Dançarina

Cerca de 24 frases e pensamentos: Dançarina

Minha paz é dançarina.
Acho que ela pegou carona no coração dançarino do menino e ficou assim, sem modos ou talvez tenha me tornado tão infinitamente leve, que não consigo me alcançar.

Renata Fagundes

Sinto falta de que rasgue meu peito
e arranque essa armadura que sufoca...
tire o peso dos ombros e meus
dentes de fera para que eu possa
dançar e voar como menina.
Sinto falta de que saiba que
meu não significa sim,
que quero que fique,
mesmo quando lhe mando embora.
Sinto falta dos segredos surrurrados
e declarações embaraçadas.
Falta dos arrepios quase audíveis
dilatando os poros e com deleite
sorrir e suspirar profundamente...

A Dançarina do Abismo - julia

Quero me embriagar do
silêncio que precede a tempestade.
Feito fera indomável correr
por entre estrondos tempestuosos
não temendo a lâmina
despejada dos céus.
Quero a tormenta das águas
lavando a minha desordem
Quero ser delirante temporal,
vento avassalador de meus desatinos
e, depois da inquietude
Quero ser a calmaria na Escuridão.
Ainda podendo mansamente chover ...
Ainda podendo serenamente nublar...

A Dançarina do Abismo - julia

Liberdade é quando sinto corpo e a alma
despidos de pudores
é quando posso voar
dar asas a imaginação
libertar os sentidos
abraçar o espaço do nada e me sentir
invadida pelo tudo
deixar o vento acariciar a pele
despenteando os cabelos
embalada pelo som do silêncio
estar a beira do abismo
e dançar, dançar...

A Dançarina do Abismo - julia

Eu posso não ser a melhor cantora, a melhor dançarina, a mais bonita, mas eu trabalho duro para dar o meu melhor

Fergie

A DANÇARINA

Dançarina na luz da lamparina,
Na graça do gesto parece fumaça.
Há suspiro em passo, cada giro,
Dança com leveza desperta lembrança.

No samba, ela além de bela é bamba,
Mas seu coração muda com a estação;
Machuca muitos por isso parece maluca,
Coitada da dançarina não passa de menina.

A idade cobra dançarina pela atividade,
É vaidosa, mas aparenta ser mais idosa.
A fantasia não dura para sempre, que ironia;
A dançarina se apagará com a luz da lamparina.

André Zanarella 30-08-2012
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4421534

André Zanarella

Nós nos conhecemos num bar
Ela dançarina de cabaré
A noite vinha em busca de prazer
No desejo de enlouquecer mais uma vez
Seus amores à platéia da boate
Feito troféu em leilão a remate
Sempre rematei seu amor
Numa noite infinita de prazeres
No despertar de dois corpos ardentes
Seu amor não tem preço

marcelo rodrigues da silva

COMO SABES DA DANÇARINA?

Como sabes o que o corpo fala?
Como fazes a leitura da alma?
Ela enceta como quem escala
E na verdade era só a palma

Que viria a desenlaçar
O que nem imaginas
A história a se passar
É mais do que vês, cortinas

Tem quem diga que ela vai cair
Porém ela não desequilibrou
Mesmo que tenha vindo a desiludir
Ela reergueu, continuou

O sonho, e a liberdade de voar
Como só ela ganha asas ao balançar
O corpo sentindo a melodia
Porque ela flutua, e ela sabia

Que quando a música toca
É mais do que sentir
É o que ela enfoca
E a faz persistir

Porque ela guia os pés
Pelo coração
— Dançarina, és
Retrato da emoção

Porque ela é mais que isto
Que qualquer um diz
Ela é o que ninguém sabe
Mais que mera aprendiz

A história não em voz
Mas no movimento
No qual se faz albatroz
Em pensamento

Ela não é a queda
Tampouco é chão
Não subestimes a dançarina
Ela é mais do que tu sabes! Ela é canção!

Ela não é o logo
Tampouco é o demorado
Não julgues a dançarina
Ela é mais do que tu vês! Ela é o inesperado!

E no intrínseco do movimento
O que mais tu tentas?
Para entender sobre alheamento
O que ela enfrenta

Dançar não é acerto
Ela bem sabe
Prepares-te, dançarina! No desconcerto
Vai ensiná-los o que a tu, cabes

Ela não cairá, mesmo que vá ao chão
Sabem o motivo, Senhores?
Ela é dançarina!
Ela é paixão!

Vanessa Brunt

A DANÇARINA


Numa mistura fina
de leveza e talento.
Sob o palco
entre aplausos
e alaridos.
De uma platéia
entusiasta.
A dançarina
parece
voar...
Enquanto
a música
prende, envolve...
Numa sutileza
de sentimentos
e prazer...

Nivaldo Duarte

"Salto envolto da fantasmal dançarina.
Explode e calha sem quase tirar os pés do chão ou sacar os seus ditados da vanguarda.
Sem cores, sem dores. Assim como a visão do observador.
Já passou como o vento ou como o tempo."

Diogo Viana Loureiro

Posso sim ser, concentrada,séria, divertida, corajosa, dançarina, discreta, louca...Posso ser o que você quiser.
Diga o que quer e eu serei pra você.

Regina Matos

Não sou atriz, modelo, dançarina.
Meu buraco é mais em cima.

Maria Rita Mariano

Senhor contratante, o senhor sabia que eu dançarina, também sou formadora de opinião?

Luciaurea

A VIDA É A DANÇARINA...
Como ficar em paz agora? Fazendo as pazes com o momento presente. Esse momento é o campo em que o jogo da vida acontece. Não há nenhum outro lugar em que ele possa existir.
Uma vez que tenhamos nos reconciliado com o momento presente, devemos observar o que ocorre, o que podemos fazer ou escolher fazer ou, em vez disso, o que a vida faz por nosso intermédio.
Há uma expressão que revela o segredo da arte de viver, a chave de todo sucesso e de toda felicidade: nossa unificação com a vida. Quando formamos um todo com ela, formamos um todo com o Agora. Nesse instante, compreendemos que não vivemos a vida, é ela que nos vive.
A vida é a dançarina e nós, a dança.

Desconhecido

Sou aquela que criaste em pensamentos,
fantasia moldada , dançante...
vestida de cetim ou nua, mente alucianada
sentidos palpitantes.
Sou aquela que dança no compasso de um silêncio,
no descompasso de uma paixão .
Bandida, proibida, atrevida e irresistível...

A Dançarina do Abismo - julia

Não me permita arranhar-lhe
seja com garras,dentes ou palavras
Arranca-me as asas se preciso!
Envie-me a escuridão de onde somente
enxergarei luz atravez dos olhos Teus.

A Dançarina do Abismo - julia

Corpo tremula ao som
autoritário de Tua voz
E, por mãos audaciosas
Que vão tateando as fendas
Serpenteio com essa paixão
Sem pudores ...
Estou nua...
Sem máscaras,aberta
O Senhor vem,voraz, intenso
Desejos confusos, profanos
Entre causar dor e prazer
Quase me desfalece em êxtase
Mergulha nas águas de meu corpo
No suor da paixão que me provoca
Nas lágrimas dos gritos e gemidos
No gozo que explode
Quando me toma, possui e invade.
Esvazia-me do mundo enche-me de Ti.

A Dançarina do Abismo - julia

Hoje eu quero o simples do tudo
Fechar os olhos e ser vento
Sentir e espalhar o perfume de viver...

A Dançarina do Abismo - julia

Em teu chão me diluo
Densa e escorrida
nuances bucólicas
Perdida e encontrada
Entre riscos e rabiscos
Acuada e plena
Mesclo-me em Ti...

A Dançarina do Abismo - julia

Te encontro em meus detalhes
nas entrelinhas despidas de rimas
no avesso do que me é direito.

A Dançarina do Abismo - julia