Construção Civil

Cerca de 5 frases e pensamentos: Construção Civil

Assim como a planta é o projeto de uma construção civil, o sonho é um projeto de construção da vida.

Wendel Henrique Ferreira

O rés do chão não serve à literatura. Está muito bem a construção civil, é cómodo para quem não gosta de subir escadas, útil para quem não pode subir escadas, mas para a literatura há que haver andares empilhados uns em cima dos outros. Escadas e escadarias, letras abaixo, letras acima.

Afonso Cruz

"O amor é como uma construção civil, é construído dia a dia, não nasse do fantástico mundo de bob como alguns idealizam"

Gustavo Mendes Fiúza

Instituto Industrial e Comercial da Beira
Departamento de Construcao Civil
Estradas e Pontes

Fopenze

Trabalhadores da construção civil realizam manifestações em pontos da cidade



Atualizado às 20h56

Trabalhadores da construção civil realizam manifestações em vários pontos da cidade na tarde desta quinta-feira (9). As paralisações iniciaram por volta das 15h. Eles fecharam a avenida Dom Luiz, na Praça Portugal. E, em seguida, saíram em passeata pela Capital. A categoria fo até o Palácio da Abolição e no início da noite desceu até Avenida Beira-Mar onde se dispersou.

De acordo com a assessoria de imprensa Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil de Fortaleza (STICCRMF), entre as reivindicações estão o reajuste salarial, a anulação das medidas provisórias 664 e 665 que mexem nos direitos previdenciários e trabalhistas como o seguro-desemprego, pensão por morte, auxílio-doença e abono salarial e também contra a lei que regulamenta contratos terceirizados.

O protesto está ligado à Jornada Nacional de Lutas. A Central Sindical Popular (CSP-Conlutas) está sendo apoiada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro).

Ainda segundo a assessoria de imprensa do STICCRMF, as manifestações aconteceram nos bairros Papicu, Antônio Bezerra e Bairro de Fátima. E passarão pelo Hospital Geral de Fortaleza (HGF), e pelas avenidas Santos Dumont e Beira Mar. Os protestos estão previstos para durar até às 18h de hoje (9).


Em nota, o Sinduscon-CE diz que "repudia a manifestação violenta promovida nesta quinta pelo STICCRMF, ligado a Central Sindical Popular (CSP-Conlutas)". O sindicato afirma ainda que é "importante esclarecer que a paralisação ainda ocorreu de forma ilegal, uma vez que a greve não foi decretada oficialmente. As negociações do dissídio coletivo estão em andamento, intermediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE)".

noticia