Convite primeira Comunhão

Cerca de 387 frases e pensamentos: Convite primeira Comunhão

Em política, a comunhão de ódios é quase sempre a base das amizades.

Charles Tocqueville

Aquilo que se aproxima, não é a comunhão das opiniões, mas a consanguinidade dos espíritos.

Marcel Proust

Não são os da consanguinidade os verdadeiros laços de família e sim os da simpatia e da comunhão de idéias, os quais prendem os espíritos antes, durante e depois de suas encarnações.

Allan Kardec

"Comunhão é quando a beleza do outro e a beleza da gente se juntam num contraponto."

Rubem Alves

Convite

Não sou a areia
onde se desenha um par de asas
ou grades diante de uma janela.
Não sou apenas a pedra que rola
nas marés do mundo,
em cada praia renascendo outra.
Sou a orelha encostada na concha
da vida, sou construção e desmoronamento,
servo e senhor, e sou
mistério

A quatro mãos escrevemos este roteiro
para o palco de meu tempo:
o meu destino e eu.
Nem sempre estamos afinados,
nem sempre nos levamos
a sério.

Lia Luft

É tão difícil falar, é tão difícil dizer coisas que não podem ser ditas, é tão silencioso. Como traduzir o profundo silêncio do encontro entre duas almas? É dificílimo contar: nós estávamos nos olhando fixamente, e assim ficamos por uns instantes. Éramos um só ser. Esses momentos são o meu segredo. Houve o que se chama de comunhão perfeita. Eu chamo isso de: estado agudo de felicidade.

Clarice Lispector

Convite Triste

Meu amigo, vamos sofrer,
vamos beber, vamos ler jornal,
vamos dizer que a vida é ruim,
meu amigo, vamos sofrer.

Vamos fazer um poema
ou qualquer outra besteira.
Fitar por exemplo uma estrela
por muito tempo, muito tempo
e dar um suspiro fundo
ou qualquer outra besteira.

Vamos beber uísque, vamos
beber cerveja preta e barata,
beber, gritar e morrer,
ou, quem sabe? beber apenas.

Vamos xingar a mulher,
que está envenenando a vida
com seus olhos e suas mãos
e o corpo que tem dois seios
e tem um embigo também.
Meu amigo, vamos xingar
o corpo e tudo que é dele
e que nunca será alma.

Meu amigo, vamos cantar,
vamos chorar de mansinho
e ouvir muita vitrola,
depois embriagados vamos
beber mais outros sequestros
(o olhar obsceno e a mão idiota)
depois vomitar e cair
e dormir.

(Em: Brejo das Almas)

Carlos Drummond de Andrade

A DANÇA

Ir para a cama com alguém é como aceitar o convite para uma dança.

E a mágica da dança começa antes mesmo dos primeiros passos juntos.

A magia começa com os primeiros olhares, com um sorriso, passa por um bom convite e um estender de mão...

Se o cavalheiro não sabe conduzir a dama, metade do prazer da dança terá esvaído-se no ar.

Mas quando um casal está no salão, e o cavalheiro sabe conduzir a dama com maestria, o que se verá é um lindo par a flutuar com a melodia da canção,

e nada será mais prazeroso que aquele movimentar de corpos, aquele inebriar-se de perfume e palavras inconfessáveis ao pé do ouvido,

e todo o tempo será pouco para a magia e a delícia de estarem juntos...”

Augusto Branco

Convite à Loucura

A loucura resolveu convidar os amigos para tomar um café em sua casa.
Todos os convidados foram.
Após o café, a loucura propôs:
- Vamos brincar de esconde-esconde?
- Esconde-esconde? O que é isso?, perguntou a curiosidade.
- Esconde-esconde é uma brincadeira. Eu conto até 100 e vocês se escondem. Ao terminar de contar, eu vou procurar e o primeiro a ser encontrado será o próximo a contar.
Todos aceitaram, menos o medo e a preguiça.
- 1,2,3..., a loucura começou a contar.
A pressa escondeu-se primeiro, num lugar qualquer.
A timidez, tímida como sempre, escondeu-se na copa de uma árvore.
A alegria correu para o meio do jardim. Já a tristeza começou a chorar, pois não encontrava um local apropriado para se esconder.
A inveja acompanhou o triunfo e se escondeu perto dele debaixo de uma pedra.
A loucura continuava a contar e os seus amigos iam se escondendo.
O desespero ficou desesperado ao ver que a loucura já estava no 99.
- 100!, gritou a loucura. Vou começar a procurar...
A primeira a aparecer foi a curiosidade, já que não agüentava mais querendo saber quem seria o próximo a contar.
Ao olhar para o lado, a loucura viu a dúvida em cima de uma cerca sem saber em qual dos lados ficar.
E assim foram aparecendo a alegria, a tristeza, a timidez...
Quando estavam todos reunidos, a curiosidade perguntou:
- Onde está o amor?
Ninguém o tinha visto. A loucura começou a procurá-lo.
Procurou em cima da montanha, nos rios, debaixo das pedras e nada do amor aparecer.
Procurando por todos os lados, a loucura viu uma roseira, pegou um pauzinho e começou a procurar entre os galhos, quando de repente ouviu um grito.
Era o amor, gritando por ter furado o olho com um espinho. A loucura não sabia o que fazer.
Pediu desculpas, implorou pelo perdão do amor e até prometeu segui-lo para sempre.

Moral da história:
O amor aceitou as desculpas e é por isso que hoje e em todo o sempre, o amor é cego e a loucura o acompanha sempre.

Desconhecido

Eu sou essa pessoa a quem o vento chama,
a que não se recusa a esse final convite,
em máquinas de adeus,sem tentação de volta.

Todo horizonte é um vasto sopro de incerteza:
Eu sou essa pessoa a quem o vento leva:
já de horizontes libertada,mas sozinha.

Se a Beleza sonhada é maior que a vivente,
dizei-me: não quereis ou não sabeis ser sonho ?
Eu sou essa pessoa a quem o vento rasga.

Pelos mundos do vento em meus cílios guardadas
vão as medidas que separam os abraços.
Eu sou essa pessoa a quem o vento ensina:

Agora és livre,se ainda recordas

(Solombra, p. 794)

Cecília Meireles

Seminário SINDSEP :O que Ouvi como convidada.
Conjuntura Econômica Brasil: Orçamentos - Nacional-sindicalístico = Finanças;
Setores Conservadores Econômicos, Sociedade Civil e Serviços públicos= Servidores Sindicalizados.
Cenário 2015:
-Desaceleração da Atividade Econômica, Fraco desempenho do PIB total e de Serviços, Queda de Produtos primários; Exportar valor agregado, Taxa de Juros, Dívida Pública, Deficit externo, Inflação, etc.
Contexto atual 2013-2015
Crédito barato Doméstico e pro Investidor, Taxas de Juro lá e cá, Inflação de demanda= Tripé econômico: Superavit, Controle inflação e Dólar flutuante;
Crises para o Trabalho e Ação Sindical:
Queda da Produção – Indústria de Base; Industria de Transformação; Receita própria (Iss-Iptu)
Escolaridade, Desemprego, Aumento da Renda, Perspectiva do Decrescimento e Comunicação pra Associados.
A Produção da Indústria, a Arrecadação de Tributos no âmbito Federal, Estadual e Municipal tem um grande “moites' a Sonegação fiscal e a Taxa de Juros(TJLP e SELIC)
No âmbito estadual o tributo (ICMS)- Transferência pro município, caindo a produção cai a transferência para o município;
O Servidor Público Sindicalizado vive penúrias ora por parte de Governos, Ora por ausência de Ação mais efetiva dos representantes Sindicalistas, afinal quem avalia os SERVIÇOS PÚBLICOS é a SOCIEDADE.
Revisar Carreira entende nível de escolaridade. Aplicar os dispositivos da Lei 13.303 e Decretos 54.778/2014, 55027, ambos de 2014, instrumentos legais que podem equacionar cronologicamente a médio prazo as dificuldades salariais, porque não orçamentos e financeiro Lei de responsabilidade fiscal, Contingenciamento pessoal Ativo e Inativo: É fundamental Recuperar o Diálogo público entre Recursos e Trabalhadores Sindicato.
Desafios dos Brasileiros:
Recuperar atividade econômica, Repatriar dinheiro externo Corrupção e Evasão fiscal, Compartilhar informações equilibradas das contas pública- Tribunal de Contas; Coibir e Punir crimes de classes e categorias.

Bindes Convite

Amizade é o encontro de duas solidões. Quando duas solidões se encontram, acontece a comunhão".

Rubens Alves

O Ser Humano sempre expressou seus sentimentos através da dança, onde ele manifesta sua comunhão com o universo.

Joakim Antonio

Do que adiante permitir que tenham comunhão conosco, se a falta de respeito não possibilita a nossa retribuição?

Paulo Fernandesky

Nem todo amor é em vão
Nem toda crença, ilusão
Nem todo Deus, comunhão
Nem todo pecado, perdão
Nem tudo que se dança é baião
Nem tudo que sobra é lixão
Nem toda poesia é refrão
Nem tudo que se dança é baião
(Seção 32)

Vander Lee

O beijo de quem ama é a conversa da Alma. É no silencio que o amor brota nos corpos em comunhão.

Mel Fronckowiak

Natal nos deu de presente um dia de céu e mar azuis em comunhão. Nos escondemos nas falésias, nas areias e no calor do sol. A brisa abrindo os nossos sorrisos, a paz embalando os nossos sonhos.

Mel Fronckowiak

Não economize amor e carinho com a sua família. Esse é o segredo para que a comunhão se estabeleça na sua casa.

Bispo Rodovalho