Colo de Mãe

Cerca de 40 frases e pensamentos: Colo de Mãe

mãe é aquela que carrega seu filho nove meses no ventre, dois anos no colo e o resto da vida no coração.

Desconhecido

Uma criança, que no colo da mãe, já morrendo de fome, perguntou: - Mãe, no céu tem pão? - e morreu.

Renato Aragao

Ontem chorei, ah se chorei. No conforto do colo da minha mãe... Ela me abraçou sem dizer uma palavra. Tinha sido uma semana conturbada, parecia que não ia mais acabar. A paz chegava até mim quando eu adormecia, apenas. Eu nunca tivera dormido tanto... Eu sentia que não ia suportar.
Mas sabe, eu superei.
Foi doído, sofrido, esperei, senti saudades e passei por dias bastante cinzas.
Mas superei.
E agora nada mais importa, não quero saber se serei lembrada, se alguém vai sentir minha falta. Por mim tá tudo bem, a vida já me mostrou de tantas formas que posso ser feliz sem ter muito.
As pessoas costumam sair muito rápido da minha vida, tive que fingir que você foi embora também. É assim que sempre funcionou.
Agora que tudo acabou já posso me reencontrar com quem sempre me quis bem: aquela pessoa maravilhosa que vejo no espelho todos os dias.

Allana Eliza Paciornik

Saudades

Alberto Duarte Bezerra

Meu Deus!
Como é bom chorar de saudades,
De quem se tem saudades!
Como é bom chorar pelos bons momentos,
Quando tivemos oportunidade de vive-los!
Como é bom sentir o coração explodir de amor,
Quando este sentimento fez,
E faz parte de nossa vida!
Como é bom lembrar,
Das mãos que nos afagaram,
Dos abraços que diziam tudo,
Dos beijos dados e recebidos,
Do exemplo de trabalho,
Das determinações,
Das renuncias feitas,
Para facilitar a jornada dos amados.
Dos colos,
Dos sorrisos, das brincadeiras,
Dos conselhos sábios e carinhosos,
Do amor.
Como é bom sentir o rolar das lágrimas pelo rosto,
O seu gosto meio que salgado,
Quando elas são fruto,
De bons sentimentos e lembranças,
Que temperaram com alegrias a nossa vida.
Como é bom poder agradecer a Deus,
Ter a sensibilidade de perceber desta forma,
O desenrolar da vida.
Aceitar os seus caminhos,
E seguir em frente com saudades.
Vai mãe!

Alberto Duarte Bezerra

O essencial é o que importa,e que no meu kit eu tenha sempre Colo de mãe,abraços apertados e beijos apaixonados,Amor no coração.tristezas de um segundo.Saudades de leve, e fé no futuro.
porque só o que importa é o essencial.

Eliaane.F

Mãe, como a senhora me faz falta! Seu cheiro, seu colo, suas brigas, seu tempero. Pra matar a saudade, cheiro-me.

Geraldo Magela de Souza

Meu porto seguro, o colo de minha mãe...
Meu refugio para minhas angustias, o colo de Deus...
Meu jardim para sentir o perfume de cada flor, meus amigos...

niinna

Sou a saudade de uma conversa no fim de tarde com o meu avô. A saudade do colo da minha mãe, a saudade da risada do meu pai. Sou ficar tentando lembrar do que eu sonhei toda manhã. Sou a saudade dos meus amigos da adolescência, das escolas onde estudei e dos professores que tive. Sou a saudade de pessoas que eu amei muito e que se foram. Sou a vontade de voltar a ser uma menina quando canso de ser adulta, e sou o orgulho de ter vencido até aqui. Sou uma eterna á procurar o lado bom da situação. Quando não temos nada de prático nos atazanando a vida, a preocupação passa a ser existencial. Pouco importa de onde viemos e para onde vamos, mas quem somos é crucial descobrir. Sou a soma de tudo isso, e infinitamente mais. E sou toda coração. Toda. E além de tudo isso, sou eu mesma. E gosto demais de saber quem eu sou de verdade...
E você, quem é ???

Bárbara Coré

Confesso que valia todo o conforto do colo de minha doce mãe.

Douglas Melo

Uma família é como um colo de mãe pra mim.
Acalenta minha alma...
Ela pode estar longe, não se ouvir a voz...
Mas quando uma decisão chega
Uma dor nos acomete
A solidão que se submete
ou
Um medo que nos enfraquece.
A nossa memória nos cutuca e a nossas raízes nos remete.

Waceila Miranda

E foi assim, no colo da minha mãe que eu chorei. Chorei um choro desesperado, cansado. Um choro pedindo por proteção, por piedade. Um choro pedindo refúgio. Me senti tão pequeno, tão indefeso, tão frágil. Minha vontade é desistir de mim. Não quero mais viver nesse mundo sombrio cheio de pessoas malvadas. Não quero mais me machucar e correr atrás de quem nem sequer lembra que eu existo. Eu sou um idiota. Idiota que quer ir embora. Mas ir embora não da vida, de uma ou duas pessoas. Mas ir embora pra sempre, de todo mundo. Cada dia que passa, eu cogito mais essa ideia. Eu preciso me encontrar. Estou perdido, sem rumo, sem amor e sem coração. Estou em prantos, cada vez mais desesperado.

Hugo Cavalcante

A paz

O mundo precisa de paz,
Como o filho precisa do colo da mãe.
A sociedade precisa de paz,
Como um pássaro que se refugia em seu ninho,
Em meio à tempestade.
O que farei eu, para alcançar tamanho sonho?
O sonho de poder sentir a tranquilidade em minha alma.
O sonho de poder caminhar na areia molhada da praia...
Sentir e saber que no planeta em que vivo
Não há guerra, não há fome!
Onde há apenas alegrias...
Onde há sorrisos nas faces das crianças...
Onde há liberdade.
Onde há paz!
Onde estarei sempre,
Onde estarei sempre em paz...
Onde terei esta certeza viva em mim.

Amanda A. Moreira

VIDA REAL

Passa o tempo, sopra o vento
Mar a dentro, sofrimento
Colo de mãe traz alento

Perde-se a pureza, vive-se a incerteza
Busca-se a riqueza, discrimina-se a pobreza
E a maior beleza está na natureza

Rebanho se diz sociedade, inverdade.
Ética perde para a vaidade, maldade.
E a paz, está na simplicidade.

Vida! turbulência, insistência, desistência
É a ciência é a crença, jurisprudência
Sobra incoerência, falta paciência.

Amando, amado, busca-se o prazer do pecado
Votante é o comandado, votado é o rei coroado
Onde só afortunado mantém rede de aliado

Viver
É ser um eterno aprendiz, na busca de ser feliz

Valmir Sales Borges

"Eu me lembro do conforto que era o colo da minha mãe
Eu me lembro a oração pedindo pra multiplicar
O alimento tão suado e tão pouquinho
Eu me lembro, minha mãe se escondia pra chorar.
Eu me lembro da labuta que era a vida da minha mãe
Eu me lembro, madrugada ouço passos ela levantou
Tão sofrida e tão enferma mais tem que lutar
Eu me lembro quantas vezes eu chorava pra ela me levar.
Eu me lembro...

Eu me lembro dos brinquedos que ganhei quando criança
Eu me lembro dos castigos e das surras por amor
Tanto esforço e sacrifício só pra eu estudar
Eu me lembro a minha mãe dizia: filho, as tristezas que eu passei você não vai passar.
Eu me lembro...

O tempo então passou, o mal me enganou e eu fui tristeza
Eu fui decepção, eu magoei o coração de quem tanto me amou
E no momento em que eu estava mais sozinho
Em uma estrada só de lama e espinho
Eu me humilhei, me arrependi e então voltei.
Eu me lembro...

Eu me lembro a minha mãe com a lata d`água na cabeça
Eu me lembro da minha mãe saindo do hospital direto para trabalhar.
Eu me lembro..."

Sinto tanta, mas tanta falta da minha mãe (nega Ana)..... já faz 08 (oito) anos que ela partiu... mas parece que foi ontem... ela nunca duvidou de mim... ela sim acreditava em mim...

Aproveite, desfrute da presença da sua mãe, de o devido valor, fale que a ama, antes que seja tarde, por que depois que ela se for, não terás como... ficara somente as lembranças e as palavras que não foram ditas....

Michel de Ávila

Lar

Conhecido também como ninho
Aconchegante como colo de mãe
Depois de um dia de labuta
O lar é o destino da multidão

O descanso aguarda o guerreiro
Cada um vai a sua direção
Quando no travesseiro a cabeça reclina
Vem o momento de pura reflexão

Na cercania da posteridade
Cresce sempre em importância
Vê nos olhos da sua cara metade
O orgulho da família reunida

Um lar quando bem construído
Onde o amor é para sempre valorizado
A soma é total dos laços e não só de sangue
Num amor cultivado e declarado

Sofrem e deleitam por igual
Tudo o que vem partem e repartem
Acrescentam ao amor a solidariedade
Unidos num lar bem aconchegante

Família se compara ao céu em sua variante
Ligada pelo sangue ou pelo coração
Assim como chove e faz sol escaldante
O lar é o recanto sagrado do cidadão

Djalma CMF

O menino se abraçou na mãe
que saiu, muito atrasada
correu pro colo do pai
que tinha a agenda lotada
entrou no quarto do irmão
que gritou um sai irritado
pediu mamá pra babá
que tinha serviço atrasado
então, deitada, pertinho do sofá
o menino viu a cadela
que olhava ele com o mesmo olhar
que ele deu pra mãe
deu pro pai
deu pro irmão
deu pra babá
- deitou pertinho dela

Camila Maccari

Que eu tenha sempre comigo: Colo de mãe. Abraço apertado. Riso de graça. Brilho no olho. Amor quentinho. Tristeza que passa. Força nos ombros. Criança por perto. Astral bonito. Prece nos lábios. Saudade mansinha. Fé no futuro. Delicadeza nos gestos. Conversa que cura. Cotidiano enfeitado. Firmeza nos passos. Sonhos que salvam.

Taty Barros

Mãe sempre lembro quando voce penteava meus cabelos,adorava seu carinho eu dormia no seu colo.e vc me acariciando me chamava de minha Lalazinha

Rosália Nascimento