Cerveja

Cerca de 195 frases e pensamentos: Cerveja

Cerveja: Um portal brilhoso para a escuridão


Ceva, birra, loira gelada, breja, canjibrina, cervejota, suco de cevada, remedinho gelado, canela de pedreiro, nuvem engarrafada, Estupidamente gelada; São muitos os apelidos, geralmente carinhosos para não espantar o freguês e esconder os seus malefícios que começam a aparecer somente vários anos depois do primeiro gole.
A estatística do mercado de cerveja coloca o consumo por media de consumo individual para não assustar seus principais consumidores, classe media-baixa, coloca por baixo com relação a outros países sugerindo que se precisa consumir mais, como se mais de 100 bilhões de litros anuais não bastasse para embebedar o senso de contextualização do pobre brasileiro.
A cerveja não assume o papel de responsável direto pelos problemas com as drogas e o alcoolismo do Brasil, más certamente esta sendo a porta de entrada para a grande maioria de todos eles.
A geração anterior certamente se lembra de quando a mídia brasileira associava o modismo com o consumo de Álcool e cigarro, porém, com o passar dos anos, a própria mídia divulga os malefícios do cigarro por causar um maleficio direto, ao mesmo tempo, divulga os “benefícios biológicos” da cerveja e a coloca no time das “mocinhas”.
Dados econômicos da ONG ACT - Aliança do Controle do Tabagismo detectou em 2011 que os gastos somaram quase R$ 21 bilhões para tratamento dos males causados pelo cigarro, 3 vezes mais o que o governo arrecadou com o seu imposto. Tonou-se muito mais barato e viável para o governo ser contrario ao uso do fumo, enquanto que a cerveja assume o sinônimo de alegria do brasileiro.
Não encontrei um estudo que menciona o consumo de cerveja entre os menores de idade, isso fica escondido da mídia porque “e proibido o consumo de bebida alcoólica por menores” más se sabe que é bem mais do que se imagina, certamente seria uma estatística assustadora; Sabe-se, porém, que a sociedade brasileira criou o habito cultural do consumo de cerveja sob a forma de “diversão”.
O inicio dessa “diversão” em festinhas, bares, danceterias e boates foi o portal de entrada para o que conhecemos e constatamos hoje entre os adolescentes, Constatações estas, por sua vez, são apenas a ponta do iceberg do processo de contextualização e de ações educativas, visando a formação de conceitos a cerca do EU e de como me planejar junto ao meu meio. Isso passa pela compreensão de como estão sendo manipulados os sistemas de politica, economia e religião do país, que, de acordo com: Os Indiferentes de: Antônio Gramsci:
“São sujeitos com visões limitadas e com fins imediatos, de acordo com ambições e paixões pessoais de pequenos grupos ativos, e a massa dos homens não se preocupa com isso. Mas os fatos que amadureceram vêm à superfície; o tecido feito na sombra chega ao seu fim, e então parece ser a fatalidade a arrastar tudo e todos, parece que a história não é mais do que um gigantesco fenômeno natural”.
Nessa perspectiva, arrisco a hipótese do aumento do caus do EU no País que se sabe, mas não se Pode; Alimentado pelo circo do futebol e o pão da cervejinha. E aí, vamo tomá uma Brother ???


Danielhoras@hotmail.com

Daniel Horas

Aplicar uma fragrância é como beber cerveja: um pouco é o suficiente pra te deixar mais sexy e mais confiante; muito irá parecer que você quer mesmo atenção; agora se for demais, você será cruelmente evitado pelos outros.

Nathy Rangel

Porção R$ 45,00
Cerveja R$ 10,00
Banho 5,00
hotel R$ 650,00
Sorvetinho básico R$ 3,00
Agora junta tudo e bata no microondas e sirva no copo do liquidificar e depois me fale o gosto que tem!

Jeremias Edson Cardoso.

Cerveja atrás de cerveja, piada atrás de piada, uma alegria momentânea. E é nesse momento que tenho a certeza de que preciso de uma alegria que dure, e não seja apenas momentânea, preciso uma paz que eu não tenho há muito tempo.

Lili Melo

MUDAREMOS SIM!!

Era aquele que dizia que não bebeu nada, apesar do bafo de cerveja.

Era aquele que dizia que não fumou, apesar do cheiro de cigarro.

Era aquele que dizia que não pegou as chaves, apesar de ter sido o último a sair com elas.

Era aquele que negava antes de ouvir a pergunta. Das situações mais triviais às mais complexas.

Desprezava as pequenas mentiras. Acreditava que representavam lapsos necessários, pequenas omissões imprescindíveis para viver a dois.

Eu me transformei por amor. Busco ser honesto sempre, assumindo as mancadas e as falhas.

Mentir não me tornava imperfeito, mentia porque não admitia errar. Não aceitava arranhar a minha imagem. Somente mente quem se julga perfeito, e quer esconder seus vacilos.

Atravessei um tabu de décadas, deixei para trás antigas crenças que não entendo de onde tirei.

Todo homem é conservador e resiste às metamorfoses. Até se apaixonar.

“Não vou mudar”, portanto, é uma frase falsa. Apague de seu vocabulário.

Por amor, mudaremos sim. É só mudando que amadurecemos.

Por amor, nos revolucionamos sim.

Pode vir com sua teimosia, com seu orgulho, com sua arrogância, afirmando que é imutável, que não mexerá em seu temperamento, que tem seus hábitos, que foi assim toda a vida, mas mudará sim.

A convivência influencia, abre as ideias, destrói intolerâncias, força a mutação emocional.

Amor é exceção. É quando praticamos a exceção. Pode deixar as regras para os outros.

Quer uma maior declaração do que tentar fazer o que não admitia ou apreciar o que recusava?

Se você mantinha distância de água, por amor fará natação.

Se você alertou que jamais dirigiria um carro, por amor entrará numa autoescola.

Se você alimentava horror de avião, atravessará o oceano atlântico de seu medo.

No relacionamento que dá certo, promessa não é maldição. Ainda que tenha lavrado verdades no cartório, elas serão lavadas dentro de casa: vão desbotar, vão amarelar, vão desaparecer.

Já vi gente parar de beber, parar de fumar, parar de trapacear, parar de trair.

Vícios são abolidos, virtudes são regeneradas: mudaremos sim.

Encontraremos coragem no olhar terno e confiante de nossa esposa. Localizaremos vontade na cumplicidade ingênua do filho.

Mudaremos sempre. Mudaremos vários fins enquanto não vem nossa morte.

Fabrício Carpinejar

Não beba dirigindo! Você pode derrubar a cerveja.

eu

Hoje é Whisky dispenso a cerveja,
Traz as taça poe na mesa
Vem Biathc vem cocota
A noite é uma caixa de surpresa.

Wesley Stronda

Ela disse: Muzitano, quero saber o motivo de você beber tanta cerveja.
Eu disse: Bebo para aturar perguntas idiotas como essa.
Ela disse: Cuidado com o fígado, você não será jovem para sempre.
Eu disse: Ninguém será, a não ser que escreva.

danielmuzitano

Você vai pra Universidade, vai tomar cerveja barata e fazer protestos por coisas que não se importa.

Damon Salvatore

Aqui neste bar, sentado num canto isolado, eu vejo pessoas bebendo vinho, cerveja, pinga e fumando cigarros. Todas fazendo a mesma coisa e com o mesmo objetivo: afogar a dor e a solidão. Eu inclusive sou uma delas.

Sabrina Niehues

Berlim

Tem os jardins de cerveja no parque,
Berlim é relaxante e bom para a saúde,
Excelência na medicina de qualidade,
Pode-se apreciar o pôr do sol da cidade!
Cidade cheia de história, cultura e beleza,
Os turistas são atraídos pelo marco popular.
Hoje é símbolo de liberdade e franqueza
Em Berlim incluem arquitetura fantástica!

Djalma CMF

O lado ruim de beber uma cerveja antes de dormir é conseguir beber SÓ UMA!

Frederico Spaniol

Cerveja pode ate não da futuro Mas
Proporciona um passado cheio de historias

Fulino Fernandes

Quando trabalhamos duro, no fim do dia, o gosto da cerveja fica melhor.

Matheus Zucco

O inverno traz algumas rebeldias curiosas, por exemplo, do bebedor de cerveja que, mesmo no frio, toma o troço gelado pensando que é quentão; do lavador de carro que acorda pensando: vários banhos gelados de novo não?!; do solteiro que quer ter um amor para transformar em cobertor todas as noites; e do meu cobertor que vive brigando com os meus pés, pois não consegue aquece-los!

Nico Serrano

50% de uma amizade
Eu tive um amigo 100%
Nós saíamos juntos para ir almoçar, tomar uma cerveja com outros amigos, ir ao shopping raramente mas íamos.
Quando agente tinha uma novidade ligava para contar, Quando estava triste conversavamos,
Quando tínhamos um problema resolvíamos.
Falávamos de tudo. Família, relacionamentos, amigos, trabalho, frustrações, alegrias.
Ríamos de tudo, faziamos palhaçadas, doideiras.
Ele conseguia me surpreender porque está com ele era imprevísivel. Mas nossas previsões futuras sobre as outras coisas que estavam a nossa volta sempre aconteciam, isso porque agente tinha sincronia.
Nós dançavamos, era bom.
Tempo uma palavra que não tinha significado, porque nós fazíamos o tempo. Fazíamos o tempo que estavamos juntos, que conversávamos, que saíamos. De manhã, de noite, de tarde, depois do futebol, não havia definição para o tempo.
Saudade. Sentimento que sentíamos quando não nos falavamos por um feriado, por uma semana, ou quando não nos viamos.
E havia prova de tudo isso nas ações.
Mensagem para desejar uma boa prova na faculdade, uma ligação para dizer que sentiu saudade depois de chegar de uma viagem, comprar um sorvete, ajudar num trabalho da faculdade, cantar uma música juntos.
Preocupação, cumplicidade, Atenção, respeito, carinho, confiança, talves as palavras chaves da nossa amizade.
Isso era ter um amigo 100%
Então derrepente no meio do caminho as coisas mudam,
E você não sabe onde errou.
Talves errou quando renunciou a você mesmo seu próprio sentimento?, O
Ou talves quando foi embora?,
mas como saber?
Se as ações já não provavam mais nada.
Cerveja com amigos, não mais. dividir momentos, sentimentos, falar sobre tudo, não mais.
contar uma novidade, um acontecimento bom ou ruim, resolver algum problema, não mais.
Omissão, palavra constante na afirmação do não, mesmo quando ele sabe que voce sabe a verdade, omissão continua sendo a palavra.
Total confiança, não mais.
Mensagens, Ligações, Saudade, não se sabe mais. Despreocupação, imparcialidade, descuido, desapreço, afastamento,confusão de sentimento, confusão de pensamento, agora são palavras que giram na mente.
Então tudo que era 100% passa a ser 50%.
Tudo que era por inteiro passa a ser pela metade.
A metade causa dor, sofrimento, perguntas sem respostas. Esquecer? seguir em frente sem tentar olhar para trás? como? Se a sua vida desde que o conheceu foi estar ao lado dele, querer o bem dele, a felicidade dele. C
Chama que se apagou, detalhes que não voltam mais, sentimentos que deixam de existir, Agua do rio que só corre para frente, amigos no riso e na dor são para sempre?.
talves, 50% de tudo não sei foi totalmente, porque virou uma lembrança. E a partir de agora você tem que decidir se será uma triste ou uma feliz lembrança.
Triste por não ter mais o que sempre teve?,
Ou feliz por ainda lembrar e ver que foi tudo real?.
mesmo que nada tenha durado para sempre,você sabe, 100% ou 50%, entre a ilusão e a realidade, algo existiu.

Enny Ruy

O prelúdio da cerveja

O suor do copo
antecede
o suor do corpo
o prazer
afoito

O gosto da cevada
se mistura ao
da língua
atrevida
molhada

A espuma
lembra a maciez
as mãos sobre a pele
a iminente
nudez

Um gole
um beijo
Um gole
um abraço
Um gole
de desejo
Um gole
que amasso!

É o vazio da garrafa
Cai o copo
Cai o corpo
Caio inteira
e enlouqueço
pela noite
nos teus braços

Joice Vilela

Meus inimigos eu detono, meus amigos eu respeito mas se o assunto é cerveja e cachaça eu enfrento !!!

Salvador Faria

Aí eu penso nele, na casa dele, no sofá da casa dele... aí eu penso nos meus amigos na minha cerveja que me liberta , aí volta tudo ao normal no meu mundo, sem família dele, sem casa dele, sem sofá da casa dele.

Monique Mendonca

"Estudos mostram que o brasileiro caminha 1.440Km por ano e bebe 86L de cerveja. Ele faz 16,7 Km por litro!"

Prsantana