Crônica Humorística

Cerca de 312 cronica Crônica Humorística

Eu sou assim mesmo,
Transparente, mau-humorada, cheia de manias esquisitas, um tanto paranóica e desconfio de palavras mal ditas, me magoo com facilidade e as vezes sou insulportavel, reclamo, xingo, ignoro.
Mas isso tudo não é ruim, pois apesar de eu ser assim, eu sou verdadeira, não finjo rir só pra não estragar o clima.
Tudo depende se você tem pressa ou não, pra olhar pra mim com clareza.

Tamara Machado

Casamento: Trabalhando as Diferenças.
Deus tem um bom senso de humor. Se não, nunca teria juntado pessoas tão diferentes na instituição sagrada que chamamos "casamento".
O introvertido casa-se com a "vida da festa"; o "dorminhoco" se junta àquela que acorda com os pássaros; ele esmaga o tubo de pasta de dente; ela faz carinho no tubo para persuadir a pasta a sair; ele coloca o papel higiênico para sair de cima, ela de baixo; ele quer tirar férias nas montanhas, ela na praia; ele gosta de churrascarias, ela adora comida chinesa; ele expressa amor através de atos de serviço; ela quer ouvir as palavras "Te amo"; ele quer dormir com a janela aberta e o ventilador ligado, mesmo no inverno; ela usa 2 cobertores mesmo com a temperatura 35 graus.
Infelizmente, nem todos acham graça nas diferenças que existem em todos os casais. Pior, às vezes diferenças como estas levam alguns casais à conclusão de que são incompatíveis. Logo nos primeiros anos de casamento ficam desiludidos, frustrados, decepcionados. Não tem que ser assim. Para valorizarmos a individualidade de cada um, precisamos entender o propósito divino por trás das diferenças entre nós. Além disso, precisamos aprender a aproveitá-las para tornar o casamento ainda mais forte.
Deus chamou o homem e a mulher para se completarem, não para competirem! Por que as diferenças? Para entendermos este "senso de humor divino" que une pessoas tão diferentes, precisamos voltar para o estabelecimento do casamento dentro do plano de Deus.
Em Gênesis 2.15-24 descobrimos alguns princípios importantíssimos que explicam por que o ditado opostos se atraem é verdade para tantos casais.
1. O homem precisava de ajuda para realizar sua tarefa no jardim. Quando Deus fez o homem e o colocou no Jardim do Éden, deu-lhe a tarefa de cuidar e cultivá-lo (Gn 2.15). Mas logo em seguida Deus declarou que a situação do homem sozinho não era bom (2.18). Esta é a única vez em 6 dias de criação que Deus fala que algo não era bom. Em outras palavras Deus disse "Não dá! O homem não consegue realizar tudo que eu quero na Terra. Está faltando alguém." O que faltava era a mulher, Eva. Em Gênesis 2.18b e 20 ela foi chamada de auxiliadora idônea. Infelizmente muitos têm torcido estes termos para fazer da mulher-esposa uma espécie de capacho automatizado. Nada pode ser mais longe da verdade.
O termo auxiliadora não significa escrava, alguém para lavar sua roupa e fazer sua comida. A mesma palavra hebraica foi usada de somente uma outra pessoa no Velho Testamento, o próprio Deus! Deus é nosso auxílio (Sl 33.20), amparo (Sl 115.9-11) socorro (Os 13.9) e ajuda (Dt 33.7). Em outras palavras, Ele socorre os seres humanos na hora das suas maiores necessidades.
Seria difícil imaginar um termo mais nobre. Pela sua graça, Deus colocou um representante de Si mesmo ao lado de cada casado, um auxílio e amparo que socorre e ajuda em todas as necessidades. Assim é a esposa para o homem e, por implicação, o homem para sua esposa.
2. Deus criou a mulher para completar o que faltava no homem, e vice-versa. O outro termo, idônea, literalmente significa conforme o seu oposto. Em outras palavras, a mulher corresponde ao homem mas também completa o homem. Ela é o que ele não é, faz o que ele não faz, supre o que ele não tem, e vice-versa. Assim como os dedos de duas mãos se entrelaçam, homem e mulher juntos fecham as respectivas falhas na vida de cada um.
Como aproveitar as diferenças? Infelizmente demorei um pouco para perceber que diferenças contribuem para a saúde do casamento. Cedo no nosso casamento fiz de tudo para criar minha esposa na minha própria imagem (Deus nos ajude!). Gosto demais de fazer longas listas de afazeres; minha maior paixão na vida é de colocar um “X” ao lado de uma tarefa já feita. (Sou tão obsessivo que às vezes faço uma tarefa que não consta na minha lista, e depois de feita escrevo-a na lista de afazeres, só para ganhar mais um “X”!) A minha esposa não é tão neurótica assim. De fato, fora o deslize de ter se casado comigo, as pessoas acham ela normal. Mas nos primeiros anos do nosso casamento pensei que ela precisava ser mais organizada (apesar do fato de que eu esqueço mais que ela).
Tentei convencê-la da necessidade de escrever tudo numa linda lista de afazeres, como eu fazia. Não deu em nada, graças a Deus! Foi quando comecei a perceber que nunca queria casar-me comigo mesmo. Escolhi minha esposa pelo fato de ela ser diferente de mim. Lembro-me de um outro erro machista que cometi. Imaginava que, como varão eu tinha que cuidar das finanças familiares, apesar do fato da minha esposa ser muito mais econômica e atenciosa a detalhes financeiros. Depois que eu soltei um bom número de cheques sem fundo, inclusive para o governo federal, concluí que nosso casamento seria bem mais forte se ela cuidasse desta área. (É difícil cultivar um casamento sólido quando um cônjuge está na cadeia!) E descobri que aproveitar das áreas fortes da minha esposa não era uma ameaça a minha masculinidade.
Um dos segredos de um bom casamento não é que os dois eliminam as diferenças entre si com o passar do tempo. A chave é saber trabalhar as diferenças! Um exemplo da biologia ilustra este princípio. Dizem que quanto mais diversificados os genes, mais forte se torna a espécie. Isso pelo fato de que quando dois animais com genes semelhantes cruzam, tendem a reforçar as fraquezas na espécie. Mas a diversidade genética enriquece e fortalece a cria, pois genes prejudiciais são contrabalançados por genes bons. O casamento é assim também. O casal esperto sabe aproveitar as diferenças entre si para ministrar um para o outro justamente nas áreas de fraqueza ou falha.
Por exemplo: Uma esposa extrovertida ajuda seu marido tímido em situações onde ele se sente desconfortável; Um marido que não enxerga bem à noite deixa que sua esposa dirija o carro de volta para casa; Uma esposa com muita capacidade de discernimento usa seu “sexto senso” para advertir o marido contra maus negócios; Um marido perfeccionista ajuda sua esposa ativista a melhorar a qualidade de seu serviço; Uma esposa compassiva amolece a rigidez do seu marido que tem gênio forte; Um marido menos acadêmico conta com a ajuda da sua esposa estudiosa para preparar sua aula de escola dominical.
Poderíamos multiplicar os exemplos, mas o ponto está claro: O casal sábio aprende cedo a trabalhar as diferenças entre eles para fortalecer e não enfraquecer seu lar. Este casal sabe que as diferenças foram criadas por Deus não para criar competição, mas sim complementação em casa. “Quando sou fraco, então ela é forte” e vice-versa. Foi um bom senso de humor divino que fez o casal assim. É bem melhor dar risada às diferenças entre nós do que discutir sobre elas.
Agora só preciso aprender a enrolar o tubo de pasta de dente de baixo para cima. Mas será que consigo achar um bom restaurante chinês nas montanhas?

MGT

Eu em você, você em mim

Hoje, preciso de você
com qualquer humor
com qualquer sorriso... Pode ser!
Mas venha com amor
Aqui estou pronto para oferecer
Aqui cheio de terno calor
E também louco por ter
Se juntos podemos dispor
Porque não então viver
Caminhar lado a lado, onde for
E ser eu em você e você em mim
Transpassado o desencontro e a dor
E nesta solidão por fim...

Luciano Spagnol - Poeta mineiro do cerrado

Tomara que este dia seja para você um início de vida inteiramente nova…renovada...
Que o mau humor e as coisas ruins fiquem bem longe de você…
Que você possa comemorar cada novo dia…
E aceite cada momento como um presente especial da vida para você!
Que você possa declarar, demonstrar e receber muito amor…
Que sonhe e voe cada vez mais alto, e alcance seus sonhos!
Que você possa e saiba trabalhar e estudar, e fazer tudo com prazer.
Que saiba descansar, se divertir e fazer o que você gosta!
Seja sempre essa pessoa especial que é!
Que você tenha uma linda semana que resta e toda vida a ser trilhada!

Berenice Pasin

É preciso aceitar com confiança e bom humor
as imprevisibilidades do viver pois, quem as recusa
deixa de experimentar o que poderia ser bom.
Algumas vezes "quebramos a cara", é fato,
mas que isso não seja motivo para desistências
e temores diante de novas experiências
que poderão ser importantes para nossa vida.
Cika Parolin

Cika Parolin 18 de abril de 2016

É preciso cuidar-se com mais Amor.
Levar a vida no bom humor.
Não guardar rancor.
Não permitir que machuquem
nossos sentimentos.
Viva grandes momentos.
Sorria mesmo sem razão
Viva intensamente o que for verdadeiro.
Não se importe com julgamentos alheios.
E de valor a quem dá valor a você.

Irma Jardim

Bruto,
Assim é o meu humor.
Como a longa caminhada,
Por caminhos sem destinos;
Como o sal do suor,
Chovendo em meus lábios;
Como a sede d’agua,
Sem poço mineral;
Como o calor infernal,
Sempre escaldante,
Sem o alívio do frio rio;
Como a brava fome,
Sem o doce dos araçás;
Como a primavera sem flor,
Como a solidão na insônia noturna,
Assim é o meu humor.
Cinzento!
Marivaldo Pereira Souza Mperza

Marivaldo Pereira Souza (mperza)

Um encontro de Paulo Freire e Ariano Suassuna e a aula-espetáculo dada por Ariano sobre a amizade:

Outra boa história, desta vez protagonizada por brasileiros, também traduz muito bem o significado da amizade. Ela é narrada pelo mestre paraibano Ariano Suassuna em suas famosas aulas-espetáculo, em que o escritor conta “causos” deliciosos a respeito de suas amizades. Um deles tem como personagem o educador Paulo Freire, um amigo queridíssimo de Suassuna. O escritor revela que, certa vez, encontrou Freire num evento e, muito saudoso – fazia muito tempo que não se viam -, correu em desabalada carreira para abraçá-lo, e o fez de forma efusiva, festiva e carinhosa. Como era um evento de grande porte, vários fotógrafos e cinegrafista da imprensa presenciaram o encontro, mas não tiveram tempo suficiente de escolher os melhores ângulos registrar as imagens espontâneas e comoventes dos dois mestres. Pediram então a Suassuna que repetisse a cena do abraço fraternal. Perplexo com a solicitação, o criador de "O Auto da Compadecida" – famoso pelo senso de humor e pela sinceridade – rebateu em seu sotaque inconfundível: “Ó ómi, onde já se viu? Então será possível representar amizade e afeto? Só se eu fosse ator! Como não sou, não posso fazer a cena de novo, não. Vocês me desculpem.” Nessa oportunidade, Suassuna deu uma aula-espetáculo sobre a amizade, sentimento desprovido de qualquer representação, fingimentos e farsas.

Gabriel Chalita, in Pedagogia do Amor

VALE-RESPEITO

Direto escuto a expressão “esse ganhou meu respeito”, “esse perdeu meu respeito".
O que isso quer dizer? Posso trocar isso por algum presente?
- Tenho respeito suficiente para trocar por um carro.
- Sinto muito, mas você não tem respeito suficiente, para trocar por esse produto.
Respeito é algo frágil, você salva alguém um dia, ganha muito respeito, troca ele por muitos prêmios. Porém se é aniversário de alguém e você não dá parabéns ou presentes, você automaticamente perde todo o respeito que você conseguiu, e você se torna um nada
- Aí vai o cara que tinha meu respeito, mas agora é apenas um filho da mãe.

Caio Geraldini

BORBOLETA

Eu não farei poema à borboleta,
inseto que esvoaça sobre a rima
furtada da inequívoca obra-prima
jamais escrita por esta caneta.

Persigo a perseguida de veneta,
mas voa a rima alheia à minha estima
a qual “torce, aprimora, alteia, lima
a frase”, que se esconde numa greta.

E o muro, “paredão todo gretado”,
é sóbrio, é careta, e é quadrado,
mas guarda para si aquela greta.

Solitário empunhando esta caneta
por ser da borboleta rechaçado,
achei-me, em outra greta, contentado.

Marcos Satoru Kawanami

"TA BOM CONFESSO. PAREM DE ME CRITICAR POW"...
Queria ficar quetinha e não abrir mão de você, mais infelizmente é muito dificil pra mim, principalmente nesta Pascoa.
Assim que pra que fingir "DIETA" que não vou conseguir fazer... Muitos doces, balas, chocolates...Deixa pra Semana que vem, mês que vem, ano que vem quem sabe...Jesus é muita tentação pra esta pobre "Formiguinha Humana" que sou rsrsrs
#aimeupaimeacode #chocolatras_em_açao

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

Quando já não se sabe o que espera de você mesmo,
E ao deitar já não se sabe qual idade tem
No amanhecer tem que ser o que é mesário ser
Pra quando a não houver mais luz ter uma historia pra contar.

Eu só queria saber dizer tudo que eu tenho pra falar
Fazer com que tudo ocorra como o planejado
Mas os melhores e piores dias nunca são programados

Não há mais livros pra ler,
E não há um numero na lista pra ligar,
O humor depende das dividas,
me alimento com o que eu tenho que pensar

Corban Cley

"Quanto mais vejo algumas publicações sem sentido aqui no Mural do face? ( E ainda te pedem pra "Curtir" mandando link pelo chat)... Mais tenho vontade e prefiro ficar jogando meu FarmVille 2.
Ao menos meu joguinho da fazendinha está mais cheio, que muitas vidas e mentes vazias."

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

"Liberdade de expressão é você poder expor sua opnião sem expor algo com difamação e calúnia. Já a injúria costuma ser usada quando alguém perde a paciência. Neste caso se ele não tem o critério de falar na sua cara, ao menos quando ele estiver bastante próximo, aproveite o gostinho de ver sua cara e diga: -Tudo bem Querido?!.”

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

“... Ultimamente ando com a memória perfeitamente complexa.
Jamais esqueço daqueles me dão carinho sempre se lembrando de mim e daqueles que se esquecem de mim ou fingem esquecer?!...Bom quem, é mesmo estas pessoas? Ai ai ai perdoa eu disse que minha memória está complexada”
Feliz Natal!!!

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

brincar é legal e saudável sabia?
não permita que a falta de idiotice
deixe seu dia chato monótono
todo dia quando você acorda você tem duas opções:
ficar de mau humor ou sorrir. então
libere a criança presa dentro de você
dê risada bem alta,ande descalço,
corra na chuva,seja um idiota de vez em quando!

Ana paulino

“O que abastece meus dias com fé e força, São os sorrisos de uma criança, o abraço de um amigo, o amor da minha família e até mesmo o desprezo de um inimigo. Nada pessoal anjo mais pra você dedico o melhor de mim que eu trago dentro... Meu olhar sarcástico de quem está devidamente preocupada.”

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

“ Tem palavras que parecem cacos de vidro, mas a gente prefere engolir e se cortar por dentro, do que colocar para fora e ferir alguém...?
"A la mierda!" Pra mim isso é pura hipocresia, que vá engolir desaforo o SAPO, eu não sou obrigada a engolir nada queridinha. Falou o que quiz escuta o que não vai querer ouvir. A mais cruel verdade... mais é sincera, garanto! Não foi assim sua intenção? Ah esquece a sua foi me ferir mesmo por maldade ne? Pois toma, engula sozinha que eu estou ocupada.”

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

CAREÇO DE DÓ

Deus, careço de dó...
Procuro relação séria.
Amor pra a vida inteira.
Basta ter piscina,
ar condicionado e geladeira.
Conseguí uma menina,
lá longe, uma nordestina.
Mas com salário de rendeira,
não enchia a geladeira.
Gente, careço de pena...
Procuro relação séria.
Amor pra vida inteira.
Basta ter piscina,
ar condicionado e geladeira.
Conhecí uma baiana,
pele morena, um mulherão.
Mas odiava o frio,
amava sol, praia e camarão.
Povo, careço de ajuda...
Procuro relação séria.
Amor pra a vida inteira.
Basta ter piscina,
ar condicionado e geladeira.
Namorei uma gaúcha,
loura, linda, raridade.
Mas com o salário que tinha,
não pagava eletricidade.
Em minas, tive uma mocinha.
Mas como era professorinha,
o dinheiro que tinha,
não enchia de gelo a forminha.
Gente, que calorão...
Deus, careço de dó...
Povo, careço de pena...
Se não aparece u'a morena,
branca loira ou ruiva ,
pra me dar uma mão,
que mande um pouco de chuva,
a esse pobre cidadão.

Marcos Marques

Não precisa ser vulgar pra despertar desejo.
Não precisa ser grosseiro pra impor respeito.
Não precisa ser fanático pra ter fé.
Não precisa ser ingênuo pra ser bondoso.
Não precisa ser arrogante pra ser sincero.
Não precisa ser falso pra ser aceito.
Não precisa ser babaca pra ser engraçado.
Não precisa de nada disso, gente. Nada disso.

Tainah Ferreira