Colcha de Retalho

Cerca de 67 frases e pensamentos: Colcha de Retalho

Se voce não criticar suas idéias negativas elas farão parte da colcha de retalhos da sua existencia

Augusto Cury

Ser avô e avó é como fazer uma colcha de retalho sim, como muitos dizem, é juntar pedaço por pedaço de cada quadradinho, de cada retângulo, de tamanhos diferentes, de cores diferentes mas sempre cores vivas, alegres, cheias de vida e transformando aqueles pequenos retalhos num ato de amor, mesmo que cada um tenha estilo próprio.

Ana Maria Pantaneira

"Eu compreendo e aceito que a felicidade será sempre pequenos retalhos na colcha da vida."

Caio Augusto Leite

Fotografo

Fotografo minha vida, e dela faço um retalho de fotografias.
Junto todas as poses, todas as companias,
Todas as praias, todos os lagos,
Junto os amigos, os colegas a familia,
as aves que ja fotografei,
os leões, os jabutis, sapos, largartos,
Flores, desenhos, sorrisos e beijos.
e faço toda a minha vida num imenso retalho de fotografias.

Bruno Lopes Maciel de Lima

Sempre disse que sou um retalho de cada pessoa que passou, que está e que passará por mim e certa de que há remendos que machucam, me alento com os tecidos que afagam minha alma,e mesmo em "frases tortas" celebro os que marcaram essa veste que um dia irei libertar, minha alma.

Sulla Pessoa Soares Valentim

As vezes eu me sinto uma colcha de retalhos...

Acho que são os retalhos de cada momento, unidos um a um, que formam à "colcha vida" da gente!

Ninguém se faz inteiro,somos pedacinhos daqui,pedacinhos dali, pedacinhos que foram e que serão...

Temos que transformar todos os dias,os nossos cacos e retalhos,em arte.

A vida nada mais é do que uma reciclagem diária!

Day Anne

Conquistar um coração de verdade dá trabalho,
requer paciência, é como se fosse uma colcha de retalhos, aplicar uma renda em um amor, tratar de um jardim, cuidar de uma criança.

davi a.

Meus Dias De Rainha!

Hoje
estou costurando
meus sonhos,
na colcha em
que irei deitar-me...
Têm sonhos coloridos.
Perfumados.
Encantados...
Prontos para
me fazer feliz.
Têm muitos
sonhos de amor...
Esses com certeza,
irão me fazer
ficar acordada.
Quero aproveitar
todos os bons momentos.
Vou ficar enluarada.
Sonhando acordada,
com o amor que já ganhei.
Costurei em minha
colcha de retalhos...
Apenas
sonhos delicados.
Para meus dias de rainha!

Dayse Sene

Sou um retalho de tudo o que toco,
mas que compõe o tecido da minha personalidade.
Por isso, procuro sempre flores e jardins.

Emerson Castro

Pequena dança

Uma ciranda alegre,
Saia de retalho que voa,
Brisa que bagunça os fios,
Sapatilha rasteira no piso,
Sorriso de fada,
Giro de tontura,
Roda paisagem, roda,
Até cansar meus passos,
Até secar os lábios,
Instrumentos de madeira,
Soltam o som da pequena dança,
Balança o corpo, balança,
Chão batido,
Poeria que levanta,
Fumaça de areia,
É noite de alegria,
Balança a pulseira de gotas,
Faz dela a percussão dessa dança,
Dança sem medo da hora,
Que aqui só acaba com a aurora.

Alessandra Lemos Leal

Ninguém usa um retalho de pano novo
para remendar uma roupa velha;
pois o remendo novo encolhe e rasga a roupa velha,
aumentando o buraco.
Ninguém põe vinho novo em odres velhos.
Se alguém fizer isso,
os odres rebentam,
o vinho se perde,
e os odres ficam estragados.
Por isso,
o vinho novo é posto em odres novos.

Marcos 2.21-22 (leia 2.13-22) – BLH

Esta passagem representa conflitos milenares: o velho contra o novo, a tradição contra a inovação. É fácil confundir novo com novidades e inovação com modismos populares. O novo e a inovação não têm valores em si. O velho e a tradição não são necessariamente descartáveis.

Jesus representava o novo e a inovação, mas estava longe de simplesmente introduzir novidades e modismos. O pano novo não deixou de ser pano, nem o vinho novo, vinho. Jesus era judeu, e não deixou de o ser. Não veio para estabelecer uma nova forma de judaísmo ou uma nova religião. Não revogou a lei. O “novo” era a retomada da essência da lei, o amor.

O amor é o juiz final de todas as pessoas e todos os sistemas institucionais, sejam “seculares” ou “sagrados”. Jesus simplesmente vivia criativamente o amor dentro dos sistemas da sua época. A mensagem que as duas figuras, pano velho e odres velhos, transmitem é profética: qualquer sistema institucional incapaz de enquadrar o amor é condenado.

O velho não tem nada a ver com a passagem do tempo. Tem tudo a ver com a perda de flexibilidade. Há pessoas jovens, já na velhice com a cabeça feita e a mente fechada. Há pessoas de muitos anos de vivência com a abertura para o crescimento e a ampliação de horizontes.

Falando de pano novo, roupa velha, vinho novo e velho e de odres velhos e novos, Jesus está falando de nós. São aspectos da nossa espiritualidade. Podemos nos tornar fechados e inflexíveis, defendendo uma ideologia rígida e exclusivista. Ser roupa velha ou pano velho depende da nossa mentalidade, não da nossa idade cronológica. Ter uma fé intolerante, restrita ao templo, com conjunto de normas inflexíveis e exclusivistas é sinal de velhice, independente da faixa etária.

Para desfrutarmos do pano novo e recebermos o vinho novo é preciso, também, nos tornarmos novos! É o caso de “receber o Reino como uma criança”. O espírito jovem nos possibilita nos integrarmos no Reino que Jesus proclamou.

Uma das marcas deste século é a radicalização religiosa. O amor é deixado de lado a favor da defesa dos “ismos”: cristianismo, islamismo, judaísmo, fundamentalismo, sectarismo, etc. Como resultado da rejeição do novo pano e vinho de amor, as roupas e os odres velhos estão rasgando e quebrando. A roupa velha não consegue ser remendada e os odres não conseguem conter o novo vinho.

Jesus é o nosso exemplo de pano, vinho e odres novos. Sua fé era festiva, convite ao casamento. Nada de práticas religiosas rígidas. A sua presença inspirava alegria. Ele proclamava e vivia uma qualidade de vida ao alcance de todos.

Ao vivermos o amor de maneira criativa, somos pano, vinho e odres novos pela graça divina. O “viver o amor” está ao alcance de todos. É o Reino de Deus entre nós.

Derrel Homer Santee

Estou despedaçado pela vala, e espalhado pela areia.
E eu te visto como um retalho, e eu que sou o ferido.
Preste atenção nas suas sórdidas imprudências.
Eu não tenho direito de vencer, eu apenas alcancei as batalhas

Slipknot

No Rasgo do Roto Retalho

Desfiando minha memória
Linha a linha
Desalinhando nossa história
Tua e minha
Teu rosto perde a forma
Tua figura definha na memória.
Descosturando os elogios que te enfeitavam,
Na ponta da agulha
Desenfeitando a contemplação
Da minha má costura
Te perco em ponto falho
No rasgo do roto retalho.

Fernando Uytnne Grimaldo

Do lado de dentro do meu sentimento,estara sempre uma conspiraçao que me aproxima do retalho da minha vida...
embora meus sentimentos,tenha a fragilidade,a vida é o ar que respiro...

Cleber Novais

Tapete que se repete
é um retalho que dá trabalho.
Não serve para nada
a não ser pra você ficar resfriado.

Tatyane Diniz Viana

“Lua essa noite você está
brilhando mais
Vejo o retalho de sua dor em
cada luz refletida
Sobre o chão sujo da rua
onde moro
Oh, linda lua que brilha, mas
não brilha com alegria
Você é radiante tem um
brilho impossível, mas é triste
Essa constelação ao seu redor
lhe deixa mais bela
Linda lua, que brilha, mas
não ofusca
Caberia a você brilhar mais
do que deveria, linda lua?
O acaso me trás para você
O desamparo do meu ser sem
cor precisa de você
Lua, brilha mais, brilha com
vontade
Linda lua, preciso de você,
sua cor de noite fria
Me ilumina da garganta até a
alma
Cujo você, querendo ou não é
obrigada a brilhar
Me identifico com você linda
lua
Você nem sempre quer
aparecer, você
Quer ficar escondidinha,
esperando o sol
Aparecer e você
simplesmente sumir
Ah, linda lua, se soubesse o
quanto é linda brilhando
Não iria querer ficar
escondida, minha lua
Madrugada solitária, só eu e
você
Lua, preciso de você, sinto ser
você
Quero me transportar para o
céu só para te tocar
Lua, entenda, você é linda de
qualquer jeito
Em poesias, drama, ilusão,
amor, dor
Você brilha e encanta minha
lua
Essa noite de solidão sou eu e
a luz de sua
Volumosa força de clarão
Lua, te peço uma última coisa
Nunca esqueça de brilhar
para mim
Não tenho luz, não tenho cor
e sem você
Em minhas noites eu não sou
nada
Prometo te vigiar do cantinho
da janela do meu quarto
Enquanto fumo um cigarro e
reclamo da vida sozinha
Mas lua, fica, fica hoje
amanhã e sempre
Por favor linda lua, brilhe
para mim com sua
Luz que ninguém consegue
explicar.”

Ana Lua