Cores

Cerca de 1292 frases e pensamentos: Cores

Algumas cores não são tão bonitas pra uns quando vistas de perto, mas não deixam de ser cores por isso.

Patrícia Rezende

Quando as palavras tiram férias de mim, não me expresso
De azul fico cinza
Eu sem palavras sou como céu e mar sem azul
E de branco em branco, brandura, braveza, bravura
Azulo-me e saiu do casulo
Em palavras e em azul

Tina Bau Couto

Se nós coloríssemos a maldade e a tristeza com cores vivas, teríamos bondade e alegria!

Tatyane Maria

Atrás das grandiosas pétalas e cores da textura magnífica das flores,uma erva tão pequena e perfumada chama a atenção
de quem tem olhos maiores que o jardim.

Clara Mello

Enquanto houver a ternura das cores eu plantarei flores para iluminar a serenidade do seu olhar

Jonnhy Bolw

Escrevo a Minha Realidade e a Sua!

Jamais
escrevi algo,
que não pudesse
um dia ser realidade!
Nunca escrevi algo,
que fosse apenas sonho…
Pois mesmo antes de publicá-los,
já vivia a realidade do que escrevi!
Já havia visto alguém por aquilo passar.
Escrevia e escrevo momentos.
Revisões de nós mesmos.
Escrevia e escrevo aquilo,
que passamos no dia-a-dia.
Mas que nem sempre percebemos.
Escrevi felicidades.
Lágrimas.
Encontros,
Desencontros.
Amores vividos.
Amores traídos.
Parte de mim e de outros.
Que sonharam…
E continuam sonhando!
Porque a vida só terá sentido,
se descartamos as nossas dores,
e passarmos a viver
os nossos sorrisos.
Não se consegue sorrir com dor.
Mas o sorriso desmancha
uma vida triste e sem cor!

Dayse Sene

As Cores Do Amor

Posso
até perder
as minhas cores...
Posso!
Mas...
As partes de mim
que te amam.
Jamais perderão
as cores do amor.
Porque ,
os meus sonhos...
Não morrerão jamais!

Dayse Sene

Jardim De Emoções

Em telas...
Pintores,
buscam as cores
do arco-íris,
e bordam sonhos
com pinceis coloridos!
Encantam os olhos...
E transformam o cenário,
num jardim de emoções!

Dayse Sene

Cores e Tons

Que eu permaneça,
sempre com cores e tons!
Que eu seja versos.
Rimas...
Suavidade!
Que as minhas cores
mudem de acordo com meus sonhos...
Mas que elas sejam sempre suaves.
Que não cansem os olhos de quem deseja me admirar!

Dayse Sene

Bons Motivos

Tive todas as cores
arrancadas dos meus sonhos...
Mas restaram-me
ainda o perfume...
Que a brisa leva...
E me traz de volta,
bons motivos para eu sonhar!
Tiraram os meus espinhos...
Me fizeram bem.
Pois levaram as minhas cicatrizes.
Eram neles, que guardava as minhas decepções.
Para que não ferissem as minhas pétalas.
Hoje encontrei um amor...
Que está me tingindo dos tons do seu amor!

Dayse Sene

Minha Vida

Depois de cada tempestade
em minha vida.
Junto todas as cores,
da minha alma...
E construo um arco-íris.
Porque as cores,
me livram da solidão.
Quando algo ou alguém,
quer me roubar a paz!

Dayse Sene

Versos Coloridos

Abençoadas sejam,
todas as cores da minha alma!
São através delas,
que construo versos coloridos...

Dayse Sene

Primavera Com Cores De Verão!

[...] e quando
ele vai descansar...
Tinge a terra
de tons quentes!
Deixa saudades
no lugar.
Pede para não chorar.
Pois ao amanhecer
do dia.
ele já vem clarear.
Vem com
sorriso de menino.
Para mais tarde
esquentar!
Sol.
Calor.
Tempo quente...
Entardecer.
É sol de primavera.
É setembro.
Calor do amor.
Com cores de verão!

Dayse Sene

“Quando o Senhor, DEUS, criou todas as coisas, céus, terra e mar e tudo que nele existe em tudo o Senhor colocou cores e tudo ficou tão bonito, e então nos Criou DEUS sua melhor criação e não se esqueceu de nós e assim nos fez DEUS de diversas cores, Negros, Brancos, Mulatos, Pardos..., e ainda usou de mais amor e nos fez de diversas raças e origens e línguas e diferentes uns dos outros, mas iguais perante ele e em tudo isso esta a sua Gloria e mostra o seu Grandioso Poder.

Jair Rosseto

O Bobo da Corte

Vivo aqui
Nesse castelo
Bem alto
Branco com amarelo
Rosto pintado
Roupa colorida
Sorriso debochado

Senhoras e senhores
O show vai começar
Gaitas e tambores
Para animar
Espantando os horrores
Nos problemas
Inserindo as cores

Sapatos bicudos
Luvas e fitas
Babados, estampas
E listras
Gosto de sorrir
Afinal
Sou o único por aqui

Eu sou o rei
Da gargalhada
Rei da platéia
Da piada
Cada noite
É uma estréia

Em cada alguém
Falta um bobo
Pois ninguém
É feliz ao todo
Nesse reinado
Sou mais feliz que o Rei
E muito mais amado.

Lucas Amorim

Sim, o medo é a vertigem da liberdade. Liberdade pra dentro da cabeça, pois sem vertigem a vida fica em preto e branco. Cor sempre, por favor.

Bia Willcox

Convoco todos os amores
A renovar minhas cores
Vestidas do simples
Vividas no mais.

Renas Barreto

Hoje eu sei dizer o quanto você é importante para mim.
Foi você, a garota das canetinhas que coloriu o meu mundo, e por isso não posso viver sem você, eu simplesmente não suportaria ver meu mundo perder as cores e se tornar preto e branco novamente.

Dimitry Duarte

As pequenas coisas que dão prazer são feitas de momentos breves, quase mágicos, nos quais os cinco sentidos parecem parar no tempo e, sem pressa, saborear toda as sensações, antes de registrá-las para sempre na memória.
Estes pedacinhos de cotidiano são feitos de cheiros, sabores, cores e sonoridades particulares que tocam você, às vezes inexplicável, e que ficam associados àqueles momentos especiais de sua vida. São pedrinhas semeadas ao longo do caminho de sua existência. Ao parar para observar, por alguns segundos, estes instantes e estes pequeninos prazeres, você saberá do que é que você gosta e, assim, aprenderá a se conhecer melhor. Pois dizer o que ama é um pouco como escrever a sua história ou desenhar o seu próprio retrato.

Gérard Gréverand

Meus Sentidos Intensos

Alberto Duarte Bezerra


Se sentir voltar no tempo,
Feliz como uma criança,
Cheia de graças amenas,
Em folguedos simples que sejam,
Dar risadas, soltas, alegres,
No brincar a dois com ela.

E buscando desta forma,
Uma razão pros meus sentidos,
Que permeiam o meu querer,
E plenos em meu corpo,
Buscando respostas a esta ventura,
Com o que deles fazer.

Assim não teria valia, a música,
A poesia que encanta,
As palavras belas,
Não fossem os ares,
Não fossem os ventos,
A propaga-las,
A leva-las num murmúrio,
E as deixando aos ouvidos dela.

Não fossem os lábios, os olhos,
O rosto em aquarela,
Brincando com os tons, da forma mais bela,
Que magia teriam as cores,
Não estivessem no rosto dela.

E esta profusão de gostos,
Que minha gula reclama,
Não teriam tantos sabores,
Não estivessem nos lábios doces,
Nos salgados carnais,
Que quero mais,
Do corpo dela.

E esses aromas inebriantes,
De feromônios vibrantes,
Que aceleram o meu pulsar,
Que não canso do cheirar,
No corpo dela.

E não seriam tão provocantes,
Não fossem dela,
Estes toques, estas carícias excitantes,
Que convidam a um desfrutar,
E incontidas se acumulam,
Extravasando de repente,
Num apelo de gritar,
Com ela.

Alberto Duarte Bezerra