devaneios
nas linhas
nas
letras
apenas ilusão
explodindo
nada serenos
desejos
mão
que percorrem
suor
que escorre
mão pedidas nas curvas do
pensamento
solta
invadiam o dentro das
coisas....
mas faltava
você....
vem ficar
comigo....

fatima j zuanetti

Não Vá para longe

Hey Venha aqui
Vamos vir aqui
Hey, não vá embora
Não vá tão longe
Vem e vê minha dor, vem e olha nos meus olhos
há uma canção que ninguém canta, há um coração partido
Eu vejo as coisas, meus sonhos foram queimados, eu ouço coisas
Hey, não vá embora
Não vá tão longe
Hey vir e ficar, você quebrou meu coração, você deve isso a mim, tudo era um jogo para você.
O que eu fiz? Eu realmente amei
Vejo que finalmente mudou-se
e eu? você se lembra de mim? Você se esqueceu de mim?
Hey tudo que você queimou virou fumaça
as coisas ficaram difíceis você estava longe
o que você fez foi voar, voar, enquanto eu chorava
enquanto eu choro
peixe não tem nenhum sentimento, eu sou um peixe
Eu sou um peixe
Eu sou um peixe
Eu sou um peixe
Eu quero ser um peixe

Patricia Angel

Entre as letras
Soltas de uma oração,
Um pouco de fé,amor e ilusão!
Dedos cruzados
Olhares marejados,
Trazendo dias e levando anos...
Coração morno, sorrisos largos,
Buscando nos desencontros
Afagos e vontade de viver.

Pablo Gabriel Ribeiro Danielli