Conflito Existencial

Cerca de 5 frases e pensamentos: Conflito Existencial

A teoria do inconsciente coletivo (jung) explica nossa contradição. O conflito existencial entre o homem comum e o homem coletivo que precisa marcar sua passagem e devolver a raça humana a sua dignidade

Gilberto Dimenstein

A vida realmente é um eterno conflito existêncial. Na primeira metade,pelas dúvidas; e na segunda , pelas certezas.

Mr Pi

Sempre em conflito existencial mas constantemente no ritmo do espiritual, é assim que o ser humano conduz sua vida.

Nikvis dos Anjos

Relatos íntimos

Recentemente, deparei-me numa situação de conflito existencial. Disseram-me que sou muito seletivo. Bom, refleti por um breve momento e não foi difícil chegar à conclusão que tal característica faz parte da minha personalidade. - Sou seletivo, sim, sobretudo, ao lidar com pessoas. Para tanto, poucas são as que me agradam.

Como dito, sou uma pessoa seletiva, sendo cauteloso, mantendo o cuidado de manter próximo a mim as pessoas com as quais sempre estiveram comigo, e não me arrependo disso. Porém, isso poderia melhorar. Desse modo, tentei trazer pessoas novas, mas boa parte delas me decepcionaram. Elas vieram, bagunçaram a minha vida e a minha mente e simplesmente saíram dela, como se nada tivesse acontecido. Hoje, percebo que foi um erro, mas eu sempre pude e posso contar com aquelas pessoas as quais sempre confiei. Como visto, ser seletivo não é um ato egoísta, é apenas um modo de não se machucar com pessoas que não se importam realmente com você. E se não desejo que ninguém sofra por mim, tampouco vou querer que eu venha sofrer por alguém.

Sou do tipo que observa bastante. Não vou atrás da primeira mulher que aparece, sendo ela atraente ou não. Como dizia Neruda, “encante-me com uma certa calma, sem pressa. Tente entender a minha alma”. E se entendê-la, avisa-me, pois eu me envolvo sem medo e sem receio.

Quando o assunto é namoro, sou seletivo mesmo. Para beijar e ficar, sou seletivo, imagine então para namorar. Posso beijar numa noite uma garota linda com quem pouco tenho falado, mas se ao falar com ela a conversa não fluir(ressalto que ninguém é vazio, podemos ser pessoas que culturalmente não se entendem), não terei mais nada com ela. Se quero algo mais sério, tem que essa mulher ter algo a ver comigo, e há coisas que definitivamente não podem haver: ciúme exacerbado e demais futilidades do gênero, só atrapalham algo que com diálogo e compreensão poderiam ser justificados e certamente contribuiriam para um futuro, talvez, lindo.

27 de outubro de 2013

Alan Felipe Trindade de Moraes