Declaração de uma Mãe para seu Filho

Cerca de 401 frases e pensamentos: Declaração de uma Mãe para seu Filho

Mãe é mãe, essa palavra por si só já basta.

Avelino Filho

Criança de rua:
Berço esplêndido nenhum,
sequer mãe gentil.

Antonio Cabral Filho

Mãe não tem diploma ou certificado. Nem carteira de habilitação, fórmula matemática ou contrato de letras miúdas. Mesmo que ser mãe não seja para qualquer uma. Por isto, não haverá mãe por decreto judicial, por lei irrevogável ou por receita médica. Não mãe de verdade. Nem basta se declarar mãe apenas por se achar que é. Não há presunção de maternidade. É preciso ser, simplesmente ser. Mas, antes de tudo, é preciso saber ser mãe.

Oscar Bessi Filho

Porque ser mãe é oferecer a certeza do conforto sem qualquer palavra, mesmo na idade em que as palavras ainda não têm qualquer sentido.

Oscar Bessi Filho

Não haverá surpresas, à verdadeira mãe. Não haverá decepção. Tampouco haverá febre de glórias palpáveis ou efêmeras. Haverá, sempre, apenas orgulho de ser mãe.

Oscar Bessi Filho

Mesmo que haja rejeição dos filhos pelo amor de mãe, a tristeza se encobre no seu silencio.

Erasmo Shallkytton

Aos olhos cheios de afeto
da mãe que o viu pequenino
seja qual for sua idade
o filho é sempre um menino

Soares da Cunha

Mãe é paciência e generosidade.
Paciência de esperar seu filho nascer
Generosidade de doar seu corpo para concebe-lo;
Mãe é força e determinação;
Força para dar a luz e trazer ao mundo se bem maior,
seu filho.
E determinação para cria-lo errando sempre mais com a melhor das intenções de acertar.

Lana Araujo

Mae,

Que ao dar a bençao da vid entregou a sua....

Que ao lutar por seus filhos esqueceu de si mesma...

Que ao vibrar com sua vitorias, esqueceu seu proprio mérito...

Que ao receber injustiças, respondeu com seu amor...

E ao lembrar eu so tenho um desejo!!!

DEUS PROTEJA MINHA MAE POR TODA A VIDA!!!!

Bruna Nunes Primo de Almeida

Algumas pessoas vão me entender
Existem coisas que não se podem responder
Hey mãe, o seu filho quer saber.
Por que tudo é “matar ou morrer”?
Acho que estou perdido
Em um sono profundo

Bruno La Roza

Os pais educam os seus filhos incomcientemente, os filhos não fazem realmente tudo oque a mae ou o pai os dizem para fazerem, mas os filhos fazem sim muita coisa que os pais nunca os dizem para fazerem, que os pais fazem ou fizeram.

Fernando nhabomba

Ser mãe é ter um filho.

Bruninha Marcelly

Filho: Mamãe meu coração ta doendo passa pomada?
-Com uma certa preocupação a mãe pergunta -
mãe: Seu coração filho? Como assim? O que aconteceu?
Filho: Não aconteceu nada mamãe , começou a doer do nada, mas ta doendo muito, passa a pomadinha!
Mãe: Não tem como passar pomada no coração filho, o que você tava fazendo quando começou a doer?
Filho: Eu tava conversando com minha amiguinha lá no balanço da escolinha, Aí ela me contou que gostava do Hugo aquele meu amigo que vem sempre aqui em casa. Aí quando ele passou perto dela ela levantou do balanço e foi atrás dele e me deixou sozinho, aí meu coração começou a doer e ta doendo até agora
A mãe assustada não sabia o que dizer ao filho e então simplesmente o abraçou e sussurrou no ouvido dele: -
Mãe : Filho você conhece o amor ?
- O filho meio sem entender perguntou-
Filho: O amor? mas você sempre disse que o amor era uma coisa boa, e então porque ele está machucando meu coração?
Mãe: Não são todos aqueles que sabem valorizar o amor e quando esse amor se oferece para alguém e esse alguém não dá valor o amor fica triste e volta para sua casinha que é o coração e pro amor entrar de novo no coração deixa um machucado bem grande nele. E esse machucado que fica no coração se chama DECEPÇÃO.

Maxwellton

Filhos, tios, sobrinhos, avós, amigos, colegas, conhecidos, chegamos no principal que é a mãe, ou seria a mão de Deus. Tradução de Amor, dedicação, lealdade, atenção e se falar tudo, talvez ainda seria pouco para o que realmente significam. Mulher se não fosse tão bom e divino não seria Mãe. Parabéns !

Adriano Matias

Os clamores de algumas pessoas contra o pecado são como os de uma mãe contra o filho a quem repreende, mas que logo beija e acaricia.

John Bunyan em "O Peregrino"

Que tenhamos a capacidade de sermos mais irmãos, mais amigo, mais filho, mais mãe. Que tenhamos o desejo de sermos mais HUMANOS e de, além disso, o desejo de ser mais FELIZ!

Adriana Araujo Leal

minha vida e assim tem 4 coisas na que eu amo e a o motivo de eu viver minha mae meu 2 filhos e minha mulher a vida e assim voçe cria os filho para o mundo

dirim .com.brhotmail.com

Os braços de uma mãe tornam-se mais fortes quando o seu filho está em perigo.

Filme (Os Últimos Passos de um Homem)

TEM QUE ACREDITAR
DESDE CEDO A MAE DA GENTE FALA ASSIM: FILHO, POR VOCE SER PRETO, VOCE TEM QUE SER DUAS VEZES MELHOR.AÍ PASSADO ALGUNS ANOS EU PENSEI: COMO FAZER DUAS VEZES MELHOR,SE VOCE ESTA PELO O MENOS CEM VEZES ATRASADO...
PELA ESCRAVIDAO, PELO PRECONCEITO,PELA HISTORIA, PELOS TRAUMAS, PELAS PSICOSES, POR TUDO QUE ACONTECEU? SER DUA VEZES MELHOR COMO? VOCE É O MELHOR OU É O PIOR DE UMA VEZ. SEMPRE FOI ASSIM. SE VOCE VAI ESCOLHER O QUE ESTIVER MAIS PERTO DE VOCE OU O QUE ESTIVER DENTRO DA SUA REALIDADE, VOCE VAI SER DUA VEZES MELHOR COMO? QUEM INVENTOU ISSO AÍ? QUEM FOI O PILANTRA QUE INVENTOU ISSO AÍ?

Racionais

MASSAI – O FILHO NEGRO DA MÃE ÁFRICA



É na geração dessa grande raça Massai,
Que corre o meu grande sangue africano,
Aos passos duros do meu colorido Quênia,
Vão-se as ilusões e vibrações do meu corpo,
Despindo a alma no solo agonizante e sem paz.

O meu espírito e pele gemem por amor e reinado,
Duma África esquecida e marcada por cicatrizes,
É duro não poder descansar no leito da minha vida,
Que não abastece as minhas distâncias que cruzo,
Sozinho, e com o meu Deus, eu não quero guerra.

Nem mesmo o meu cajado se levanta mais no alvorecer,
E a minha lança não domina as minas, bombardeios e fuzis,
São apenas ferramentas de conhecimento e cultura,
Que vão ao longo do mundo sem qualquer serventia,
Aos gritos do filho da tribo Massai que foge ao além.

Seria aqui o meu território com extensas lágrimas?
Onde a modernidade não alça por aqui socialmente,
Apenas escraviza a minha alegria de não sorrir,
E vou andando por aí, a procura de um novo céu,
Onde as nuvens do meu Deus me guiam na solidão.

É nesta caminhada com aflição que rumo ao horizonte,
Sem entardecer envergo os pés no único solo materno,
Da mãe África aberta com veias e sangues inocentes,
Não... Ali não soa mais o tambor da minha aldeia,
Até parece que o espírito guerreiro me abandonou.

Da caçada humana deflagrada pelos homens brancos,
A minha boca estremece de medo e sem qualquer cobiça,
E as lágrimas já não escorrem no meu rosto como dantes,
Mesmo assim, sou filho da África da grande tribo Massai,
Guerreiro solitário do meu povo, eu vou andando sem fim.

E vou subir no Monte Kilimanjaro e observar a minha vida,
Falar com o meu Deus e pedir o sangue dos antepassados,
Que correm nas minhas frágeis veias no ápice desse espírito,
Perdoando com os olhos negros o silencio que voa no vento,
Levando a cada instante o meu louvor sem um tostão no bolso.

Eu sinto que a montanha branca também se despede,
Do coração de toda a África derramando as suas lágrimas,
Talvez seja o aquecimento global imputado aos brancos,
Do mais belo paraíso que satisfaz todos os africanos,
De onde eu posso gritar do seu topo o meu Adeus.

Porém, revejo que as esperanças são vencidas pela força bélica,
E minha lança já ultrapassada é a minha ferida que adormece,
Não une esforços com a modernidade que me sacoleja,
Do leste Africano, trago as lembranças do meu Éden,
Que se perdeu nas longas influências dos tiranos.

Não sou mais um guerreiro que luta em defesa,
O imperialismo das grandes nações sufoca-nos,
Absorvendo nos olhos a exploração capitalista,
Na corrida multimilionária da riqueza natural,
Marginalizando a minha cultura milenar.

Isto é o capital avarento de benesses pra perdoar dívidas,
Do qual o povo Massai e outras tribos não constituíram,
Por isso, vou subir no Kilimanjaro e rever a minha vida,
E peço-lhes que não façais do povo Massai o sacrifício,
Assim como Ruanda que emanou sangue como fel.

Eu acho que do alto do Monte Kilimanjaro, o sonho acabou,
Para cada lado que olho, vejo em cada fronteira um absurdo,
Da Etiópia, Somália, Oceano Índico, Tanzânia, Uganda e Sudão,
Vejo que não me resta nem mesmo o Lago Victória, tão longe,
Talvez, este poderia afagar o meu tormento nas profundidades.

O mundo não é mais o mesmo dos meus ancestrais,
A guerra, a fome, as pestes são frutos do homem branco,
Invadindo o meu ser que espanca a minha liberdade,
E saiba que eu não conheço outra forma de viver sem o gado,
Que campeiam nas gramas desérticas do meu coração.

Eu sou o homem negro abatido na minha própria África,
Porém, revejo que a esperança é vencida pela força bélica,
E minha lança já ultrapassada é a minha ferida que adormece,
Vejo que nem o meu cajado se levantar mais no amanhã,
E a minha lança afiada não vence as minas e nem os fuzis.

Erasmo Shallkytton