Contos Engraçados

Cerca de 158 frases e pensamentos: Contos Engraçados

Na Europa, nas antigas civilizações, os contos de Fadas constituíam uma forma de entretenimento tanto para crianças como para adultos, contadas principalmente entre as comunidades agrícolas, na época do inverno, chegando a dizer-se que "os contos de Fadas representam a filosofia da Roda de Fiar".
> (Marie-Louise Von Franz em "A Interpretação dos Contos de Fadas"; citada por Bárbara Vasconcelos de Carvalho em "A Literatura Infantil - Visão Histórica e Crítica")

Marie Louise Von Franz

Não espere que eu seja sua princesa, como nos contos de fadas, que esperam por um grande amor, por um homem perfeito em seu cavalo branco, que vem não sei de onde e nem quanto tempo vai demorar, mas que vai chegar... Porque eu não espero.
Eu faço o meu próprio conto de fadas, e acredite, não sou eu que espero por ninguém, alguns tem uma vaga sorte de poderem esperar por mim, mas nem todos dão valor a essa oportunidade.
Por isso o meu primeiro maior e único amor é o que tenho por mim mesma, e quanto a príncipes, existam ou não, duvido que sejam dignos de tanto amor assim.

Juliana Reis

Você acredita em contos de fadas ?
Acredita que seus sonhos vão se realizar é só você querer ?
Acredita no felizes para sempre ? Acredita que lendo essa mensagem pode ter alguém do outro lado pensando em você ?
Acredita que o amor existe ?
Se você não acredita, comece a acreditar em tudo isso, porque o tudo é possível nesse mundo que vivemos !

Giovanna bells

Frio lá fora, café quentinho aqui dentro, páginas em branco esperando para serem escritas, contos e poemas emaranhados em minha cabeça.
Sinto-me tão bem, é assim que vou dar sentido a minha vida, é dessa forma que aproveitarei meu tempo.
Quantos livros lidos, quantos textos salvos no note?
É hora de deixar meus pensamentos comungarem com os pensamentos dos antigos.
Escritores, sábios, poetas sejam pacientes ensinem-me a escrever, ajudem-me a descortinar minhas melhores idéias.
Quero a clareza e a simplicidade em minhas frases, quero escrever de um jeito novo e original, quero pensar o que ninguém pensou, se é que isso é possível, enfim quero evadir-me, extraviar-me entre as linhas, transmutar-me em palavras para assim ganhar sentido.
Para trás deixo as intrigas do mundo, o medo, o fracasso, as preocupações, e avante sigo, avante escrevo.
Talvez a literatura tenha como principal objetivo esse: olvidar as amarguras, vencer as decepções. Talvez todos os escritores soubessem disso e conservassem esse segredo a sete chaves para que o mito não fosse quebrado e banalizado.
Desde a antiguidade grega, desde os escribas egípcios, desde os místicos e profetas judeus, que as palavras vêm sendo exaltadas e depuradas, e todos descobriram o poder que emana de cada sentença. No princípio era o verbo, e o verbo estava com Deus e o verbo era Deus, isso resume muita coisa, e hoje, para além de Saramago, de Freud, de Nietzsche, de Shakespeare o verbo ainda é o verbo e ainda encanta, elucida e exerce a potencia de ser verbo.
Estou sendo obscuro? Nesse ponto prefiro ser obscuro mesmo.
Céus, montanhas, horizontes, oceanos, pássaros, sonhos, almas, gramática, descortinai o mistério, rompei o véu do enigma, o sentido da parábola. Kafka abra as portas de seu mundo hermético. Joyce mostre-me as nuances mais secretas de seu mundo onírico, de modo que eu venha a entender o que cada símbolo traduz...

Idenir Ramos

E como nos contos de fada, vivo a parte dos dramas e dos caminhos difíceis, ansiando por dias melhores, pessoas especiais, momentos mágicos, e tudo que seja possível e que esteja ao meu alcance... Mas não me esqueço que vivo no mundo real, com pessoas de carne e osso repletas de sentimentos confusos, ações enigmática e palavras vazias...
A diferença crucial entre esses dois mundos que desde criança fui obrigada a me conformar é que nada pode me fazer feliz para sempre... mas pode ser eterno e perfeito enquanto durar... só depende de mim...

Letícia Aline Rossi

Alice

Maravilhoso mundo do amor
Fantasias na vida de alguém
Nos lindos contos que vivemos
Você é a mais bela personagem do bem
Mundo cheio de alegrias
Pois o belo em você é poesia
Alice tu és a mais linda
Nos livros de contos isso já se dizia
Pois o teu mundo do amor
É mais lindo...
Do que o mundo da fantasia.

Reff Carvalho

Eu queria que fosse tão normal quanto respirar .
que fosse tão normal quanto acreditar em contos de fadas quando nós sonhamos ...
Queria poder sentir,cada toque,cada respiração,cada molécula de calor que passa pelo teu corpo .
Eu só queria que acredita-se no amanhã como eu acredito ... que visse o que eu vejo sobre nós !! (um futuro)

Mayhara Fidelis

Talvez aqueles horríveis contos de terror em que todos morrem no final não sejam tão terríveis assim, pelo menos é o que parece pra mim, que já vivi isso, mesmo que talvez tenha sido apenas uma alucinação da minha cabeça, que confesso já não estar mais tão sã assim... E talvez, os monstros que vivem dentro da minha cabeça sejam mais temíveis que aqueles que ouço arranhando embaixo da cama.
É, minha historia não começa com "5 amigos numa viagem", mesmo porque nunca tive amigos, segundo porque minhas viagens ocorriam apenas dentro de mim. Essa história começa simplesmente comigo, e uma dose insana de comprimidos que levei com o intuito de me matar, ali, naquele vagão de trem abandonado... Porque? Apenas queria morrer ali, marcar eternamente o local onde uma jovem garota loira se matou, queria que jovens inventassem histórias sobre meu fantasma e me temessem... enfim, apenas para ser dramática, mas o que me esperava era um pouco mais de drama do que eu poderia suportar.
Me sentia até confortável naquele vagão, era gelado, achei q era o lugar perfeito pra eternizar minha alma, que também já tinha se tornado fria. Tomei 1 vidro e meio de um comprimido tarja preta qualquer que roubei da minha mãe, mas como nada é tão bonito como na tv, logo vieram os vômitos, um atrás do outro, e com aquele liquido nojento também se esvaia minha dignidade, ali, se contorcendo e se afogando em vomito dentro de um vagão de trem abandonado, onde ninguém poderia me ouvir, ou pelo menos era isso que eu achava.
Acho que tinha desmaiado, acredite em mim quando digo que quando as pessoas dizem que foi tudo muito confuso, é porque é verdade. Eu juro que quando abri os olhos novamente, preferia ter visto o diabo, mas eram aqueles malditos caras da escola, sequer os conheço mas parece que me odeiam, sempre me ofendendo, me chamando de estranha, me assediando, nojentos. Eles não deixaram eu me afogar no vômito, eu já tinha posto pra fora praticamente todos os comprimidos e meu suicídio já tinha ido por agua a baixo, mas estava extremamente fraca, meu estomago doía e minha cabeça estava pesada. De repente, me senti totalmente controlada por algo, talvez fosse a morte, e do nada recuperei as forças que tinha e as que não tinha, e ai aconteceu.
Enquanto André e seus amigos riam de mim, rasgavam meu vestido,e "decidiam" o que iam fazer comigo, um ódio demoníaco se apoderou de mim. Peguei um estilhaço de vidro, provavelmente de uma garrafa de algum bêbado que esteve ali, rasguei a garganta de André, os outros dois tentaram fugir, mas estranhas criaturas os seguraram, eram sombras negras e, seu eu pudesse dar um palpite do que elas eram, eu diria que eram o próprio medo, a maldade e o ódio ganhando forma. E eu, movida por algo que até hoje não sei, matei todos eles, um por um, os gritos eram musica para meus ouvidos, a cada vez que eu enfiava aquele pedaço de vidro em seus estômagos, me sentia uma artista, criando sua obra prima. Uma obra de arte chamada morte, feita a pinceladas de sangue e terror.
Aquelas terríveis sombras, encheram o vagão, estavam por todo o lado e sussurravam coisas que eu não entendia, levaram os corpos, acho que era como um sacrifício, não sei... Uma força se apoderou de mim novamente, e dentro da minha cabeça ouvi claramente:
"ESTAMOS TE DANDO UMA CHANCE PRA VIVER NOVAMENTE, MOSTRE AS SOMBRAS AO MUNDO, DÊ A ELES O TERROR QUE SÓ UMA PESSOA A QUEM ELES AMAM SERIA CAPAZ DE DAR, FAÇA ISSO, E CONSEGUIRÁ SUA ETERNIDADE"
Quando voltei a mim, estava diferente, não sei explicar... apenas não era mais eu, eu não tinha mudado em nada, porém estava mais bonita, mais confiante, eu era como uma estrela, era impossível não olhar pra mim. Nunca mais fui a mesma, a partir daquele dia todos passaram a me amar, tinha amigos, ia a festas, era tratada como uma rainha. E como as criaturas me disseram, eu dei a todos o terror que só os amantes da superficialidade mereciam, os humilhei, os tratei como lixo, apenas retribui o desprezo que eles tanto me ofereceram quando eu ainda não era o que eles queriam que eu fosse. Confesso, me divirto com isso, estúpidos inúteis, cuspo em seus rostos e ainda fazem tudo o que eu quero, não prezam pela própria dignidade, humanos são todos assim, foi por isso que quis tanto morrer antes disso tudo começar...
As vezes, quando o vento me fala que eu devo, vou ao velho vagão abandonado, os meninos que matei sempre estão lá, eles gritam e gemem porque as sombras os torturam, eles pedem pela mãe e então eu rio como o próprio diabo. As criaturas me falam o que devo fazer, e eu tenho um longo caminho pela frente, o líder deles disse que eu ainda serei muito importante no mundo, terei muita influencia e farei muitas pessoas sofrerem com meu poder, todos acreditarão nas minhas mentiras porque os farei se apaixonarem por elas, mas no final de tudo, lembrarão de Catanduva como sendo a cidade em que o mal nasceu.
Muitas coisas tão poderosas quanto as sombras tentam me parar, dizem que eu tenho que morrer para que não haja sangue derramado no futuro, mas elas moram apenas na minha cabeça, e conversam comigo em meus sonhos, por isso não durmo mais, não em casa. Toda noite vou ao vagão e durmo ouvindo o arranhar do caco de vidro no chão. As vezes ouço André sussurrar "Você vai morrer Alana" então eu respondo:
-Isso foi tudo que eu sempre quis.

Alana Bueno

Você foi mais que um simples rolo, um simples namoro, foi como mágica, como uma história de contos de fada. a historia mais linda que já vi, ouvi e li, uma historia que nem o tempo, nem mesmo a morte será capaz de apagar, não me vejo sem voce nunca, não quero te perder novamente, já sofri demais por isso. Tantas coisas voce me ensinou, me ensinou a amar, a respeitar, a ser paciente, a sentir saudade, e a dar valor naquilo que eu realmente queria,

Eu te amo acima de tudo

Bia Bandeira

Choque de Realidade
E quando você se da conta de nada era como realmente imaginava, que contos de fadas não existem, que ótimos momentos da sua vida se passaram e você presa em uma grande frustração; Parece que simplesmente o medo te assusta e te retem.
Ai sim o chão se abre sobre seus pés, você se sente como se estivesse em um precipício sendo empurrada pela realidade, e começa a perceber que a vida é bela, que cada amanhecer é uma pagina em branco, Deus te dá uma nova oportunidade de reconhecer erros, amar e ser amada, tudo que você precisa está bem ali na sua frente, oportunidades aprecem a todo instante basta enxergar a vida como realmente ela é a sua FELICIDADE só depende de você!

Márcia Alves

Encontros e Desencontros
Na vida, na arte, nas telas, nos contos, na ficção ou na realidade a vida está repleta de encontros e desencontros.
Amores verdadeiros ou sentimentos projetados? Amores sinceros ou conveniência inconsciente? Silêncio e solidão ou palavras e multidão?
Chorar o tempo certo e partir ou chorar a vida toda sem desistir?
Compreender que o outro não nutre o mesmo sentimento por mim ou ir em busca de alguém que me ame de forma igualitária?
Convenço-me que não é obsessão lutar por um amor respeitoso, feliz, recíproco, leal, fiel, generoso.
Ter alguém com quem dividir o cobertor, as lutas, as dúvidas, as dívidas, os anseios, os projetos, os sonhos.
Será que amar sem medidas é amar por primeiro?
Será que amar por primeiro é amar verdadeiramente?
Será que amar sem lágrimas é amar?
Será que já amei na vida além dos meus pais, irmãos, sobrinhos, amigos e meu próprio umbigo?
Amar não é competir, destruir, possuir, desprezar, tolher.
Amores, invasivos, dominadores, atrapalhados, interesseiros, que visam apenas o prazer, a dedicação que podemos proporcionar, esses amores nascem mortos, foram cultivados em desertos, na seca, sem chuva, sem vento, sem calor. Nem chegam a ser amor.
É preciso tomar conta do coração, deixar guiar, deixar sentir, deixar viver.

Arcise Câmara

Me ama ?? ha ha ha
amor a moda antiga, Put'z neem criança acredita, sabia que contos de fadas são ilusãooo??? éeeer... só espero estar sempre tomando as decisões corretas.

Eiii.... #Fica ai com esse tal amor, que eu vou ali sentar e esperar o meuu, se demorar eu levanto e vou atrás , se corre atrás do que se queer , no meu caso amor de verdade!!!

Márciacostta

Contos de fadas - Versão Atualizada - Coisas que aprendi na infância...

Os pais passam a vida inteira ensinando os filhos a serem pessoas melhores, afinal são responsáveis por sua formação.
Ao longo de nossa infância aprendemos nos contos de fadas que a princesa sempre encontra um príncipe, e que através de um beijo um mero sapo se transforma em um. Aprendemos que no final de cada arco íris tem um pote de ouro.
As moças tem que ser magras e lindas como a Barbie, e almejar um namorado como o Ken.
Aprendemos que existe bem e que existe mal, porém o bem sempre vence. Aprendemos que o papai Noel leva presentes para crianças obedientes, e que se deixarmos ninhos embaixo de nossas camas o coelho da páscoa passará e levará um delicioso ovo de chocolate.
Aprendemos que devemos respeitar os mais velhos, afinal olha a carinha de inocente que os velhinhos tem.

Coisas que aprendi na vida real...

O príncipe não vem em um cavalo branco, e nem sempre os bandidos terão cara de bandidos, afinal, existem bandidos de terno e rostinho de bebê.
Casamento nem sempre traz felicidade. Você pode se casar e ter que conviver com uma pessoa totalmente oposta de você. E que cresceu com princípios e valores diferentes dos seus.
Você vai conhecer o real significado de “Lua de Mel”, quando você ter a primeira noite de núpcias, quando seu companheiro aparentar parecer mais um “Shrek” do que um príncipe.
Se você é mulher, passará a vida lutando contra seus atributos físicos reais, incluindo progressivas nos cabelos e luta constante com a balança.
Aprendemos depois que existe a Barbie divorciada, que já vem com o carro do Ken, a casa do Ken e a pensão do Ken.
Aprendemos que as comemorações de Natal e fim de ano são hipócritas, e que nem sempre quem te dá um abraço na virada do ano realmente gosta de você.
Percebemos que coelhos não botam ovos, muito menos de chocolate.
E por final, aprendemos que “Os canalhas envelhecem”.

Vanessa

...e o livro de contos com finais felizes que você me deu não fazia mais tanto sentido. Eu me lembrei de como você provocava o meu riso e quase que instantaneamente, meu choro. De quando você me mandava mensagens no celular, quando eu imagina que você seria incapaz de se comunicar comigo. De suas mudanças de humor repentinas, do seu sorriso fora de hora, da sua expressão de confuso e chateado. Eu me lembrei dos meus sonhos contigo, que agora não deveriam fazer no minimo sentido. Eu me lembrei do sia feliz que eu idealizei te vendo. Eu me lembrei dos meus choros de raiva de você; lembrei da sua frieza, do meu desconforto por isso e do seu jeito calculista. Eu me lembrei de como faz tempo que eu te conheci, e de como você parece não se importar com isso. Eu me lembrei que eu deveria jogar todas essas lembranças num canto qualquer ou simplesmente guardar esse papel num lugar fora da minha visão.
Mas, eu me habituei a lembrar de tudo isso a cada dia. De tentar compreender o rumo que a minha vida anda tomando, me habituei a tentar me cicatrizar. Me habituei, a não me habituar a você mais uma vez.

...e já parece que faz tanto tempo que você não fala.

Laura Pedrosa

Falando do nosso amor

Queria você aqui comigo agora
Desejo em seus braços estar
Contos os minutos as horas
Pra de novo te encontrar

Meu sentimento em nada mudou
A não ser que te amo cada vez mais
Sem você já não sei quem sou
Só teu amor me satisfaz

Tenho planos pra nós dois
Vejo meu futuro do seu lado
Na verdade o meu depois
É ter você como meu eterno namorado

Creio que meu sentimento por você amadureceu
Não é uma paixão desenfreada
É sentimento suficiente pra passar o resto da vida do lado seu
E despertar cada dia mais apaixonada

Esse amor que agora sinto
Não me traz dor ou apreensão
E creia não minto
Quando digo que és dono do meu coração

Nosso amar é uma bela canção
Aprendemos juntos a cada dia
É muito forte nossa ligação
É muito mais do que magia

Basta um olhar pra compreender
Um gesto pra acalmar
Química assim não da pra entender
Só dois corações apaixonados pode elaborar.

Vamos viver esse amor em toda sua plenitude
E guardar cada momento na memória
Saber amar assim é uma virtude
Foi Deus o autor da nossa história.

Sheyla Miglioli

Guarda as declarações decoradas para as menininhas que ainda acreditam em contos de fadas. Comigo, pode vir tranquilo, desarmado, sem os textos decorados desse papel que te entregaram de príncipe encantado. Eu também já me despi de todos os sonhos de relacionamentos perfeitos que a vida me trouxe pelo caminho. Aprendi, na marra, nas caras e nos corações quebrados, que vocês nunca vão funcionar como os príncipes que acordam as belas adormecidas. Depois disso, sempre me mantive bem acordada.
Eu sei seus defeitos. Sei cada um deles. Mania que tenho de observar cada mísera ação das pessoas antes até do primeiro oi. Te analisei enquanto você sorria despreocupado e deixava o sol iluminar seu cabelo castanho. Vi como os traços do seu rosto se suavizam quando sua mãe chegava por perto e descobri no brilho dos seus olhos o que é o amor incondicional. Observei a maneira como você pisca o olho incessantes vezes quando está muito nervoso. E como coça o queixo sem parar quando não sabe o que responder.
Não precisa mesmo saber o que responder. Não quero que responda minhas dúvidas da vida. Talvez, você se veja tentado a questionar o mundo comigo. Talvez você se assuste. Eu sou mesmo alguém cheio de falhas. Tenho buracos em cada partezinha do corpo. Principalmente, no coração. Foram as cicatrizes – no corpo e na alma – que os outros antes de você deixaram aqui. Mas, fica tranquilo, não te quero perfeito. Pode vir cheio de erros.
Vamos nos despir dessa obrigação de fazer o outro feliz. Deixa ali no canto do quarto essa necessidade louca de fazer tudo certo. Eu aceito errar junto. Eu aceito gritos, pratos quebrados, brigas de tirar o fôlego. Basta que você diga que está disposto a errar comigo. E, quem sabe, entre nossos erros, a gente não consiga um ou outro acerto. Mas não te cobro nada não. Meu “felizes para sempre” sou eu que construo. Tô te chamando pra minha vida não pra preencher meus buracos, mas para me dar a mão e me ajudar a tampar minhas feridas. Te ajudo a cicatrizar as suas também, se quiser. E, juntos, rimos disso tudo.
Mas não te cobro nada. Talvez, a gente consiga dar certo. Talvez, a gente acabe, mesmo com uma história bonita. Talvez, você vá embora, talvez eu não queira mais ficar. Mas eu tô aqui, agora: vida e portas abertas pra se você quiser entrar. Porque, sem te cobrar felicidade, sem te cobrar uma história bonita e sem te cobrar amor, talvez, quem sabe, a gente dê sorte e consiga se amar, ser feliz, ter uma história bonita junto. Vai que a vida, o destino, ou sei lá, resolvem dar um empurrãozinho. Quem sabe, até, a gente não se ame até o final dos dias. Até o fim.

Karine Rosa

Eu sempre acreditei em contos de fadas ..
até hoje eu me pergunto: por que isso acontece apenas em filmes , teatros , e não em vida real ?
sou aquela menina boba e apaixonada que acredita que um dia poderia ser abduzidas por ET's e levada á um planeta totalmente diferente desse ,
em um lugar onde não existiria sofrimento , em que as guerras não atormentariam mais os sonhos de crianças , no qual não existiriam guerras ;
e que nada , nada mesmo causaria conflitos ;
em que o amor , não machucaria ninguém :/
as vezes eu pergunto pra mim mesma , como eu posso te amar tanto ?
como é possível amar o que nunca sentimos ? sentir o que nunca tocamos ? como é possível sentir a magia de um beijo que nunca deu ?
eu só queria entender, como eu posso amar uma pessoa que eu nunca vi ?
eu só busco essas explicações pois por tantas vezes , imaginei, sonhei..
Mais nem sempre sonhos se tornam realidade *--*
eu tenho medo de não ser aquela menina que você sonha , aquela Linda menina com sonhos de crianças que te encanta :/
meu maior medo é te decepcionar !
não sou perfeita, você não é perfeito, ninguém é perfeito !
nos seus sonhos eu posso ser uma pessoa , mais na realidade sou outra ;
nos meus sonhos , nem sempre são flores , mais comparando com nossa realidade é ali onde buscamos felicidades :D
E se me perguntarem se eu deixarei de sonhar
eu irei responder ..
JAMAIS !
mesmo que muitos de meus sonhos sejam impossíveis e meus amores irreais
eu sempre estarei sonhando cada vez mais ..
Amando cada dia mais,
e encontrando em uma Ilusão a minha Felicidade.
e assim eu vo seguir até o fim dos meus dias...

Flávia M. C. Parreira .

Goiânia

São os pés de Pequi
São os contos de esquina
São Os ipês as florir
Nossa bela menina!

E a cultura do Cine
E a riqueza do Ouro
E o parque dos jovens
De uma tarde tão brava

São os versos do Vento
O bosque em assembléia
O buriti verde em flor
É o amor em expansão

Céu Azul de cor rosa
Conversa afiada, um papo, uma prosa
De uma tarde calada
De um morro o alem da madrugada

São os versos de Hortêncio
São os cantos de orlando
Tanta coisa bonita
Coração do Brasil

Nossa bela menina
Que guarda tanta historia
Vai do choro a Viola
De uma vida em raiz.
Goiânia.

Mauricio S. M Junior

O que só as fadas sabem?
[...]
- Sabem algo essencial: que só podem viver nos contos.
- E isso só as fadas sabem?
- Sim, porque nós, os outros, consumimos a vida esperando seres maravilhosos que nunca aparecerão.
- E o que você me diz do jardim secreto? - acrescentei. - Ainda estou procurando por ele.
Marta riu suavemente antes de dizer:
- Com os jardins secretos acontecem a mesma coisa que com as fadas: você nunca os encontra quando precisa deles.
Depois de dizer isso, fez-se um silêncio que não era incômodo. Então ela perguntou:
- Quando você vai voltar?
- Ainda não sei. Qual é a cor do céu?
- Se esperar um pouco poderei lhe dizer.
Ouvi seus passos descalços se afastando. Uma persiana rangeu ao subir antes que Marta voltasse para dizer.
- Azul.
- Que tipo de azul?
- Aquele que você só pode ver nos dias em que está muito contente.
- Quando sabe que vai se viver para sempre jamais?
- Algo assim.
- Gostaria muito de vê-lo.
- E a mim que o visse - suspirou - Queria que você estivesse aqui.

("Queria que você estivesse aqui")

Francesc Miralles

A Vida pode até ser baseados em contos de fadas,mas contos de fada sempre tem um final feliz.
Ninguém sabe como é que isso termina mas na vida real ela se acaba na morte,nada é pra sempre.
Nessa vida aprendi que,a sociedade menos preza aquela que não tem dinheiro.
A vida é uma caixinha de surpresas,e uma coisa eu te digo
é uma viagem da qual jamais sairemos vivos,ou levando algum bem material eu peço a você para jamais se apegar a bens materiais ele nunca te trará salvação e muito menos paz.Então pense bem,você pode até achar que é louca que eu estou dizendo,mas não é eu vivo a realidade do sofrimento do rancor,do odio eu sou apenas mais uma adolescente cheia de problemas,mas concerteza eu sou cheia de ideias que mudaria muito a opinião der vários.

Kelen