Clarice Lispector Felicidade

Cerca de 109 frases e pensamentos: Clarice Lispector Felicidade

Oh Deus, como estou sendo feliz.
O que estraga a felicidade é o medo.

Clarice Lispector

"...juro que há em meu rosto sério uma alegria até mesmo divina para dar. "

Clarice Lispector

"E como nasci? Por um quase. Podia ser outra. Podia ser um homem. Felizmente nasci mulher. E vaidosa. Prefiro que saia um bom retrato meu no jornal do que os elogios." "Tenho várias caras. Uma é quase bonita, outra é quase feia. Sou um o quê? Um quase tudo". (Clarice Lispector) "E como nasci? Por um quase. Podia ser outra. Podia ser um homem. Felizmente nasci mulher. E vaidosa. Prefiro que saia um bom retrato meu no jornal do que os elogios." "Tenho várias caras. Uma é quase bonita, outra é quase feia. Sou um o quê? Um quase tudo". (Clarice Lispector)

Clarice Lispector

Mente-se e cai-se na verdade. Mesmo na liberdade, quando escolhia alegres novas veredas, reconhecia-as depois. Ser livre era seguir-se afinal, e eis de novo o caminho traçado. Ela só veria o que já possuia dentro de si. Perdido pois o goto de imaginar.

Clarice Lispector

Os ignorantes são mais felizes.

Clarice Lispector

E quando notou que aceitava em pleno o amor, sua alegria foi tão grande que o coração lhe batia por todo o corpo, parecia-lhe que mil corações batiam-lhe nas profundezas de sua pessoa.

Clarice Lispector

As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer “o melhor” das oportunidades que aparecem em seus caminhos. A felicidade aparece para aqueles que choram. Para aqueles que se machucam. Para aqueles que buscam e tentam sempre. E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas. O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar, duram uma eternidade.

Clarice Lispector

"Ainda não se cansara de existir e bastava-se tanto que às vezes, de grande felicidade, sentia a tristeza cobrí-la como a sombra de um manto, deixando-a fresca e silenciosam como um entardecer. Ela nada esperava. Ela era em si, o próprio fim."

Clarice Lispector

Erguia-se para uma nova manhã, docemente viva. E sua felicidade era pura como o reflexo do sol na água.
Trecho do livro Perto do coração selvagem)

Clarice Lispector

O que é que se consegue quando se fica feliz?
(Perto do Coração Selvagem)

Clarice Lispector

Ser feliz é uma responsabilidade tão grande...

Clarice Lispector

Havia a levíssima embriaguez de andarem juntos, a alegria como quando se sente a garganta um pouco seca e se vê que por admiração se estava de boca entreaberta: eles respiravam de antemão o ar que estava à frente, e ter esta sede era a própria água deles.
Andavam por ruas e ruas falando e rindo, falavam e riam para dar matéria peso à levíssima embriaguez que era a alegria da sede deles. Por causa de carros e pessoas, às vezes eles se tocavam, e ao toque - a sede é a graça, mas as águas são uma beleza de escuras - e ao toque brilhava o brilho da água deles, a boca ficando um pouco mais seca de admiração.

Clarice Lispector

Quem não tiver medo de ficar alegre e experimentar uma só vez sequer a alegria doida e profunda terá o melhor de nossa verdade.

Clarice Lispector

Volto-me então para o meu rico nada interior. E grito: eu sinto, eu sofro, eu me alegro, eu me comovo. Só o meu enigma me interessa.

Clarice Lispector

"Erguia-se para uma nova manhã, docemente viva. E sua felicidade era pura como o reflexo do sol na água."

Clarice Lispector

Gosto de fazer as pessoas felizes, mesmo quando eu estou triste.

Clarice Lispector

Que alívio! Felicidade, meu bem, é alívio...

Clarice Lispector

"Desemparada, eu te entrego tudo - para que faças disso uma coisa alegre. Por te falar eu te assustarei e te perderei? mas se eu não falar eu me perderei, e por me perderei, e por me perder eu te perderia."

Clarice Lispector

Ah! que vontade de alegria.

Clarice Lispector

Eu me sinto culpado quando não vos obedeço.
Sou feliz na hora errada. Infeliz quando todos dançam.

Clarice Lispector