Confiança

Cerca de 1740 frases e pensamentos: Confiança

Não questione a Deus quando Ele é soberano e não deixa dúvidas para aquele que tem fé e confiança em Seus conselhos.

Helgir Girodo

Se você não confia em Deus, você nunca vai ter confiança em si mesmo.

Daniel Lima De Jesus

Amor, confiança e fidelidade. Três palavras essenciais para que casais constituam relacionamentos perfeitos.

Carlos Silvério - Votuporanga SP

A confiança é um pilar sustentar na relação do homem perante a sociedade. Cada indivíduo pode garanti-la por meio do bom comportamento.

Carlos Silvério - Votuporanga SP

Confiança em Deus, Uma Fonte de Consolo

“porque sei em quem tenho crido e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele Dia.” (2 Tim 1.2b)

O homem nasce para a tribulação, e isso é da maior importância para ele saber disto, para que saiba para onde deve recorrer no dia da adversidade. O Evangelho nos dirige para sermos reconciliados com Deus em Cristo Jesus, que tem se compromissado em ser o nosso apoio e conforto em todas as nossas aflições.
O cristão tem muitas provações peculiares, mas o Evangelho é totalmente adequado às suas necessidades. Seu poder para apoiá-lo pode ser visto na passagem diante de nós.
Paulo está exortando Timóteo à firmeza na causa de Cristo; e, para seu encorajamento, ele lhe diz o que foi o fundamento de suas próprias consolações sob as aflições pesadas que agora ele estava sofrendo por causa de Cristo. Ele lhe diz, que, não obstante ele estivesse encarcerado em um calabouço, e na expectativa diária de uma violenta e cruel morte, ele não estava nem envergonhado, nem temeroso; por que tinha uma firme persuasão da capacidade de Deus para guardá-lo; e que esta persuasão lhe havia dado amplo suporte.
Para ilustrar o texto, podemos observar:
I. O cristão encomenda sua alma a Deus.
O apóstolo, sem dúvida, confiou a Deus os assuntos relativos à Igreja: mas é mais exatamente de sua alma que ele está falando com as palavras diante de nós. Da mesma maneira, todo cristão confia a sua alma a Deus.
Nós sabemos o que é confiar uma grande soma de dinheiro aos cuidados de um banqueiro; e daí podemos alcançar uma justa noção da conduta do cristão. Ele tem uma alma que é de muito maior valor do que o mundo inteiro, e ele sente uma grande ansiedade que deve ser preservado de forma segura "para aquele dia", quando Deus julgará o mundo. Mas, a quem ele deve confiar a sua alma? Ele não conhece nada senão apenas Deus, que pode guardá-lo, e por isso ele vai a Deus, e solenemente confia a sua alma em suas mãos, pedindo-lhe para colocar em ordem todas as suas preocupações, e, de que qualquer forma ele cuidará melhor dela, para ajustá-la para a glória.
Para isso, ele é solicitado a fazer múltiplas considerações.
Ele reflete sobre a queda do homem no Paraíso, e diz: Adão, quando perfeito, e possuidor de tudo o que podia desejar, tornou-se uma presa pelo tentador, quando a felicidade de toda a sua posteridade, bem como a sua própria, dependia de sua firmeza; e pode uma criatura tão corrupta como eu, rodeado como eu sou por inúmeras tentações, ter a esperança de me manter firme contra meu grande adversário? Ó meu Deus, não me deixe nem por um momento me perder; mas toma conta de mim, e deixe "a minha vida ser escondida com Cristo em Deus", então, e só então, posso esperar, que na segunda vinda do meu Senhor eu vou aparecer com ele em glória.
Ele tem em mente também a sua própria fraqueza e ignorância. Ele está consciente de que ele não tem em si uma suficiência até mesmo para ter um bom pensamento, e que não está nele poder dirigir seu caminho corretamente. Daí ele deseja se valer da sabedoria e do poder de Deus, e clama: "Leva-me no caminho certo, por causa dos meus inimigos."; "Segura-me tu e então eu serei salvo."
Mas, mais especialmente ele considera os comandos da graça de Deus. Deus não somente permitiu, mas ordenou, esta entrega de nossas almas a ele, I Pe 4.19. Ó que privilégio tem o cristão por poder obedecer a essa ordem divina! Como ele é grato por ter Deus se dignado a aceitar este depósito, e tomar cuidado dele com esta sua obrigação! Por isso, ele aproveita este privilégio, e diz: "Esconde-me à sombra das tuas asas!", "Oh salva-me por tua misericórdia!"
Enquanto ele age desta maneira,
II. Ele está convencido da capacidade de Deus para guardá-lo.
Ele não se limita a presumir a suficiência de Deus: ele está bem persuadido disto,
1. A partir do relatório dos outros,
Ele é informado pelos escritores inspirados da Bíblia, que Deus criou o mundo a partir do nada, e que ele defende e ordena cada coisa criada, de modo que nem um pardal cai no chão sem a sua autorização expressa. Daí então, ele argumenta: Deus criou minha alma, e ele não pode guardá-la? Será que ele criou meus inimigos também, e ele não pode contê-los? Ele tem contados até os cabelos da minha cabeça, e ele vai ignorar as preocupações da minha alma?
Ele é informado que Deus está sempre em busca de oportunidades, não somente para exercer, mas também para ampliar, o seu poder na causa do seu povo.
Deveria toda esta vigilância, então, ser exercida em vão? ou deveria qualquer coisa ser capaz de prevalecer contra ele?
Ele está seguro também que Deus ainda não perdeu a qualquer daqueles com os quais ele se compromissou a guardar: ele nunca deixou "um de seus pequeninos perecer”, Mt 18.14; Jo 10.28,29; “Ninguém jamais foi arrancado de sua mão"; Não, ao menor dos grãos de trigo, embora agitado na peneira das aflições, nunca foi permitido cair sobre a terra. As portas do inferno nunca serão capazes de prevalecer contra a sua Igreja.
Então, o cristão diz: "Eu vou confiar, e não terei medo." Meu Salvador, nos dias de sua carne, não perdeu a nenhum daqueles que lhe foram dados pelo Pai, e a quem ele amava, ele amou até ao fim, João 13.1, e, portanto, estou certo de que ele vai conduzir a bom termo o que me concerne, e completar em mim a boa obra que ele tem iniciado.”
2 . A partir de sua própria experiência,
O cristão se lembra bem do que ele era por natureza; e sabe por experiência diária o que ele ainda seria, se a Onipotência não fosse exercida em seu apoio. E, portanto, ele argumenta, assim: tem Deus me criado de novo, e por um invisível, mas infinito poder, a influência virou a maré de minhas afeições, de modo que agora elas correm para cima para a fonte de onde surgiram, e ele não pode me impedir de voltar? Tem ele me guardado por muitos anos, como a sarça ardente, por assim dizer, com a chama de minhas corrupções, ainda não consumidas por ele, e qualquer coisa pode ser muito difícil para ele?
Estes argumentos são de fato de nenhum peso para a convicção de outros, mas para o cristão eles são uma fonte de forte convicção, e da mais rica consolação.
Mais do que qualquer outro, ele está habilitado a dizer: "Eu sei em quem tenho crido."
Além disso,
III. Esta persuasão é um forte apoio para ele em todas as suas provações,
Muitas são as dificuldades da guerra do cristão, mas a sua persuasão da capacidade de Deus para guardá-lo,
1 . O encoraja ao dever.
O caminho do dever é, por vezes, muito difícil e muitos já desmaiaram no mesmo, ou foram desviados dele. mas nós podemos ver nos jovens hebreus que a persuasão do poder de Deus terá efeito. Eles enfrentaram a fornalha acesa, a partir da consideração que Deus poderia livrá-los, ou de lhes apoiar no meio dela, Dn 3.17,18. E, assim, todo cristão se encoraja em Deus, e se fortalece no Senhor e na força do seu poder.
2. O fortalece para a batalha.
Sob tentações de Satanás, ou da ocultação da face de Deus, o cristão mais experiente iria afundar, se ele não fosse amparado por esta esperança: "Eu teria desmaiado", diz Davi, "a menos que eu tivesse crido verdadeiramente em ver a bondade do Senhor na terra dos viventes." Mas o pensamento de que a graça de Cristo era suficiente para ele, transformaria todas as suas tristezas em alegria; ele iria repreender o espírito abatido, Sl 42.11, e voltar novamente para a batalha, sabendo que afinal, ele seria mais que vencedor por meio daquele que o amava.
3. Lhe capacita a suportar sofrimentos.
Muitos e grandes eram os sofrimentos de Paulo, no entanto, ele diz: "Porém em nada considero a minha vida preciosa para mim mesmo." Assim, cada cristão deve "passar por muitas tribulações no caminho para o reino," mas ele aprende, não somente a suportar, mas a se "gloriar na tribulação", porque lhe dá uma experiência mais ampla do poder e da graça de Deus, e, assim, confirma a sua esperança, que nunca deve envergonhá-lo.
4. Lhe assegura a vitória final.
Aqueles que não têm visões de Deus são deixados em doloroso suspense, mas aqueles que sabem em quem eles têm crido, são tão certos da vitória, como se todos os seus inimigos estivessem mortos a seus pés.
Vamos melhorar ainda mais o assunto,
1. Por convicção,
Todas as pessoas estão prontas a pensar que elas são dotadas da fé verdadeira e salvadora. Mas a fé não é um mero parecer favorável às verdades do Evangelho, ou até mesmo uma aprovação delas. Ela inclui três coisas: o confiar a alma a Cristo; uma persuasão de sua capacidade para nos salvar; e uma determinação para avançar na dependência dele, fazendo e sofrendo o que for a que sejamos chamados no caminho do dever.
Temos essa fé?
2. Para consolo.
Se houver alguém entre nós fraco e abatido, deixem-no voltar seus olhos para Deus como seu amigo Todo-Poderoso. Deixem-no saber que “Ele é capaz para mantê-lo de pé"; "ele é capaz de fazer toda a graça abundar em direção a ele, para que, tendo sempre toda a suficiência em todas as coisas, abunde em toda boa obra.", 2 Cor 9.8. É o próprio Deus que sugere à alma desmaiada estas mesmas considerações, e ele não exige nada, mas que esperemos nele, a fim de que possamos experimentar a sua verdade e eficácia.
"Ora, àquele que é poderoso para nos impedir de cair, e nos apresentar irrepreensíveis diante da presença de sua glória com júbilo, a Ele a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém."
Se este fosse o tema de um sermão fúnebre, as excelências do falecido poderiam ser aqui enumeradas, e os sobreviventes serão confortados pela consideração de que SEU GUARDADOR vive para sempre.

Tradução e adaptação feitas pelo Pr Silvio Dutra, de um texto de Charles Simeon, em domínio público.

Charles Simeon

Contemplação

A espera como forma de adoração a Deus. No silêncio demonstramos a nossa confiança e damos espaço à contemplação. As palavras deixam de ser o canal, e o Espírito de Deus é o único que fala ao nosso coração.
O perdão torna-se relevante, pois é o motivo de estarmos ali e a razão de podermos nos aquietar em Sua presença.
Tudo nos lev a medir nossos pensamentos, palavras e atitudes. Ele nos diz de Sua pessoa, e nos mostra a Sua glória. Nós ouvimos, vemos, refletimos. Tudo o mais torna-se tão pequeno que é impossível comparar. Por Ele e para Ele decidimos agir, não mais segundo as evidências desta vida, não mais segundo o curso deste mundo. Reconhecemos nossa tão grande impossibilidade de amarmos e perdoarmos e só conseguimos, diante de tudo isso, fazer transparecer o nosso pesar e o desejo de deixar-nos usar por Aquele que tudo pode salvar.
Se Ele, que é Deus, não lembra mais, nem de meus pecados faz menção, quem sou eu, culpável e injustificável que sou por mim mesma, prá não fazê-lo?
Tudo fica real, concreto, vivo. A História é verídica, não pára, há escolhas a fazer, e não há tempo a perder.
Aí vem a decisão: hei de permanecer em Tua presença, até que me conduzas ao passo seguinte. Nada sei, nada sou, eu preciso tanto de Ti...
O silêncio nos permite pôr prá fora a voz e o clamor do coração, onde as palavras são dispensáveis, não há máscaras nem fugas. Deus nos vê tal como somos e, pelo Seu sangue, nos purifica de todo pecado.

Angela Natel

É muito complicado viver num mundo em que a confiança está sendo extinta.

Ravena L Q Evans

Não tenha medo do futuro! basta cada dia seu próprio mal, nossa confiança está no Senhor que garante nossa segurança, presente e futura.

pr daniel adans soares

“Amor é confiança, respeito, afeto, troca de experiências, conhecimento, amizade. Paixão é ciúme, é dor, é apego desmedido, é sentimento de posse. Confie nas pessoas, plenamente. Não crie expectativas com relação a ninguém. Não há decepção quando se percebe que as pessoas só poderão oferecer aquilo que já possuem em seus espíritos, nada mais. Aqueles que desconfiam dos outros são aqueles que não estão seguros de si mesmos, de suas próprias tendências. Percebas: vemos nos outros o que existe em nós mesmos, o que seríamos capazes de fazer se estivéssemos no lugar do outro. Não sintas ciúmes de ninguém. O ciúme não é amor, é um sentimento de posse infundada e irracional. Ames, não loucamente, não desvairadamente, mas mansamente, docemente, te embevecendo, te alegrando o espírito, te deleitando, como quem contempla um lago plácido, como quem se deixa embeber na aprazível luz do sol, no arrebol, ao alvorecer. Quando disseres a alguém “Eu te amo” não esperes por resposta. O “Eu te amo” é uma afirmativa e como tal não necessita de resposta. Não digas “Eu te amo” esperando um “Eu te amo também”, para que somente assim possas sentir-te feliz. Se disseres a alguém “Eu te amo” e isso alegrar o teu espírito, embebê-lo na luz, e não esperares nada em troca, saberás que realmente amas alguém.”

Andressa Feitosa

Não ponha sua confiança em um líder instável, de pouca monta e atribui suas responsabilidades sem nenhuma visão de crescimento; caso contrário, será dele mais um aluno repetente.

Helgir Girodo

Confiança, proteção e assistência são as recompensas divinas para aqueles que acreditam que seus ministérios tomarão rumos certos.

Helgir Girodo

Tudo que o ser humano precisa na vida é um pouco de confiança em sí mesmo...

Liviaketsia

O maior investimento pessoal da vida do cristão é, desde cedo, depositar sua fé e confiança em Deus como indicadores do seu sucesso espiritual, familiar e profissional.

Helgir Girodo

Estou aprisionada a esperança em Deus , minhas algemas são a fé e a confiança e minha sentença é de Vida Eterna

debora Aggio

Costumo dizer que confiança é igual hímen; se perder não reconquista mais.

Guto Nascimento

Confiança é um objeto que não pode ser consertado. Nunca quebre!

Thiago Neves

Quando amamos e somos amados, confiamos e recebemos confiança, a reciprocidade nos dá, e àqueles que amamos, uma riqueza interminável. Na verdade, uma pessoa pode ajeitar as coisas de tal modo que, sem trair seu eu íntimo, tudo correrá bem.

Roswyta Ribeiro

Melhor do que confiança no relacionamento é coragem.

Rafael Goltz

Fomos amigos

Antes sorrisos,segredos e confiança,
Hoje saudade,
Tristezas, lembranças.

O que o tempo nos fez, amigo?

Tirou-nos o brilho de um sonho imortal,
De uma amizade forte e fraternal,
Que jurávamos que nunca adormeceria.

O que o tempo nos fez, amigo.

Fomos ouvintes, confessos e secretos,
como cofres lacrados por dentro,
Servimos de apoio, conselheiros por natureza.
Hoje nem um alô, nem um aceno, nenhuma certeza.

O que o tempo nos fez amigo?

Tirou-nos toda beleza,
O brilho da amizade mais certeira.
E por que? É o que pergunto, amigo.
Sou o mesmo,
Mesmo que em outro endereço,
Mesmo que com outro sorriso,
Sou o mesmo,
Aquele que sempre lhe quis bem,
Nas horas boas e de aflitos,
Em seus abraços, em seus conflitos;...

O que o tempo nos fez, amigo?

Alex Sanjeri

Confiança em excesso pode ser equivalente a ignorância.

Beatriz de Andrade Vieira