Crônica Humorística

Cerca de 247 cronica Crônica Humorística

Um encontro de Paulo Freire e Ariano Suassuna e a aula-espetáculo dada por Ariano sobre a amizade:

Outra boa história, desta vez protagonizada por brasileiros, também traduz muito bem o significado da amizade. Ela é narrada pelo mestre paraibano Ariano Suassuna em suas famosas aulas-espetáculo, em que o escritor conta “causos” deliciosos a respeito de suas amizades. Um deles tem como personagem o educador Paulo Freire, um amigo queridíssimo de Suassuna. O escritor revela que, certa vez, encontrou Freire num evento e, muito saudoso – fazia muito tempo que não se viam -, correu em desabalada carreira para abraçá-lo, e o fez de forma efusiva, festiva e carinhosa. Como era um evento de grande porte, vários fotógrafos e cinegrafista da imprensa presenciaram o encontro, mas não tiveram tempo suficiente de escolher os melhores ângulos registrar as imagens espontâneas e comoventes dos dois mestres. Pediram então a Suassuna que repetisse a cena do abraço fraternal. Perplexo com a solicitação, o criador de "O Auto da Compadecida" – famoso pelo senso de humor e pela sinceridade – rebateu em seu sotaque inconfundível: “Ó ómi, onde já se viu? Então será possível representar amizade e afeto? Só se eu fosse ator! Como não sou, não posso fazer a cena de novo, não. Vocês me desculpem.” Nessa oportunidade, Suassuna deu uma aula-espetáculo sobre a amizade, sentimento desprovido de qualquer representação, fingimentos e farsas.

Gabriel Chalita, in Pedagogia do Amor

Você FAZ o seu dia. Levante-se com ânimo. Tenha boa disposição desde cedo. O mau humor pode estragar o seu dia. Logo ao sair da cama, mentalize: este dia será muito bom para mim, hoje só desejarei boas coisas aos outros, cumprimentarei a cada um com um sorriso alegre, não enxergarei defeito em ninguém, nem falarei mal de qualquer pessoa, usarei a paciência, perdoarei espontaneamente, verei um filho de Deus em cada rosto. - Experimente fazer isso. Predispor-se para o otimismo é um esforço que rende bons frutos.

LOURIVAL LOPES

A música que escrevo reflete minha personalidade. É sincera. É meu senso de humor, minha perspectiva. Também procuro gravar coisas que têm impacto ou algum tipo de descaramento, pois mantém alto o nível de energia necessário pra fazer ao vivo. Escrevo canções melancólicas, mas não as gravo – quero me divertir!

Shania Twain

Não se concentre tanto nas minhas variações de humor, apenas insista em mim. Se eu calar, me encha de palavras, me faça querer dizer outra e outra vez sobre você, sobre nós, e todo esse amor. Se eu chorar, não me faça muitas perguntas, não precisa nem secar minhas lágrimas. Só me diz que você continuará comigo pra tudo, que tenho teu colo e teu carinho. E ainda que te doa me ver assim, me envolva nos teus braços e diga que eu posso chorar, mas que você não sairá dali enquanto eu não sorrir. Porque é isso que nos importa, não é? O sorriso um do outro.

Caio F Abreu

Se todos fossem bem-humorados a graça seria uma dádiva, que de tão comum até perderia a graça; se todos fossem mal humorados, aí sim seria uma desgraça, que de tão sem graça seria até engraçado — só que aí ninguém iria rir dessa piada, pois não haveria ninguém para contá-la... quão bom é a existência de palhaços anônimos, aqueles que buscam nas adversidades da vida motivos a mais para suavizar o mau-humor do mundo, fazendo os mal-humorados rirem à toa, inclusive (ele) de seu próprio mau humor.

JMK Leninha Milica

Em constante mudança de humor te trouxe pra perto de mim, para que nunca fosse capaz de ir embora daqui. Em constante mudança de sentimentos te guardei com a finalidade de nunca ter que te perder. Porque tudo sempre muda de lugar? Porque não sentir mais o que me fazia te amar? Eu queria poder responder todas as suas perguntas, mas não encontro nem respostas para as minhas. Eu só queria um tempo longe de tudo, para que eu finalmente esquecesse o que eu tanto necessito, esquecer o meu maior vício; você.

AmandPetrovic

Ando num bom humor que me parece até estranho. Embora haja hora que ando quieta, há hora que não sossego – mas sem perder o sorriso. Criei isto em algum momento da minha vida: ver graça em tudo, até na desgraça. E, das vezes, isto influencia muito no que escrevo – não as risadas – o humor. Mas embora, às vezes: triste, magoada e “xoxonha”, ainda tenho sempre um pingo de esperança. Este, é o sorriso estampado na cara.

Gabriella Beth Invitti

Na segunda, apesar de todas as pessoas normais acordarem de mal humor, eu já acordaria sorrindo por lembrar que tenho você ao meu lado, te ligaria e diria ‘Bom dia meu amor, sonhei com você!’ e você responderia ‘Eu tambem.’, eu chegaria na aula, colocaria minha bolsa na sala e iria te esperar chegar, você desceria do carro com aquele sorriso, direto a me abraçar. Depois iriamos de mãos dadas até a sua sala colocar suas coisas, sentariamos em um banco, ou até mesmo no chão. Não me importa muito, na verdade eu nem iria perceber que estavamos sentados no chão, estaria ocupada pensando em você. Depois da aula, iria esperar sua aula acabar e iriamos almoçar em minha casa, você como sempre, iria morrer de vergonha. Assistiriamos uns filmes e logo mais minha mãe o deixaria em sua casa. Na terça, a noite, você iria e diria ‘Amor, estou morrendo de saudades, por que não veio hoje aqui em casa?’ e eu responderia ‘Mais saudades do que eu estou sentindo, é impossivel você ter e eu não fui por que eu tive que estudar, amanhã teremos prova.’ você me contaria todo o seu dia, depois iria pedir desculpas por que ia ter que desligar. Eu diria ‘Tudo bem meu amor, boa noite e durma com os anjos.’ e você responderia ‘Meu anjo estar do outro lado da linha.’ e eu diria ‘Eu te amo.’ e você responderia ‘Eu tambem.’ Durante a semana não mudaria muita coisa, aula, jantares ou almoços juntos, conversas foras, abraços, beijinhos, surpresas… No sábado, combinaria com seus pais, chegaria as 7:00 hs am e te acordaria com um beijo, fariamos o seu café da manhã juntos, te esperaria tomar banho e você iria me ensinar a jogar bola, eu seria um desastre, você ia passar a manhã rindo de mim, ia correr atras de mim, me pegar nos braços e pular comigo na piscina. Eu ia fazer manha, dizer que só trouxe aquela roupa, e você dizer: relaxa, espera secar. Almoçariamos juntos, a tarde eu teria reunião, a noite sairiamos com nossos amigos, mas juntos, claro. No domingo, passariamos o dia inteiro abraçados, implicando um com o outro. Comeriamos bobagens, escutariamos musicas, cantariamos juntos e mais milhares de coisas, e por você, eu até jogaria video game. Diria ‘EU TE AMO’ milhares de vezes e todas as vezes com a mais pura sinceridade. Talvez um dia isso realmente aconteça. TALVEZ!

Iliane Albuquerque

Você tem nas mãos o poder de mudar o meu humor, o meu dia, se quer saber. Você tem nas mãos o que eu tenho de mais bonito, tem a minha vida, jogada nos teus braços, com todo o peso de um sentimento por trás. Quero te dar num embrulho, com laço de fita e adesivo, com cartão escrito à mão dizendo: Quer namorar esse presente ?

Jéssica Barreto

Queria te dizer o quanto você me completa. O quanto você me faz bem. O quanto me deixa de bom humor, sempre fazendo com que de mim escape um sorriso bobo. Quero te amar assim, sem ciúmes, sem cobranças, sem jogos, sem choro. Este último guardo só pra mim, angustiado, para que você não saiba que mesmo este amor, que só existe em mim, também faz doer.

Camylla Gonçalves Cantanheide

Tem gente que fica de mau humor por estar com fome, com TPM, por estar com sono; e ainda há aqueles que se transformam em bicho por estarem num lugar onde não há ninguém pra lhe massagear o ego. No meu caso, a única coisa capaz de alterar o meu humor é ter que suportar gente mal humorada estragando o meu dia. Chuta que é macumba! Volta pro mar, oferenda! O lugar ideal pra essa gente chata, purgante e desnecessária manifestar livremente a sua chatice é ali: bem distante de mim.

Renée Venâncio

[...]Cumprimente-me de acordo com meu humor. Rouba-me um sorriso, diga coisas bonitas. As vezes um carinho cai bem, um mimar, ninar. Queria que esse momento durasse pra sempre, como o eterno que não existe, e a escrita mentirosa que costumas ler. Tente se deslocar fora do lugar, não me olhas com essa cara de quem me quer bem, meu bem. As vezes o vento só vem pra avisar, que bons momentos estão chegando, e que essa brisa descontente vai passar, e que as primeiras pessoas que te olhar nos olhos, nunca iram se afastar. Poesias passageiras, rimas fora do lugar, vamos arrumar essa bagunça, ou deixar tudo como está. Finalizar com um beijo, de amizade ou namoro, quero ser estranha o suficiente, para que me deixe ficar, até o amanhecer chegar.

Luana Rodrigues.

Meu bom humor é de graça. Aceite. A cartilha do riso me ensina a enganar os olhos, se vejo a tristeza distraída pelos cantos, corto a volta. Aguente meu alto índice de alegria, minha poção mágica pro desespero. Aperte nas mãos meus caprichos e construa pequenos detalhes. Moro no acaso, o simples é minha corrente de esperança.

Ju Fuzetto

Que te ama te aceita de qualquer jeito meu bem, atura seus dias de mau-humor, sorri com você em momentos de alegria, chora em momentos de tristeza, atura suas noites de insonia, suas crises. Ama suas manias, aguenta suas reclamações, seus momentos de tédio,depressão e confusão. Quem te ama te aceita, assim do seu jeitinho. Não precisa se fantasiar com uma mascará.

Maria Carolyne

Amo tanta gente, gente linda, gente forte, gente feliz, gente que ama, gente com senso de humor, gente que transformei, gente que abracei, gente que ouvi, gente que falei, gente que é gente... Gente que me identifiquei... gente que indaguei... gente que até contrariei.... gente que abracei, beijei e até surpreendi... gente que aprendo, aprendo a ser mais gente... gente que faz, gente que conduz... amo gente... amo compreender... amo ser ... amo surpreender... amo viver...

Cintia Sanches

Tenho que confessar que sou louca. Completamente louca. Mudo de humor 24 horas, e nem venha me dizer que isso é bipolaridade, porque não é. É porque sou mulher mesmo. Tem horas que dá uma vontade de rir pencas, e passa alguns minutos já quero chorar rios. As vezes quero estar na multidão, e outras vezes só quero meu travesseiro como companhia. Tem dias que bate aquela vontade de falar, gritar, berrar tudo que está intalado aqui dentro, e outros dias só quero ouvir o barulho do silêncio. Somos complicadas, mal interpretadas, exageradas, dramáticas e não posso esquecer do “loucas”. Mas é o que eu sempre digo, quem passa nessa vida sem deixar um rastro de loucura, definitivamente nunca foi feliz. E até podemos ser taxadas de loucas, mas admitam, sem nossas loucuras, ainda estaríamos na idade média.

Caffèmia, Blasfêmia

Eu te amo, amo seus defeitos e qualidades, eu amo seu humor mesmo não o amando, eu amo suas brincadeirinhas sem graças, mas eu não amo, odeio quando me faz rir mesmo quando eu não quero, isso é tão bom, você nem imagina, o problemas é eu odiar e amar seus defeitos e qualidades também, eu amo quando você é romântico, menos quando eu não estou pra romantismo, eu amo você querer crescer, mesmo sabendo que não vou crescer com você, amo o jeito como você cuida de mim, mesmo eu não podendo cuidar de você, amo quando você me intende, e quando não intende também, eu te amo tanto bem do jeito que você é, e vou lhe contar algo, eu não mudaria nada em você...

Joana Justto

Cerca de 90% da Serotonina - hormônio da alegria, neurotransmissor do humor - é fabricado nos intestinos. As pessoas que não têm um bom trânsito intestinal, normalmente são mal humoradas. Quando mandamos os mal humorados irem "cagar", nossa intenção é somente incentiva-los à produção de serotonina. Podemos, assim, manda-los ir produzir serotonina ao invés de usar a palavrinha feia. (Paloma De Déa - PLDD), em 07/11/13.

Paloma De Déa (PLDD)

"Eu continuo apesar das caras amarradas, apesar do mau humor alheio. Continuo porque meu sorriso quebra qualquer negatividade. Aprendi que, não é porque a vida dos outros é preta e branca que a minha não pode ser colorida, não é porque eles não gostam de viver que eu tenho que deixar de ser FELIZ."

jeanrosana

A educação, em nosso país, é como uma criança desnutrida e mal humorada obrigada ao trabalho servil sem perspectiva de futuro nem garantias no presente: Se você der um martelo ela até quebrará algumas pedras, mas corre o risco de desfalecer sobre as rochas de tanta fraqueza. Está mais do que na hora de transformarmos essa criança desnutrida, que é a educação em nosso país, em um adulto forte, viçoso, vigoroso: Alguém que não apenas quebre pedras, mas também lapide, formate, construa castelos e dê um novo significado ao Ser Uma Pedra... Eu já fui uma pedra, mas hoje sou um diamante, pois fui lapidado.

jepasa