Comportamento Humano

Cerca de 33 frases e pensamentos: Comportamento Humano

A auto-imagem é a essência da personalidade e do comportamento humano. Mude a auto-imagem, e ambos serão transformados.

Maxwell Maltz

A maior parte do comportamento humano é aprendida.

Desconhecido

A cada dia que passa mais me espanto com o comportamento humano. Essa espécie em eterna mutação, vazia de sentimentos e ações que as faça progredir.
Decepciono-me com as pessoas como bebo água, já não sabem mais o valor das coisas simples.

Amigos e amores sem alma, sem calma, ferem-te sem a menor piedade.
Caminho nessa cidade ao passo do compasso que nem anda e nem desanda, quem é que manda eu acreditar. Acreditar na pureza das pessoas, tão impuras, imaturas, inseguras, incapazes de sinceridade.

Que se foda essa sociedade cheia de hipocrisia, sem alegria, dignos de pena. Gente pequena, desalmados, mal amados, procurados por seus crimes contra si próprios. Com todo respeito, à vocês meu silêncio !

O silêncio é mais digno que a estupidez de tuas palavras.
E as palavras, o vento leva e o tempo apaga. Tuas atitudes e o teu silêncio, farão de ti o que serás se sobreviveres aos teus atos.

(C.R.I.E)

Heloá Marques

COMPORTAMENTO HUMANO.

Quando paramos para analisar o comportamento humano e a dúvida nos corrói sobre as reais intenções dos que nos cercam, cada vez nos dá a certeza de que é melhor amarmos a nós mesmos do que ficar se alimentando de dúvidas e de falsas esperanças.

Márcio Souza

Neste mundo, o maior poder que podemos conquistar é a compreensão do comportamento humano.

RQCavalcante

Kpac: a história das Colônias

Toda colônia a ser desenvolvida dentro de uma estrutura planetária requer um planejamento dinâmico anterior a sua criação. Em que é exigido dos colonos o desenvolvimento de metas materiais, espirituais e sensoriais.

À todo o instante um sistema de controle verifica se a história projetada para a unidade colonial está correspondendo às expectativas de sua criação.

Os seres que estão dentro da atmosfera colonial são orientados ao desenvolvimento de ações e reações cujo condicionamento obedece ao regramento antes acordado na civilização pátria, ou origem.

O objetivo deste esforço é reduzir perdas humanas, e orientar os habitantes destas áreas a caminharem dentro de um percurso que conduza a uma unidade planetária, depois em termos de sistema planetário, para enfim conquistar uma integração cósmica.

Embora algumas orientações dos equipamentos centrais vindos do espaço incentivem a repressão a um conjunto de estímulos eles são vitais para o verdadeiro equacionamento da vida para que se propusesse a existência dos habitantes que concordaram a seguir o modelo de vida, previamente a sua vinda para a zona colonial.
Catástrofes, acidentes, guerras e outras intempéries são programas muito antes da fixação da colônia sobre o habitat planejado.
A única forma de desarmar o sistema é concluir a meta antes do prazo previsto, senão sempre será desencadeada uma sequência de reações em que irão coibir a prática contrária ao planejado para o setor planetário.

Cabe a discricionariedade de quem for consciente em observar o desencadeamento dos fatos e os argumentos em que se apoiem as transformações do habitat para ser sensível o suficiente para perceber o que deve ser avaliado e alterado para assim de fato minimizar a “repressão” do sistema automático em calibrar o sentido da formação da civilização colonial.

O escalonamento das pessoas para comporem um quadro considerado de forma primitiva por nossa concepção como um evento histórico, é realizado a partir de uma preparação em longo prazo que inclui até mesmo inúmeras gerações de famílias.
Para que a informação possa chegar no tempo certo e a contento, há um sistema que minimiza as falhas de operação dentro da colônia, que é a geração de backups humanos para assumirem seus postos históricos no rol de transformações que dão origem a fatos históricos.

Quando uma peça de uma “trama” é retirada de circulação o sistema já está orientado para ativar outra pessoa e sendo necessário, se o nivelamento ainda não foi conquistado, ele irá produzir uma aceleração de efeitos dentro da mente dos novos participantes de um evento histórico para que a continuidade da programação matriz siga a ordem natural em que se propõe ordenar a vida conforme necessária.

Assim, simplesmente instalar a barbárie pela busca dos componentes que podem afetar um ordenamento político, econômico ou social no planeta, não irá surtir o efeito esperado para conter uma insatisfação que é progressivamente alimentada. Porque novas pessoas serão escaladas a fazer exatamente o que seus pontos de atenção matrizes foram também condicionados a corresponder em nome de um ordenamento cuja dimensão superior está além de fatores de moralidade, ética e estrutura comportamental padrão.

Se não houver uma elevação dos fatores aos qual uma humanidade aceitou seguir como um parâmetro justo, até mesmo a pessoa digna será capaz de ser orientada para perseguir aquele desejo de libertação em que dentro de si irá despertar o impulso para ordenar sua mente a seguir pelo objetivo ao qual é solicitado agir.

Se esta informação é capaz de chegar até você, de forma compreensiva, é sinal que foi capaz de se ajustar a um padrão de comportamento que permita gerar uma ampliação de sua discricionariedade em sua conduta de agir.

Sinal que um contexto material e espiritual foi capaz de ajustar dentro das métricas que condicionam à história colonial.

A verdadeira vitória para todo o colono é chegar ao final do prazo para conclusão de um projeto, na sua consumação do trabalho tendo alcançado seu objetivo final.

Não importa a forma com que você optou em canalizar o absoluto. Ou vinculado a um sistema de condicionamentos religiosos, ou vinculado a um sistema de condicionamentos materiais. No final todos somos peças para a construção de um só objetivo de desenvolvimento.

Se você é escalado para agir em prol da humanidade, não importa o seu papel. Faça por merecer um mundo melhor. Isto não significa que você deva brutalizar-se quando isto é solicitado por esta força universal, mas que, quando esta força manifestar dentro de você a ampliação do desejo de reforma e que o induz a brutalizar-se que você siga a via mais sensata, a do entendimento, a do ordenamento, a do diálogo, a via que é capaz de mostrar que sua atitude está interferindo negativamente sobre a minha vida, e que para não entrarmos em atrito é necessário mudar o sentido, é necessário mudar o eixo,... é necessário refletir sobre as atitudes. Porque todos os aspectos se somam... e ao final se integralizam para formar uma coesão de pensamento e para formar uma coesão de propósito.

Assim digo, assim foi feito, assim se cristaliza a história dos cacefalanos.
Kpac

Max Diniz Cruzeiro

A COMPLEXIDADE DO COMPORTAMENTO HUMANO.

Desde a criação conforme preceitua o livro bíblico de Gênesis no antigo testamento, percebe-se que o homem chegou a este mundo munido de uma lacuna, um vazio, uma brecha, um ser sentimentalmente incompleto e Deus com sua suprema sabedoria tão logo tratou de suprir esse vão, entregando ao homem uma companheira, mulher esta que lhe daria amor, filhos e caminharia ao seu lado por toda uma vida, procriando, constituindo famílias.
Assim, consagrou-se a união do homem com a mulher, entretanto, as angústias humanas que permeiam a sociedade vão além da lacuna supracitada, então nesse momento, pode ser que surja na sua mente a primeira indagação acerca da perfeição do criador, que originou o ser humano à sua imagem e semelhança e não lhe permitiu a plenitude, a completude da alma, bem como alcance da felicidade completa. Eis que surge então a seguinte conclusão: O Pai com sua misericórdia infinita deixou milhares de dons aos seus filhos, porém, cabe a cada um buscar o que acredita ser seu, diante do livre arbítrio, que só será exercido de forma correta, justa e plena quando alcançado uma evolução espiritual de forma individual.

Ângela Aragão

“Ao Estudante do Comportamento Humano.”


Não sou professor
nem estudante
da vida sou amante.

Atos e comportamentos,
Aqueci o cálido coração
Obstáculos são vencidos
Sentimentos torna-se emoção.

O ser humano é estudado minuciosamente,
O seu comportamento,
É brisa vulnerável ao vento,
É paz, melodias, vividos momentos.

No caminho do coração,
Na escola da vida,
Na cartilha da alma,
Dialogando vou,
Aprendiz eu sou.

O ser humano, é um grande livro,
Estudá-lo é dever,
Aprende-lo é viver.

De grandes coisas é composto o comportamento das pessoas.
A intensidade é um mundo desigual á cada um.

Há quem olha no horizonte e chora de saudade.
Há quem olha no poente e bendiz a verdade.
A surpresa da vida, é emocionante,
Quando pensamos dizemos confiantes.

A vida vai além,
O ser humano também.

Acompanhamos a intensidade da vida!
O passado é lembrança,
O presente é vivencia,
O futuro esperança.
O comportamento é um “TODO”

(CLEONICE AP. IORI ROSA)

cleonice ap. iori rosa

Eu sou um grande curioso sobre tudo que diz respeito ao comportamento humano. O assunto me interessa bastante — não chega a ser um hobby, pois como dizia o velho George Carlin: hobby’s custam dinheiro, interesses são de graça. E não pense que eu mencionei o genial comediante americano somente por falta de um jeito criativo de começar o texto; menciono o falecido Carlin simplesmente por ter ficado enjoado com um vídeo que vi recentemente, estrelado pelo pastor americano Fred Phelps. Segundo consta em dos seus longos e tediosos sermões, divulgado em um dos tantos canais conservadores americanos: George Carlin está no inferno.

Carlin, uma lenda do stand-up comedy americano, dedicou muitas de suas sátiras aos pontos nebulosos e criticáveis das grandes religiões. Foi acima de tudo um crítico feroz dos costumes americanos, não tendo deixado passar em branco nenhum dos outros grandes temas polêmicos, como racismo, consumismo, e o avanço do comportamento politicamente correto no cotidiano americano. Talvez por isso tenha feito tanto sucesso no resto do mundo; suas sátiras eram universais.

Ao assistir o vídeo onde o pastor Fred Phelps, afirma de forma muito contundente, que George Carlin está e estará eternamente no inferno agonizando por seus pecados, não pude deixar de ficar um pouco intrigado.

Primeiro por não acreditar no inferno, segundo por saber que o próprio Carlin também não, e que o pastor Phelps sabia das convicções de Carlin quando gravou seu vídeo. O que me causou uma dúvida: o que o pastor Phelps ganharia ao ficar gritando pra todos os ventos que George Carlin estaria eternamente no inferno?

Para ajudar na argumentação, vamos por alguns instantes conceder a proposição de que o inferno exista. O que um cristão poderia ganhar ao se vangloriar de um destino tão trágico, e eterno? Soberba não é mais um pecado capital? E o que é a soberba senão “o sentimento negativo caracterizado pela pretensão de superioridade sobre as demais pessoas, levando a manifestações ostensivas de arrogância, por vezes sem fundamento algum em fatos ou variáveis reais.”?

No instante em que o Pastor Phelps se coloca em um lugar superior ao de George Carlin, e de todos os ateus, agnósticos, e não cristãos em geral, será que ele não caminha em direção ao mesmo inferno por sua soberba? Se o pastor não for direto para o inferno por causa dessa afirmação, será que ele não estaria pelo menos garantindo uma temporada prolongada no purgatório? Pra dizer a verdade, eu não sei dizer qual dos dois lugares o pastor iria depois de sua morte — e vamos admitir, com tantas mudanças nas regras pra se entrar no purgatório ou no inferno, fica difícil saber com certeza…

Deve-se, claro, levar em conta que racionalização nunca foi o ponto forte de nenhuma religião. Eu, pessoalmente, não tenho nada contra isso. Acho tremendamente divertido observar adultos discutirem aos gritos sobre qual deus é melhor que o outro. Mas, infelizmente os radicais religiosos não pensam como eu. Por que não ignorar, ou pelo menos respeitar a decisão pessoal de alguém ir para o inferno. Vamos considerar uma coisa: e se eu acreditasse na existência do paraíso, e ainda assim quisesse ir pro inferno? Não seria um direito meu? O que houve com o livre arbítrio? O criador onipotente e onipresente — se ele de fato existisse — não concedeu a todos o livre arbítrio pela lógica cristã? E se o criador supremo dessa bodega, respeita minha decisão ou opinião pessoal, por que os cristãos conservadores não podem fazer o mesmo?

Se eu quisesse abortar uma criança e condenar minha existência às chamas eternas, isso não seria um direito meu? E se eu abortasse uma criança e realmente me arrependesse, não seria correto afirmar que de acordo com a doutrina cristã, eu estaria plenamente absolvido?

Porque algumas pessoas sentem essa necessidade de tentar forçar os outros a serem como elas? Que cumpram as leis divinas com a mesma seriedade que elas? Eu tenho lá minhas desconfianças sobre a fé dessas pessoas. Para mim, elas não acreditam no que pregam. Não de verdade. Se radicais religiosos acreditassem realmente nos valores fundamentais encontrados em qualquer uma das grandes religiões — como por exemplo, fraternidade e perdão — eles perdoariam as supostas falhas encontradas em qualquer ser humano, ao invés de se sentirem felizes pela condenação de um pecador ao inferno. Se examinarmos ou julgarmos a vida de qualquer pessoa cuidadosamente de acordo com as leis bíblicas, o veredicto seria bem claro: o céu não vai sofrer problemas de super-lotação, enquanto o inferno e o purgatório teriam que arrumar novas maneiras de estocar pessoas…

Há quem pense que esse fanatismo conservador é um privilégio de países mais conservadores como os EUA, lamento informar que por aqui não falta gente do mesmo calibre. Podemos a qualquer momento acompanhar os R.R Soares da vida pregando descaradamente a favor da homofobia; podemos flagrar alguns bicadores de santa gritando em um ou dois canais de TV durante as madrugadas, e podemos facilmente encontrar uma horda de pessoas dispostas a contestar a teoria evolucionista de Darwin baseando-se única e exclusivamente em palpites e conjecturas filosóficas.

Estima-se que mais de 200 senadores estejam ligados à chamada bancada da fé, sem contar os diversos lobistas conservadores que impedem o debate público sobre assuntos mais variados, como a descriminalização do aborto, e a criminalização da homofobia. Não é muito exagero afirmar que ainda hoje, o conceito de estado laico seja algo inatacado por superstições.

Mas porque a ala conservadora é tão ativamente contra o debate, sem deixar brechas para outras opiniões? Se a ala conservadora do país está tão convencida de sua própria certeza, por que não tentar debater o assunto racionalmente? Existem diversos argumentos válidos contra o aborto — eu só nunca ouvi um que me convencesse… talvez por nunca ter visto um debate público e aberto sobre o assunto. Também nunca ouvi um argumento racional que me convencesse que alguém é pior do que eu por suas opções sexuais ou religiosas.

Se querer debater abertamente estas questões, ou discordar e satirizar opções que não parecem razoáveis garante um lugar no inferno, surgem mais duas dúvidas: será que o George Carlin vai estar se apresentando no inferno? E se este for o caso, qual a fila que entro para a danação eterna?

O Conselheiro Acácio

"Ao olharmos para a História, torna-se claro que o comportamento humano é muito mais fácil de prever do que o tempo."

Michael Levine

Tem coisas no comportamento humano que atingem meu humor.

Rodrigo Santos

O comportamento humano não esporádico é fruto da educação,quando desassistido é maléfico.

Eanes A. de Souza

"Realmente não entendo o comportamento humano.
Me vejo daqui há 2 anos, repudiando meus comportamentos de hoje, assim como enxergo meu passado como uma ótima lição, dura de aprender com tantos erros.
Não entendo como, pessoas tão humildes e de coração limpo, que conseguem se entronizar entre pessoas insensíveis e superficiais, e ainda assim, manter o mesmo comportamento puro e fidedigno aos amigos mais distantes.
Não entendo minha raça, e felizmente, não precisamos entender tudo que nos cerca, mas precisamos entender nossas convicções e razões, para agir sempre da forma correta.
Pois se não nos adequamos ao mundo, que possamos fazer então paz em nosso próprio mundo, afinal, vivemos no mundo, mas não precisamos ter harmonia com tamanha sujeira."

Rafael Valladão Rocha

Para o decante comportamento humano é cabível a prática
dos conselhos da santa doutrina de Cristo.

Helgir Girodo

“A Bíblia só é o maior manual de comportamento humano do mundo se for interpretado a luz do Espírito Santo, e não a luz do fanatismo e do dogmatismo religioso.”

Herbert Alexandre Galdino Pereira

O bom de descobrir a 'chave' do comportamento humano, é que você pode se comportar da maneira que quaisquer 'olhos' queiram.

Junior Alves

A depressão, o pânico, a fobia social, vem da racionalização do comportamento humano escroto e cínico, e da forma como as anomalias foram aceitas no contexto da normalidade.

Allan Pitz

Sobre o comportamento humano:

Não é por falácia que nossa sociedade privilegia o animal, mas sim por indulgências...

Douglas Garcia Saldanha

O comportamento humano é algo curioso. Somos mais inseguros do que seguros, somos mais desconfiados do que confiantes. Temos mais medo do que coragem É preciso lapidar a humildade para que o aprendizado se torne sabedoria e nos faça mais forte para enfrentarmos com serenidade e cautela, tudo aquilo que nos aflinge, que nos intimida. A evolução da alma é o caminho certo para a busca do equilíbrio.

Ana Paula Magalhães

O elogio tem a sua colocação oportuna: usado no momento correto acentua o comportamento humano.

Helgir Girodo