Cresci

Cerca de 274 frases e pensamentos: Cresci

Quando criança, eu sonhava em viver entre as nuvens. Mas então eu cresci, evolui e fui muito além... Hoje eu vivo no mundo da lua.

jepasa

nasci linda cresci abusada ee hoje eu sou o terror das rekalkadas

ingredy123

E desde aquele dia que o Senhor entrou no meu quarto, eu era uma criança mas naquele dia eu cresci. Eu estava tentando ser forte, mas me sentindo tão sozinha. Então veio o Senhor e roubou meu coração, foi quando eu entendi o que Senhor sempre esteve lá, em todo esse tempo.

Alessandra Gonçalves

Nasci e cresci polis, estudantil me preparei, como classe trabalhei, em sociedade me agrupei e em rede sou a marca do que trilhei

Jean Carlos Sestrem

Pai
Posso de dizer algo que nunca te disse?
O tempo passou e eu cresci,
e poucas vezes pensei no quanto você
é importante na minha vida.
Você sim sempre deixou claro,
que eu sou importante para você.
Hoje me lembrei de quando era pequeno
e via você ajoelhado
na igreja e que aquile gesto era porque
tem um Deus que olha e cuida como pai.
Lembrei também que você
encontrava sempre um tempinho
pra estar comigo, e me ensinar
contando histórias.
E eu, bem eu quase não tenho tempo,
estou sempre correndo pra lá e pra cá.
As vezes mal peço sua benção,
ou tem dia que nem peço sua benção;
mas sei que você me abençoa assim mesmo.
Pois é pai, escrevi isso para te dizer
e deixar registrado. Que você é muito
importante na minha vida,
amo você muito e quero estar
sempre do teu lado.
Dizer que Deus te abençoe sempre,
e que você pode contar comigo
pra tudo que precisar.
Te amo querido pai.

Devanir v silva

Eu cresci ouvindo as pessoas falarem que a esperança é a última que morre. Pois eu acredito que a ESPERANÇA não morre, jamais!

Deka Rissi

Olhando-me no espelho percebi que cresci. Percebo atualmente, que os últimos anos mudaram a minha vida e, principalmente mudaram-me a mim enquanto ser individual. Talvez tenha sido os trabalhos, a família, os relacionamentos, os acontecimentos ou simplesmente as pessoas que se cruzaram no meu caminho e que irremediavelmente, foram deixando cunhos impossíveis de apagar. Umas pela positiva e tantas outras pela negativa.
Todas essas figuras tiveram uma função fundamental no aspecto como afronto o mundo, na maneira como olho os meus semelhantes ou as situações próprias. Os amigos, esses são os de sempre, os imprescindíveis, pois os que aparentemente deixaram de ser nunca foram. A família em nada muda, nas horas boas e nas más acompanham-me. Os acontecimentos, esses fizeram-me crescer, amadurecer, encarar a vida como um trilho com obstáculos que cada um ultrapassa ao seu melhor, no ritmo que deseja e com a força que possui.

Agora as pessoas, essas sim, difíceis de perceber, talvez o maior óbice de ultrapassar. Tantas mentiras, falsificações de boas índoles e sentimentos autênticos, também felicidade e deleite de reconhecer o real sentido da amizade e do amor. Nunca estamos inabaláveis quando conduzimos alguém para um universo que é próprio. Jamais podemos ter a convicção que elegemos um sujeito genuíno para declarar silêncio do espírito, para contar histórias da nossa existência, para repartir sentimentos. Entretanto, certa vez, apenas aquela, encontramos alguém, a reciprocidade, atingimos o ponto exato e adquirimos alguém para a vida. Em outras descobrimo-nos frustrados, abatemo-nos.
Estes anos envelhecidos, mas não antigos, que com tanto grado rememoro, onde faço analogias absurdas entre o antes e o depois. Estes anos esplêndidos que inovaram a minha individualidade, que reformularam a minha alma e a minha retrospectiva do mundo. Estes foram anos de combate, flagelo, êxito, memórias inesquecíveis, pessoas que falsearam, que me amaram, que choraram comigo, que partilharam fábulas imaginárias e que me fizeram feliz e infeliz mas que merecem um obrigado, fizeram-me engrandecer. Por mais jovem que seja o meu corpo, minha mente e minha alma já muito viram. Aprendi que é preciso parar de exigir das pessoas aquilo que muitas vezes não conseguimos conquistar.

A vida vive pedindo pra gente mudar. Deixar de ser crítico, tornar-se livre e aberto para receber idéias novas e revolucionárias... Tudo isso faz parte da força de vontade, mudar enquanto temos o poder de fazê-lo. Pela dor ou pelo amor, podemos mudar. Ou então saibamos que alguém ou alguma situação poderão pilotar o nosso processo de mudança e de transformação. Precisamos apenas ceder as forças interiores e tornar cada mudança uma chance de ser alguém melhor.
Agora, por fim, busco o fragmento da mestria, a chave que desfechará o meu carácter e que acalentará o meu ser. Sempre me senti com a sensibilidade de dever cumprido, mas ela faz-me-á ter a certeza e, próximo dela serei admiravelmente feliz. Atualmente não necessito de mais nada para ser afortunado. Sou eu, os meus amigos, a minha família, o meu desporto e o meu trabalho. Juntos fazemos um só na idealização da minha existência exemplar.
A busca por ela continua, busca por uma ligação, uma função tão prazerosa e, ao mesmo tempo, tão enigmática. Permaneço no equilíbrio do bom e do mau que ainda tento descobrir em mim.

Diego de Miranda

Um dia, fui pequeno, mirrado (como sou até hoje) mais aos poucos cresci, fui prendendo que as incógnitas que persistiam em mim eram maiores do que as verdades das pessoas que me rodeavam, cresci, e aos decorrer do meu caminho vi e convivi com todo tipo de pessoas, admirei algumas pessoas, sofri com outras, tive deslizes, fui cobreada, fui o certo, fui o errado, em muitas outras apenas espectador, me calei em algumas e n'outras o principio do fim e a inexistência de sentimentos e ainda sim sonoro em mim sentimentos... Conforme traspassei os anos cresci, me interessei por literatura, por religião, muitas vezes ateu e em outras salvo por Cristo, nas ultimas líder, e conforme meu corpo envelhece, aprende que, as rédeas da minha vida sempre este em minhas mãos... Vivo e sempre caminhei no controle do meu próprio desatino, por mais que seja sempre guiado por uma força maior... Orgulho de nunca desistir do que eu acredito!

Nicky Melo

As impressões digitais

Eu nasci e cresci debaixo das estrelas do Cruzeiro do Sul.
Aonde quer que eu vá, elas me perseguem. Debaixo do Cruzeiro do Sul, cruz de fulgores, vou vivendo as estações de meu destino.
Não tenho nenhum deus. Se tivesse, pediria a ele que não me deixe chegar à morte: ainda não. Falta muito o que andar. Existem luas para as quais ainda não lati e sóis nos quais ainda não me incendiei. Ainda não mergulhei em todos os mares deste mundo, que dizem que são sete, nem em todos os rios do Paraíso, que dizem que são quatro.
Em Montevidéu, existe um menino que explica:
— Eu não quero morrer nunca, porque quero brincar sempre.

p. 267


Quando eu já não estiver, o vento estará, continuará estando.
(O ar e o vento, p. 269)


A ventania

Assovia o vento dentro de mim.
Estou despido. Dono de nada, dono de ninguém, nem mesmo dono de minhas certezas, sou minha cara contra o vento, a contra-vento, e sou o vento que bate em minha cara.

p. 270

Eduardo Galeano in "O livro dos abraços"

Isso Será Algo de Bom
(História do Sombra 7)
Eu nasci, cresci, mas nunca me senti bem apenas em certos momentos da vida que descobria a felicidade: momentos de felicidades eu na semana, me sinto feliz apenas nas tardes que estou na escola.
Só me feliz quando estou do lado da que eu amo, mas os problemas começam por aí. A mina que eu amo primeiramente não sabe o que ela sente por mim, segundo tem namorado então só posso dizer: “acho que ela me odeia”.
Mas não a culpo por nada já que nem eu mesmo gosto de mim por que fiz e afirmo que fiz por causa do meu enorme arrependimento, muito grande, e não sei o que escrever apenas algo que tenham relação ao que sinto.
Tantas pessoas que matei, julguei, maltratei tantas e tantas vezes sem piedade ou compaixão dos seres, não quer dizer que só por que meu espírito é imortal e nunca morre eu poderia matar, julgar, e maltratar os mortais e usá-los como brinquedos de criança.
Eu fui chamado de... “MONSTRO” pelas saudades que provoquei, pelas perdas, pelas famílias que destruí...
Sou um demônio que se arrependeu de tudo que fez desde o inicio dos tempos, tenho 2012 anos de vida tirando os anos que vivi como mortal 100 anos antes de Cristo. Peço desculpa por tudo que fiz então eu peço a Deus me perdoe eu sei que por tudo que eu fiz eu vou direto pro Lago de Fogo, O Inferno como é conhecido.
Peço que a Eduarda me perdoe por que não tenho coragem de dizer pra ela o que sinto e a minha vida que escondo a todos espero que as pessoas que contei me perdoem por que morreram você que está lendo isso, por favor, me prometa que não vai deixar a Eduarda leia isso por que não quero que ele sofra com algo que não tem nada haver com ela, há e você que está lendo essa história tome cuidado que a Morte adora as pessoas que lêem essa história, ela mata.
E você que está lendo agora sirva a três pessoas: Deus, Jesus e o Espírito Santo. Por que eles irão te proteger de Demônios como eu me tornei.
“VALEU POR EXISTIR”

Aguinaldo Filho

Eu cresci acreditando que toda história tem um final feliz, visualizava os Contos de Fadas como meu futuro e hoje vejo mais como minha ilusão. Porque mentem tanto para as crianças? Até hoje me pergunto, porem entendo, se não fosse assim crescendo no mundo lindo da fantasia quem iria querer ir em frente? Onde estaria o desejo de crescer? Meu desejo de crescer sempre esteve nos Contos. Me achava a Bela Adormecida sendo acordada pelo Príncipe, a Branca de Neve sendo salva pelo amor da sua vida montado em um cavalo branco, a Cinderela recebendo de volta seu sapatinho de cristal das mãos de seu amado. Tudo isso me fez acreditar que eles existiam de verdade, porem, hoje procuro por pelo menos um deles e não encontro, é como se eles simplesmente não existissem. Mas se cresci acreditando em Contos, como a vida tem coragem de esfregar na minha cara que nada disso existe? Com que direito o Mocinho da minha história resolve se tornar o Vilão? “E agora quem poderá me defender?” Em quem confiar? Nesse Conto da vida real não sabemos o papel de ninguém, todo mundo é Mocinho até que se prove o contrário, ou bandido, nunca se sabe. Mais resolvi aceitar um conselho meu; Vou continuar acreditando, não da mesma forma é claro, nem todo Conto tem que ser seguido à risca. Mais vou acreditar sim, não no “final”, mais no “feliz” da história. E o Príncipe? Há, se ele não agradar, tiro ele da história. Tem sempre um figurante querendo ser protagonista mesmo.

Stefanny Cavalcanti

SONETO AO MEU PAI - *DIA DOS PAIS*


Pai, eu sei que cresci... O tempo passa;
corre rápido o rio dessa vida!
Eu bem sei quão sofrida foi a lida
que você venceu, sim, com tanta raça!

Também sei quão difícil foi a caça,
com suor toda a vida construída...
Mas eu sou muito mais agradecida
por mostrar-me o caminho, pai, da graça.

Sim, me fez da verdade tão ciente
que hoje vejo esse mundo e me comovo
com o que não mais vê todo esse povo...

Agradeço e confesso, tão carente,
que desejo que volte essa corrente
pra caber no seu colo, pai, de novo...

Verônica Miyake

( . . . ) * o tempo passou meu amor.
eu cresci , eu aprendi , eu mudei.
hoje sou outra !
depois de tanto lutar pra ver o seu sorriso ,
aprendi a valorizar o meu. ”

[ ... ] — Tati Bernardi.

Tati Bernardi

( . . . ) * o tempo passou, meu amor. eu cresci, eu aprendi, eu mudei. hoje eu sou outra. depois de tanto lutar pra ver o seu sorriso, eu aprendi a valorizar o meu. .. ”

[ ... ] — Tati Bernardi.

Tati Bernardi

Ai quem dera eu estar agora
Na terra onde cresci
Iria rever o que outrora
Foram os encantos do que vivi...

mel - ((*_*))

Melania Ludwig

eu sou importante!!!!!!
eu cresci !!!!!
Aprendi a me virar sozinha, a ver a vida do meu jeito.
Aprendi a ver quem são as pessoas que me fazem bem...
e as que me fazem mal...
e as que não me fazem simplesmente nada.
Aprendi que o que realmente vale à pena é o momento vivido...
que depois, ele pode não ter a mesma intensidade.
Aprendi a continuar de cabeça erguida...
a lutar pelas coisas que acredito, mesmo sendo a única a acreditar nelas...
aprendi a chorar pelas coisas que perdi. algumas delas por minha culpa , outras não.
Aprendi a ver que há certas coisas na vida que o tempo não apaga, não importa o quanto eu tente...
mas que outras, por mais que demore, ele apaga sim.
Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
posso apenas dar boas razões para que gostem de mim,
e ter paciência, para que a vida faça o resto.
Aprendi a ouvir críticas, e elogios...
aprendi que o melhor é evitar criticar, mais que elogiar sinceramente é muito gratificante.
Aprendi a seguir meu coração...
antes de seguir qualquer outra coisa. e que isso exige coragem e muitas vezes machuca..mais ainda assim vale a pena.
aprendi que muitas vezes preciso ser forte , não por mim , mais por aqueles a quem tanto amo , pois a felicidades deles é minha prioridade ainda que para isso precise sacrificar a minha.
ao longo da vida descobri que ela não é o castelo encantado que pensei ser...
mas que posso torná-la muito melhor que isso se eu souber viver.
E então depois de aprender tantas coisas eu passei a acreditar em mim mesma. eu vim a esse mundo com uma missão e nada nem ninguém poderá me deter !!!!
Sandra Costa 21092014

Sandra Costa 21092014

Nasci entre homens, cresci no meio deles, vivo com eles e não tenho orgulho disso ; quando lembro que Hitler foi o pior exemplo deles !

Daiene Arraz

"Eu sou como lótus, nasci do lodo, da lama e da mais pura terra eu cresci, transcendendo as moléculas de água. Lamento se você não é capaz de admirar isso. Eu tenho uma história e venci as profundezas para nutrir-me do meu desabrochamento e aprender a independência. Preciso que entenda o contexto por trás da pétala que enxerga, porque sou mais que um corpo. Não fui feita para agradar seus olhos, mas sim para dar exemplo de vida através da minha luta. É isso que tenho a oferecer. Você pode escolher."

Carol Manzoli Palma

Nascí desta àrvore, crescí destes frutos, aprendi há fazer as minhas primeiras lições debaixo desta àrvore, e às enúmeras dificuldades que os outros passaram nesta aldéia, eu tive que recorrer está àrvore para poder vencer a minha vida assim como a vida daqueles que tanto passavam dificuldades porque pensei eu, que todos os meus antepassados embeberam-se aqui, daquela amargura bebida tradicional feita apartir dos frutos e das folhas desta àrvore em que agora, vós pretendeis cortá-la para poderem utilizar o tronco, as cascas, a raíz e os respectivos ramos, para fins lucrativos porque tivestes uma informação acerca da sua importância mais, não tomastes em consideração o quanto esta àrvore é valiosa prá um homem africano como eu, de cabelos curtos, olhos pretos, sem capacidade de pensar, sem história, forte que sempre está acostumado a fazer trabalhos fortes sem direito de descanço e muito menos de reclamar e isto tudo que vos falei é exactamente o que vocês pensam quando olham prá um africano. Portanto, fiquem sabendo que o africano já está de olhos abertos em todas as actividades que vós fazeis e nada de se humilhar, nem um minuto de nos explorar porque este continente é africano e se é africano é porque, a gente pertence a mamã Àfrica.

Sitifane Faustino Erneio

Aos meus filhos...
Nasci, cresci, casei.
Tive filhos maravilhosos, quando estavam doentes, tive noites de pouco sono.
Preocupei-me em educa-los ensinei o que sabia, com valores que aprendi com meus pais.
Crie bons filhos para o mundo, casaram-se ...missão cumprida.
Estou só novamente, tenho insônia.......
Saudades das crianças.
O tempo passou tão rápido não me dei conta, quase um sonho, foi um sonho.
Faça valer a pena, cada minuto de sua vida, porque passa.
Tudo passa.
Zélia

Zeliaw