Cogumelos

Cerca de 10 frases e pensamentos: Cogumelos

Até hoje não diferencio os cogumelos venenosos dos sadios. Como descobrir o que mata sem morrer um pouco por vez?

Fabrício Carpinejar

“Sem que eu soubesse, as coisas não ditas haviam crescido como cogumelos venenosos nas paredes do silêncio, enquanto ele ficava acordado na cama, fitando o teto, com o branco dos olhos reluzindo na penumbra. Se eu interrogava, o que você tem amor? Ele respondia que não era nada, estava pensando no trabalho. A gente sabia que era mentira, ele sabia que eu sabia, mas nenhum de nós rompeu aquele acordo sem palavras.
Nunca imaginei o mal que o roía.”

Lya Luft

Sou maluco banguelo de cabelo amarelo gosto de cogumelos

Ventania

“Não posso provar que deus não existe, mas também não posso provar que cogumelos não poderiam estar em espaçonaves intergalácticas nos espionando”.

Daniel Dennett.

Comi cogumelos... quando olhei pro lado: Elefantes amarelos! Hahaha

Regis DaMatta

Cogumelos: Shitake, Shimeji, Paris, etc...

-Ervas e condimentos:
-Cúrcuma: misturar com pimenta do reino e azeite.
-Curry
-Menta, tomilho,orégano, manjericão,alecrim....
-Salsa, Aipo
-Alho, cebola, alho- poró, cebolinha
-Canela
-Gengibre

-Probióticos: Iogurtes, Kefir, etc...

-Frutas: Frutas Vermelhas ( morango, framboesa, mirtilo,amora) ,Cereja, Cítricas, Caqui, Damasco, Suco de Romã.

ABRACC ASSOCIAÇÃO BRA. AJUDA À CRIANÇA COM CÂNCER

Cogumelos Azuis foram a padaria comprar 10 pães. O padeiro falou a eles:
- não tenho 10 pães, apenas 5. O cogumelo respondeu:
- Tudo bem, minha bicicleta é vermelha.

Rô o Pensador

Contratar um buffet exclusivo é como ser o dono da bola: se perder a disputa pelos cogumelos, você coloca a lagosta debaixo do braço e acabou a brincadeira.

Tiago Bezerra

Cogumelos


Sentei num banquinho de praça, e fiquei escutando o mundo.
Sentei pra sentir a brisa brincar com o meu cabelo, pra ver as pessoas andarem de um lado para outro. Pra ver as pessoas que sentavam por ali, assim como eu.


Neste banquinho chorei amargamente, e escutei minha gargalhada frenética que não me deixava admitir a dor.
Neste banquinho lembrei de ontem, de quinta, lembrei o mês passado, e de quando as coisas eram certas.


E não quis admitir que tudo isso era passado.


Lembrei de sorrisos, bocejos e abraços.


Só esqueci de lembrar de mim. De quem eu sou ou o que devo fazer.
Esqueci que devo ir ao médico, e tambem tenho uma pilha de relatórios para preencher.
Eu só conseguia sentir o sol aquecendo o meu corpo já à muito tempo frio.




* Lembrei me apenas do que foi bom, e deveria continuar sendo.*

Michely Oliveira

O transcorrer do tempo perdeu a importância, a sucessão de instantes também, porque é tudo como se fosse um só instante.
Os pensamentos se manifestavam em sensações extraordinárias, que me transportaram aos extremos de minha consciência.
A distinção entre o mundo e eu de certa forma não existia, eu era como parte de tudo.
Não entendo muito bem o que aconteceu, já que essa não é uma questão de razão e sim de vivência.
Sentir o planeta se mover, sentir que a terra é antiga, pensar, dizer e simplesmente sentir que tudo isso é real.
Fiquei ali sentado na grama, tomado por esse mundo paralelo. Viajando num paraíso psíquico induzido pelo cogumelo.

Braian Cap0ne