Companheiro

Cerca de 351 frases e pensamentos: Companheiro

O sucesso e a disciplina são companheiros inseparáveis. Não existe sucesso sem disciplina, e não há disciplina sem sucesso.

Jonathann Araujo

Não pesa sobre os meus ombros a responsabilidade de ser um líder,porque não sou. O que pesa sobre os meus ombros é a responsabilidade de ser um companheiro no caminho, isso sim eu posso ser...

Valdir Aquino Lubas

Querido Cobertor.

Cobertor querido
Companheiro meu de muitas invernadas
Minha alma já cansada
Encontra um refúgio no seu aquecer.

Cobertor bendito
Já correu comigo por muitas estradas
Presente se encontrava
E pronto estava para me envolver

Passei noites em claro
Pensando em tudo, olhando pro nada
Nas altas madrugadas
Esteve comigo e viu meu sofrer.

Cobertor velhinho
Sempre foi para mim coisa iluminada
Em prontidão estava
Se eu precisasse me proteger.

Cobertor meu caro.
Sei que isto daqui não significa nada.
Mas eu precisava uma homenagem
Pra te agradecer.

Bruno Beranger

Amor Amigo

Amor amigo, amante, companheiro das horas
que te espero da sensação de alegria quando
chega da paz depois que fazemos amor.

Alma Poeta

Daí as pessoas vêm te cobrar: "Seu ex companheiro está seguindo a vida dele, já está com outra pessoa, quando você vai arrumar um outro namorado também?"
Arrumar outro namorado eu consigo num estalar de dedos, mas ao contrário do ex, eu não quero um relacionamento de fachada. Onde eu tiro mil fotos com sorriso de orelha a orelha enquanto meu coração só chora e grita pra estar nos braços de outrem.
Só vou me relacionar com alguém novamente quando meus sentimentos por essa pessoa forem verdadeiros. Enquanto isso não acontecer, eu só peço desculpas à sociedade por não saber fingir tão bem quanto ele!

Lola Marie

Minha avó uma vez pediu-me para comprar uma tesoura, um escorredor de macarrão e um vidro de azeite no mercado, em Niterói, quando eu tinha 12 anos. A rua era Cel. Gomes Machado. Quando eu saí de casa, lembro que também ficaram aguardando duas tias, que ajudavam ela naquele sábado, na cozinha. Esse pedido caía do céu para mim que estava de castigo. A casa ficava na Rua Coronel Senador Vergueiro da Cruz, ao lado do escadão que sobe para o morro do Cavalão. A razão do castigo já não lembro. Lembro-me, sim, que só poderia sair para comprar as coisas e voltar. Fiquei feliz com a tarefa libertadora. E mais feliz fiquei quando, ao dobrar a esquina da Rua São Pedro com Visconde de Itaboraí, verifiquei que se tirava “par ou ímpar” para jogar uma “pelada”, no trecho compreendido entre a Rua de São Pedro e a Cel. Gomes Machado, justo no caminho do mercado. Entrei no páreo e fui escolhido para jogar em um dos times. A galera era sempre a mesma; os amigos da rua que moravam por ali. Só quando a partida acabou lembrei-me da encomenda e fui correndo para o mercado. Lá chegando peguei as coisas e, ao procurar o dinheiro que vovó tinha deixado comigo não o encontrei no bolso. O dono do mercado, Milton Duarte de Castro, percebendo o meu embaraço, perguntou onde eu morava e de qual família eu pertencia. Por minha sorte, dispensou-me do pagamento, não sem antes puxar a minha orelha, com bom humor, para que eu tivesse noção da responsabilidade que um menino deveria ter na execução de um mandado. E que o bom negociante além de ser amigo da família, percebera, também, que suado como estava e com os pés imundos, só podia ser em razão dos folguedos da própria idade. O dinheiro, certamente, caíra na rua.
Agora, a história avança vinte anos...
O mercado já não existe mais. Há agora, na Rua José Clemente, uma loja de instrumentos musicais. Lembrei desses momentos quando era garoto e resolvi entrar naquele lugar fazendo uma pauta para O GLOBO-NITERÓI que foi capa daquela edição de sábado, e que falava sobre a diversidade musical da cidade. Ao olhar para o balcão, fiquei surpreso: Já mais velho, “seu Duarte”, o responsável pela loja, era o mesmo bom homem que, há vinte anos atrás, me desembaraçara de uma dívida de poucos cruzeiros na época. Pedi licença e resolvi me apresentar novamente, depois dos vinte anos, para contar-lhe esta história da qual, como não poderia deixar de ser, ele já não se lembrava. Foi um encontro agradável e, da minha parte, muito comovente. Eis a razão desse texto relacionar-se à amizade. “Seu Duarte” só lembrou de mim depois que falei o nome do meu avô. Ao perguntar se eram amigos, ele ficou com os olhos cheios d´água e respondeu: “fomos grandes amigos”. Não entrei na questão, apenas retribuí o sorriso e lembrei que, há vinte anos, ele não me cobrou o dinheiro quando falei o nome do meu avô. Disso tudo ficou uma lição: o importante numa amizade não é reconhecer somente o amigo, mas também o que é parte dele.

Alessandro Lo-Bianco

Mulher de TPM.

Está escrito além das estrelas, que com mulher de TPM não se brinca. Mulher de TPM é um caso sério!.
Descrevendo uma mulher de TPM: Pense um uma montanha Russa, daquelas enormes, cheias de voltas, altos e baixos. Aquela que você olha e já fica com medo. Aquela que começa a percorrer pelo trilho bem devagarinho, e começa a ganhar força, quando se vê, já deu trezentas voltas de 360º.
A mulher já nasce com o desafio de ser mulher, de superar as crises de TPM e o homem companheiro, só tem o encargo, o não tão simples encargo de acompanhar essa fase turbulenta. O homem deve acompanhar a mulher, o homem inteligente estuda o comportamento da mulher de TPM, procura entender o que se passa.
Primeiro vem a fase da falta de paciência, a vontade de esganar com o olhar. A fase das respostas afiadas, das irritações repentinas e sem motivos. A fase de querer o silêncio e as requisições de concordâncias rápidas. O homem inteligente, nessa fase aprende a agir com cautela, sabe o que dizer e a hora de dizer.
A segunda fase é aquela em que a mulher precisa de um docinho, depois da fase azeda. Normalmente o doce é aquele feito com aquela frutinha que dá na árvore chamada cacaueiro, os mais experientes sabem que é o chocolate. Muito chocolate. Dá chocolate para a moça! Branco ou preto, com castanha ou sem, ao leite ou 100% cacau, meu amigo, é disso que a mulher precisa!. Chocolatinho, para controlar a vontade da mulher de extrair o dente da frente de outra pessoa com a força que ela nem imagina que tem. Porém é nessa fase que começa o impulso para a terceira etapa da TPM. Com os chocolatinhos vem as espinhas, algumas gordurinhas a mais, fase em que a mulher se olha no espelho e tenta entender porque não nasceu igual as mulheres das capas de revistas, pele de pêssego, magra, com tudo no lugar certo. Resolve se olhar no espelho com o chocolate na mão e faz uma análise critica de si mesma, observa minuciosamente e enxerga até os defeitos que não tem. Nessa fase é que o homem companheiro precisa entrar em ação mais do que nunca. É nessa fase em que o homem super dotado de neurônios pode domar o leão no corpo de mulher. No momento em que a mulher entra nesse circuito da TPM, precisa de muito carinho, elogios. Quando ela se sente a mulher mais feia do Universo, o companheiro precisa ter lábia de um especialista, fazer a mulher pensar o contrário, sentir o contrário. Fazer a mulher se sentir única, dar carinho, atenção, encher de cafuné, de beijos. Nessa fase o homem deve aproveitar a fase da conquista.
Se algum dia, alguém encontrar um homem que não reclame de uma mulher com TPM, ele precisará entrar no livro dos recordes.
Aguentar uma TPM não é simples, mas ser mulher também não é. Tão doce e tão azeda, depende do modo e do momento.

A.S.Z

Melhores tardes são aquelas que a gente toma sorvete e fala mal das pessoas com os amigos

Alex Osório

Queria eu poder dizer que o tempo é mudo; mas seu eu pudesse ouvi-lo dizer algo, eu gostaria que me contasse que viu um girassol sobreviver ao inverno da Europa, se pudesse... que me trouxesse uma fotografia de Amsterdã. Não se sabe se foi a água, o Sol ou tempo que fizeram com que o girassol ficasse tão forte e sobrevivesse as quatro estações, só o que sei, é que é emocionante ter um girassol e perceber que ele é forte o suficiente pra resistir ao tempo.

Max Effe

Há quanto tempo, meu bom amigo
Esses dias sonhei contigo
e lhe reconto o já vivido:
Sonho contigo, estou nos verdes de Goiás
Pois você, meu bom rapaz,
Acompanhou-me por caminhos
Em que todos ficariam para trás.
Meu bom amigo que durante horas proseava,
Assunto de cada coisa inesperada!
Decorríamos em discussão até a madrugada
Um amigo sem limites, sempre que preciso me ajudava.
Hoje estou em cima, hoje já não preciso de mais nada
Obrigado meu amigo, por ajudar a construir minha escada.
Espero vê-lo de novo, pra mais nova passeata.

Saudade, Capitão C.

Douglas Azevedo

Tem coisa mais entediante do que ir aos poucos?
Quero mesmo é que se jogue. Vai...se alongue por que a caminhada é longa e a vida é curta.
Eu tenho pressa. Vamos, me abrace, já correu de mãos dadas?
Ande, dê um laço bem firme nos teus tênis e não esqueça aquela jaqueta azul, pode chover no caminho.
Vem comigo, te mostrar como é ser inteiro, intenso.
Sem calma... não gosto nem de mar calmo... quem dirá de amar na calmaria.

Déborah Sisconetto

Ainda que...

Ainda que a desesperança
Escureça o brilho de sua existência
Jamais se esqueça: Estou aqui!
Pronto para contigo chorar e sorrir

Ainda que o medo
Faça de suas certezas, incertezas
Jamais se esqueça: Estou aqui!
Pronto para contigo chorar e sorrir

Ainda que a solidão e a angústia
Invadam seu alegre coração
Jamais se esqueça: Estou aqui!
Pronto para contigo chorar e sorrir

Ainda que a tristeza, profunda e dilacerante
Persista em destruir a luz que seu ser irradia
Jamais se esqueça: Estou aqui!
Pronto para contigo chorar e sorrir

Ainda que a raiva, triste sentimento
Consiga existir a paz existente em você
Jamais se esqueça: Estou aqui!
Pronto para contigo chorar e sorrir

E se um dia, eu não estiver mais pronto
Para contigo chorar e sorrir
Por favor, abrace-me amiga
Pois serei eu quem precisará de alguém para chorar e sorrir!

Oswaldo Jesus Rodrigues da Motta

"O narcisista é tão absorto em seu egoismo que é incapaz de lidar com as necessidades dos outros, dando importância somente às dele. Em função de sua personalidade distorcida e inflada, venera a si próprio exaltando seu egocentrismo."

Psicólogo e Escritor Alexandre Bez, Livro: O Que Era Doce, Virou Amargo.

Alexandre Bez

NO ALTO O SOL BRILHA

Você apresentou-se a mim, quando tudo era noite
Pude sentir-te como uma brisa, refrescando a minha alma
Sua presença era tão forte que obtive a certeza: és real.

Senti seu abraço a me consolar
e puder sorrir em meio as lágrimas
Do seu coração nasceu uma composição
vindo brotar nos meus lábios aquela linda canção

Foi você quem estimulou a minha coragem
Libertou o que há dentro de mim
Alguém livre para voar e conquistar
Alguém livre do medo, ensinou-me a enfrentar a vida

A luz do palco ascendeu
Sua presença ainda estava lá,sim, era tão real!
Sorrisse para mim com aquele olhar puro,irradiando alegria
Sussurrou ao meu interior: "Conseguimos vencer"!

Ainda trilho um caminho incerto
mas sigo suas firmes pegadas
Você já enfrentou essa vida
rejeitasse um trono por amor e sofreu aqui
Tudo isso para compreender-me, viver comigo eternamente.

Agora estamos juntos
sinto suas mãos, segurando as minhas.
Estou ciente que o sol irá se pôr, e a noite chegará.
Perdi o medo da vida, pois serás sempre o meu guia
lutarás ao meu lado ou por mim...

Vamos cantando aquela nossa canção?
Pegue o nosso diário de sonhos!
Vamos juntos realizá-los...

Ainda vejo o seu sorriso em meu interior
Ainda sinto seu abraço a me envolver
Enquanto no alto, o sol brilha...

Brisa Meline S. Costa

Se o homem soubesse o valor de uma amizade,
ele jamais iria abandonar,maltratar, matar...
...seu fiel, companheiro e amigo inseparável.
O cão é o melhor amigo do homem, mas
nem sempre o homem é o melhor amigo do cão.

gccosta

É sempre assim...você esta comigo a todo momento!

Noemi Cardoso

Há dias em que os melhores companheiros do homem são uma caneta e um papel em mãos.

Geovan Alves

Alegria é ter alguém com quem compartilhar a vida. É ter alguém com quem você pode contar nas horas boas e nas horas ruins, alguém que não vai te julgar quando você errar, e sim te ajudar a superar e a melhorar. É ter alguém sem cobranças, sem exageros, que independente de tempo e distância você pode procurar e te trará normal. Alegria é ter um amigo, é ter um companheiro, é ter alguém para dividir uma risada, para partilhar um abraço, alguém para viver a vida. Alegria é saber que mesmo a pessoa não estando ali, naquele exato momento com você, você não está sozinho, é saber que em algum lugar por aí tem alguém que se preocupa com você, alguém que deseja seu bem. Alegria é ter alguém para cuidar e que cuide de você. É ter alguém que quer te ver feliz, alguém que quer te fazer feliz. Alegria é viver e a aproveitar os melhores momentos da vida, com alguém.

Bárbara Flores

A perfeição é o resultado de uma adaptação.

Matheus Nekel

Para você que neste dia está só, sem um companeiro, não fiques triste não, já houviu a frase, "antes só, que mau acompanhado?", então, mas olhe ao seu redor, quantas pessoas se importam com você, você não precisa dar satisfação de seus atos para um homem, que nem é seu pai, e quando precisa de compania, procure em Deus, ele pode tudo, e nunca irá lhe trair, ou lhe abandonar!

Vanilda Guimarães