Citação do Amor na Bíblia

Cerca de 50 frases e pensamentos: Citação do Amor na Bíblia

Lembre-se do quanto a rejeição fere e nunca a pratique. Trate os outros com amor.

Perdoado! Perdoe
"Pois tu, Senhor, és bom e compassivo; abundante em benignidade para com todos os que te invocam." Sl 86.5

Deus deseja que exerçamos misericórdia de forma abundante, assim como a recebemos abundantemente.

O amor desprende-se do status social e aceita um lugar mais simples entre aqueles a quem servimos.

O amor de Deus nos capacita a esquecer o conforto e a compartilhar o tratamento e a dor dos outros.
O Amor fraternal procede da natureza divina
"Com a piedade, a fraternidade; com a fraternidade, o amor.
8 Porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando, fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo." 2Pe 1.7-8

A natureza divina resolve conflitos pessoais liberando, assim, afeição e benevolência.

Bíblia

Se alguem dizer: Amo a DEUS, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não Ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a DEUS a quem não vê.
Ora, temos, da parte dele, este mandamento:
Que aquele que ama a DEUS ame também a seu irmão.

Bíblia Sagrada

RELAÇÃO DE DEPENDÊNCIA

O meu querer é transitivo direto,
Pois te quero objeto direto, direto,...
Também pode ser transitivo indireto,
Só quando um “a”,
Preposição do amor,
Se interpõe entre nós,
Então, contrariando a regência,
Nesta relação de dependência,
Faz-me termo regido,
Porque, sem tua presença,
Tudo fica sem sentido;
Pensando bem,
Quero-te no infinito,
Quero-te por definitivo.

MANOEL A. DE ALMEIDA ( Copyright 2010 - Direitos Autorais Biblioteca Nacional - Rio de Janeiro, RJ)

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará. Pois em parte conhecemos em parte profetizamos; quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá. Quando era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino.
Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido. Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém é o amor.” (1 Corintios 13)

pastoramerces-bíblia

Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; e, de fato, somos filhos de Deus. Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não o conheceu a ele mesmo. (1 João 3:1)

Bíblia - 1 João

No amor não existe medo antes o perfeito amor lança fora todo medo,poi o medo tem consigo a pena logo todo aquele que temeñão é perfeito em amor.

Bíblia

Paulo a Timóteo:

O Amor ao Dinheiro

6 De fato, a piedade com contentamento é grande fonte de lucro, 7 pois nada trouxemos para este mundo e dele nada podemos levar; 8 por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos.

9 Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, 10 pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram com muitos sofrimentos.

11 Você, porém, homem de Deus, fuja de tudo isso e busque a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança e a mansidão. 12 Combata o bom combate da fé. Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado e fez a boa confissão na presença de muitas testemunhas.

1Timóteo 6:6-12

Paulo Apóstolo

Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o AMOR. O maior deles porém, é o AMOR.

Bíblia Sagrada

Tende, antes de tudo, ardente Amor uns para com os outros, porque o Amor cobre uma multidão de pecados.

Apóstolo Pedro

Salmo 51


1 Tem misericórdia de mim, ó Deus,
por teu amor;
por tua grande compaixão
apaga as minhas transgressões.
2 Lava-me de toda a minha culpa
e purifica-me do meu pecado.
3 Pois eu mesmo
reconheço as minhas transgressões,
e o meu pecado sempre me persegue.
4 Contra ti, só contra ti, pequei
e fiz o que tu reprovas,
de modo que justa é a tua sentença
e tens razão em condenar-me.
5 Sei que sou pecador desde que nasci;
sim, desde que me concebeu minha mãe.
6 Sei que desejas a verdade no íntimo;
e no coração me ensinas a sabedoria.
7 Purifica-me com hissopo, e ficarei puro;
lava-me, e mais branco do que a neve serei.
8 Faze-me ouvir de novo júbilo e alegria,
e os ossos que esmagaste exultarão.
9 Esconde o rosto dos meus pecados
e apaga todas as minhas iniquidades.
10 Cria em mim um coração puro, ó Deus,
e renova dentro de mim um espírito estável.
11 Não me expulses da tua presença
nem tires de mim o teu Santo Espírito.
12 Devolve-me a alegria da tua salvação
e sustenta-me
com um espírito pronto a obedecer.
13 Então ensinarei os teus caminhos
aos transgressores,
para que os pecadores se voltem para ti.
14 Livra-me da culpa dos crimes de sangue,
ó Deus, Deus da minha salvação!
E a minha língua aclamará a tua justiça.
15 Ó Senhor, dá palavras aos meus lábios,
e a minha boca anunciará o teu louvor.
16 Não te deleitas em sacrifícios
nem te agradas em holocaustos,
senão eu os traria.
17 Os sacrifícios que agradam a Deus
são um espírito quebrantado;
um coração quebrantado e contrito,
ó Deus, não desprezarás.
18 Por tua boa vontade faze Sião prosperar;
ergue os muros de Jerusalém.
19 Então te agradarás dos sacrifícios sinceros,
das ofertas queimadas e dos holocaustos;
e novilhos serão oferecidos sobre o teu altar.

bibliasagrada

Salmo 89


1 Cantarei para sempre o amor do Senhor;
com minha boca anunciarei
a tua fidelidade por todas as gerações.
2 Sei que firme está o teu amor para sempre,
e que firmaste nos céus a tua fidelidade.
3 Tu disseste: "Fiz aliança com o meu escolhido,
jurei ao meu servo Davi:
4 'Estabelecerei a tua linhagem para sempre
e firmarei o teu trono
por todas as gerações' ".
5 Os céus louvam as tuas maravilhas, Senhor,
e a tua fidelidade na assembleia dos santos.
6 Pois quem nos céus
poderá comparar-se ao Senhor?
Quem entre os seres celestiais
assemelha-se ao Senhor?
7 Na assembleia dos santos Deus é temível,
mais do que todos os que o rodeiam.
8 Ó Senhor, Deus dos Exércitos,
quem é semelhante a ti?
És poderoso, Senhor,
envolto em tua fidelidade.
9 Tu dominas o revolto mar;
quando se agigantam as suas ondas,
tu as acalmas.
10 Esmagaste e mataste o Monstro dos Mares;
com teu braço forte
dispersaste os teus inimigos.
11 Os céus são teus, e tua também é a terra;
fundaste o mundo e tudo o que nele existe.
12 Tu criaste o Norte e o Sul;
o Tabor e o Hermom
cantam de alegria pelo teu nome.
13 O teu braço é poderoso;
a tua mão é forte, exaltada é tua mão direita.
14 A retidão e a justiça são os alicerces
do teu trono;
o amor e a fidelidade vão à tua frente.
15 Como é feliz o povo
que aprendeu a aclamar-te, Senhor,
e que anda na luz da tua presença!
16 Sem cessar exultam no teu nome,
e alegram-se na tua retidão,
17 pois tu és a nossa glória e a nossa força,
e pelo teu favor exaltas a nossa força.
18 Sim, Senhor, tu és o nosso escudo,
ó Santo de Israel, tu és o nosso rei.
19 Numa visão falaste um dia,
e aos teus fiéis disseste:
"Cobri de forças um guerreiro,
exaltei um homem escolhido dentre o povo.
20 Encontrei o meu servo Davi;
ungi-o com o meu óleo sagrado.
21 A minha mão o susterá,
e o meu braço o fará forte.
22 Nenhum inimigo o sujeitará a tributos;
nenhum injusto o oprimirá.
23 Esmagarei diante dele os seus adversários
e destruirei os seus inimigos.
24 A minha fidelidade e o meu amor
o acompanharão,
e pelo meu nome aumentará o seu poder.
25 A sua mão dominará até o mar;
sua mão direita, até os rios.
26 Ele me dirá: 'Tu és o meu Pai,
o meu Deus, a Rocha que me salva'.
27 Também o nomearei meu primogênito,
o mais exaltado dos reis da terra.
28 Manterei o meu amor por ele para sempre,
e a minha aliança com ele jamais se quebrará.
29 Firmarei a sua linhagem para sempre,
e o seu trono durará enquanto existirem céus.
30 "Se os seus filhos abandonarem a minha lei
e não seguirem as minhas ordenanças,
31 se violarem os meus decretos
e deixarem de obedecer aos meus mandamentos,
32 com a vara castigarei o seu pecado,
e a sua iniquidade com açoites;
33 mas não afastarei dele o meu amor;
jamais desistirei da minha fidelidade.
34 Não violarei a minha aliança
nem modificarei as promessas dos meus lábios.
35 De uma vez para sempre jurei
pela minha santidade
e não mentirei a Davi,
36 que a sua linhagem permanecerá para sempre,
e o seu trono durará como o sol;
37 será estabelecido para sempre como a lua,
a fiel testemunha no céu."
38 Mas tu o rejeitaste, recusaste-o
e te enfureceste com o teu ungido.
39 Revogaste a aliança com o teu servo
e desonraste a sua coroa, lançando-a ao chão.
40 Derrubaste todos os seus muros
e reduziste a ruínas as suas fortalezas.
41 Todos os que passam o saqueiam;
tornou-se objeto de zombaria
para os seus vizinhos.
42 Tu exaltaste a mão direita dos seus adversários
e encheste de alegria todos os seus inimigos.
43 Tiraste o fio da sua espada
e não o apoiaste na batalha.
44 Deste fim ao seu esplendor
e atiraste ao chão o seu trono.
45 Encurtaste os dias da sua juventude;
com um manto de vergonha o cobriste.
46 Até quando, Senhor?
Para sempre te esconderás?
Até quando a tua ira queimará como fogo?
47 Lembra-te de como é passageira a minha vida.
Terás criado em vão todos os homens?
48 Que homem pode viver e não ver a morte,
ou livrar-se do poder da sepultura?
49 Ó Senhor, onde está o teu antigo amor,
que com fidelidade juraste a Davi?
50 Lembra-te, Senhor,
das afrontas que o teu servo tem sofrido,
das zombarias que no íntimo
tenho que suportar de todos os povos,
51 das zombarias dos teus inimigos, Senhor,
com que afrontam a cada passo o teu ungido.
52 Bendito seja o Senhor para sempre!
Amém e amém.
QUARTO LIVRO

bibliasagrada

Salmo 106


1 Aleluia!
Deem graças ao Senhor porque ele é bom;
o seu amor dura para sempre.
2 Quem poderá descrever
os feitos poderosos do Senhor,
ou declarar todo o louvor que lhe é devido?
3 Como são felizes
os que perseveram na retidão,
que sempre praticam a justiça!
4 Lembra-te de mim, Senhor,
quando tratares com bondade o teu povo;
vem em meu auxílio quando o salvares,
5 para que eu possa testemunhar
o bem-estar dos teus escolhidos,
alegrar-me com a alegria do teu povo
e louvar-te com a tua herança.
6 Pecamos como os nossos antepassados;
fizemos o mal e fomos rebeldes.
7 No Egito, os nossos antepassados
não deram atenção às tuas maravilhas;
não se lembraram das muitas manifestações
do teu amor leal
e rebelaram-se junto ao mar, o mar Vermelho.
8 Contudo, ele os salvou por causa do seu nome,
para manifestar o seu poder.
9 Repreendeu o mar Vermelho, e este secou;
ele os conduziu pelas profundezas
como por um deserto.
10 Salvou-os das mãos daqueles que os odiavam;
das mãos dos inimigos os resgatou.
11 As águas cobriram os seus adversários;
nenhum deles sobreviveu.
12 Então creram nas suas promessas
e a ele cantaram louvores.
13 Mas logo se esqueceram do que ele tinha feito
e não esperaram para saber o seu plano.
14 Dominados pela gula no deserto,
puseram Deus à prova nas regiões áridas.
15 Deu-lhes o que pediram,
mas mandou sobre eles uma doença terrível.
16 No acampamento
tiveram inveja de Moisés e de Arão,
daquele que fora consagrado ao Senhor.
17 A terra abriu-se, engoliu Datã
e sepultou o grupo de Abirão;
18 fogo surgiu entre os seus seguidores;
as chamas consumiram os ímpios.
19 Em Horebe fizeram um bezerro,
adoraram um ídolo de metal.
20 Trocaram a Glória deles
pela imagem de um boi que come capim.
21 Esqueceram-se de Deus, seu Salvador,
que fizera coisas grandiosas no Egito,
22 maravilhas na terra de Cam
e feitos temíveis junto ao mar Vermelho.
23 Por isso, ele ameaçou destruí-los;
mas Moisés, seu escolhido,
intercedeu diante dele,
para evitar que a sua ira os destruísse.
24 Também rejeitaram a terra desejável;
não creram na promessa dele.
25 Queixaram-se em suas tendas
e não obedeceram ao Senhor.
26 Assim, de mão levantada,
ele jurou que os abateria no deserto
27 e dispersaria os seus descendentes
entre as nações e os espalharia por outras terras.
28 Sujeitaram-se ao jugo de Baal-Peor
e comeram sacrifícios oferecidos
a ídolos mortos;
29 provocaram a ira do Senhor
com os seus atos,
e uma praga irrompeu no meio deles.
30 Mas Fineias se interpôs para executar o juízo,
e a praga foi interrompida.
31 Isso lhe foi creditado como um ato de justiça
que para sempre será lembrado,
por todas as gerações.
32 Provocaram a ira de Deus
junto às águas de Meribá;
e, por causa deles, Moisés foi castigado;
33 rebelaram-se contra o Espírito de Deus,
e Moisés falou sem refletir.
34 Eles não destruíram os povos,
como o Senhor tinha ordenado,
35 em vez disso, misturaram-se com as nações
e imitaram as suas práticas.
36 Prestaram culto aos seus ídolos,
que se tornaram uma armadilha para eles.
37 Sacrificaram seus filhos e suas filhas
aos demônios.
38 Derramaram sangue inocente,
o sangue de seus filhos e filhas
sacrificados aos ídolos de Canaã;
e a terra foi profanada pelo sangue deles.
39 Tornaram-se impuros pelos seus atos;
prostituíram-se por suas ações.
40 Por isso acendeu-se a ira do Senhor
contra o seu povo
e ele sentiu aversão por sua herança.
41 Entregou-os nas mãos das nações,
e os seus adversários dominaram sobre eles.
42 Os seus inimigos os oprimiram
e os subjugaram com o seu poder.
43 Ele os libertou muitas vezes,
embora eles persistissem
em seus planos de rebelião
e afundassem em sua maldade.
44 Mas Deus atentou para o sofrimento deles
quando ouviu o seu clamor.
45 Lembrou-se da sua aliança com eles,
e arrependeu-se,
por causa do seu imenso amor leal.
46 Fez com que os seus captores
tivessem misericórdia deles.
47 Salva-nos, Senhor, nosso Deus!
Ajunta-nos dentre as nações,
para que demos graças ao teu santo nome
e façamos do teu louvor a nossa glória.
48 Bendito seja o Senhor, o Deus de Israel,
por toda a eternidade.
Que todo o povo diga: "Amém!"
Aleluia!
QUINTO LIVRO

bibliasagrada

Salmo 107


1 Deem graças ao Senhor porque ele é bom;
o seu amor dura para sempre.
2 Assim o digam os que o Senhor resgatou,
os que livrou das mãos do adversário
3 e reuniu de outras terras,
do oriente e do ocidente, do norte e do sul.
4 Perambularam pelo deserto e por terras áridas
sem encontrar cidade habitada.
5 Estavam famintos e sedentos;
sua vida ia se esvaindo.
6 Na sua aflição, clamaram ao Senhor,
e ele os livrou da tribulação
em que se encontravam
7 e os conduziu por caminho seguro
a uma cidade habitada.
8 Que eles deem graças ao Senhor
por seu amor leal e por suas maravilhas
em favor dos homens,
9 porque ele sacia o sedento
e satisfaz plenamente o faminto.
10 Assentaram-se nas trevas e na sombra mortal,
aflitos, acorrentados,
11 pois se rebelaram contra as palavras de Deus
e desprezaram os desígnios do Altíssimo.
12 Por isso ele os sujeitou a trabalhos pesados;
eles tropeçaram,
e não houve quem os ajudasse.
13 Na sua aflição, clamaram ao Senhor,
e ele os salvou da tribulação
em que se encontravam.
14 Ele os tirou das trevas e da sombra mortal
e quebrou as correntes que os prendiam.
15 Que eles deem graças ao Senhor,
por seu amor leal e por suas maravilhas
em favor dos homens,
16 porque despedaçou as portas de bronze
e rompeu as trancas de ferro.
17 Tornaram-se tolos por causa
dos seus caminhos rebeldes,
e sofreram por causa das suas maldades.
18 Sentiram repugnância por toda comida
e chegaram perto das portas da morte.
19 Na sua aflição, clamaram ao Senhor,
e ele os salvou da tribulação
em que se encontravam.
20 Ele enviou a sua palavra e os curou,
e os livrou da morte.
21 Que eles deem graças ao Senhor,
por seu amor leal e por suas maravilhas
em favor dos homens.
22 Que eles ofereçam
sacrifícios de ação de graças
e anunciem as suas obras
com cânticos de alegria.
23 Fizeram-se ao mar em navios,
para negócios na imensidão das águas,
24 e viram as obras do Senhor,
as suas maravilhas nas profundezas.
25 Deus falou e provocou um vendaval
que levantava as ondas.
26 Subiam aos céus e desciam aos abismos;
diante de tal perigo, perderam a coragem.
27 Cambaleavam, tontos como bêbados,
e toda a sua habilidade foi inútil.
28 Na sua aflição, clamaram ao Senhor,
e ele os tirou da tribulação
em que se encontravam.
29 Reduziu a tempestade a uma brisa
e serenou as ondas.
30 As ondas sossegaram, eles se alegraram,
e Deus os guiou ao porto almejado.
31 Que eles deem graças ao Senhor
por seu amor leal e por suas maravilhas
em favor dos homens.
32 Que o exaltem na assembleia do povo
e o louvem na reunião dos líderes.
33 Ele transforma os rios em deserto
e as fontes em terra seca,
34 faz da terra fértil um solo estéril,
por causa da maldade dos seus moradores.
35 Transforma o deserto em açudes
e a terra ressecada em fontes.
36 Ali ele assenta os famintos,
para fundarem uma cidade habitável,
37 semearem lavouras, plantarem vinhas
e colherem uma grande safra.
38 Ele os abençoa, e eles se multiplicam;
e não deixa que os seus rebanhos diminuam.
39 Quando, porém, reduzidos,
são humilhados com opressão,
desgraça e tristeza.
40 Deus derrama desprezo sobre os nobres
e os faz vagar num deserto sem caminhos.
41 Mas tira os pobres da miséria
e aumenta as suas famílias como rebanhos.
42 Os justos veem tudo isso e se alegram,
mas todos os perversos se calam.
43 Reflitam nisso os sábios
e considerem a bondade do Senhor.

bibliasagrada

Salmo 115



1 Não a nós, Senhor, nenhuma glória para nós,
mas sim ao teu nome,
por teu amor e por tua fidelidade!
2 Por que perguntam as nações:
"Onde está o Deus deles?"
3 O nosso Deus está nos céus,
e pode fazer tudo o que lhe agrada.
4 Os ídolos deles, de prata e ouro,
são feitos por mãos humanas.
5 Têm boca, mas não podem falar;
olhos, mas não podem ver;
6 têm ouvidos, mas não podem ouvir;
nariz, mas não podem sentir cheiro;
7 têm mãos, mas nada podem apalpar;
pés, mas não podem andar;
e não emitem som algum com a garganta.
8 Tornem-se como eles aqueles que os fazem
e todos os que neles confiam.
9 Confie no Senhor,ó Israel!
Ele é o seu socorro e o seu escudo.
10 Confiem no Senhor, sacerdotes!
Ele é o seu socorro e o seu escudo.
11 Vocês que temem o Senhor,
confiem no Senhor!
Ele é o seu socorro e o seu escudo.
12 O Senhor lembra-se de nós e nos abençoará;
abençoará os israelitas,
abençoará os sacerdotes,
13 abençoará os que temem o Senhor,
do menor ao maior.
14 Que o Senhor os multiplique,
vocês e os seus filhos.
15 Sejam vocês abençoados pelo Senhor,
que fez os céus e a terra.
16 Os mais altos céus pertencem ao Senhor,
mas a terra, ele a confiou ao homem.
17 Os mortos não louvam o Senhor,
tampouco nenhum dos que descem ao silêncio.
18 Mas nós bendiremos o Senhor,
desde agora e para sempre!
Aleluia!

bibliasagrada