Coleção pessoal de oliveiraquel

121 - 140 do total de 278 pensamentos na coleção de oliveiraquel

Sem preferências físicas ou de números. Não está faltando homem, está faltando amor.

Marilyn Monroe

Deus está nas coincidências.

Nelson Rodrigues

Convém não facilitar com os bons, convém não provocar os puros. Há no ser humano, e ainda nos melhores, uma série de ferocidades adormecidas. O importante é não acordá-las.

Nelson Rodrigues

Sem paixão não dá nem pra chupar um picolé

Nelson Rodrigues

Amar é dar razão a quem não tem.

Nelson Rodrigues

"Perfeição é coisa de menininha tocadora de piano."

Nelson Rodrigues

"A vida é a arte de tirar conclusões suficientes de dados insuficientes"

Luis Fernando Veríssimo

Decididamente, eu sei ser animada, sei ser amável. Agradável. Afável. E esses são apenas os As. Só não me peça para ser simpática. Simpatia não tem nada a ver comigo.

A Menina que Roubava Livros

O único dom que me salva é a distração. Ela preserva minha sanidade.

A Menina que Roubava Livros

Minha fé é no desconhecido,
em tudo que não podemos compreender por meio da razão.
Creio que o que está acima do nosso entendimento
é apenas um fato em outras dimensões
e que no reino do desconhecido há uma infinita reserva de poder.

Charles Chaplin

A vida é uma tragédia quando vista de perto, mas uma comédia quando vista de longe.

Charles Chaplin

As pessoas que falam muito, mentem sempre, porque acabam esgotando seu estoque de verdades.

Millôr Fernandes

Como são admiráveis as pessoas que nós não conhecemos bem.

Millôr Fernandes

Quanto mais do mundo vi, menos pude moldar-me à sua maneira.

Jean-Jacques Rousseau

Dirão, em som, as coisas que, calados, no silêncio dos olhos confessamos?

José Saramago

Não tenhamos pressa,
mas não percamos tempo.

José Saramago

De que adianta falar de motivos, às vezes basta um só, às vezes nem juntando todos.

José Saramago

De perto, ninguém é normal.

Caetano Veloso

As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem.

Chico Buarque

DEFINIÇÕES

Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue.

Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta
um capítulo.

Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego.

Preocupação é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu sair de seu pensamento.

Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer mas acha que devia querer outra coisa.

Certeza é quando a idéia cansa de procurar e pára.

Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.

Pressentimento é quando passa em você o trailer de um filme que pode ser que nem exista.

Vergonha é um pano preto que você quer pra se cobrir naquela hora.

Ansiedade é quando sempre faltam muitos minutos para o que quer que seja.

Interesse é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.

Sentimento é a língua que o coração usa quando precisa mandar algum recado.

Raiva é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.

Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração.

Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma.

Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros.

Culpa é quando você cisma que podia ter feito diferente mas, geralmente, não podia.

Lucidez é um acesso de loucura ao contrário.

Razão é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato.

Vontade é um desejo que cisma que você é a casa dele.

Paixão é quando apesar da palavra "perigo" o desejo chega e entra.

Amor é quando a paixão não tem outro compromisso marcado.
Não... Amor é um exagero... também não.
Um dilúvio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego?

Talvez porque não tenha sentido, talvez porque não tenha explicação,
Esse negócio de amor, não sei explicar.

Adriana Falcão