Cidadania

Cerca de 84 frases e pensamentos: Cidadania

Sócrates foi o primeiro a evocar a filosofia do céu à terra, deu-lhe a cidadania nas cidades, introduziu-a também nas casas e obrigou-a a ocupar-se da vida e dos costumes, das coisas boas e das más.

Marcus Cícero

Somente com a legítima liberdade de expressão, pluralidade de informação, respeito a cidadania, e permanente vigilância contra as tentativas de cercear o Estado democrático de direito, é que poderemos pensar em transformar Regimes de Força, em Regimes de Direito.

Paulo Miranda

Não existe sucesso ou felicidade sem o exercício pleno da cidadania e da ética global.

Carlos Roberto Sabbi

Em um país, onde o máximo de cidadania encontrada na maioria da população se resume a votar de dois em dois anos por pura obrigação é notável pensar em jovens que se unem para debater, discutir e questionar idéias sobre assuntos relativos a não só seu bem estar social mais também a vida política por uma vista liberta de idéias partidárias, idiossincrasias midiais alienadoras, pensar em jovens que revolucionam seu modo de pensar e agir perante a uma sociedade carente de pessoas participativas da vida política existente na mesma, pessoas que exercem seu direito de cidadania.

Wagner Lafaiete

Cidadania é um vírus benigno, pelo qual a sociedade brasileira não se deixa inocular!

Eticamicina5mg

Para mim viver é Cristo e exerço a cidadania de maneira digna de seu Evangelho.

Paulo de Tarso

O Exercício da Cidadania Maior É o VOTO. Manifestantes MINORIA ou MAIORIA que não é capaz de OUVIR o outro, pecisa ser INFORMADO COMO COMPORTA-SE em PLENÁRIO e nas RUAS.

BINDES - cidadania

Horas de dúvidas políticas é tal como um hotelzinho de pagamento adiantado, furtivo, estreito tal como maletas, meeting dos INDICADOS à POLÍCIA JUDICIÁRIA de "lavar o Jato".

Bindes, Fátima cidadania

Cidadania, não existe!Que todos os políticos falam tanto que querem que aconteça, mais o que adianta eu já falei os burgueses estão no poder na sociedade, o dinheiro fala mais que os valores éticos. Mais o que adianta metade da população querer mudar o nosso pais, e o resto não querem fazer nada e fica nas custas dos outros? Na verdade ninguém quer lutar por nada, todo mundo quer as coisas muito fáceis, não tem o prazer da conquista e luta!

Natali Oliveira

Um exercício da cidadania é um constante, nem sempre ascendente processo de "alfabetização" integral, de procurar entender a vida naquilo que ela tem de mais bonito e mais feio, enquanto vivemos. Por isso, o exercício da cidadania deve estar permeado pela esperança das coisas boas e prazerosas que ainda não se vêem, mas das quais temos certeza absoluta de que podem existir. A nossa análise e a nossa denúncia devem ser claras, e o nosso anuncio deve conter coisas realizáveis a curto, médio, e longo prazos. Assim podemos ser construtoras e construtores da esperança, lutando contra toda e qualquer forma de analfabetismo.

Reimer, 2001, p. 845

Desde qdo exercício da cidadania me obriga a votar em candidatos q não acredito? Como cidadão contribuinte sou livre para rejeita-los.

Sr nulo

Não precisamos de mais Leis; necessitamos de Cidadania!


Sidney Poeta Dos Sonhos
(Amante da Liberdade)

Sidney Poeta Dos Sonhos

Cidadania é criar oportunidades efetivas e que envolva o cidadão na solução do seu próprio problema, isto não só é sábio como é digno.

Luis A R Branco

Procurei Cidadania---9476 - Veículo- Consulado Americano-Padre João Manuel. Condutor desobedece gesto de funcionário ao sair da garagem, dispersão ao Volante e gesto manual apresentei.

Bindes, Fá - gestual

SOMOS LIVRES



Somos livres...
Quando a cidadania
Nos concede o direito
De sermos o que queremos...
De termos o que nos é de direito...
Somos livres...
Quando a democracia
Nos oferece liberdade
Para decidir o que faremos
Irmos para onde temos segurança
Somos livres...
Quando conquistamos autonomia
Para exigirmos o que nos convém,
O que é melhor para nós.
Somos livres...
Quando as leis
Usam o seu poder
Para fazer justiça...
Defender o bem comum...
Somos livres
Quando a educação nos proporciona estrutura
Para transformarmos a nossa realidade...
Somos livres...
Quando adquirimos consciência
Para administrarmos a nossa própria liberdade
Nos aprisionamos...
Quando sufocamos a nossa voz,
Aceitamos imposições...
Omitimos opiniões, verdades...
Nos aprisionamos...
Quando nos calamos perante as injustiças,
Aos abusos de poder... de autoridade...
... deixando-nos ser escravizados...
tratados como objetos.
Nos aprisionamos...
Quando desistimos de lutar,
Abrindo mão dos sonhos...
Do desejo de sermos felizes...
E nos acorrentamos em nós mesmos,
Quando achamos que sabemos o suficiente
E que nada mais temos a aprender.

Nildo Lage

Em se tratando de cidadania e sociedade, enquanto o civil for mais importante que o social, ou enquanto o indivíduo for mais importante que o coletivo, estaremos eternamente fadados à exploração do homem pelo homem, à inferioridade e à decadência intelectual e material – o que pode nos debilitar ciclicamente e nos tornar adeptos da indiferença ou da crença em dias melhores post mortem.

David Saleeby

As pessoas exercendo sua cidadania precisa estão acostumadas a absorverem verdades mascaradas e por comodismo se recusam a ir à busca da realidade oculta

Douglas Piedade de Carvalho

Direito de ir e vir não é Cidadania. Cidadania é você lutar por um país melhor não só para você, mas também para toda a nação

Yasmiim Will

A origem da palavra cidadania vem do latim “civitas”, que quer dizer cidade. A palavra cidadania foi usada na Roma antiga para indicar a situação política de uma pessoa e os direitos que essa pessoa tinha ou podia exercer. Segundo Dalmo Dallari:

“A cidadania expressa um conjunto de direitos que dá à pessoa a possibilidade de participar ativamente da vida e do governo de seu povo. Quem não tem cidadania está marginalizado ou excluído da vida social e da tomada de decisões, ficando numa posição de inferioridade dentro do grupo social”.

(DALLARI, Direitos Humanos e Cidadania. São Paulo: Moderna, 1998. p.14)

Direitos Humanos, blog

A CIDADANIA NO BRASIL
No Brasil, estamos gestando a nossa cidadania. Damos passos importantes com o processo de redemocratização e a Constituição de 1988. Mas, muito temos que andar. Ainda predomina uma visão reducionista da cidadania (votar, e de forma obrigatória, pagar os impostos... ou seja, fazer coisas que nos são impostas) e encontramos muitas barreiras culturais e históricas para a vivência da cidadania. Somos filhos e filhas de uma nação nascida sob o signo da cruz e da espada, acostumados a apanhar calados, a dizer sempre “sim senho?, a «engolir sapos”, a achar “normal” as injustiças, a termos um “jeitinho’ para tudo, a não levar a sério a coisa pública, a pensar que direitos são privilégios e exigi-los é ser boçal e metido, a pensar que Deus é brasileiro e se as coisas estão como estão é por vontade Dele.

Direitos Humanos, blog