Crocodilo

Cerca de 18 frases e pensamentos: Crocodilo

Pior, mas muito pior mesmo
do que as lágrimas de crocodilo,
são os sorrisos de crocodilo...

Mário Quintana

Um apaziguador é alguém que alimenta um crocodilo esperando ser o último a ser devorado.

Winston Churchill

Quem nasceu pra lagartixa nunca vai ser crocodilo

Emicida

Um comunista é como um crocodilo: quando ele abre a boca, você não sabe se está sorrindo ou preparando-se para devorar você.

Winston Churchill

Até o crocodilo chora para persuadir suas vítimas

Welen Medeiros

Não importa aonde o Jolly Roger possa te levar,
este crocodilo irá devorar a todos nós um dia

Eliaxe Mondarck

O maior pecado que um crocodilo pode cometer é dividir um rio com uma manada de hipopótamo.

CONFUSAO

Por mais que o tronco permaneca na agua, nunca se transformara em crocodilo.

Walter Macueia

Mais vale criar um crocodilo em vez de um amigo falso, entao temos que saber escolher amigos.

O filho da Rosália

Quando eu morrer
Quando eu morrer!
Quer seja disto ou daquilo,
Lágrimas de crocodilo,
Não quero, muito obrigada.
Dá p´ra entender
Que as lágrimas prostitutas,
Caiem no chão já enxutas,
Já não me servem de nada.
Quando eu morrer!
É escusa a Homenagem
De quem não teve a coragem
De a fazer p'ra eu ouvir:
Vou esquecer,
Envolta no meu sudário,
As penas do meu calvário
Que deixo quando partir.

Quando eu morrer!
Na hora em que me fôr,
Também não quero as flores
Oferecidas nessa hora,
Que o meu viver
De mísera, amordaçada,
Deixa-me um sabor a nada,
As flores...Queria-as agora

maisquetudo

Autodefinição

Adorável como a eletricidade
Tranquilo como um crocodilo
Brincando com a felicidade
E esquecendo quem me fez de esquecido

E assim eu vou me elevando
Pelas barreiras existentes
Driblando como jogador
E executando como um presidente

Nunca deixando que me abalem
Pois meu psicológico é indomável
Sempre estou um passo a frente
De quem hoje em dia é um fracasso

Gosto muito de olhar
Tudo que ao meu redor estar
E assim consigo observar
O que quase ninguém consegue enxergar

Posso dever para todo mundo
Mas nunca devo para vida
Porque ela demora a cobrar
Mas quando cobra é homicida


Sou ser humano e erro
Como também eu acerto
Porém a humanidade
Só enxergar o que quer por decreto

Escrevo porque gosto
E Deus me deu esse mérito
Vivendo o presente
E esquecendo o pretérito

E esse sou eu
O famoso Trator
Pensam que sou do mal
Mas quem reina em mim é o amor

Gustavo Victor Fortes Cavalcante

Um Bandido Inteligente e Igual
Ao Crocodilo, se Esconde Para
Dar o Bote Certeiro.

MeuFuzileDeus

Vejam quais os animais eram divinizados no antigo Egito.

O crocodilo domesticado (deus Sebek), O carneiro (O criador da raça humana), O escaravelho (deus-Sol), O Falcão (deus solar), A gata (A deusa Bastet), O babuíno (deus da escrita), A leoa (deusa Sekhmet), O chacal (Anúbis), O boi (ápis), As serpentes (a viagem do deus-Sol pelo reino das sombras durante a noite), A vaca (deusa do amor), O hipopótamo (Tueris), A ave (Íbis), O cachorro (deus do mal).
------------------------------------------------------
A ave.

O íbis é uma ave pernalta de bico longo e recurvado. Existe uma espécie negra e outra de plumagem castanha com reflexos dourados, mas era o íbis branco, ou íbis sagrado, que era considerado pelos egípcios como encarnação do deus Thoth. Esta ave tem parte da cabeça e todo o pescoço desprovido de penas. Sua plumagem é branca, exceto a da cabeça, da extremidade das asas e da cauda, que é muito negra. Um homem com cabeça de íbis era outra das representações daquele deus.
-------------------------------------------------------
A vaca.

Uma vaca que usava um disco solar e duas plumas entre os chifres representava Hathor, deusa do céu e das mulheres, nutriz do deus Hórus e do faraó, patrona do amor, da alegria, da dança e da música, mas também das necrópoles. Seu centro de culto era a cidade de Dendera, mas havia templos dessa divindade por toda parte. Também era representada por uma mulher usando na cabeça o disco solar entre chifres de vaca, ou uma mulher com cabeça de vaca.
-------------------------------------------------------
O hipopótamo.

Tueris era a deusa-hipopótamo que protegia as mulheres grávidas e os nascimentos. Ela assegurava fertilidade e partos sem perigo. Adorada em Tebas, é representada em inúmeras estátuas e estatuetas sob os traços de um hipopótamo fêmeos erguido, com patas de leão, de mamas pendentes e costas terminadas por uma espécie de cauda de crocodilo. Além de amparar as crianças, Tueris também protegia qualquer pessoa de más influências durante o sono.
-------------------------------------------------------
O crocodilo.

Um crocodilo ou um homem com cabeça de crocodilo representavam o deus Sebek, uma divindade aliada do implacável deus Seth. Seu centro de culto era Crocodilópolis, na região do Faium, onde o animal era protegido, nutrido e domesticado. Um homem ferido ou morto por um crocodilo era considerado privilegiado. A adoração desse animal foi, sobretudo importante durante o Médio Império.
-------------------------------------------------------
O cachorro e o bode.

Seth era um deus representado por um homem com a cabeça de um tipo incerto de animal, parecido com um cachorro de focinho e orelhas compridas e cauda ereta, ou ainda com a cabeça de um bode. Deus dos trovões e das tempestades tinha seu centro de culto na cidade de Ombos. Embora inicialmente fosse um deus benéfico, com o passar do tempo tornou-se a personificação do mal.
-------------------------------------------------------
O carneiro.

O carneiro, animal considerado excepcionalmente prolífico pelos egípcios, simbolizava um dos deuses relacionados com a criação. Segundo a lenda, o deus Knum, um homem com cabeça de carneiro, era quem modelava, em seu torno de oleiro, os corpos dos deuses e, também, dos homens e mulheres, pois plasmava em sua roda todas as crianças ainda por nascer. Seu centro de culto era a cidade de Elefantina, junto à primeira catarata do rio Nilo. Um dos velhos deuses cósmicos é descrito como autor das coisas que são origem das coisas criadas, pai dos pais e mãe das mães. Sua esposa era Heqet, deusa com cabeça de rã, também associada à criação e ao nascimento.
-------------------------------------------------------
O falcão.

O deus nacional do Egito, o maior de todos os deuses, criador do universo e fonte de toda a vida, era o Sol, objeto de adoração em qualquer lugar. A sede de seu culto ficava em Heliópolis (On em egípcio), o mais antigo e próspero centro comercial do Baixo Egito. O deus-Sol é retratado pela arte egípcia sob muitas formas e denominações. Seu nome mais comum é Rá e podia ser representado por um falcão, por um homem com cabeça de falcão ou ainda, mais raramente, por um homem. Quando representado por uma cabeça de falcão estabelecia-se uma identidade com Hórus, outro deus solar adorado em várias partes do país desde tempos remotos.
-------------------------------------------------------
O gato.

Uma gata ou uma mulher com cabeça de gata simbolizava a deusa Bastet e representava os poderes benéficos do Sol. Seu centro de culto era Bubástis, cujo nome em egípcio — Per Bast — significa a casa de Bastet. Em seu templo naquela cidade a deusa-gata era adorada desde o Antigo Império e suas efígies eram bastante numerosas, existindo, hoje, muitos exemplares delas pelo mundo. Quando os reis líbios da XXII dinastia fizeram de Bubástis sua capital, por volta de 944 a.C., o culto da deusa tornou-se particularmente desenvolvido.
-------------------------------------------------------
O babuíno.

O babuíno ou cinocéfalo é um grande macaco africano, cuja cabeça oferece alguma semelhança com os cães. No antigo Egito este animal estava associado ao deus Thoth, considerado o deus da escrita, do cálculo e das atividades intelectuais. Era o deus local em Hermópolis, principal cidade do Médio Egito. Deuses particularmente numerosos parecem ter se fundido no deus Thoth: deuses-serpentes, deuses-rãs, um deus-íbis, um deus-lua e este deus-macaco.
-------------------------------------------------------
A leoa.

Uma mulher com cabeça de leão, encimada pelo disco solar, representava a deusa Sekhmet que, por sua vez, simbolizava os poderes destrutivos do Sol. Embora fosse uma leoa sanguinária, também operava curas e tinha um frágil corpo de moça. Era a deusa cruel da guerra e das batalhas e tanto causava quanto curava epidemias. Essa divindade feroz era adorada na cidade de Mênfis. Sua juba — dizem os textos — era cheia de chamas, sua espinha dorsal tinha a cor do sangue, seu rosto brilhava como o sol... O deserto ficava envolto em poeira, quando sua cauda o varria.
-------------------------------------------------------
O chacal.

O chacal, animal que tem o hábito de desenterrar ossos, paradoxalmente representava para os egípcios o deus Anúbis, justamente a divindade considerada a guarda fiel dos túmulos e patrono do embalsamamento. No reino dos mortos, na forma de um homem com cabeça de chacal, ele era o juiz que, após uma série de provas por que passava o defunto, dizia se este era justo e merecia ser bem recebido no além-túmulo ou se, ao contrário, seria devorado por um terrível monstro. Anúbis tinha seu centro de culto em Cinópolis.
-------------------------------------------------------
O boi.

Boi sagrado que os antigos egípcios consideravam como a expressão mais completa da divindade sob a forma animal e que encarnava, ao mesmo tempo, os deuses Osíris e Ptá. O culto do boi Ápis, em Mênfis, existia desde a I dinastia pelo menos. Também em Heliópolis e Hermópolis este animal era venerado desde tempos remotos. Antiga divindade agrária simbolizava a força vital da natureza e sua força geradora.

Jorge Mello

Antes de fazer merda pare e pense pois lágrima de crocodilo não me convense

Mts_Thhaz

Aí você se dá conta que o melhor era mesmo fazer que nem o crocodilo e engolir um despertador.

Filipe Chamy

"Em calçada interditada,crocodilo não pedi água".

Alessandro de Oliveira Feitosa

Pra quem ta morrendo afogado, crocodilo é tronco

Raphael Avigliani

O mundo poderia ser bem melhor se a individualidade dos seres humanos não os transformassem em pessoas falsas. Como diz Mario Quintana “Pior, mas muito pior mesmo do que as lágrimas de crocodilo,são os sorrisos de crocodilo...” Conviver com pessoas falsas, é o mesmo que conviver com cobras e crocodilos, mas difícil mesmo é nunca ter as encontrado.
Profª Lourdes Duarte

Prof Lourdes Duarte