Crônicas para Crianças

Cerca de 393 crônicas para Crianças

Sou a floresta e o rio preso naquela pintura,
Sou a parede branca suja por crianças,
Sou o hotel das pessoas de ontem,
Sou a música, sou a alma, tenho alma
[E um lápis
Sou um profeta do futuro,
Sou a casa da vizinha, você olha, mas não quer ver,
Sou a luz acesa, mas às vezes apago,
Sou o vaso quebrado e jogado e colado,
Sou da cor do céu, mas meu humor define qual tom,
Sou a poesia sem poeta,
Sou o cheiro que não senti da flor,
Sou intenção, me inventei e agora sou.

Jerry Dias

A REVOLTA DO LIXO

(Uma historinha para crianças de 0 a 100 anos)

Uma caixinha de leite condensado já devidamente vazia foi atirada no quintal por Dona Carmem, porque ela estava na varanda preparando um bolo; apressada e desatenta não viu a lixeira por perto. Uma chuva um pouco mais forte logo levou a caixa, que foi parar num córrego pertinho dali. Dona Carmem, que não é de fazer lambança, logo depois da chuva deu por si e foi procurar a embalagem. Não a encontrou, mas também não deu muita importância, porque afinal, era só uma caixinha.
Quando chegou ao córrego, a caixinha deu de cara com um jornal. Fez amizade com ele. Sem demora, um carrinho de madeira que estava logo ao lado se aproximou. Resmungão como ele só, reclamou do mundo e da vida e disse poucas e boas do menino que o desprezou. Pensava, inclusive, numa forma de se vingar, mesmo sendo apenas um brinquedo inutilizado pela falta de peças e por algumas partes quebradas.
Mas ali não havia somente caixa, jornal e carrinho. Além de muitas outras embalagens, impressos e brinquedos, também havia latas, vidros, plásticos, sacolas, garrafas pet, ferro, madeira... Uma infinidade de sucatas que lambões de todas as classes, idades, etnias e religiões atiraram nas ruas, nos quintais e pátios públicos. Isto sem contar com os não lambões, como Dona Carmem, que acabaram deixando a desejar, por causa da pressa e a desatenção que resultou dela.
Foi aí que aconteceu uma coisa inusitada: Toda aquela lixaria, que poderia ter tido sina mais digna, em muitos casos sendo reciclada e voltando a ser algo importante, resolveu se vingar dos cidadãos daquela cidade: Uniu-se à primeira chuva intensa e forte que não demorou a chegar, para punir a todos, até os que não tinham culpa, com uma enchente de proporções catastróficas! O evento gerou muitos danos, encheu as ruas de lama, ratos e doenças, e deixou centenas de pessoas desabrigadas!
O que não se sabe até o presente momento é se aquele povo aprendeu a lição ou se continua deseducado. Gente, desde que o mundo é mundo, é mesmo assim: Demora muito a aprender que a vida é um bem precioso e que ela depende muito do nosso amor por nós próprios e pelo ambiente que nos cerca.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

No Mundo da Fantasia...

Que as crianças vivem no mundo da fantasia não é novidade. Não precisam de estudos pra comprovar, só olhá-los brincando que fica muito explícito. Mas o que pouca gente percebe é que os adultos também vivem no mundo da fantasia, você vive, eu vivo, todos nós vivemos no mundo da fantasia, mas uma fantasia diferente das crianças.

Tem gente que vive tendo fantasia sexual, uns com as secretárias, outros com as empregadas, outros com atrizes, cantoras, mas nunca com a própria mulher...

Tem gente que tem fantasia com a vida alheia, vive se imaginando andando no carro do vizinho, imagina ter casa como a do vizinho, a piscina do vizinho, mas não se imagina reformando a própria casa, ou cavando a própria piscina...

Tem mulher que vive fantasiando ter o mesmo corpo que a atriz da TV, ter o mesmo marido que a atriz, mas nunca se fantasiou comendo muita salada e menos massa...

Tem noivos que vivem no mundo da fantasia planejando o casamento, sonhando com filho, até que terminam o noivado...

Tem gente que fantasia tanto uma carreira que perde mais tempo fantasiando que quando percebe está velho demais para começar uma carreira...

Talvez seja por isso que dizem que a gente nunca deixa de ser criança.

Maicon Carlos

“Espírito Natalino”

“Houhouhou...
É véspera de natal, as crianças despertam mais cedo
para desfrutar do momento que ainda está por vir.

A manhã se cala diante da natureza encantadora dos pequeninos.
Sua sutil inteligência age conforme seus sonhos, como
Papai Noel, desequilibrando os corações na busca de
um novo acontecer.

Os avôs observam atentamente o percurso dos tão aclamados, sentem a saudade bater a porta.
Relembram com orgulho seu passado...

Os pais vêem a hora chegar, quando então!!!
no sublime instante...
As lágrimas caem, como um riacho de felicidade.

A voz dos pequeninos soam profundamente, como
um piano a tocar, ao mesmo tempo destroem com seus
gritos ensurdecedores quando notam a presença do senhor
de barba branca entrar.

A lareira se esconde com tantos presentes, dando espaço
para o aconchego familiar.
São os gestos mágicos natalinos, indo de encontro com o
toque diferenciado, coberto de esperança, de amor.

Mas no final daquela noite a surpresa...
Um pequenino deslumbra a irradiante comoção.
Ele, olha com seus olhos singelos nos olhos vivos da
vida dos avôs e diz:

- Feliz Natal...”

Roberto dos Anjos

Lembra de quando eramos crianças, e não nos importávamos se nosso cabelo estava bonito, se nossa roupa estava limpa, se alguém iria pensar que você é louca. Eu gostava daquele tempo, as coisas eram mais fáceis, o mundo era perfeito aos meus olhos. Eu acreditava que um homem distribuia presentes para todas as crianças do mundo, em apenas uma noite. E também acreditava que existia, em algum lugar por ai, um coelho que fazia ovos de chocolate. Eu acreditava que em baixo na minha cama, existiam perversos monstros, e que escondido no meu guarda-roupa estava o pior deles. Eu lembro, que se eu fechasse os olhos eu poderia ir a Marte conversar com alguns alienígenas, ou então seria uma super-heróina, como nos desenhos do Super-Man. Eu podia ser quem eu quisesse, o presidente, o superman ou a mulher maravilha, eu podia ser a dona do Mundo e também da loja de doce do shopping. Hoje já me falaram que Papai Noel era apenas uma historia, que quem faz os ovos de chocolate é uma fábrica, que em baixo na minha cama, tem apenas sujeira, e no meu guarda-roupa, roupas, hoje minha imaginação é controlada, eu não voo mais nem vou a Marte, eu aprendi que pra tudo tem que ter dinheiro, pra ser presidente precisa de uma campanha, pra ser a dona do mundo preciso ter o triplo do dinheiro que o Bil Gates tem, e pra ser dona da loja de doce preciso de um financiamento. Antes tudo era mais fácil, mais bonito e divertido.
Sabe, eu sinto saudade de ser criança...

Carolina Langaro Silva

Um certo dia um homem foi em uma escola falar de DEUS. Chegando lá perguntou se as crianças conheciam a Deus, e elas responderam que sim. Continuou a perguntar e elas disseram que Deus é o nosso pai, que ele fez o mar, a terra e tudo que está nela, que nos fez como filhos Dele, etc. E o homem se impressionou com a resposta dos alunos e foi mais longe: “Como vocês sabem que Deus existe, se nunca ninguém O viu?”
A sala ficou toda em silêncio, mas Pedro, um menino muito tímido, levantou as mãozinhas e disse: “A minha mãe me disse que Deus é como o açúcar no meu café com leite que ela faz todas as manhãs. Eu não vejo o açúcar que está dentro da caneca no meio do café com leite, mas se não colocá-lo , fica sem sabor. Deus existe, e está sempre no meio de nós, só que não O vemos; mas se Ele sair de perto, nossa vida fica sem sabor...” O homem sorriu e disse: “Muito bem Pedro, eu agora sei que Deus é o nosso açúcar e que está todos os dias adoçando a nossa vida...” Deu a bênção e foi embora da escola surpreso com a resposta daquela criança. Deus quer tornar a nossa vida muito abençoada, mas para que isso aconteça é necessário deixarmos que Deus faça milagres e uma grande transformação em nosso coração. Pense nisso, hoje e não esqueça de colocar "AÇÚCAR" em sua vida!

Charlesk

Quando somos crianças,somos apenas crianças e o que esperamos dá vida é brincar,sorrir, ser feliz com nossos amigos...quando nos tornamos adolescente,o que esperamos da vida é fazer tudo aquilo que não podemos,ir pra baladas,beber, curtiir e também continuar sendo feliz com nossos amigos...
Mais chega uma epoca que voce percebe,que isso não e mais o suficiente,isso não nos preenche como antes,não que ser feliz com nossos amigos seja menos importante mas,as responsabilidades batem na nossa porta e enxergamos que precisamos de mais,muito mais...e quando essa ficha cai nos tornamos adultos. "

Tatiana Oliveira

Quando éramos crianças

Ainda me lembro de quando éramos crianças
O sol batia na janela
E na nossa imaginação
Eram apenas brasas vindas de uma bola gigante
Sabe... a pureza do seu sorriso
Quando derrubava sorvete na roupa
Era motivo de riso pra mim também
Eu dizia que quando crescesse
Ainda seríamos amigos

Bem... e agora crescemos
Continuamos nossa amizade,
E... que estranho
Aquelas velhas brasas da janela
Parecem estar dentro de mim
Quando você dá aquele puro sorriso
E eu não sei o que dizer...
Sinto frio na barriga
Como se tivesse derramado sorvete
Quando você diz que finalmente crescemos.
Ah, o mundo é tão incerto
Será que te conheço tão bem
Que a amizade não é mais suficiente?
Ou será que o presente
Não é mais como era antigamente?

Petrônio Augusto Carvalho Olivieri Filho

Crianças...

Anjos... que são a alegria, que nos trazem a felicidade.
Vamos cuidar desses nossos anjos, tanta maldade eles não iriam aguentar.
Existe um dia que representa o que eles (as crianças) significam...
O amor, a pureza, a inocência...
Nos trazem a alegria de cada dia, um amor inagualável.
O amor dos nossos pequenos anjos...
São uma espécie rara, mas muito se encontra.
Um sorriso que nunca existiu igual, um pensamento puro que só eles tem.
Uma aurea maravilhosa, brilha, brilha, brilha.
Uma alma incente, cativante.

São esses... os anjos... AS NOSSAS CRIANÇAS!

Jéssica Gomes

Em cada canto do Brasil!

Que país é este?
Já diria Renato Russo,
Onde crianças pedem esmolas,
Vivendo em apuros!

Buscando o pão de cada dia,
Para alimentar sua barriga,
Enquanto sobra para poucos,
Falta pra maioria!

A mãe não tem emprego,
O pai nem conheceu...
Que país é este?
Que país é este meu Deus?

Sempre a mesma pergunta,
Sem nenhuma resposta,
Mas o dia-a-dia está ai
E a criança sem escola...
Sem escola,
Sem comida,
Sem nenhum lazer,
Muitos tem que roubar
Para poder sobreviver!

A ''cadeia alimentar''
Vai ficando bem pior...
Roubar para comer,
Roubar para cheirar,
Cheirar para morrer...
Morrer e matar!

Enquanto isso,
continuamos em nosso mundinho,
Onde tudo é perfeito,
Há não ser que nos atinja
E matem alguém do nosso peito!

Essa é a realidade
De cada canto do Brasil
Quem não gostou do desabafo
Vá para....
O lugar que lhe é conveniente!

(14/11/2010)

Gutierre Farias Alves

Fases – Porque tudo na vida passa

Quando crianças – inocência, dependência, medo, descompromisso, molecagem, fraudas, banguela, soneca, papinha, suco, leite, creche, desenho animado, colo, escola;
Quando adolescentes – responsabilidade, juízo, ginásio, namoro, ciúmes, inveja, irmãos, paixão, hormônios, barba, TPM, espinhas, stress, autoconfiança, intolerância, críticas, preguiça, balada, chocolate, refrigerante,cerveja, energia, preservativo, rock, tribos, internet, filmes, ansiedade, alterações no humor, viagens, companhias (boas e más);
Quando adultos – compromissos, casamento, família, faculdade, mestrado, emprego, julgamento, independência, coragem, sogras, filhos, vizinhos, impostos, patrões, wisky, música clássica, golfe, fios brancos, fofoca, TV, métodos anticocepcionais, dívidas, trânsito;
Quando idosos – calvície, tinta, netos, preocupação, doença, coração, osteoporose, gravidade, fadiga, asilo, Parckison, Alzheimer, dentadura, INSS, FGTS, viagra, menopausa, jornal, caminhadas, forró, leite de soja, colesterol, fotografias, lembranças – morte.

Identifique-se, reduza, use, não abuse, conserve, aproveite, se divirta, grite.
Do solúvel ao pó, todos vêm, e todos iremos, faça suas escolhas. Porque a vida passa!
Onde está agora? Evoluindo...prepare-se, o amanhã sempre chega, pra todos, a qualquer hora, talvez você não irá desfrutar de tudo. Quem sabe prefira evitar algumas alternativas. Virar a esquerda, tomar um bonde, saltar de paraquedas ao invés de descer a pé, esperar ou voltar atrás. Pode ser tarde demais, mas quem sabe você se torne um exemplo para nossos futuros ingênuos bebês.
Passe suas experiências a diante, respire. Não tenha receio. Abra a porta – a oportunidade é sua, a chave pertence a você; aplique a força necessária, gire a maçaneta;
Vá com fé. Tenha um Deus.

Jonathan Messias de Freitas

E ainda, as crianças q escapam dessas e outras violencias ainda q na alma, crescem e hj sao adultos q se culpam e se culpam e muitas vezes repetem, mesmo q sem querer consigo mesmo, com outras pessoas e as vezes com seus filhos essa mesma crueldade.. o q é pior.

Preciso é se render a graça salvadora e redentora de Cristo Jesus e ao seu amor q tem poder p nos ajudar e curar profundamente.

Belkis Braz

Canção de Ninar

No meu amor tem carinho
Onde nasce seu filho
As crianças que aqui brincam
Não são felizes como La

Nossa família tem mais junção
Nossas vidas tem mais amor
Nosso amor tem mais afeto
Nosso afeto é mais carinhoso

Pensando sozinho, a noite
Mais prazer na saudade
Na minha vida tem carinho
Onde nasce meu filho.

Caique Ferro

- Com um tempo

descobrimos que nem o vento nos trazem a alegria de quando eramos crianças, com um tempo aprendemos a ver, o que os nossos olhos nunca viram antes, com um tempo encontramos amizades, paixões, [...] Mas não áh tempo que volte e nos mostre amizades tão verdadeiras, e paixões tão reais quanto ao tempo vivido. Toda pessoa, tem o direito de amar, e para ser amado(a) é necessário buscar o conheçimento, se não conheçemos a nós mesmos, não podemos amar outra pessoa, esperando de volta o amor, que nem em si mesmo, obtemos. Amadurecimento, é o que muitas pessoas ainda precisam/ou vão ter. Juventude, não significá apenas a parte da vida de um homem entre a infancia e a idade viril, e sim também o brilho daqueles que sabem fazer brilhar, mas saiba que brilhar não significa apenas aparecer, e se manifestar ¬' não mesmo.
Brilhar é fazer a sua vida não só história, como também alegria.
Mas alegria, não significa apenas divertimento.

Darlyson Déles

A escola não ensina que crianças são rejeitadas
e sofrem tentativas de homicício durante toda a sua gestação…
E que já no ventre recebem drogas, socos e gritos…
A escola não ensina que crianças são rejeitadas ao nascer,jogadas no lixo, afogadas, abandonadas em praças…
Ela não ensina que são maltratadas, abusadas sexualmente
e agreditas com palavras olhares e gestos todos os dias…
A escola não ensina que essas mães são crianças mal preparadas e revoltadas com a própria sorte, muitas vezes…

A escola não ensina que o poder é do mais forte,
seja pelo dinheiro que possui ou pela arma que carrega
e pelo silêncio que me obrigada a fazer…

A escola não ensina que a fome,
a raiva e a revolta fazem bandidos…
A escola não ensina que pessoas são cruéis, mentirosas,
preconceituosas e humilham o seu semelhante…

A escola não ensina…

Viviane Dick

As nossas crianças de hoje, crescem cada vez mais rápido…
Quando vemos elas ja estão namorando…
Querendo roupas de marcas…
Esquecendo os brinquedos e ficando cada vez mais na frente do computador…
O que será das futuras gerações?
Bebes fazendo bebes?
Vamos cuidar melhor de nossos filhos.
Vamos ao parque.
Vamos lhe ensinar a andar de skate e de bicicleta.
Quando crianças hoje são obesas e nem mesmo sabem andar de bibicleta…
Mude o futuro, mudando seu filho e você.

Yes, you can

Guilherme Felipe do Nascimento Reis

"Somos Crianças"

Estar aqui não é fácil...que mundo é esse?

Sorte minha ter a poesia para não deixar minha alma sucumbir em meio a tantas tristezas...

Eu olhava um menino..e ele nada sabia....nada sabia porque nada o diziam...

Tinha família...mas vivia sozinho....porque não o viam..

Tudo podia...mas não era o que ele queria...queria que o vissem...

Que será dos nossos meninos e meninas?

Que mundo é esse?

Crianças abandonadas na rua....crianças abandonadas dentro de suas próprias casas...

Não entendem...não sabem....são crianças!Precisam de quem lhes segure as mãos...

Precisam de quem lhes aponte o caminho...

Crianças perdidas é o que vejo...
Me dizem que preciso me proteger para não sentir a dor...

Não quero! sou professora e vejo cada menino e menina...os vejo e os sinto!

Os toco...lhes dou um afago...talvez o único recebido naquele dia...

Mas ao final...me dizem..posso te dar um beijo professora?até amanhã!

Eles não estão mais sozinhos...em seus pequenos corações está a lembrança do carinho recebido...

A pequena sala de aula...tão simples...será o nosso castelo...e todos os dias meus meninos e meninas...

Serão principes e princesas...e neles haverá encantamento...

Mara Hernandes

Falamos de crianças como se não fossemos infantis, como se estivéssemos disputando quem voa mais alto no balanço, sendo que sabemos que desastrosamente sempre caímos de costas no chão.

Empurramos o medo com a barriga, enchemos a barriga com qualquer besteira, nos enjoamos de desculpas para podermos vomitar com maior facilidade todo resto ressentido.

Para os braços nunca marcamos hora na agenda, compromissos, estão sempre ocupados segurando o mundo junto com as mãos.

Mas ainda somos minúsculos, quase ninguém, e as mãos, pequenas, não importa o tamanho do coração, da força, ou da rapidez, elas ainda não poderão segurar todo peso por alguém, e isso inclui você.

NaNa Caê

Sentada numa velha cadeira de balanço,vendo três crianças brincando...
E eu apenas lamento,por que essas lindas pessoinhas um dia irão crescer,
Uma ira fazer tudo errado,achar que sua vida é um lixo é por isso se achara na obrigação de acabar com sua vida,drogar-se,prostituir-se,ira rouba,não vai ter paz,muito menos sossego...E por isso vai ser incapaz de ser feliz.
A outra,sempre fará tudo certo,mais nada vai dar certo na sua vida,ira sofrer alguma coisa que ira deixar incapaz de fazer alguma coisa,ira viver na pobreza...Mais a história dela não acabara por ai,ela ira arranjar um jeito de dar a volta por cima,ira ser feliz,ira realizar uma grande coisa,que antes nem ela acreditaria que fosse capaz,e vivera em paz e harmonia...Mais não se enganem,sempre podera dar uma revira volta e ela acabar que nem começou.
E a ultima...Ah a ultima criança...
Ira ter tudo,ira sempre viver em luxo,vai sempre alcançar suas métadas,ira sempre ganhar,vai estar sempre no topo...Com certeza você vai querer ser essa criança não é?Pois é...Eu não,porque?
Porque ela nunca ira ser feliz,ela podera achar a pessoa da vida dela,mais isso não é tudo,sempre ira viver em conflito com qualquer um,vai sempre achar que tem razão,e isso vai fazer com que ela perca as pessoas mais queridas...Poderá morrer no luxo,mais ira morrer na tristeza.
Desculpe-me pela grosseria,mais essa é a realidade de muitas pessoas,então pare e pense,sua vida nunca ira começar bem e acabar bem,e quando estiver diante dos problemas,não abaixe a cabeça,não se ache um lixo,não acabe com sua vida,não se ache melhor que os outros,não se torne uma criança que nem as outras,mostre-se que você sempre poderá ser feliz,tanto profissionalmente,amorosamente,tente sempre ser feliz no convívio com as pessoas que te cercam...Mais pra isso,faça o que ela não fizeram,e não façam o que elas fizeram,assim você poderá ser uma nova criança no meio das outras.
Enquanto eu,sempre estarei aqui...Observando as crianças pequenas,vela grande,velas morrer.
E ainda estar feliz,porque eu sei que em cada grupo de crianças,uma leu esse textinho e mudou sua vida...e que foi feliz,até nas piores horas.

Sandra Viscott

" As vezes "

Às vezes nos esquecemos que as crianças acabaram de chegar a Terra. Elas são como alienígenas, seres de muita energia e puro potencial, em uma espécie de missão exploratória, e estão aprendendo o que significa ser humano. Por algum motivo surgimos no Universo e nos encontramos; nunca vou saber como nem porque, e descobrimos que eu posso amar um alienígena e ele pode amar uma criatura. E isso é estranho o bastante para nós dois. "

Ensinando a Viver